Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Matemática na arte indígena I

 

18/10/2010

Autor e Coautor(es)

Eziquiel Menta

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Final Matemática Espaço e forma
Ensino Fundamental Final Artes Arte Visual: Arte visual como produção cultural e histórica
Educação Escolar Indígena Artes Arte, expressão e conhecimento
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

§  Identificar elementos geométricos utilizados na arte indígena.

§  Aplicar conceitos de planificação, textura e cor a partir da arte indígena.

Duração das atividades
3 aulas (50 minutos)
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Conhecimentos básicos de geometria e arte.

Estratégias e recursos da aula

Para começar essa aula, o professor pode solicitar aos alunos que tragam diferentes artesanatos indígenas como: balaios, cestas de diversos tamanhos, chocalhos, arco e flechas, chapéus, entre outros. Se não for possível, o professor pode buscar em diferentes meios (recortes, revistas, web...), imagens que configurem os artesanatos.


Fonte:  http://www.inan.org.br/ e http://mais.cultura.gov.br  

Atividade 1 – Observação (manuseio) dos artesanatos

Organizar os alunos em grupos. Distribuir a cada grupo um número de artesanatos. O professor pode solicitar à turma que observe ou manuseie os diferentes artesanatos. Destacando que cada um possui características próprias, não se repetindo em trabalhos seguintes. Ao analisar cada artesanato, os alunos devem destacar o que observam. Nesse momento o professor pode fazer considerações apontando elementos de uso da Matemática, da Arte, da Educação Física, da História, entre outras, etc., nas linhas, nos traços, nas figuras geométricas formadas, na coordenação motora fina, nos detalhes minuciosamente traçados para formar as figuras e os desenhos.   

Após a conversa, o grupo deve escolher um dos artesanatos para destacar elementos geométricos presentes:

Por exemplo:

a)      Destacar tipos de retas: paralelas, concorrentes e/ou perpendiculares.

b)      Identificar as figuras que compõe o artesanato: Por exemplo:

c)      Planificar a composição dos desenhos do artesanato. A criação de padrões, formas e cores repetidas regularmente é algo frequente no artesanato indígena. Fazer esse exercício planificando no papel o que visualizam no artesanato. Por exemplo:

Obs. Na planificação o professor pode aproveitar para explorar conceitos de área, perímetro, ângulos, simetrias e outros conceitos que achar conveniente. Cabe destacar que cada desenho é construído sem qualquer modelo ou imagem, mas construído a partir dos conhecimentos adquiridos a partir da observação na natureza. A confecção do artesanato é geralmente executada pelas mulheres indígenas, sempre cercadas por seus filhos, que aprendem pela visualização, passando os conhecimentos de geração em geração. A combinação de cores utilizadas nas composições, são igualmente desenvolvidas sem nenhum conhecimento formal. Solicitar ao professor de Artes que contribua nessa atividade.   

Atividade 2

Propor aos alunos criarem uma composição similar à desenvolvida nos artesanatos. Para a composição, combinar diferentes figuras e cores.   

Modelos de composições que podem ser criadas:

Atividade 3

Professor, para aprofundamento do tema discutido na aula,  acesso o link: http://objetoseducacionais2.mec.gov.br/handle/mec/14381 e baixe o vídeo Arte indígena [Por dentro da escola]sobre o Projeto Arte Indígena Matemática para assistir com os alunos. O projeto foi criado na Escola Rural Estadual Rio das Cobras, na Terra Indígena Rio das Cobras em Nova Laranjeiras-PR. Como a escola se localiza em uma terra indígena, os professores tiveram a ideia de usar o artesanato para ensinar matemática. O uso do artesanato para o ensino traz a realidade dos alunos para a sala de aula, aumenta o interesse, facilita o aprendizado, valoriza o artesanato e mantém viva a tradição indígena.

Após o vídeo, para verificar os conhecimentos dos alunos, o professor pode propor uma pesquisa sobre o tema Arte Indígena e a Matemática. Para a realização da  pesquisa, o professor pode orientá-la a partir da Webquest Entendendo a Arte Indígena, disponível em:  http://www.webquestbrasil.org/criador/webquest/soporte_tabbed_w.php?id_actividad=11921&id_pagina=1 

Lembrando que a WebQuest é uma metodologia de pesquisa online, organizada por meio de um roteiro que segue com os seguintes passos: introdução, tarefa, recursos, processo, avaliação e conclusão. O professor dá indicativos de sítios, pré-selecionados, para que a aula seja aproveitada ao máximo, e os alunos não se distraiam diante de tantas informações da internet, e organizem a tarefa e a concluam com sucesso.    


Atividade 4 

Acessar o recurso Quem são eles? [Índios no Brasil], disponível em: http://objetoseducacionais2.mec.gov.br/handle/mec/8592, episódio do programa Índios no Brasil, da TV Escola. Mostra a visão e o conhecimento da sociedade em relação aos índios no Brasil. Apresenta também os índios Yanomami, Kaxinowá, Ashaninka, Kaingang, Maxacali, Baniwa e Pankararu. A intenção dessa atividade é propor uma discussão a respeito da necessidade de resgate da cultura dos povos indígenas,enquanto cidadão brasileiro. 

Quem são eles? [Índios no Brasil] 

Recursos Educacionais
Nome Tipo
Quem são eles? [Índios no Brasil] Vídeo
Recursos Complementares

RIBEIRO, F. D.; LEONARDI, R.M. Matemática e artesanato indígena: uma abordagem centrada na perspectiva da etnomatemática. Disponível em: http://www.sbem.com.br/files/viii/pdf/02/RE96199091949.pdf, acesso em 02 de agosto de 2010. 

LORENZONI, C.A.C.; SILVA, C.M. Cestaria Guarani do Espírito Santo e a Matemática na Educação Escolar Indígena. Disponível em: http://www.rededesaberes.org/3seminario/anais/textos/ARTIGOS%20PDF/Artigo%20GT%202B-02%20-%20Claudia%20Alessandra%20Costa%20de%20Araujo%20Lorenzoni%20e%20Circe%20Mary%20da%20Silva.pdf, acesso em 02 de agosto de 2010.

Avaliação

A avaliação deverá ser diagnóstica, processual e continua, ou seja, realizada ao longo de todas as aulas.

Critérios a serem observados:

- Participação na atividade inicial. Trouxe materiais? Colaborou com os colegas?

- Desenvolvimento e realização das atividades? Participou? Raciocínio adequado? O aluno foi argumentativo?

- Participação no desenvolvimento do contexto geral da aula.

- Nas atividades de vídeo. Participou? Interagiu?

Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 9 classificações

  • Cinco estrelas 6/9 - 66.67%
  • Quatro estrelas 1/9 - 11.11%
  • Três estrelas 2/9 - 22.22%
  • Duas estrelas 0/9 - 0%
  • Uma estrela 0/9 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • Almir Fernando, Projovem urbano , Pará - disse:
    almir.fer.pa@hotmail.com

    04/02/2014

    Cinco estrelas

    achei interessante pois vou aplicar este trabalho na feira da cultura dos meus alunos


  • ElaineRegina, EMEF Laonte Gama da Silva , Sergipe - disse:
    elaine_bomfim@hotmail.com

    07/12/2013

    Cinco estrelas

    Professora, adorei a proposta de aula e os recursos utilizados. Tentei acessar a página webquestbrasil e infelizmente só consegui entrar na webquest em espanhol. Está fora do ar? Parabéns!


  • Paulo Cesar Martins Junior, EE Prof Luiz Gonzaga , São Paulo - disse:
    spadmj@yahoo.com.br

    07/11/2012

    Três estrelas

    Parabéns pelo trabalho Selma, adorei a sequência didática. Entretanto acredito que ao ensinar matemática sobre a ótica da etnomatemática temos que ficar atentos a erros conceituais que podem afetar a continuidade dos estudos, por exemplo no item c da atividade 1 no que se refere a planificação da composição de desenhos do artesanato, acredito que a composição já é plana nas faces dos 'cestos' e artefatos feitos pelos índios.


  • ana patricia lima sampaio, Universidade Federal do Amazonas , Amazonas - disse:
    anapsampaio@ig.com.br

    18/09/2011

    Três estrelas

    Achei sua aula interesante, pois estudamos as formas geométricas e a cultura indigena. Espero poder aplicar as atividades apresentadas com meus alunos e colocar a minha abordagem sobre este assunto. Parabéns.


  • sadila mendonça do carmo, ESCOLA ESTADUAL OLGA FALCONE , Amazonas - disse:
    sadila.carmo@bol.com.br

    11/06/2011

    Quatro estrelas

    gostei muito


  • Débora Martins de Oliveira, AMARILIO C E PROF E FUND MEDIO , Paraná - disse:
    deboramartinsdeoliveira@yahoo.com.br

    12/04/2011

    Cinco estrelas

    Estou tentando realizar atividades com os alunos na confecção de desenhos geométricos em papel quadriculado que se assemelhem com a arte indigena,e a partir daí explorar mais a geometria. As atividades que foram apresentadas são interessantes e as sujestões de vídeos também.


  • Marcio Pinheiro, E.I.E.F. PINHALZINHO e E.I.E.B CACIQUE VANHKRE , Santa Catarina - disse:
    marcinho010203@gmail.com

    31/03/2011

    Cinco estrelas

    referente ao tema de arte indigena (artesanato) como metodologia de ensino se explora campos importantissimo usando - os na construção de relação professor/aluno/arte/matemática e comunidade. parabens pelo desempenho


  • miguel cesar de camargo, Prof. Arte Colégio Polivalente - Apucarana , Paraná - disse:
    miguelccamargo@hotmail.com

    22/02/2011

    Cinco estrelas

    Tenho realizado várias pesquisas em diversos sites para preparar minhas aulas sobre Arte Indígena, quando encontrei este Portal. Parabéns pelos conteúdos apresentados ao qual acrescentou de maneira significativa para as minhas aulas. Grande abraço!


  • creide fépru alipio, escola são pedro , Santa Catarina - disse:
    creide@unochapeco.edu

    16/02/2011

    Cinco estrelas

    essas atividades sao otimas precisa criar mais..


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.