Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Estratégias de leitura e produção de texto: trabalhando com placas, rótulos, bulas...

 

29/07/2010

Autor e Coautor(es)
Ana Graziela Cabral
imagem do usuário

BELO HORIZONTE - MG ESCOLA DE EDUCACAO BASICA E PROFISSIONAL DA UFMG - CENTRO PEDAGOGICO

Edna Maria Santana Magalhães

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Educação de Jovens e Adultos - 2º ciclo Língua Portuguesa Linguagem escrita: leitura e produção de textos
Educação de Jovens e Adultos - 1º ciclo Língua Portuguesa Leitura e escrita de texto
Ensino Fundamental Final Língua Portuguesa Análise linguística: léxico e redes semânticas
Ensino Médio Língua Portuguesa Produção, leitura, análise e reflexão sobre linguagens
Ensino Fundamental Inicial Língua Portuguesa Língua escrita: prática de leitura
Ensino Fundamental Final Língua Portuguesa Análise linguística: processos de construção de significação
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
  • observar e registrar escritas de placas, de outdoors, de letreiros, de faixas e de outros portadores de textos que encontrar em seu percurso para a escola.
  • reconhecer o potencial de leitura que está por trás de qualquer texto e de qualquer suporte textual.
  • produzir textos tendo por base os fragmentos encontrados no percurso de casa até a escola.
  • observar, problematizar e analisar os elementos textuais e outros recursos presentes nesses textos e seus suportes (localização, tamanho), identificando os interlocutores em potencial desses e os objetivos de sua utilização como formas de interação verbal.
Duração das atividades
4 aulas de 50 minutos cada (200 minutos)
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Professor, é importante que os alunos saibam com atecedência o que é um repentista, já que esse termo aparece no primeiro vídeo da sequência Um mundo imerso em palavras. Acesse o site http://www.ceara.com/repentistas.htm - acesso em 18/06/2010 - e encontre informações valiosas para fornecer aos alunos sobre o tema.  

Estratégias e recursos da aula

1ª AULA

Professor, essa aula pretende mostrar aos alunos a importância da leitura e escrita na vida do homem. Inicie a aula mostrando a eles uma tríade de filmes chamada Um mundo imerso em palavras, que poderá proporcionar uma discussão muito positiva acerca de tal assunto.   

1º filme de 3 - Um mundo imerso em palavras – http://www.youtube.com/watch?v=xtHsZDEHvvY – acesso em 18/06/2010.  

2º filme de 3 - Um mundo imerso em palavras -  http://www.youtube.com/watch?v=0wOVZ0q9-bE – acesso em 18/06/2010.  

3º filme de 3 - Um mundo imerso em palavras - http://www.youtube.com/watch?v=9nLBNEzIMeU - acesso em 18/06/2010.  

Professor, agora que os alunos assistiram aos filmes, entregue a eles um questionário para que reflitam sobre o que viram. Promova um seminário em que todos os alunos possam participar oralmente, respondendo ao questionário, ao mesmo tempo em que registram por escrito as conclusões a que chegarem sobre cada questão.

Pergunte sobre o filme:

1)      Quais as necessidades que fazem com que surja a linguagem escrita em tempos remotos?

2)      A palavra oral continua sendo suficiente para uma sociedade cada vez mais informatizada?

3)      Qual é, de acordo com o filme, a principal ferramenta para compreender o mundo?

4)      Apenas decodificar a linguagem é suficiente para exercer a cidadania?

5)      Qual a relação existente entre cidadania e letramento?

6)      O que é a “borrachalhioteca” e o que os seus alunos acham dessa iniciativa?

7)      A fala do escritor Bartolomeu Campos de Queirós nos faz pensar sobre formas inusitadas de se aprender a ler e escrever, que muitas vezes passam despercebidas a um olhar desatento. Qual a importância que a palavra parece ter na vida do escritor?

8)      Peça aos alunos para dizerem o que pensam sobre a fala do escritor “Cada criança lê no meu texto o que falta a ela”. O que ele quis dizer com isso?

É importante chamar atenção dos alunos para as infinitas possibilidades que a palavra proporciona ao leitor e que cada leitor atribuirá um significado diferente ao que lê, tendo por base o contexto em que está inserido e uma porção de outras características.

9)      O que é o Cantinho da leitura do serviço de limpeza urbana de Belo Horizonte?

10)   Você seria capaz de se lembrar da primeira palavra que escreveu? E do primeiro livro que você leu?

11)  O que você notou de diferente entre a “velha escola” e a escola de hoje?

12)   Qual a importância da escrita para os recém alfabetizados?

Professor, explore o máximo possível os elementos desse vídeo, que são riquíssimos para uma discussão muito positiva em torno do ato de ler e escrever.

2ª AULA

Professor, depois da profícua discussão que foi feita na aula anterior acerca da importância das palavras, é sugerido que nessa aula os alunos recebam uma cópia do texto Circuito fechado, de Ricardo Ramos.

Circuito fechado 

(Ricardo Ramos, Circuito fechado, Rio de Janeiro, Record, 1978)

Chinelos, vaso, descarga. Pia, sabonete. Água. Escova, creme dental, água, espuma, creme de barbear, pincel, espuma, gilete, água, cortina, sabonete, água fria, água quente, toalha. Creme para cabelo, pente. Cueca, camisa, abotoaduras, calça, meias, sapatos, gravata, paletó. Carteira, níqueis, documentos, caneta, chaves, lenço. Relógio, maço de cigarros, caixa de fósforos, jornal. Mesa, cadeiras, xícara e pires, prato, bule, talheres, guardanapos. Quadros. Pasta, carro. Cigarro, fósforo. Mesa e poltrona, cadeira, cinzeiro, papéis, telefone, agenda, copo com lápis, canetas, blocos de notas, espátula, pastas, caixas de entrada, de saída, vaso com plantas, quadros, papéis, cigarro, fósforo. Bandeja, xícara pequena. Cigarro e fósforo. Papéis, telefone, relatórios, cartas, notas, vales, cheques, memorandos, bilhetes, telefone, papéis. Relógio. Mesa, cavalete, cinzeiros, cadeiras, esboços de anúncios, fotos, cigarro, fósforo, bloco de papel, caneta, projetos de filmes, xícara, cartaz, lápis, cigarro, fósforo, quadro-negro, giz, papel. Mictório, pia. Água. Táxi, mesa, toalha, cadeiras, copos, pratos, talheres, garrafa, guardanapo, xícara. Maço de cigarros, caixa de fósforos. Escova de dentes, pasta, água. Mesa e poltrona, papéis, prova de anúncio, caneta e papel, relógio, papel, pasta, cigarro, fósforo, papel e caneta, telefone, caneta e papel, telefone, papéis, folheto, xícara, jornal, cigarro, fósforo, papel e caneta. Carro. Maço de cigarros, caixa de fósforos. Paletó, gravata. Poltrona, copo, revista. Quadros. Mesa, cadeiras, pratos, talheres, copos, guardanapos. Xícaras. Cigarro e fósforo. Poltrona, livro. Cigarro e fósforo. Televisor, poltrona. Cigarro e fósforo. Abotoaduras, camisa, sapatos, meias, calça, cueca, pijama, espuma, água. Chinelos. Coberta, cama, travesseiro.  

http://www.scribd.com/doc/6649886/Circuito-Fechado - acesso em 17/06/2010.  

Faça uma leitura bem expressiva desse texto com os alunos. Ao fim da leitura, peça que eles observem a que classe gramatical pertence as palavras utilizadas para compô-lo. Os alunos deverão notar que elas são substantivos e que cada uma dessas palavras ajuda a nomear espaços e objetos que compõem o cotidiano de uma pessoa. Pergunte se é possível descobrir o sexo da pessoa do texto, com o que provavelmente ele trabalha, se ele tem algum vício. Então, após as respostas deles, enfatize a importância das palavras (no caso, substantivos) para a criação de sentidos, possibilidades, mundos.

Agora, professor, peça aos alunos que escrevam uma história, tendo por base o Circuito fechado, fornecendo detalhes sobre o espaço, dando nome ao personagem, acrescentando conectores, verbos, artigos, advérbios, para criar uma história completa. Deixe os alunos livres para que acrescentem novas informações à história, desde que mantenham as palavras existentes no texto original.

O texto deve ser revisado por você e pode ser feito um mural com todas as versões da história criadas pelos alunos.

Professor, esse texto é pertinente para relembrar a importância dos substantivos na construção do sentido textual com os alunos. Portanto aproveite-o para isso em uma aula aparte.

Para a próxima aula: professor, ao final dessa aula você terá que dividir os alunos em equipes. Então peça que cada integrante da equipe observe e registre durante uma semana, palavras que apareçam em seu cotidiano. Eles podem escrever as palavras e ao mesmo tempo fotografá-las ou filmá-las quando possível. Cada integrante da equipe pode registrar cerca de 10 palavras, levando em contra equipes de quatro pessoas. As palavras podem ser retiradas de outdoors ou placas encontradas no caminho para a escola, em rótulos, bulas (lembre-os sobre a palavra Morfina, lida pelo escritor Bartolomeu Campos de Queirós) ou outros suportes.

3ª AULA

Professor, assim que os alunos já tiverem feito a coleta das palavras, você explicará a eles para que elas servirão. Uma equipe, então, trocará todas as palavras que registrou com outra equipe e uma escreverá uma história tendo por base as palavras oriundas da pesquisa do outro grupo. Como cada integrante do grupo terá contribuído com cerca de 10 palavras, ao serem reunidas com as dos demais colegas elas provavelmente fugirão totalmente ao contexto de origem. Isso tornará os resultados da produção ainda mais inusitados e ricos. Para facilitar, as palavras podem ser embaralhadas de forma a ficarem mais coerentes e cada equipe pode colocá-las na sequência em que fizerem mais sentido. Dê ainda a liberdade de que os textos criados possam ser de cunho fantástico e fantasioso, já que é provável que algumas palavras fiquem totalmente desarticuladas das demais. O importante é investir na criatividade e produzir o melhor texto que puderem.

Auxilie-os em todas as etapas de produção, faça a revisão dos textos e peça que eles os reescrevam quantas vezes for preciso.

4ª AULA

Professor, essa aula é para a socialização das histórias dos alunos. Cada equipe deverá ler a história que criou, destacando as palavras que tiveram por base e, em seguida, o grupo que forneceu as palavras poderá falar sobre o contexto real em que elas foram colhidas, mostrando, inclusive, os filmes e fotografias que fizeram delas em seu contexto original.

Esse momento pode ser até engraçado para os alunos, professor, ao descobrirem, por exemplo, que uma palavra que saiu do pacote de pão, ou da placa de vende-se da esquina de sua casa, foi parar no texto dos colegas com uma roupagem totalmente diferente.

Por fim é só pensar em uma forma bem original de divulgar as criações dos alunos. Elas podem ir parar no blog da escola, em cartazes espalhados pelo pátio, nas páginas do jornal escolar ou em outro suporte que preferirem.

Recursos Complementares

http://kplus.cosmo.com.br/materia.asp?co=692&rv=Cigarra - Soneto de abril, de Lêdo Ivo, lido no vídeo "Um mundo imerso em palavras" - acesso em 18/06/2010.

Os alunos podem também pesquisar a biografia do escritor Bartolomeu Campos de Queirós, que aparece no segundo vídeo da tríade. Eis o site contendo dados de sua biografia: http://www.caleidoscopio.art.br/bartolomeuqueiros/historico.htm -  acesso em 18/06/2010. 

Avaliação

Professor, avalie se durante as etapas de produção dessa proposta todos os alunos estiveram envolvidos e comprometidos. Avalie a pertinências de suas intervenções orais e da escolha das palavras pesquisadas. Quanto à produção textual escrita, tanto individual quanto em grupo, observe se os textos criados ficaram bem estruturados, se foram escritos com clareza, coesão e coerência.

Por fim, permita que os alunos se avaliem sua própria participação e falem sobre o seu nível de satisfação em relação à forma como o conteúdo foi trabalhado.

Opinião de quem acessou

Cinco estrelas 4 classificações

  • Cinco estrelas 4/4 - 100%
  • Quatro estrelas 0/4 - 0%
  • Três estrelas 0/4 - 0%
  • Duas estrelas 0/4 - 0%
  • Uma estrela 0/4 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • Felsinna Eidt, Col.Est.do Campo "Santos Dumont " Ens.F. e Médio , Paraná - disse:
    felsina.51@hotmail.com

    18/08/2013

    Cinco estrelas

    Parabéns,professora.Com certeza farei uso das atividades propostas,pois achei-as fantásticas.Continue criativa e inovadora.Um abraçooo


  • Glória Alencar, centro educacional A.A.Alves , Alagoas - disse:
    gloriaalencar@hotmail.com

    27/02/2013

    Cinco estrelas

    bom dia ! adorei seu trabalho mostra sua criatividade e amor por sua profissaõ , sou professora tbm e com vc adoro o q faço ,por isso fico a procura de conteúdos q isentive o alunado em busca dos seus objetivos e de um crescimento individual como ser humano .


  • Clarice Escouto dos Santos, Instituto Estadual Barao , Rio Grande do Sul - disse:
    clariceescouto@hotmail.com

    13/08/2011

    Cinco estrelas

    Quanta criatividade. Parabens e com certeza irei trabalhar.


  • palmir Pinto Ribeiro, Colégio Estadual de Pato Branco , Paraná - disse:
    vaalmir66@yahoo.com.br

    30/07/2010

    Cinco estrelas

    Parabéns professora a sua aula ficou demais,é uma excelente oportunidade para trabalhar com nossos alunos sobre a impotância da leitura e da pessoa saber a ler ,não importa a classe social,desde o gari a mai salta autoridade deste país passou por um banco escolar,quanta responsabilidade temos em trabalhar com a mente humana.Vou trabalhar com meus alunos a sua aula com certeza.Obrigado,cntinue criando mais.


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.