Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Brinquedos e Brincadeiras: releitura de obras de arte que retratam brincadeiras.

 

10/12/2009

Autor e Coautor(es)

Maria de Fáima Araújo

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Educação Infantil Arte Visual O fazer artístico
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

- Conhecer artistas plásticos que retrataram brincadeiras;

- envolver-se de forma prazerosa com o fazer artistíco;

- realizar releitura de obras de artes;

- desenvolver atitudes de cuidado com o próprio corpo e o do colega.

Duração das atividades
2 grandes momentos de 30 minutos
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Para realização desta aula é necessário que a professora estabeleça um diálogo com as crianças sobre o que é um artista plástico, o que ele faz e que artistas plásticos/pintores as crianças conhecem.

Estratégias e recursos da aula

A escola de educação infantil tem o papel de possibilitar aos seus alunos o contato e a exploração dos elementos de sua cultura. A criança da educação infantil deve explorar e utilizar-se de alguns procedimentos importantes para pintar, desenhar, colar e, assim, explorar as diversas possibilidades de materiais, instrumentos  e suportes necessários para o fazer artístico que a escola deve oferecer, como: tinta, pincéis, papel e outros materiais, além de participar da leitura de obras de arte observando, descrevendo e interpretando. Nesse processo a criança vai desenvolvendo seu gosto estético no contato com obras de arte e/ou ainda descobrindo suas competências/habilidades nessa área.

Tanto a arte como as demais áreas do conhecimento deve ser contemplada como prática social pedagógica, constituídas por linguagens que se apresentam distintamente nas diversas realidades de espaço e tempo, como construção cultural.

1º Momento:

Na roda inicial conversar com as crianças sobre artistas que retratam brincadeiras em suas obras, como Ivan Cruz e Cândido Portinari. Escolher um desses artistas para trabalhar com o grupo.

2º Momento:

Se o artista escolhido for Cândido Portinari, por exemplo, o professor deve contextualizar um pouco a vida desse artista, se ainda está vivo, onde viveu ou vive, que brincadeiras ele retrata em suas obras etc. No grupo, apresentar suas obras que retratam brincadeiras para que as crianças possam escolher uma e fazer a releitura. Se houver mais de uma opção a professora deverá propor uma situação problema para ser solucionda pelo grupo.

Como fazer agora, se escolheram mais de uma (duas ou três) e nós só podemos fazer a releitura de uma obra? Deixar que as cranças pensem e respondam. A professora deverá estar atenta para mediar o processo de escolha.

3º Momento:

Após a escolha da obra pelas crianças, a professora deverá organizar a mesa com papel peso 40, tinta guache de diversas cores e entregar para cada uma das crianças, um rolinho para pintura e expor a obra escolhida pela turma para que possam fazer a releitura.

 

4º Momento:

Após esse processo, as crianças apresentarão suas produções umas para as outras, apontando os elementos presentes nelas. Em seguida, a professora deve organizar junto com as crianças, uma exposição da releitura das obras e convidar outra sala para visitar a exposição.

Recursos Complementares
Avaliação

A professora poderá avaliar:

como as crianças criam estratégias para escolher a obra de arte;

o envolvimento das crianças no momento do fazer artistíco;

a forma de representação da obra escolhida;

o cuidado com o seu corpo e o do outro na hora da pintura.

Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 3 classificações

  • Cinco estrelas 2/3 - 66.67%
  • Quatro estrelas 1/3 - 33.33%
  • Três estrelas 0/3 - 0%
  • Duas estrelas 0/3 - 0%
  • Uma estrela 0/3 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.