Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Lutas Indígenas

 

26/08/2010

Autor e Coautor(es)
Luciano Silveira Coelho
imagem do usuário

BELO HORIZONTE - MG ESCOLA DE EDUCACAO BASICA E PROFISSIONAL DA UFMG - CENTRO PEDAGOGICO

Amanda Fonseca Soares Freitas

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Inicial Educação Física Atividades rítmicas e expressivas
Educação Infantil Movimento Coordenação
Ensino Fundamental Inicial Educação Física Esportes, jogos, lutas e ginásticas
Ensino Fundamental Inicial Educação Física Conhecimentos sobre o corpo
Educação Infantil Movimento Expressividade
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

- Aprender sobre a história e as peculiaridades culturais de algumas etnias indígenas brasileiras.

- Aprender sobre os sentidos e significados da lutas corporais de algumas etnias indígenas.

- Aprender os movimentos básicos das lutas corporais indígenas de maneira lúdica.  

Duração das atividades
Cada atividade terá duração de 20 minutos compreendendo um total de 100 minutos.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Por se tratar de uma aula introdutória não serão necessários conhecimentos prévios ao tema da aula.  

Estratégias e recursos da aula

Atividade 1 – Costumes e tradições

Duração: 20 minutos

Material: computadores

Local: sala de informática             

Para dar início à aula sobre Lutas Indígenas o(a) professor(a) poderá introduzir o tema através de vídeos que demonstrem um pouco da cultura e dos costumes das etnias que as praticam. Para isso, o(a) professor(a) terá a sua disposição vídeos educativos disponíveis na internet.

Sugestões de vídeos:

http://www.youtube.com/watch?v=a9P82STWwDI (acessado em 09/08/2010)  

http://www.youtube.com/watch?v=20EkqL-1H2E (acessado em 09/08/2010)  

http://www.youtube.com/watch?v=xNIuJMIFnLo&feature=related (acessado em 09/08/2010)  

http://www.youtube.com/watch?v=Cb4sG864KZk (acessado em 09/08/2010)  

http://www.youtube.com/watch?v=B8GW5U2o5Pc&feature=related (acessado em 09/08/2010)  

http://www.youtube.com/watch?v=O-O9OmgjLAg&feature=related (acessado em 09/08/2010)  

http://www.youtube.com/watch?v=a5wqn3kPVQ0 (acessado em 09/08/2010)    

Atividade 2 – Preparando para a luta

Duração: 20 minutos

Material: tiras de pano

Local: quadra ou pátio             

Para iniciar a prática é importante que o(a) professor(a) faça alguns exercícios preparatórios para evitar possíveis lesões e desconfortos musculares nas crianças. Dessa forma, o(a) professor(a) poderá iniciar a atividade realizando alguns alongamentos (Figura 1). É interessante que seja dada uma prioridade aos alongamentos dos membros inferiores em virtude dos inúmeros movimentos de chute realizados nessa luta.             

Após os alongamentos o(a) professor(a) poderá propor a brincadeira do “arranca rabo”. Cada criança fica com um pedaço de pano afixado nas costas na altura da cintura (como se fosse a cauda de um animal). O objetivo da brincadeira é tentar tirar “o rabo” do colega sem deixar que os demais tirem o seu. Ao final, quem tiver o maior número de “rabinhos” vence.

Link para brincadeira - http://jogointeracaoelinguagem.blogspot.com/2010/04/arranca-rabo-do-macaco.html (acessado em 09/08/2010)     

Atividade 3 – Derruba toco (Pataxós)

Duração: 20 minutos

Material: garrafa pet, areia e giz

Local: quadra ou pátio             

Para dar início às atividades, o(a) professor(a) poderá trabalhar com a luta do Derruba toco praticada pelos índios Pataxós de Minas Gerais e da Bahia. Esta luta é conhecida pelos índios Tupinambás como luta do Maracá. Os lutadores entram em um círculo de aproximadamente 8 metros de diâmetro com um toco de árvore ao centro. Para vencer seus oponentes os lutadores têm que derrubar o toco ao centro utilizando alguma parte do corpo do adversário. Outra força de se vencer a luta é empurrando o oponente para força do círculo. O(a) professor(a) poderá realizar o derruba toco em tatames, pisos com tapetes emborrachados ou gramado para evitar choques com pisos muito duros. Para fazer o toco pode-se utilizar garrafas pets cheias de areia e o círculo desenhado no chão com giz de quadro.    

                     

Derruba toco 

Atividade 4 – Huka-Huka (Kamayurás)

Duração: 20 minutos

Material: tapetes emborrachados

Local: quadra ou pátio             

O Huka-Huka é uma luta corporal praticada pelos índios Kamayurás, provenientes do Alto Xingu – MT, e costuma ser praticada durante os festejos do Kuarup.  Praticado desde a infância o huka-huka é a um luta, que apesar de servir como prova de força entre seus praticantes, não envolve violência ou ferimentos. A luta iniciasse como os praticantes ajoelhados e agarrados entre si. Seu objetivo é tentar derrubar o adversário com as costas no chão ou agarrar as suas pernas. Durante o combate os lutadores podem levantar ou permanecer ajoelhados. Nesta luta não são permitidos socos ou ponta-pés. Ao ensinar o huka-huka o(a) professor(a) poderá realizá-lo em locais e materiais apropriados (ex.: tatames, tapetes emborrachados, grama) para evitar que as crianças machuquem os joelhos.      

Huka Huka    

Atividade 5 – Briga de galo (Manchineri)

Duração: 20 minutos

Material: giz

Local: quadra ou pátio             

Para finalizar a seqüência de atividades o(a) professor(a) poderá trabalhar com um luta dos índios Manchineri da Aldeia Extrema - Acre,  que se chama briga de galo. Para realização desta luta deve ser feito um círculo no chão exatamente com foi feito na luta do derruba toco (atividade 2). O lutador inclina seu tronco até a linha da cintura e ficam com as mãos dadas na parte de trás da coxa, como se estivesse imitando um galo. O objetivo dos participantes é empurrar seu adversário para fora do círculo. Devido a impossibilidade de se usar as mãos e os pés o lutador na posição indicada deve tentar empurrar seu adversário usando apenas o tronco. O lutador que permanecer dentro do círculo vence a luta.  

    

Briga de Galo

Fonte: Documentário Jogos Indígenas do Brasil produzido pela Origem Jogos e Objetos   

Recursos Complementares

No começo de cada atividade o(a) professor(a) poderá fazer algumas considerações sobre as regras das lutas indígenas, bem como os hábitos e formas de vida de cada etnia. Para isso, o(a) professor(a) poderá consultar sites na internet que o(a) ajudarão a embasar sua fala.   

Sugestões de sites:

http://www.funai.gov.br/indios/jogos/foto_principal/luta_corporal.htm (acessado em 09/08/2010)  

http://pt.wikipedia.org/wiki/Patax%C3%B3s (acessado em 09/08/2010)                

Como atividade complementar o(a) professor(a) poderá passar para as crianças o documentário Jogos Indígenas do Brasil para mostram vários jogos e brinquedos e brincadeiras de diversas etnias indígenas do Brasil.      

Avaliação

Ao final da aula o(a) professor(a) deverá pedir as crianças que façam um registro gráfico através de desenhos ou escrita sobre todos os conhecimentos abordados na aula de Lutas Indígenas, desde os costumes e cultura de cada etnia indígena que as praticam até os movimento aprendidos. Estes registros irão compor um cartaz intitulado “Índio Guerreiro” que ficará exposto no mural da escola. 

Opinião de quem acessou

Três estrelas 3 classificações

  • Cinco estrelas 1/3 - 33.33%
  • Quatro estrelas 0/3 - 0%
  • Três estrelas 0/3 - 0%
  • Duas estrelas 2/3 - 66.67%
  • Uma estrela 0/3 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • Roger Gracie, Gracie Barra Sul bjj , Santa Catarina - disse:
    rogergraciebjj@hotmail.com

    14/11/2011

    Cinco estrelas

    Muito interessante trabalhar a cultura indigina com as crianças e pre adolescentes, pois é algo muito brasileiro., alem de incentivar a pratica de esporte incentiva a pratica de lutar, cuja tradição é milenar. oss


  • carila, Armênia - disse:
    cata.rina@hotmail.com

    03/11/2010

    Duas estrelas

    bom d++++++++++ me ajudou mt


  • carila, Armênia - disse:
    cata.rina@hotmail.com

    03/11/2010

    Duas estrelas

    bom d++++++++++ me ajudou mt


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.