Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Trabalhando Gênero textual

 

27/01/2010

Autor e Coautor(es)
Silvana Marchesani
imagem do usuário

VICOSA - MG COL DE APLICACAO DA UFV - COLUNI

Renata Rena Rodrigues

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Médio Língua Portuguesa Gêneros discursivos e textuais: narrativo, argumentativo, descritivo, injuntivo, dialogal
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

• O conceito de gênero textual;
• A diferença entre gênero e tipo de texto;
• A questão do gênero como uma construção textual e prática social.

Duração das atividades
Duas aulas de 50 min
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

• Noções de textos;
• Noções de comunicação humana;
• Noções de linguagem verbal e não verbal.

Estratégias e recursos da aula

As atividades poderão ser desenvolvidas na sala de aula. Será necessário levar como exemplo jornais e revistas de grande circulação. Caso disponha da sala de informática, a sugestão de sites se encontra abaixo.

http://http://oglobo.globo.com/

http://http://veja.abril.com.br/

http://http://www.istoe.com.br/capa

Atividade 1:

 Professor, nessa atividade será de fundamental importância enfatizar algumas noções sobre comunicação e gênero textual...

 Promova uma discussão acerca da comunicação humana, para isso utilize questões como:

_ Como se dá a comunicação humana?
_ Ela acontece de maneira verbal ou não verbal?
_ Quais os principais canais que hoje utilizamos para comunicação?
_ Quais as diferenças entre a linguagem falada e a escrita?
_ Quais canais utilizamos para nos fazer entender?


 Em seguida, proponha uma discussão a cerca das propostas abaixo:

• É impossível não se comunicar verbalmente por algum gênero, assim como é impossível não se comunicar verbalmente por algum texto.
• Em outros termos, a comunicação verbal só é possível por algum gênero textual. Daí a centralidade da noção de gênero textual no trato da produção lingüística.
• Em conseqüência, estamos submetidos a uma tal variedade de gêneros textuais, a ponto de sua identificação parecer difusa e aberta, sendo eles inúmeros, tal como lembra muito bem Bakhtin (1979), mas não infinitos.
• “Gênero é um instrumento”.

• Quando dominamos um gênero textual não dominamos uma forma lingüística e sim uma forma de realizar lingüisticamente objetivos específicos em situações sociais particulares.


 Utilize uma capa da revista e jornais trazidos. Verifique junto com a turma as linguagens de ambas. Discuta:

_ Essas capas são formadas de linguagem verbal ou não verbal?
_ Qual o tema principal que será discutido em cada uma?
_ Qual o objetivo comunicativo de cada capa?
_ Observe o índice: como ele está subdividido?O que o leitor poderá encontrar na leitura desse gênero?
_ Como os assuntos estão distribuídos dentro da revista?


Atividade 2:

Escolha dentro da revista com a capa analisada uma reportagem uma notícia, um artigo de opinião ou outro gênero qualquer.
Passe a observar a construção do texto. Discuta:
 De que é formado esse texto: atribuição de características?Seqüenciação de fatos? Exposição de ponto de vista?
 Verifique, junto aos alunos, marcas textuais que poderão auxiliar o texto lido na classificação de narração, descrição, dissertação e injunção.

 Enfatize noções como:

• Tipo textual designa uma espécie de seqüência retórica subjacente definida pela natureza lingüística de sua composição {aspectos lexicais, sintáticos, tempos verbais, relações lógicas, estilo}.

• O tipo caracteriza-se muito mais como seqüências lingüísticas (seqüenciação de enunciados, um modo retórico) do que como textos materializados; a rigor, são modos textuais.

• Em geral, os tipos textuais abrangem cerca de meia dúzia de categorias conhecidas como: narração, argumentação, exposição, descrição, injunção. O conjunto de categorias para designar tipos textuais é limitado e sem tendência a aumentar.

• Quando predomina um modo num dado texto concreto dizemos que esse é um texto argumentativo ou narrativo ou expositivo ou descritivo ou injuntivo..


• Gênero textual refere os textos materializados em situações comunicativas recorrentes.

• Os gêneros textuais são os textos concretizados que encontramos em nossa vida diária e que apresentam padrões sócio-comunicativos característicos definidos por composições funcionais, objetivos enunciativos e estilos concretamente realizados na integração de forças históricas, sociais, institucionais e técnicas.

• MARCUSCH,I Luiz Antônio. Gêneros textuais: definição e funcionalidade.
http:// http://scholar.google.com.br/scholar?q=tipos+textuais+e+generos+textuais&hl=pt-BR&rlz=1R2ADFA_pt-BRBR344&um=1&ie=UTF-8&oi=scholart

Ati vidade 3

 Pro fessor,discuta a var iedade de gêneros existentes em detrimento do número reduzido de tipos textuais, para isso utilize exemplos práticos do material levado para sala

Em contraposição aos tipos, os gêneros são entidades empíricas em situações comunicativas e se expressam em designações diversas constituindo em princípio listagens abertas. Alguns exemplos de gêneros textuais seriam:
• telefonema,
• sermão,
• carta comercial,
• carta pessoal,
• romance, bilhete,
• reportagem,
• aula expositiva,
• reunião de condomínio,
• notícia jornalística,
• horóscopo, receita culinária,
• bula de remédio,
• cardápio de restaurante,
• instruções de uso,
• inquérito policial,
• resenha,
• edital de concurso,
• piada,
• conversação espontânea,
• conferência, carta eletrônica,
• bate-papo ,
• aulas virtuais e assim por diante.

Para Marcuschi (2001, 2002 b, 2002 c, 2003), os gêneros:

• - são tipos ‘relativamente estáveis’ de enunciados;
• - operam em certos contextos;
• - são reflexos de estruturas sociais recorrentes e típicas de cada cultura;
• - são definidos por seus propósitos: funções, intenções, interesses;
• - são condicionados por fatores: semióticos, sistêmico, comunicativos e cognitivos;
• - são variáveis em contextos discursivos;
• - estão ancorados em alguma situação concreta;
• - estabelecem relações de poder;
• - refletem estruturas de autoridade;
• - são frutos de complexas relações entre um meio, um uso e a linguagem;
• - são realizados por forças históricas, sociais, institucionais e tecnológicas.

 Para exemplificar as definições colocadas por Marcuschi a respeito das noções de gênero, leve para sala uma transparência com a primeira página de um jornal digital, caso não disponha desse recurso utilize a primeira página do jornal impresso.


 Verifique diante do exemplo as diversas opções de leitura da primeira página do jornal;
 Discuta com os alunos a diversidade temática apresentada, diante disso questione quais práticas sociais poderiam ser acionadas em relação à leitura de cada caderno, cada divisão.

Avaliação


Proponha aos alunos a produção textual de algum gênero por eles analisados nas atividades

Opinião de quem acessou

Cinco estrelas 2 classificações

  • Cinco estrelas 2/2 - 100%
  • Quatro estrelas 0/2 - 0%
  • Três estrelas 0/2 - 0%
  • Duas estrelas 0/2 - 0%
  • Uma estrela 0/2 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • MARIA conceição Penha, ODETE bueno , São Paulo - disse:
    Mcpessoni@bol.com.br

    23/10/2012

    Cinco estrelas

    EXCELENTE,ME ESCLARECEU VÁRIAS DÚVIDAS ,VOU TRABALHAR SEGUINDO O SEU ROTEIRO,RENATA.


  • Mari, Escola municipal , Bahia - disse:
    mari_anna12@gmail.com

    22/09/2010

    Cinco estrelas

    Muito bom o material! Traz ótimas referências para que aprofundemo-nos nos estudos. Parabéns!


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.