Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Jogos e brincadeiras africanas II

 

24/08/2010

Autor e Coautor(es)
Luciano Silveira Coelho
imagem do usuário

BELO HORIZONTE - MG ESCOLA DE EDUCACAO BASICA E PROFISSIONAL DA UFMG - CENTRO PEDAGOGICO

Amanda Fonseca Soares Freitas

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Inicial Educação Física Atividades rítmicas e expressivas
Educação Infantil Movimento Coordenação
Ensino Fundamental Inicial Educação Física Esportes, jogos, lutas e ginásticas
Educação Infantil Movimento Expressividade
Ensino Fundamental Inicial Educação Física Conhecimentos sobre o corpo
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

- Ampliar os conhecimentos trabalhados na primeira aula sobre jogos e brincadeiras africanas.

- Aprender as regras e a dinâmica dos jogos e brincadeiras africanas que não foram completados na primeira aula.

- Aprender a contextualizar a prática desses jogos com seus países de origem, reconhecendo a cultura e das peculiaridades de algumas regiões do Continente Africano.  

Duração das atividades
Cada atividade terá duração de 25 minutos compreendendo um total de 100 minutos.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Esta aula dará continuidade ao tema de Jogos e brincadeiras africanas abordados no mês de maio de 2010. No entanto, a realização desta não necessita de conhecimentos prévios sobre o assunto.

Estratégias e recursos da aula

Foto (acessada em 09/08/2010)

Atividade 1 – Contextualizando

Duração: 25 minutos

Material: computadores

Local: sala de informática             

Para dar continuidade ao tema abordado na aula de Jogos e brincadeiras africanas o(a) professor(a) poderá fazer uma breve contextualização sobre a diversidade cultural e natural dos países africanos que deram origem aos jogos que serão trabalhados nesta segunda aula. Esta contextualização poderá ser feita através de vídeos da internet.

Sugestões de vídeos: 

http://www.youtube.com/watch?v=NuLI09R7VY0 (acessado em 09/08/2010)  

http://www.youtube.com/watch?v=BXvKJKUtPKI&feature=related (acessado em 09/08/2010)  

http://www.youtube.com/watch?v=IhtNcmXPg3w&feature=related (acessado em 09/08/2010)  

http://www.youtube.com/watch?v=vrmiAj955-s&feature=related (acessado em 09/08/2010)  

http://www.youtube.com/watch?v=nduIeazGj1I&feature=related (acessado em 09/08/2010)  

http://www.youtube.com/watch?v=1Fa-HloZ0II&feature=related (acessado em 09/08/2010)    

Atividade 2 – Shisima (Quênia)

Duração: 25 minutos

Material: tesoura, emborrachado (Eva), canetinha e tapinha de garrafa pet

Local: quadra ou pátio             

Para dar início às atividades, o(a) professor(a) poderá trabalhar com o jogo Shisima, um jogo de tabuleiro originário do Quênia. Para confeccionar o tabuleiro do jogo será preciso utilizar um retalho de emborrachado (EVA) de aproximadamente 20cmx20cm e desenhar um octógono de 15 cm de diâmetro (Figura 1). As peças podem ser feitas de tampinhas de garrafa pet e cada jogador terá 3 peças de mesma cor. Para começar, os jogadores tiram par ou ímpar. Na disposição inicial, as peças ficam no tabuleiro como indicado na figura 1 / peças. O jogador que iniciar a partida poderá movimentar sua peça pelo tabuleiro até a aresta mais próxima que estiver vazia, sem pular qualquer outra peça. O objetivo do jogo é posicionar as três peças alinhadas como se pode ver nas situações (a,b,c,d) onde o jogador de vermelho venceu as partidas.

Atividade 3 – Labirinto (Moçambique)

Duração: 25 minutos

Material: giz

Local: quadra ou pátio             

A brincadeira do Labirinto (Figura 2) é originária de Moçambique e possui uma dinâmica simples e interessante. Para começar é preciso que se faça um desenho do labirinto no chão (a). Os jogadores iniciam o jogo na primeira extremidade do desenho (b). Para seguir em frente tira-se par ou ímpar repetidas vezes. Toda vez que um jogador ganhar ele segue para a extremidade à frente. O jogador que chegar na última extremidade primeiro (d), vence a partida.   Sugestões de variação: - Ao invés de tirar par ou ímpar para seguir em frente os jogadores poderão utilizar o pedra, papel e tesoura. - Pode-se jogador com mais de duas crianças, mas para isso é preciso mudar a disputa de par ou ímpar para adedanha.

Atividade 4 – Mankala

Duração: 25 minutos

Material: caixa de ovos, tesoura e feijões

Local: quadra ou pátio               

Jogo da Mancala é um milenar jogo africano que pode ser encontrado em diferentes países do continente. Seu nome, bem como suas regras, podem variar de um local para o outro, mas a dinâmica é sempre a mesma. Inspirado nas tarefas agrícolas de semeadura e colheita o jogo da Mancala se revela como um jogo estratégico e inteligente. Para confeccionar seu tabuleiro com materiais simples (Figura 3), basta utilizar um caixa de ovos e recortar duas fileiras com 6 cavas cada. As regras básicas são as seguintes (Figura 4): cada jogador iniciará a partida com 24 feijões distribuídos igualmente pelas suas 6 cavas (A). Para decidir quem iniciará a partida os jogadores deverão tirar par ou ímpar. O jogador que iniciar deverá tirar os 4 feijões de sua cava e distribuir (semear) no sentido anti-horário nas cavas ao lado. No entanto, é preciso que pelo menos um de seus feijões seja semeado em uma cava do adversário. Sendo assim, para dar início à partida o jogador obrigatoriamente terá que optar por semear os feijões das cavas IV, V ou VI. No exemplo da Figura 4 o jogador 1 optou por começar com os feijões da cava IV e semeou 1 feijão em suas cavas V e VI e nas cavas I e II do adversário. Todas as vezes que um jogador distribui suas sementes e termina a semeadura completando 2 ou 3 feijões ele pega (colhe) estes feijões pra si. Se houver pares ou trios de feijões nas cavas imediatamente atrás daquela, também terá o direito de colhê-los. Na jogada (E) o jogador 2 distribuiu os 5 feijões de sua cava V e terminou a semeadura na cava IV do adversário com 2 feijões. Com isso, ele teve o direito de colher estes 2 feijões. Um jogador pode colher feijões tanto nas suas cavas quanto na cava do adversário. No entanto, toda vez que for fazer a semeadura deve começar utilizando feijões de sua própria cava. O jogo termina quando um jogador não tiver feijões suficientes para semear até a cava do adversário. Nesse momento, contam-se os feijões que cada um colheu e aquele que tiver colhido o maior número de feijões ganhou o jogo.

Recursos Complementares

No começo de cada atividade o(a) professor(a) poderá fazer algumas considerações sobre as regras dos jogos, bem como sua origens e histórias. Para isso, o(a) professor(a) poderá consultar sites na internet que o(a) ajudarão a embasar sua fala.   

Sugestões de sites:   

Shisima - http://www.mat.ibilce.unesp.br/laboratorio/pages/jogos/shisima.htm (acessado em 09/08/2010)    

Labirinto - Livro “Jogos de Moçambique” Referência: PRISTA, Antonio; TEMBE, Mussa; EDMUNDO, Helio. Jogos de Moçambique. Maputo: INEF; Lisboa: CIDAC, 1992. 79p.   

Mancala - http://www.jogos.antigos.nom.br/mancala.asp (acessado em 09/08/2010) 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Mancala (acessado em 09/08/2010) 

Avaliação

Ao final das atividades, o(a) professor(a) poderá pedir às crianças que levem alguns exemplares dos jogos construídos para casa e relatem para os pais tudo que foi aprendido na aula sobre os jogos e brincadeiras africanas. Os pais, por sua vez, deverão escrever para o(a) professor(a) um breve comentário sobre o relato de seus filhos e suas impressões sobre o tema desta aula.                

Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 10 classificações

  • Cinco estrelas 7/10 - 70%
  • Quatro estrelas 3/10 - 30%
  • Três estrelas 0/10 - 0%
  • Duas estrelas 0/10 - 0%
  • Uma estrela 0/10 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • JHENIFFER, aluna , Paraná - disse:
    euzinha.jhe@globomail.com

    14/10/2013

    Cinco estrelas

    exelente


  • Eunice, Emef Pedro Nava , São Paulo - disse:
    eunice_silva@hotmail.com

    28/09/2013

    Quatro estrelas

    Muito boa! Me ajudou muito!!


  • Júnior, Colégio Lucia Barros Lisboa , Paraná - disse:
    junior@professorjunioronline.com

    13/11/2012

    Cinco estrelas

    Ótima sugestão, aproveitei para divulgar a aula no meu blog: http://www.professorjunioronline.com/2012/11/jogos-brincadeiras-africanos.html


  • Lauseli, Duque de Caxias , Paraná - disse:
    laferraz21@hotmail.com

    27/08/2012

    Cinco estrelas

    Gostei tanto que vou por em prática! Parabéns! Obrigada por compartilhar...


  • Flaviana, E.M.E.V , Pernambuco - disse:
    flavianacjr@gmail.com

    18/07/2012

    Cinco estrelas

    Parabéns! o seu conteúdo é muito bom e completo, pois ensina como jogar.


  • cristina duran, EMEB HELENA ZANFELICI , São Paulo - disse:
    crisdduran@hotmail.com

    09/03/2011

    Cinco estrelas

    Muito bom essa sua sequencia sobre os jogos e brincadeiras africanas, vou utilizar algumas ideias no projeto da minha turma do infantil III. Parabéns!!!!


  • Marilene Sales, Escola Estadual de Ens. Fund. Médio Profª Terezinha Bezerra Siqueira , Pará - disse:
    profmarilenex@yahoo.com.br

    26/11/2010

    Cinco estrelas

    Adorei!!! A escola onde trabalho, no Pará, realizará atividades relativas à África do Sul e foi possível conhecer sobre jogos matemáticos por meio do seu trabalho/site. PARABÉNS!!!!!!


  • BRUNO, DOM JOAO BATISTA DA MOTTA E ALBUQUERQUE , Espírito Santo - disse:
    neila21@hotmail.com

    19/11/2010

    Cinco estrelas

    foi boa ganhei 10 ptosGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGHGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG


  • Pedro Pessula, Moçambique - disse:
    pessula@gmail.com

    05/10/2010

    Quatro estrelas

    A aula é boa e permitir a interacção entre culturas do continente africano. Dizer que o jogo Mankala é identificado no sul de Moçambique como Tchuva e pratica-se em quase todos o país.


  • ALINE DOS SANTOS SILVA ROCHA, Secretaria Municipal de Educação de RIO DE JANEIRO , Rio de Janeiro - disse:
    aline.rocha73@hotmail.com

    26/08/2010

    Quatro estrelas

    Adorei a sugestão da aula!


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.