Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Jogo/brincadeira ou esporte?

 

30/11/2009

Autor e Coautor(es)

Agostinho Beethoven Macedo Beghelli Filho

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Final Educação Física Atitudes, conceitos e procedimentos: esportes, jogos, lutas e ginásticas
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
Identificar as diferenças e semelhanças entre jogos/brincadeiras e esportes.
Duração das atividades
1 aula de 50 min.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Nenhum.

Estratégias e recursos da aula

Espaço: quadra poliesportiva ou pátio grande

Material: bola de handebol, bolão de plástico

Atividade1:

Questionar aos alunos a respeito de como eles se divertem e/ou se distraem nos momentos de lazer( espera-se que a resposta seja: principalmente por meio de jogos, brincadeiras e esportes). Em seguida iniciar uma discussão sobre o que a turma entende por jogo/brincadeira e esporte, e quais suas principais diferenças. (aprox. 10 min.)

Atividade 2:

Vivenciar o jogo dos 10 passes com o bolão de plástico. (aprox. 15 min.)

- Dinâmica do jogo dos 10 passes:

Objetivo do jogo: fazer com que a equipe dê dez passes consecutivos (sem que a outra equipe encoste na bola). A equipe que não estiver com a posse de bola tem que tentar tomá-la e impedir os dez passes do outro grupo. Feito os dez passes é dada a posse da bola para a outra equipe. Para cada dez passes feitos marca-se um ponto.

Dividi-se a turma­ em duas equipes de igual número. É feito um sorteio para se saber qual equipe iniciará o jogo com a bola.

Atividade 3:

Vivência do esporte handebol. (aprox. 15 min.)

Regras de handebol em:         http://www.fphand.com.br/fphand/texto.asp?id=1268

Atividade 4:

Questionar aos alunos quais as diferenças essenciais encontradas entre o jogo e o esporte vivenciado anteriormente.

Retomar a discussão iniciada na atividade 1 usando o conceito formal de jogo/brincadeira e esporte. (aprox. 10 min.)

Conceitos de Jogo 

     Para Kishimoto (2001) tentar definir o jogo não é uma tarefa fácilpodendo a mesma ser entendida como por exemplo jogos políticos, jogosde adultos, de crianças, xadrez, contar histórias, brincar de mãe e filha,quebra cabeça etc.Huizinga (1938) define jogo como: “uma atividade voluntária exercida dentro de certos e determinados limites de tempo e espaço, segundo regras livremente consentidas, mas absolutamente obrigatórias, dotado de um fim em si mesmo, acompanhado de um sentimento de tensão e alegria e de uma consciência de ser diferente de vida cotidiana.”

     De acordo com Claparède apud Araújo (1992, p.18) jogo é um processo de derivação por ficção e tem por função permitir ao indivíduo realizar o seu eu, ostentar sua personalidade, seguir momentaneamente a trilha de seu maior interesse nos casos em que, não pos sa consegui-lo recorre ndo as atividades sérias.

  &nb sp;  De acordo com os conceitos estudados os jogos são atividades que os participantes possuem uma maneira formal de proceder e estão sujeitos a regras. Se direcionados e conduzidos de maneira adequada, favorecem momentos de confraternização, participação e integração, aliviando o cansaço físico e mental. Proporciona aos participantes entendimento das expressões como jogar, busca pela vitória, cooperação, aceitação da derrota e equilíbrio durante a realização das atividades, com os adversários de jogo ou companheiros.

Conceitos de Brincadeira 

     Para Barreto (1998), brincadeira é a atividade lúdica livre, separada, incerta, improdutiva, governada por regras e caracterizada pelo faz de conta. É uma atividade bastante consciente mas fora da vida rotineira e não séria, que absorve a pessoa intensamente. Ela se processa dentro de seus próprios limites de tempo e espaço de acordo com regras fixas e de um modo ordenado.

     Para Sá (2005, p.26) brincar é algo intrísico à vida de toda criança, seja de maneira ou sistematizada, é um processo que vai se desenrolando em seu curso, no tempo e no espaço, e no qual estão contidos aspectos físicos, emocionais e mentais, de forma individualizada ou combinada.

     Silva (1993) chegou a um conceito de brincadeira que é encarada como uma simples distração, fazendo com que cada um descarregue sua energia, se tornando uma atividade sem importância, sendo própria para criança.

     Froebel apud Blow (1911) introduz o brincar para educar e desenvolver a criança. Sua teoria metafísica pressupõe que o brincar permite o estabelecimento de relações entre objetos culturais e a natureza, unificados pelo mundo espiritual. Froebel concebe o brincar como atividade livre e espontânea, responsável pelo desenvolvimento físico, moral, cognitivo.

     Portanto, a brincadeira ao meu ver é o caminho natural do desenvolvimento humano, é competente nos seu efeitos e oferece a quem dela faz uso, a construção de uma base sólida para toda vida, pois é capaz de atuar no desenvolvimento cognitivo e emocional de forma natural e harmônica. 

 Fonte: Lima,Júlio Oliveira. Conceitos e diferenças entre recreação, lazer, jogo e brincadeira  

Link da fonte:

http://64.233.163.132/search?q=cache:Ii9vFfUyXMUJ:artigocientifico.uol.com.br/uploads/artc_1206841970_97.doc+Conceito+de+jogo&cd=1&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br&client=firefox-a

Conceito de esporte

Desporto (português europeu) ou Esporte (português brasileiro) é uma atividade sujeita a determinados regulamentos e que geralmente visa a competição entre praticantes. Para ser esporte tem de haver envolvimento de habilidades e capacidades motoras, regras instituídas por uma confederação regente e competitividade entre opostos.

Algumas modalidades esportivas se praticam mediante veículos ou outras máquinas que não requerem realizar esforço, em cujo caso é mais importante a destreza e a concentração do que o exercício físico. Idealmente o esporte diverte e entretém, e constitui uma forma metódica e intensa de um jogo que tende à perfeição e à coordenação do esforço muscular tendo em vista uma melhora física e espiritual do ser humano. As modalidades esportivas podem ser coletivas, duplas ou individuais, com ou sem adversário.

Também podemos definir esporte como um fenômeno sociocultural, que envolve a prática voluntária de atividade predominantemente física competitiva com finalidade recreativa ou profissional, ou predominantemente física não competitiva com finalidade de lazer, contribuindo para a formação, desenvolvimento e/ou aprimoramento físico, intelectual e psíquico de seus praticantes e espectadores. Além de ser uma forma de criar uma identidade esportiva para uma inclusão social.

A atividade esportiva pode ser aplicada ainda na promoção da saúde em âmbito educacional, pela aplicação de conhecimento especializado em complementação a interesses voluntários de uma comunidade não especializada.

Adaptado de:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Esporte

Avaliação

Fazer uma redação sobre as diferenças e semelhanças dos jogos/brincadeiras e esportes, dando um exemplo de cada uma dessas manifestações.

Opinião de quem acessou

Cinco estrelas 4 classificações

  • Cinco estrelas 4/4 - 100%
  • Quatro estrelas 0/4 - 0%
  • Três estrelas 0/4 - 0%
  • Duas estrelas 0/4 - 0%
  • Uma estrela 0/4 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.