Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Leitura e escrita: O menino e o arco-íris

 

10/12/2009

Autor e Coautor(es)
MARTA PONTES PINTO
imagem do usuário

UBERLANDIA - MG ESC DE EDUCACAO BASICA

Eliana Dias e kaísa Ferreiras Martins

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Final Língua Portuguesa Língua oral e escrita: processos de interlocução
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

• Formular hipóteses a respeito do conteúdo do texto.

• Validar ou reformular as hipóteses levantadas a partir de novas informações obtidas durante o processo de leitura.
• Avançar e retroceder durante a leitura em busca de informações esclarecedoras.
• Fazer inferências.
• Posicionar-se criticamente.

Duração das atividades
• 3 (três) aulas de 50 minutos cada
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

• Ter habilidades básicas de leitura.

Estratégias e recursos da aula
                                                   
  • Uso do som
  • Sites da Internet
  • Aula em círculo

Orientações didáticas

Aula 1
Atividade

Fazer um círculo em sala de aula com os alunos e conversar com eles a respeito das definições de loucura, de curiosidade, de insatisfação e, por fim, sobre as cores do arco-íris. Para tanto, o professor pode utilizar as seguintes perguntas para iniciar um debate.


1. O que é loucura para você?
2. De médico e louco, cada um de nós temos um pouco. Você concorda? Por quê?
3. Quais as cores do arco-íris?

Ao final das discussões sobre os assuntos, pedir aos alunos para escreverem um pequeno texto, respondendo à pergunta:

  • Como é sua vida?
  • Como é sua família?
  • Você é feliz? Por quê?

Ao terminarem de escrever seus textos, os alunos deverão entregá-los ao professor. Mais tarde, na aula 3, terão retorno dessa atividade.

Aula 2
Atividade

Colocar as carteiras da sala de aula nos cantos, organizar a turma em círculo e entregar uma cópia do texto “O menino e o arco-íris”, de Ferreira Gullar, para cada aluno.

                     O menino e o arco-íris

               Era uma vez um menino curioso e entediado. Começou assustando-se com as cadeiras, as mesas e os demais objetos domésticos. Apalpava-os, mordia-os e jogava-os no chão: esperava certamente uma resposta que os objetos não lhe davam. Descobriu alguns objetos mais interessantes que os sapatos: os copos – estes, quando atirados ao chão, quebravam-se. Já era alguma coisa, pelo menos não permaneciam os mesmos depois da ação. Mas logo o menino (que era profundamente entediado) cansou-se dos copos: no fim de tudo era vidro e só vidro.
              Mais tarde pôde passar para o quintal e descobriu as galinhas e as plantas. Já eram mais interessantes, sobretudo as galinhas, que falavam uma língua incompreensível e bicavam a terra. Conheceu o peru, a galinha-d´Angola e o pavão. Mas logo se acostumou a todos eles, e continuou entediado como sempre.
Não pensava, não indagava com palavras, mas explorava sem cessar a realidade. Quando pôde sair à rua, teve novas esperanças: um dia escapou e percorreu o maior espaço possível, ruas, praças, largos onde meninos jogavam futebol, viu igrejas, automóveis e um trator que modificava um terreno. Perdeu-se. Fugiu outra vez para ver o trator trabalhando. Mas eis que o trabalho do trator deu na banalidade: canteiros para flores convencionais, um coreto etc. E o menino cansou-se da rua, voltou para o seu quintal.
             O tédio levou o menino aos jogos de azar, aos banhos de mar e às viagens para a outra margem do rio. A margem de lá era igual à de cá. O menino cresceu e, no amor como no cinema, não encontrou o que procurava. Um dia, passando por um córrego, viu que as águas eram coloridas. Desceu pela margem, examinou: eram coloridas!
              Desde então, todos os dias dava um jeito de ir ver as cores do córrego. Mas quando alguém lhe disse que o colorido das águas provinha de uma lavanderia próxima, começou a gritar que não, que as águas vinham do arco-íris. Foi recolhido ao manicômio. E daí?

Fonte: GULLAR, Ferreira. O menino e o arco-íris. São Paulo: Ática, 2001. p. 5

1. Cada aluno deve ter uma cópia do texto em mãos. A professora deve pedir para que c ada aluno leia um parágrafo do texto. Cinco alunos devem ler uma parte, seguindo a roda. Após o término da leitura, conversar com os alunos sobre os sentidos do texto. Na sequência, uma caixinha, com várias perguntas (dobradas) sobre o texto, será passada de mão em mão.

Sugestões de perguntas para a caixinha:

Imagem disponível em:
http://www.jayadesign.com.br/site2008/wp-content/uploads/2008/02/caixinha-listras-big.gif

1). Em sua opinião, o tema do texto é:

(A) a curiosidade
(B) a insatisfação
(C) a natureza
(D) a saudade

2). “Mas logo se acostumou a todos eles”. A palavra em destaque refere-se no texto a:

(A) animais no quintal
(B) cadeiras e mesas
(C) sapatos e copos
(D) jogos de azar

3). Segundo o texto, desde criança, o menino procurava por:

(A) um arco-íris.
(B) galinhas e plantas interessantes.
(C) alguma coisa surpreendente.
(D) banhos de mar.

4). A frase final da crônica “E daí?” demonstra que o narrador sente pelo destino do menino:

(A) pena e desespero.
(B) simpatia e aprovação.
(C) indiferença e conformismo.
(D) esperança e simpatia.

5). No trecho “Desceu pela margem, examinou: eram coloridas!” o que os sinais de pontuação empregados assinalam?

(A) o tédio do menino.
(B) a surpresa do menino.
(C) a dúvida do narrador.
(D) o comentário do narrador.

6). Como podemos descrever o menino do texto? Você o considera louco? Cite algumas características do menino.

7). No texto, o menino sempre abandonava as coisas que encontrava. Por que você acha que isso acontecia?

8). De acordo com o seu entendimento, o que sempre fazia renovar as esperanças do menino?

9). Leia o trecho com atenção: “Fugiu outra vez para ver o trator trabalhando. Mas eis que o trabalho do trator deu na banalidade.”
O que o autor quis dizer com a expressão “banalidade”?

10). Você concorda com o desfecho do texto? Por quê?

11). Você acha que o menino encontrou o que procurava? Sim? Não? Por quê?

Importante: Sugere-se colocar a música Arco Íris, enquanto a caixinha passa de mão em mão. O professor deve parar a música de vez em quando para os alunos pegarem e responderem as perguntas retiradas da caixinha.

Música disponível no site:
http://vagalume.uol.com.br/xuxa/arco-iris.html

2. Quando a professora parar a música, o aluno que estiver com a caixinha nas mãos deverá pegar uma pergunta, lê-la em voz alta e respondê-la para que todos ouçam. Ele entregará a pergunta da caixinha à professora e a dinâmica continua até que todas as perguntas que ainda estão na caixinha sejam respondidas.

3. A professora deverá pedir aos alunos que retornem às suas carteiras para os lugares originais e passar no quadro todas as perguntas. Os alunos devem anotar as perguntas e respondê-las por escrito, de acordo com a discussão feita.


Aula 3

Atividade 1

Depois das perguntas respondidas, a professora deverá entregar o texto produzido na aula 1 aos alunos e pedirá que, se quiserem leiam para os colegas. O professor deverá conversar a respeito, se, principalmente, os alunos que disseram que não são felizes lerem seus textos.

Importante: Professor, aproveite a oportunidade para conversar com os alunos sob re o ser humano. No geral, ele está sempre insatisfeito. Algumas pessoas querem comprar, outras querem festas, outras querem dormir, outras mudam a aparência, outras mudam os móveis de lugar sempre para mudar de ambiente, etc

Atividade 2

Produção de Texto

O professor deverá propor que os alunos façam uma produção de texto, sugerindo uma continuação para a história.

• O menino continuou procurando alguma coisa a mais no manicômio ou conseguiu sair de lá e ser um menino normal?

Use sua criatividade. Invente....

Sugestões de leituras para o professor:


1. BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: língua portuguesa/SEF. Brasília: MEC/SEF, 1998.

2. KLEIMAN, Ângela. Oficina de leitura: teoria e prática. Campinas, SP: Pontes, 1997.

3. ______. Leitura, ensino e pesquisa. 2ª Ed. Campinas, SP: Pontes, 1989.

4. FERREIRA GULLAR. O menino e o arco-íris. São Paulo: Ática, 2001.

5. FERREIRA GULLAR. Site com biografia e bibliografia. Acesso em 06 de agosto de 2009. Disponível em http://portalliteral.terra.com.br/

Recursos Complementares

• Os alunos podem entrar no link abaixo para pesquisar a biografia do autor Ferreira Gullar para enriquecer seus conhecimentos.

http://www.releituras.com/fgullar_bio.asp 

Avaliação
A avaliação ocorrerá por meio das observações do professor em todos os momentos em que os alunos estiverem participando das atividades propostas. Ocorrerá individualmente por ocasião da produção das respostas na rodinha e por ocasião da produção do texto.
Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 6 classificações

  • Cinco estrelas 4/6 - 66.67%
  • Quatro estrelas 2/6 - 33.33%
  • Três estrelas 0/6 - 0%
  • Duas estrelas 0/6 - 0%
  • Uma estrela 0/6 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.