Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


DOENÇAS CAUSADAS PELA CHUVAS E ENCHENTES

 

14/06/2010

Autor e Coautor(es)
KEILA BARRETO DE ARAÚJO
imagem do usuário

NATAL - RN NUCLEO EDUCACIONAL INFANTIL - NEI

UILIETE MARCIA SILVA DE MENDONÇA E NAYDE SOLANGE GARCIA FONSECA

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Educação Infantil Linguagem oral e escrita Práticas de leitura
Educação Infantil Linguagem oral e escrita Falar e escutar
Educação Infantil Natureza e sociedade Os fenômenos da natureza
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

As crianças na faixa etária de 5 anos de idade poderão aprender com esta aula:

  • Conhecer as doenças que surgem em virtude das chuvas e enchentes;
  • Identificar as prevenções das doenças causadas pelas chuvas e enchentes.
Duração das atividades
Cada atividade será desenvolvida em diferentes momentos com duração aproximada de 45 minutos.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

CHUVAS,  ENCHENTE.

Estratégias e recursos da aula

Atividade 1. CONSEQUENCIAS DAS CHUVAS

1º Momento. O professor deverá discutir com as crianças as consequências da chuvas para a saúde das pessoas, bem como, pesquisar reportagens que apresentam as doenças provocadas pela inundações. Após a leitura do material, o professor deverá dividir a sala em quatro grupos, os quais deverão responder as questões sobre doenças distintas:

  • Quais são as doenças causadas pela chuva?
  • Quais são os sintomas destas doenças?
  • Qual o período de incubação destas doenças?
  • Como as pessoas podem se prevenir?

Fonte:  http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/perguntas_respostas/leptospirose/doenca-sintomas-bacteria-enchentes-agua-contaminacao.shtml 

 Obs: Nesse site da foto tem muitas questões interessantes.

Doenças relacionadas às enchentes: Se já não bastassem todos os transtornos que uma enchente traz, há ainda, após o recuo das águas, o alto risco de contaminação, que expõe a população a inúmeras doenças e ao aumento na incidência de acidentes como afogamentos, lesões corporais e choques elétricos.

Há também um aumento na proliferação dos vetores de doenças, como ratos e mosquitos, e de picadas de animais peçonhentos, como aranhas, escorpiões e cobras.A maioria das doenças ocorre devido à ingestão de água contaminada ou pelo simples contato com essa água. Entre as principais doenças, temos: * *

  •  LEPTOSPIROSE Causador: bactéria Leptospira interrogans.Transmissão: é uma zoonose transmitida principalmente pela urina de ratos. A bactéria se reproduz na água e em solos úmidos e penetra na pele e nas mucosas dos seres humanos quando estes entram em contato com a água ou com a lama das enchentes.Sintomas: febre, náuseas, diarréia, dores musculares e de cabeça (muito parecidos com os da dengue). A infecção se torna grave quando atinge os rins, o fígado e o baço, podendo ser fatal em alguns casos.Prevenção: evitar ter contato com água e lama contaminadas e nunca consumir água ou alimentos que tiveram contato com a enchente. Medidas de combate aos ratos e prevenção contra as inundações também são eficazes.    
  •  HEPATITES A e E Causador: infecção hepática causada pelo vírus da hepatite. Transmissão: água e alimentos contaminados ou de uma pessoa para outra.Sintomas: febre, pele e olhos amarelados, náusea e vômitos, mal-estar, dores abdominais, falta de apetite, urina escura e fezes esbranquiçadas.Prevenção: saneamento básico adequado, tratamento da água para consumo humano e ingestão somente de alimentos bem lavados ou cozidos.   
  •   FEBRE TIFÓIDE Causador: bactéria Salmonella typhi.Transmissão: por meio de água e alimentos contaminados ou contato com pessoas doentes. Doença exclusiva dos seres humanos, cuja única porta de entrada é o sistema digestório.Sintomas: febre, dor de cabeça, cansaço, sono agitado, náusea, vômito, sangramentos nasais, diarréia. Se não tratada, pode levar à morte por hemorragia intestinal.Prevenção: saneamento básico adequado, tratamento da água para consumo, não acumular lixo e manter as pessoas doentes em isolamento.    
  •  CÓLERA Causador: bactéria Vibrio cholerae.Transmissão: água e alimentos contaminados.Sintomas: a bactéria libera uma toxina que causa intensa diarréia.Prevenção: saneamento básico com tratamento adequado da água e do esgoto.   
  •   DENGUE Causador: vírus da dengue dos tipos 1, 2, 3 e 4.Transmissão: por meio da picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti.Sintomas: febre alta, fortes dores musculares, nas articulações e de cabeça. Manchas vermelhas no corpo, inchaço, podendo haver sangramentos. A forma hemorrágica é a mais grave e pode ser fatal.Prevenção: combate ao mosquito transmissor interrompendo seu ciclo de vida. Evitar manter locais com água parada, que é onde a fêmea coloca seus ovos.      Previsão do Tempo

G1 - Ficará  responsável em responder as questões sobre a leptospirose.

 http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,AA1389333-5598,00.html

G2 – Ficará responsável em responder as questões sobre febre tifóide;

 G3 – Ficará responsável em responder as questões sobre  hepatite vital tipo A;

G4 – Ficará responsável em responder as questões sobre diarréia aguda. Cada grupo deverá apresentar os sintomas das doenças, o período de incubação das doenças e a prevenção das mesmas.

O texto deverá ser elaborado pelas crianças com a mediação do professor. A proposta para a apresentação do trabalho é que seja em forma de Tele jornal, em forma de noticiário, no qual as crianças irão utilizar um figurino especifico discutido por elas, e organizarão um cenário, depois durante a apresentação serão filmados, para que posteriormente a filmagem seja apresentada para outras salas.

OBS: A importância da filmagem é que as crianças poderão rever o que foi dito e refazer a apresentação.

 Atividade 2.  ENTREVISTA COM A JORNALISTA

1º Momento: As crianças deverão fazer uma entrevista com um jornalista, para tanto deverão agendar uma entrevista numa emissora de televisão, de preferência se for pais da escola. No entanto, deverão antecipadamente levantar alguns questionamentos:

  • Quando você decidiu que seria jornalista?
  •  Você sempre sai na rua a procura de noticias?
  •  Por que todos os jornais dão sempre as mesmas noticias?
  • Se você chegar atrasado por causa da chuva, quem faz o noticiário no seu lugar?
  • Qual a reportagem sobre a enchente que mais te emocionou? Você conheceu alguém que ficou contaminado por causa da enchente?
  • Você sabe se a pessoa se curou?

 Atividade 3. ELABORAÇÃO DO JORNAL

1º Momento:  O professor poderá propor que as crianças elaborem um jornal contendo a entrevista com o jornalista, bem como o material sobre as doenças causadas pela enchente, os sintomas e prevenções.

 Obs: O texto poderá ser escrito pelas crianças que dominam o sistema da escrita com a mediação da professora ou digitado pelo professor,   a ilustração deverá ser feita pelas próprias crianças.

fonte: fotos da professora Keila/NEI

  •  Um grupo de crianças que já são alfabéticas escrevem o texto  com  a  mediação da professora.
  • Outro grupo faz as ilustrações.

fonte: fotos da professora Keila/NEI

2º Momento: O professor deverá reunir os dois grupos na roda, o que fez o texto e o que fez os desenhos e junto com as crianças decidir como vai organizar a estrutura do jornal - local dos textos e desenhos, percebendo a coerência e coesão entre textos e desenhos.

 Atividade 4. DIVULGAÇÃO DO JORNAL

1º Momento:  Depois que o jornal estiver pronto, o professor poderá tirar cópias e juntamente com as crianças destribuir para os alunos da sala ao lado. 

Recursos Complementares
Avaliação

Avaliar se as crianças:

  • Conheceram as doenças que surgem em virtude das chuvas e enchentes;
  •  Identificaram as prevenções das doenças causadas pelas chuvas e enchentes;
  • Leram textos (jornais e revistas);
  •  Expressaram suas idéias oralmente;
  • Ampliaram os conhecimentos acerca das enchentes e as doenças causadas por elas;
  •  Representaram as reportagens e conhecimentos através de desenhos;
  • Participaram das atividades com envolvimento.
Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 3 classificações

  • Cinco estrelas 1/3 - 33.33%
  • Quatro estrelas 2/3 - 66.67%
  • Três estrelas 0/3 - 0%
  • Duas estrelas 0/3 - 0%
  • Uma estrela 0/3 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • thiago, escola nerva de gouveia rj ramos , Rio de Janeiro - disse:
    thiagoeu@facce.com

    23/10/2012

    Quatro estrelas

    gostei muito


  • ROZILENE, Colegio Girassol de Tempo Integral Rachel de Queirós , Tocantins - disse:
    rozilene-caldas@hotmail.com

    22/03/2012

    Cinco estrelas

    Muito obrigada pela sugestão, se esta aula não der certo é porque não segui seu conselho, valeu, amei!


  • lohrany eduarda de carvalho, e aqui , Distrito Federal - disse:
    lohranyeduard@hotmail.com

    04/03/2012

    Quatro estrelas

    eu achei interessante o trabalho e o resultado de tudo isso.os alunos se esforçaram e chegou ate aqui ,parabens aos alunos e as professoras que apoiaram tudo isso


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.