Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


CONSTRUINDO UM AUTORRETRATO CONTEMPORÂNEO À LUZ DE ANDY WARHOL

 

15/09/2010

Autor e Coautor(es)
Soraia Cristina Cardoso Lelis
imagem do usuário

UBERLANDIA - MG ESC DE EDUCACAO BASICA

Elisabet Resende de Faria

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Educação de Jovens e Adultos - 2º ciclo Artes Artes visuais: leitura de imagens
Ensino Fundamental Final Artes Arte Visual: Produção do aluno em arte visual
Ensino Fundamental Final Artes Arte Visual: Apreciação significativa em artes visuais
Educação de Jovens e Adultos - 1º ciclo Estudo da Sociedade e da Natureza Corpo humano e suas necessidades
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

*  Conhecer o artista Andy Warhol e parte da sua vasta produção poética a partir da apreciação/leitura/recepção de imagens de obra de sua autoria;

*  Usufruir das novas tecnologias para o ensino e aprendizagem na sala de aula;

 *  Trabalhar a apreciação/leitura/recepção de imagens de obra cuja poética sejam Autorretratos;

*  Exercitar a prática do desenho com giz pastel seco;

*  Produzir plasticamente uma proposta artística a partir da elaboração de uma imagem pessoal tendo como recursos a câmara digital, o computador e o retroprojetor; 

* Construir um Autorretrato em giz pastel seco sobre papel Craft.

Duração das atividades
• Seis aulas de 50 minutos cada
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

·         Exercícios de leitura/recepção/apreciação de obras e imagens de obras de arte;

Estratégias e recursos da aula

Aula 1   

 Ø  Leve para a sala de aula, um espelho grande, acessórios/adereços (lenços coloridos, perucas, óculos, chapéus, maquiagem...) – recursos que possibilitem aos alunos a mudança no visual;

Ø   Apresente o material e convide seus alunos a experimentarem tais recursos diante do espelho e “transvestirem-se”;

 Ø  À medida que os alunos se apresentem com a construção do seu retrato, fotografe um a um com uma câmara digital;  

Ø  Providencie para a próxima aula, os retratos fotografados  (imagens construídas impressas em transparência).       

 Aulas 2, 3 e 4   

 Ø  Apresente ao grupo, as imagens fotografadas na aula anterior (fotografias/retratos) em retroprojetor e as transparências. Algumas imagens produzidas:

Aluno do Curso de Pós-Graduação ARTE  E EDUCAÇÃO - AS DIFERENTES LINGUAGENS - Faculdade Católica de Uberlândia/FCU - 2006

 Fonte: Acervo e autoria Soraia Lelis  

Aluna do Curso de Pós-Graduação ARTE  E EDUCAÇÃO - AS DIFERENTES LINGUAGENS - Faculdade Católica de Uberlândia/FCU - 2006

Fonte: Acervo e autoria Soraia Lelis  

 

Ø  Entregue a cada aluno, a sua fotografia com o seu retrato (transparência);

Ø  Projete as imagens uma a uma usando o retroprojetor, de modo que os alunos possam apreciá-las coletivamente;

Ø  Providencie papel Craft no tamanho de uma cartolina  para cada aluno, fixando-os na parede;

Ø   Disponibilize giz pastel seco a todos;

Ø  Convide os alunos para fazerem a transferência da imagem projetada no papel com giz pastel seco, desenhando sobre a luz e a sombra do retrato refletido na parede/papel;

Ø  Autorize o aluno que concluir a transferência, a buscar outro espaço (mesas)de modo a trabalhar o preenchimento dos espaços com cores e finalizar a construção do seu autorretrato.  

 Aula 5

   Ø  Trabalhe os conceitos de Retrato e Autorretrato. Sugestão:

  RETRATO

 O retrato é um gênero artístico que tem sua história ligada a tempos remotos, quando era usado com fins sociais, religiosos, comemorativos e mesmo em funerais. Seu significado primário tem raízes na ideia de memória. Retratar seria, então, a arte de guardar a memória de alguém. Atravessando séculos, a arte do retrato passa por modificações de acordo com a sociedade de cada época. Seja simbolizando poder com poses formais, seja com cores e gestos mais livres, revela costumes, comportamentos, rotinas e sentimentos do homem e de seu tempo.

www.acervo.sp.gov.br/exposicoes/arquivos/retratos_personagens_paulista.html  

   AUTORRETRATO

 Dá-se o nome de autorretrato, quando o retratista procura descrever o seu aspecto e o seu caráter, revelando o que captou da expressão mais profunda de si mesmo. O autorretrato constitui um exercício que permite revelar traços do criador artista.

Ø  Para saber mais sobre Autorretrato

http://www.infopedia.pt/$auto-retrato# 

   

Ø  Socialize as produções poéticas dos alunos, expondo-as para que todos tenham acesso à apreciação.

   

Autorretrato - Composição plástica em Giz Pastel Seco sobre papel Craft

Aluno do Curso de Pós-Graduação ARTE  E EDUCAÇÃO - AS DIFERENTES LINGUAGENS - Faculdade Católica de Uberlândia/FCU - 2006

Fonte: Acervo e autoria Soraia Lelis      

 

Autorretrato - Composição plástica em Giz Pastel Seco sobre papel Craft

Aluna do Curso de Pós-Graduação ARTE  E EDUCAÇÃO - AS DIFERENTES LINGUAGENS - Faculdade Católica de Uberlândia/FCU - 2006

Fonte: Acervo e autoria Soraia Lelis      

  Aula 6  

 Ø  Trabalhe com os alunos, informações sobre o artista Andy Warhol e parte do seu vasto repertório plástico. Sugestão:   

Ø  BIOGRAFIA 

 ANDY WAHROL - Nasceu em Pittsburgh, em 6 de agosto de 1928. Cursou o Carnegie Institute of Technology, atualmente Carnegie Mellon University, estudando no Departamento de Pintura e Design, graduando-se em 1949, quando se mudou para Nova York. Faleceu em 22 de fevereiro de 1987.

http://www.warhol.org/.      

 

Foto Andy Warhol

Andy Warhol (Eslováquia, 1928 – 1987)

http://garotaclinica.files.wordpress.com/2009/06/andy_warhol_2_0_0_0x0_475x517.jpg 

 

  Ø  Algumas obras em Retrato de Warhol:

  

ANDY WARHOL, Che Guevara, 1967

http://dreamdogsart.typepad.com/photos/uncategorized/2008/05/19/andy_warhol_che_guevara.jpg 

 Ø  Autorretrato de Andy Warhol:

 

ANDY WARHOL, Self Portrait, 1986.

http://www.nga.gov/education/classroom/self_portraits/img/img_warhol_self-portrait_lg.jpg 

  Ø  Colecione imagens de outras obras no gênero Retratos e Autorretratos de Warhol, além das apresentadas e monte com o grupo, um Banco de Dados.

Recursos Complementares

AMPLIAÇÃO - (fotog.) POSITIVO aumentado certo número de vezes através de um projetor. (Arte no Brasil. 2º Fascículo, 1979)  

CONTEMPORÂNEO – que é do mesmo ou do nosso tempo. (BUENO,1984, p. 293)  

 FOTOGRAFIA – Técnica industrial de captação e reprodução, em emulsões sensíveis de imagens formadas no interior de uma câmara escura. O processo fotográfico foi inventado nos anos trinta do século XIX, por Talbot, na Inglaterra, Niepce e Daguerre, na França. A primeira máquina fotográfica, o daguerreótipo, patenteada por Daguerre em 1839, tornou-se um  instrumento –preciso e acessível de reprodução de imagens, que foi usado por importantes artistas fotógrafos como Nadar, Carjat e Lê Gray. O fotógrafo Disdéri foi o primeiro a difundir a fotografia como produto de cultura em massa, inventando o cartão de visita, que substituiu a pintura do retrato convencional. A fotografia foi questionada por artistas acadêmicos, que julgaram esse instrumento de captação da realidade como uma ameaça à pintura. Mas a fotografia foi usada pelos artistas impressionistas e pelos artistas da vanguarda europeia (cubistas, dadaístas e  surrealistas). Os dadaístas alemães inventaram a fotomontagem (colagem de fragmentos de fotografias), usada como provocação e instrumento artístico de ação política e de crítica social. Posteriormente,  a fotografia foi utilizada também pelos artistas pop e hiper-realistas, na Europa e nos Estados Unidos. No Brasil, a fotografia explodiu nos setenta do século passado, afirmando-se como obra de arte autônoma ou como audiovisual, através do trabalho de Miguel Aun, Beatriz Dantas, George Helt, entre outros. (SANTOS, Denise. Orientações Didáticas em Arte Educação. Belo Horizonte: C/Arte: FHC/Fumec, 2002. p.84)   

PASTEL – Material de desenho ou pintura, consistindo em um bastão feito de pigmentos em pó ligados por resina ou goma. Difere de outros meios de pintura por não empregar veículo nem solvente. (CHILVERS, Ian. Dicionário Oxford de Arte, São Paulo: Martins Fontes, 2001, p. 398)    

Esta proposta em desenho pode ser trabalhada com alunos a partir do 5º Ano do Ensino Fundamental, na EJA e em demais cursos onde a sensibilidade e a educação estética estejam presentes enquanto facilitador/promotor da expressão artística.

Para saber mais sobre a nossa concepção de Avaliação em Arte, veja: LELIS, Soraia Cristina Cardoso Lelis. Poéticas Visuais em construção: o fazer artístico e a educação (do) sensível no contexto escolar. Dissertação de Mestrado, Instituto de Artes da UNICAMP: Campinas-SP, 2004.

 Disponível também em    www.nupea.fafcs.ufu.br 

 

Avaliação

 A avaliação, neste trabalho, será realizada durante todo o processo criativo, nas aulas teórico vivenciais, enfocando as obras e a biografia de Andy Warhol e os gêneros artísticos Retrato e Autorretrato. É importante verificar o traçado do desenho, se houve  a apreensão dos recursos tecnológicos para o fazer criativo. Para tanto, é necessário o diálogo permanente em todo o processo, trabalhando com a autoavaliação para promover o enriquecimento do repertório poético do aluno.

 

Opinião de quem acessou

Cinco estrelas 1 classificações

  • Cinco estrelas 1/1 - 100%
  • Quatro estrelas 0/1 - 0%
  • Três estrelas 0/1 - 0%
  • Duas estrelas 0/1 - 0%
  • Uma estrela 0/1 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.