Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Que caminho você faz até chegar à sua escola?

 

24/11/2008

Autor e Coautor(es)
Nilton Goulart de Sousa
imagem do usuário

BRASILIA - DF Universidade de Brasília

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Inicial Geografia Lugar e paisagem
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
Desenvolver a habilidade de observação dos arranjos espaciais e da dinâmica que se processa no cotidiano. Perceber que esse espaço construído pela sociedade inclui elementos da natureza: o relevo, rios, animais, vegetação, dia e noite, sol, chuva, vento, frio, calor, temperatura cuja interferência é ou não percebida pelas pessoas no seu dia a dia.
Duração das atividades
Uma aula de cinquenta minutos
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Saberes sócio-culturais
Estratégias e recursos da aula

Nas séries iniciais é importante trabalhar a questão da construção do espaço geográfico. Segundo Mastrangelo 2001, construir o espaço significa sistematizar as impressões e experiências que a criança tem, de maneira que ela perceba os signos e informações e se aproprie desse ambiente onde vive. Portanto, é fundamental partir do local, do cotidiano, do dia a dia da criança, pois tendo por base o espaço de convívio, pode-se posteriormente vislumbrar horizontes de relações espaciais mais amplos.

O desenvolvimento dessa noção de espaço passa por níveis próprios na evolução geral da criança, passando do:

a) vivido;

b) percebido e

c) concebido

O que é a Vivência do Espaço?

O espaço físico é vivenciado através do movimento e do deslocamento da criança, onde ela vive, experimenta e conhece. As idas ao mercado, trajeto casa-escola ou as brincadeiras no pátio, quintal e vizinhanças. A criança percorre, delimita e o organiza segundo seus interesses e experiências.

A Percepção do Espaço

O espaço passa a ser percebido quando não precisa mais ser experimentado fisicamente, quando, por exemplo, a criança lembrar do trajeto Escola-Casa ou quando ao observar uma foto, for capaz de distinguir as distâncias e localizar os objetos. É o momento em que a análise do espaço passa a ser feita pela observação.

A Concepção do Espaço

É a etapa em que a criança começa a estabelecer relações espaciais entre elementos apenas através de sua representação, por exemplo, quando adquire a capacidade de raciocinar sobre uma área retratada em um mapa.

Para saber mais visite:

www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8135/tde-14102004-153931/

http://portaldoprofessor.mec.gov.br/storage/discovirtual/aulas/1126/imagens/mastr.JPG

O Desenho Livre e a Construção do Espaço Geográfico

Entre as linguagens gráficas trabalhadas pela criança, encontra-se o desenho. Este é espontâneo nas atividades das crianças, desde bem pequenas. Quando pensamos no desenho como linguagem podemos estabelecer uma linha de trabalho para a construção da percepção do espaço muito interessante. Os primeiros desenhos são feitos pelo prazer de riscar, de explorar as possibilidades do material (lápis de cor, giz de cera, caneta hidrográfica), para produzir efeitos interessantes no papel.


Dessa forma, observar com detalhes o trajeto que o educando percorre possibilita o desenvolvimento de uma visão mais criteriosa sobre a maneira de vida das pessoas, sobre onde morar ou sobre como desenvolvem sua vida. Com essa atividade pode-se perceber que o arranjo espacial, a distribuição das pessoas, dos objetos, do trabalho é uma consequência da opção do sistema de vida (político, econômico, social e histórico) da sociedade.

A Atividade:

Caro professor distribua o material entre seus alunos e solicite que eles façam um desenho livre do trajeto que percorrem da casa até a escola. O pedido aparentemente simples de solicitar aos seus alunos que desenhem o trajeto casa-escola pode revelar muito da visão e da apropriação espacial dos educandos. No papel as crianças expressam seus sentimentos, impressões e vivências. O desenho deve ser seguido de uma solicitação para a criança para descrever seu desenho e explica-lo para toda a turma.

http://portaldoprofessor.mec.gov.br/storage/discovirtual/aulas/1126/imagens/caminho_casa_escola.jpg

O momento do desenho é quando a criança faz o resgate mental de suas impressões e as coloca no papel, ela sai do abstrato e coloca sua impressão espacial no palpável, a folha de papel. Comente no desenho de seus alunos a questão da espacialidade, o seu movimento, os objetos que aí existem, a relação desses objetos com sua vida em particular, a relação da dinâmica de vida desse lugar com a sua vida.

Faça a seus alunos perguntas como:

No desenho, que elementos estão mais próximos de sua casa (e longe da escola)?
Que elementos estão a meia distância?
E, que elementos estão mais próximos da escola (e longe de sua casa)?

Quais os maiores elementos que aparecem em seu desenho? (cinema, escola, igreja)
Que elementos têm um tamanho médio? (casas, garagens)
Que elementos são pequenos? (banca de jornal).
Como você faria para desenhar as casas, a escola, etc. vistos de cima, como se você estivesse vendo-os de um avião?
 

O desenho que você fez serve para indicar como chegar em sua casa?
Um colega que não saiba onde você mora pode usar o desenho que você fez para ir da escola para sua casa?
O caminho que você faz para vir de sua casa para a escola é o mesmo para ir da escola para sua casa? “



http://portaldoprofessor.mec.gov.br/storage/discovirtual/aulas/1126/imagens/casa_escola_2.JPG

Esse é um trabalho que deve ser feito de maneira continuada com a criança, já que nas séries iniciais elas vão adquirindo vivências e mudando sua visão de espaço. Essa atividade permite também uma fundamentação para o desenvolvimento da descrição da paisagem.

Professor, de maneira a se preparar para o trabalho dessa aula, sugere-se que o professor assista o seguinte vídeo:
 

 

Recursos Educacionais
Nome Tipo
Percepção de paisagem Vídeo
Recursos Complementares
Recursos didáticos: Folha de sulfite, lápis preto e colorido, régua borracha.
Avaliação
Com esta atividade o professor poderá analisar, agrupar, classificar os desenhos quanto aos detalhes observados, quanto ao ângulo de visão, quanto à proporcionalidade, quanto à orientação e distribuição espacial dos elementos observados, quanto ao ponto de referência, quanto à visão que o aluno tem da paisagem, para continuidade do processo.
Opinião de quem acessou

Cinco estrelas 1 classificações

  • Cinco estrelas 1/1 - 100%
  • Quatro estrelas 0/1 - 0%
  • Três estrelas 0/1 - 0%
  • Duas estrelas 0/1 - 0%
  • Uma estrela 0/1 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • IRENE NAZARÉ XAVIER BARBOSA, E.M. LUCIO DE MENDONÇA , Rio de Janeiro - disse:
    irenenx@yahoo.com.br

    24/03/2010

    Cinco estrelas

    Achei a aula maravilhosa.Trabalho com 5 turmas de 6º e 1 turma de7 º ano. no começo do ano sai com os alunos pelas ruas de Piraí fazendo o reconhecimento das mesmas. Em sala fizemos o mapa das ruas visitadas. Sou uma professora preocupada com a vivencia do aluno,procuro trabalhar a criativida e muita leitura. Faço parte do município que doou um computador por aluno. Qualquer dia também farei parte deste site com minhas experiências.Conheci o site pela revista INFO/setembro 2009.Valeu a ajuda !!!


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.