Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Onde circulam os gêneros textuais?

 

19/05/2010

Autor e Coautor(es)
WALLESKA BERNARDINO SILVA
imagem do usuário

UBERLANDIA - MG ESC DE EDUCACAO BASICA

Eliana Dias

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Médio Língua Portuguesa Relações sociopragmáticas e discursivas
Educação Profissional Informação e Comunicação Técnico em Informática para Internet
Ensino Médio Língua Portuguesa Aspectos cognitivo-conceituais: mundo, objetos, seres, fatos, fenômenos e suas inter-relações
Educação de Jovens e Adultos - 2º ciclo Língua Portuguesa Análise linguística
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
  • Diferenciar suporte textual e gênero de texto;
  • conhecer diferentes tipos de suporte textual;
  • relacionar gêneros que predominam em suportes específicos;
  • analisar o suporte e as implicações sociais e ideológicas.
Duração das atividades
1 aula de 50 minutos
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Os alunos terão de conhecer a noção de gênero textual.

Estratégias e recursos da aula

Estratégias: atividades em duplas; discussões coletivas; roteiros de estudo.

Recursos: atividades xerocopiadas; data show; jornais, revistas, fotos e livros.     

Aula 1

Atividade 1   

Esta aula deverá ser desenvolvida em uma sala com internet e data show. O professor, neste primeiro momento, levará aos alunos exemplos de muitos suportes textuais: jornais, revistas, fotos de outdoors, foto de pára-choque de caminhão e de vidro traseiro de ônibus, telas de quadro, livro, telas de computador.  

http://www.artytour.com.br/ARTyTOUR/artytour_imagens/ma_jornal.jpg 

http://imagem.buscape.com.br/guiadecompras/RevistaAvulsa.jpg

http://www.w3z.com.br/almanaque/files/images/Outddor%20Aplique%20Chancy.jpg 

http://amocaminhoes.files.wordpress.com/2009/10/parachoque-1.jpg 

http://images.quebarato.com.br/photos/big/7/B/33D77B_1.jpg 

http://images04.olx.com.br/ui/4/69/01/1267221176_32106801_1-Fotos-de--quadro-natureza-morta-cubista-pintura-em-tela.jpg 

http://imagens.usabilidoido.com.br/blog/LivroAberto.jpg 

http://www.blogtec.com.br/fotos/2007/09/notebook-haier-com-tela-de-computador-tablet.jpg 

Em seguida, perguntará aos alunos: “Qual a função da revista, do jornal, do outdoor, do pára-choque de caminhão e de ônibus, da tela do computador, da tela do quadro e do livro em relação aos textos (verbais e não verbais) que aparecem neles?”   

Importante: É esperado que o professor oriente a discussão no sentido de entender suporte como portador de texto, não o canal ou meio de transporte, mas o lugar físico onde os gêneros se “fixam”. Tornar os textos que comportam acessíveis aos objetivos comunicacionais. Ver o artigo de Marcuschi (2003) em: http://bbs.metalink.com.br/~lcoscarelli/GEsuporte.doc     

Atividade 2   

Depois de apresentar a primeira noção sobre o que seja suporte textual, o professor distribuirá um jornal, uma revista e um livro a cada dupla de alunos. Pedirá a eles para identificarem os textos que são veiculados nestes suportes. No quadro, o professor com a ajuda dos alunos montará três listas com os gêneros que circulam no jornal, na revista e no livro:   

JORNAL: Texto de opinião, editorial, reportagem, notícia, entrevista, charge, boletim metereológico, ensaio, classificados, resenhas, propagandas etc.   

REVISTA: Editorial, reportagem, entrevista, texto de opinião, ensaio, carta do leitor, carta ao leitor, resenhas, propaganda etc.   

LIVRO: Conto, romance, artigos científicos, piadas, biografia, relatos etc.   

Em seguida, o professor dirá: “Como vocês podem observar, há vários gêneros que circulam tanto na revista quanto no jornal (suportes físicos ou virtuais de textos/”manifestação material do discurso”) e que em momento algum se confundem com eles. Ou seja, em um suporte textual, podem existir vários gêneros do discurso (realização comunicativa). O que varia é a maneira como o suporte textual apresenta seu layout ou ainda a maneira como o suporte se inscreve ideologicamente na sociedade, o que, indubitavelmente, refletirá na realização do gênero”.   

O professor ainda acentuará que, conforme Marcuschi (2003 – disponível em: http://bbs.metalink.com.br/~lcoscarelli/GEsuporte.doc), “há casos complexos em que o suporte determina a distinção que o gênero recebe”.

Para tanto, o docente aproveitará o exemplo deste estudioso, e escreverá no quadro:   

“PAULO, TE AMO, ME LIGUE O MAIS RÁPIDO QUE PUDER. TE ESPERO NO FONE 55443322. VERÔNICA”.   

Logo, o professor perguntará aos alunos:

a)     se isso fosse escrito num papel e colocado sobre a mesa de Paulo, qual gênero seria? (bilhete)

b)     Se isso for acessado via secretária-eletrônica, mudará o gênero? (recado)

c)      Se fosse remetido pelos correios, muda o gênero? (telegrama)

Dessa forma, o professor enfatizará aos alunos que gênero e suporte não são a mesma coisa, mas existe uma relação estreita entre eles, a ponto de o gênero ser identificado pelo seu suporte, como no exemplo anterior.     

Atividade 3   

Depois de esclarecer a distinção entre gênero e suporte, no sentido em que o primeiro é a própria realização comunicativa e o segundo como o lugar físico ou virtual onde os textos comunicam, o professor passará, então, a uma análise ideológica desses suportes. Para isso apresentará 3 propagandas de uma empresa de cosméticos publicada em suportes diferentes e 2 notícias sobre o mesmo assunto veiculadas por meios de comunicação diferentes, mas utilizando o mesmo suporte. Junto com o material a ser analisado, entregará um roteiro dirigido.   

PROPAGANDAS

1)   

http://www.jovenscriativos.com.br/files/imagecache/blogImg/files/obotic%C3%A1rio-revista.jpeg

  

http://lafora.com.br/wp-content/uploads/2008/01/boticario1.jpg 

http://blog.ypsilon2.com/fp-content/images/sos_boticario_capricho.jpg 

  a)     Num primeiro momento, você conseguiria dizer quais os suportes das propagandas 1, 2 e 3?

b)     Se você conseguiu responder a primeira questão, a que se deveu sua resposta? Em outras palavras: houve alguma pista indicativa dos textos (em geral) que te levou a essa associação?

c)       Sabendo que o anúncio 1 do Boticário foi veiculado em revista especializada em empresas de entrega (delivery), quais os elementos que te permitem, agora, produzir novos sentidos?

d)     E se a mesma propaganda fosse publicada numa revista sem necessariamente ser especializada em entrega? Teria o mesmo efeito de sentido?

e)     Então, posso afirmar que o suporte, neste caso, colabora para a construção de sentidos? Se sim, de que maneira?

f)        Na propaganda 2, sabendo que o suporte é um outdoor, quais elementos da publicidade que colaboram para o tipo de portador de texto citado? Ou ainda: o que na propaganda te permite confirmar que se trata de um outdoor?

g)     Em 3, o suporte textual provavelmente não é um outdoor. Por quê?

h)      Além disso, o Boticário apresenta junto à propaganda uma outra marca: Capricho. Sendo assim, já é possível inferir o suporte no qual a propaganda foi mostrada?

i)        Em quais outros suportes, essa propaganda também seria adequada? Por quê?  

NOTÍCIAS publicadas em 18 de maio de 2010 nos portais G1 e R7, respectivamente:

1) Bombeiros controlam incêndio na Favela Naval, no ABC Fogo atingiu uma área estimada em 1.000 m². Instalação elétrica dos barracos era toda improvisada.

Do G1 SP

Incêndio atinge favela no ABC (Foto: Reprodução/TV Globo)   

O incêndio que atingiu barracos da Favela Naval, em Diadema, no ABC, no início da tarde desta terça-feira (18), já foi extinto pelo Corpo de Bombeiros, que realiza a operação de rescaldo. De acordo com o tenente-coronel Hamilton Coelho da Silva, cerca de 50 barracos foram consumidos pelo fogo. Ele estima que uma área de 1.000 m² tenha sido atingida.

Quatro pessoas ficaram intoxicadas, uma teve queimaduras leves e uma mulher passou mal, mas nenhuma das vítimas teve ferimentos graves. Houve uma sétima vítima no local, mas ela não se feriu por conta do incêndio. Era um curioso que assistia ao incêndio de cima de um caminhão e caiu. Ele foi socorrido no local.

Segundo Silva, o incêndio aconteceu no fundo da favela, perto de um córrego. Os bombeiros ainda não sabem a causa do acidente, mas a instalação elétrica das casas era toda improvisada.

A Favela Naval está localizada próxima ao km 15,5 da Rodovia Anchieta. Catorze carros do Corpo de Bombeiros foram enviados ao local. Os bombeiros da capital ajudaram na ocorrência com mais quatro unidades.

No desespero, moradores pegaram baldes para tentar ajudar a conter o fogo. Segundo a Ecovias, que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes, não houve reflexos na rodovia, apesar da proximidade com o incêndio.

Disponível em: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2010/05/bombeiros-controlam-incendio-na-favela-naval-no-abc.html   

2) Bombeiros controlam incêndio em favela em Diadema Nove carros do Corpo de bombeiros foram enviados ao local na tarde desta terça-feira

Do R7, com Agência Record   

Foto por Ricardo Trida/AE

O incêndio que antigiu a favela Naval afetou uma área de 1.000 m²

O incêndio que atingia a favela Naval, em Diadema, na Grande São Paulo, foi controlado por volta das 16h, informou o Corpo de Bombeiros. De acordo com a corporação, já foi dado início à operação de rescaldo no local.  

O órgão ainda não sabe precisar o número de barracos que foram atingidos pelo fogo, apenas que uma área de 1.000 m² foi afetada. Até o momento, não há registro de vítimas.  

O incêndio começou por volta das 15h20 desta terça-feira. Nove carros do Corpo de Bombeiros e um caminhão pipa da Saned (Companhia de Saneamento de Diadema) foram enviados ao local.

O incêndio começou em dois barracos segundo os bombeiros. Por volta das 15h40, o fogo estava se espalhando pela comunidade, que fica na rua Vereador Rubens de Oliveira, na divisa entra os municípios de Diadema e São Bernardo do Campo.   

Na última semana, dois locais foram atingidos por incêndios na capital. No dia 12 de maio, um galpão da rede de lojas Ponto Frio pegou fogo. No sábado dia 15, o laboratório de répteis do Instituto Butantan ficou completamente destruído por causa das chamas.

Dsiponível em: http://noticias.r7.com/sao-paulo/noticias/bombeiros-controlam-incendio-em-favela-em-diadema-20100518.html   

a)     Quais os possíveis suportes nos quais as notícias foram veiculadas? O que o motivou a essa resposta?

b)     É possível que as notícias possam ser veiculadas em outro suporte diferente do que você considerou na pergunta anterior? Em quais?

c)      Embora o fato noticiado seja o mesmo, você é capaz de apontar diferenças entre um texto e outro? Se sim, quais?

d)     Na notícia do portal G1, o redator escreve que “nenhuma das vítimas teve ferimentos graves”. Já no portal R7, o redator redige “Até o momento, não há registro de vítimas”. Podemos afirmar que há uma inconsistência entre as afirmações? Explique.

e)     Qual das duas notícias pretende ser a mais sensacionalista? Indique argumentos que comprovem sua resposta.

f)        No portal R7, o redator aproveita para falar de incêndios também acontecidos em São Paulo em outras localidades. Qual a relevância disso para o contexto? Ou: sabendo que na língua, nada é por acaso, qual a intenção ou os efeitos desejados de sentido desejados pelo jornalista?

g)     Ao ser dito na notícia do portal G1 que “Os bombeiros ainda não sabem a causa do acidente, mas a instalação elétrica das casas era toda improvisada”, o que fica implícito?

h)      Depois de refletir sobre as duas notícias publicadas por empresas jornalísticas diferentes, entretanto, no mesmo suporte de texto (tela do computador/site), qual a carga ideológica concebida por um e outro portal de notícias?

i)        E se o mesmo fato fosse noticiado, por exemplo, por uma transmissão radiofônica. Mudaria alguma coisa? Neste caso, o suporte de texto (as ondas de transmissão radiofônica) poderia afetar o modo como a notícia seria divulgada? Levante hipóteses.

j)        E se, simplesmente, a notícia fosse apenas pintada em um quadro. O suporte interferiria? De que maneira?

k)      A partir das questões postas, desenvolva um parágrafo no qual comente sobre a relação entre suporte textual e a ocorrência do(s) gênero(s).     

Recursos Complementares
Avaliação

Os alunos serão avaliados com base nos objetivos traçados para esta aula. Assim sua avaliação será positiva se:

  • conseguirem distinguir suporte de gênero textual a partir das discussões orais e das atividades escritas;
  • conseguirem, por meio das discussões orais, listar diversos tipos de suporte textual e os gêneros que neles predominam;
  • conseguirem analisar as implicações sociais e ideológicas que os suportes e seus gêneros suscitam.  
Opinião de quem acessou

Cinco estrelas 9 classificações

  • Cinco estrelas 9/9 - 100%
  • Quatro estrelas 0/9 - 0%
  • Três estrelas 0/9 - 0%
  • Duas estrelas 0/9 - 0%
  • Uma estrela 0/9 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • Ricardo Silva, Campo , Paraná - disse:
    grrt@gmail.com

    30/01/2014

    Cinco estrelas

    Muito bom


  • Izabela Gomes Ferreira, E.E. Padre João Botelho , Minas Gerais - disse:
    iza.montenegro@hotmail.com

    17/10/2012

    Cinco estrelas

    Muito bom!!!


  • Walkiria Teixeira, Unicamp , Minas Gerais - disse:
    walkiriateixeira@hotmail.com

    23/08/2012

    Cinco estrelas

    Muito bom.


  • Maria Eunice M Nei, ANTONIO JUSTINO FALLEIROS CAPITAO , São Paulo - disse:
    memn3@yahoo.com.br

    19/08/2012

    Cinco estrelas

    Muito bem planejada esta aula ... Leva os alunos a conhecerem vários gêneros textuais e seus suportes.


  • elizangela garceis, uniasselvi , Mato Grosso do Sul - disse:
    gt_bayt@hotmail.com

    12/08/2012

    Cinco estrelas

    muito interessante esse trabalho para adquirirmos conhecimento e um aprendizagem bem detalhada em relação a matéria que estamos estudando


  • José Renato de Sousa Pereira, Universidade Federal de Goiás , Goiás - disse:
    professorjoserenato@hotmail.com

    20/07/2011

    Cinco estrelas

    Excelente material e proposta pedagógica para L.P.


  • Ildaci Marques Rodrigues, NTE - GARANHUNS , Pernambuco - disse:
    fmpe5ildaci@hotmail.com

    10/04/2011

    Cinco estrelas

    Excelente! Parabéns, para uma aula objetiva, esclarecedora fomenta a participacão.


  • KATIA ALMEIDA, ARTISTA PLÁSTICA , São Paulo - disse:
    respirandoarte.k@gmail.com

    20/11/2010

    Cinco estrelas

    Olá.Sou KATIA ALMEIDA - ARTISTA PLÁSTICA e autora releitura cubista citado em seu blog. Gostaria de agradecer por divulgar meu trabalho. Mas será que poderia colocar meu nome e meu site? Como não sei se vc ainda se lembra de onde tirou a foto...segue meu site www.respirandoartek.elo7.com.br. Agradeço . Abraços


  • Sinara Elise Piccolo Dabul, ESCOLA ESPECIAL INTEGRACAO DE PALMAS - APAE , Tocantins - disse:
    sinaraep@yahoo.com.br

    29/07/2010

    Cinco estrelas

    Walleska, seu plano de aula foi bem pensado, pesquisado, estruturado e explicativo. As questões pertinentes aos alunos responderem foram inteligentes e realmente interpretativas. Seus alunos terão ou tiveram uma assimilação boa e realmente aprenderam. Sinara.


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.