Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Produzindo fábulas através de ditados populares

 

26/05/2010

Autor e Coautor(es)
Miriam Raquel Piazzi Machado
imagem do usuário

JUIZ DE FORA - MG COL DE APLICACAO JOAO XXIII

Andréa Vassalo Fagundes

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Inicial Língua Portuguesa Língua escrita: gêneros discursivos
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

Compreender o que são os ditados populares.

Produzir uma fábula tendo os ditados populares como a moral da história.

Duração das atividades
3 aulas de 50 minutos aproximadamente
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Estar inserido no processo de alfabetização/letramento.

Conhecer as características do texto fábula.

Estratégias e recursos da aula

1ª aula

a) Pedir aos alunos, como tarefa da aula anterior, que pesquise, com a ajuda de sua família, um ditado popular.

b) Na aula, cada criança apresentará o ditado que pesquisou, procurando explicar o seu significado.

c) Distribuir aleatoriamente partes de ditados populares entre os alunos. Por exemplo:

Criança 1: Quem tudo quer.                             Criança 2: Tudo perde.                                           

d) Os alunos deverão encontrar qual a parte do ditado completa o seu. A partir daí, serão formadas as duplas. Cada dupla deverá, após discussão, explicá-los ao grupão.

e) Numa folha, cada criança escreverá o seu ditado popular, fará a explicação dele por escrito e depois ilustrará.

Exemplos de ditados populares que poderão ser sorteados entre os alunos, encontrados a partir do link:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ditado_popular 

Exemplos:

Um por todos, todos por um

Quem ri por último, ri melhor.

Cigarra cantou, calor chegou.

Quem tem telhado de vidro não atira pedra no vizinho.

Quando se aproxima temporal, gado se junta no curral.

Cão que ladra não morde;

Homem prevenido vale por dois;

De pequenino se torce o pepino;

Águas passadas não movem o moinho.

Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura.

Ele pesca peixe de olho no gato.

Quem não te conhece que te compre.

Zangam-se as comadres, descobrem-se as verdades.

Passarinho que acompanha morcego, acorda de cabeça para baixo.

Não conte com o ovo dentro da galinha.

Quem chega primeiro bebe água limpa.

Em briga de marido e mulher ninguém mete a colher.

Olho por olho, dente por dente. Quem fala o que quer, ouve o que não quer.

Quem tudo quer, tudo perde.

Em terra de cego quem tem um olho é rei.

Macaco velho não põe a mão em cumbuca.

Juriti que acompanha João de Barro vira ajudante de pedreiro.

A ocasião faz o ladrão.

A mentira tem pernas curtas.

De grão em grão a galinha enche o papo.

Cada macaco no seu galho;

A César o que é de César.

Em casa de ferreiro o espeto é de pau.

Manda quem pode, obedece quem tem juízo.

Mais vale um pássaro na mão, do que dois voando.

Quem tem boca vai a Roma

 A quem ama o feio, bonito lhe parece.

Quem com ferro fere, com ferro será ferido.

Melhor um pássaro na mão do que dois voando.

Quem não arrisca não petisca.

Quem canta seus males espanta.

Antes só do que mal acompanhado.

 Pra afogado, jacaré é tronco..

A professora poderá ajudar o aluno a compreender o significado de seu ditado popular, assim como dar exemplos para facilitar a compreensão.

2ª aula:
As mesmas duplas da aula anterior deverão escrever uma fábula que tenha como moral o ditado popular que explicaram anteriormente. Essa atividade será feita num rascunho.

Lembrar aos alunos que a fábula é uma história curta, as personagens são animais que agem e falam como gente, apresenta uma moral ou ensinamento.

Recolher os rascunhos para serem corrigidos.

3ª aula:

A professora fará as intervenções que forem necessárias nos textos dos alunos, podendo usar uma legenda de correção.

Os alunos deverão passar a limpo e ilustrar.

Ao final, a professora poderá juntar todas as fábulas produzidas e montar um livro de fábulas da turma.

A cada dia um aluno levará para casa o livro para ler e conhecer as histórias uns dos outros.

Uma outra variação desse trabalho é promover a "Hora da fábula", onde cada dia uma dupla terá a oportunidade de ler para a turma a sua fábula, tecendo os comentários que julgar necessário.

Recursos Complementares

Para recordar as características das fábulas, a professora poderá contar a fábula "O cão e a sombra", disponível no link:

http://www.contandohistoria.com/o_cao_e_a_sombra.htm 

Todos os links utilizados nessa aula foram acessados em 10/05/2010.

Avaliação

Observar se os alunos conseguiram compreender os ditados populares que trouxeram de casa, assim como os que receberam na sala de aula.

Verificar se os alunos conseguiram escrever a fábula tendo o ditado popular como moral.

Avaliar a ortografia, a criatividade, a pontuação, a concordância e a coesão dos textos produzidos pelos alunos.

Opinião de quem acessou

Cinco estrelas 2 classificações

  • Cinco estrelas 2/2 - 100%
  • Quatro estrelas 0/2 - 0%
  • Três estrelas 0/2 - 0%
  • Duas estrelas 0/2 - 0%
  • Uma estrela 0/2 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.