Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Corpo Masculino e corpo feminino: verdade e mitos sobre as diferenças de gênero

 

04/11/2010

Autor e Coautor(es)
Tiago Lisboa Bartholo
imagem do usuário

RIO DE JANEIRO - RJ COL DE APLIC DA UNIV FED DO RIO DE JANEIRO

Marcos Vinícios Pimentel de Andrade

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Médio Educação Física Esporte: Valores culturais
Educação de Jovens e Adultos - 2º ciclo Educação Física Conhecimentos sobre o corpo
Ensino Médio Sociologia Indivíduo, identidade e socialização
Ensino Médio Educação Física Esporte: Valores históricos
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

Identificar estereótipos vinculados ao corpo feminino.

Identificar estereótipos vinculados ao corpo masculino.

Comparar diferentes apropriações culturais de uma mesma prática esportiva em dois países distintos (o caso do futebol no Brasil e nos EUA).

Duração das atividades
Uma aula de cinquenta minutos.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Não há necessidade de conhecimentos prévios.

Estratégias e recursos da aula

Caro professor, essa aula faz parte de um plano de unidade que pretende debater os diferentes significados do corpo no mundo contemporâneo. Nessa aula, o professor debaterá as construções identitárias vinculadas ao corpo feminino e ao corpo masculino. O objetivo é desconstruir, a partir da análise de práticas esportivas, estereótipos culturais sobre o corpo feminino e masculino. Os valores socialmente partilhados serão o ponto de compreensão dos diferentes usos do corpo em nossa sociedade.  

Atividade 1:

Caro professor, inicie a aula dividindo a turma em dois grandes grupos. Cada grupo deverá ficar responsável por uma tarefa. O grupo “A” deverá destacar atividades profissionais, práticas corporais e adjetivos que caracterizam a mulher ou o corpo feminino em nossa sociedade. A intenção aqui é trabalhar com os estereótipos para que depois possamos desconstruí-los. O grupo “B” devera destacar atividades profissionais, práticas corporais e adjetivos que caracterizam o homem ou o corpo masculino em nossa sociedade.

Exemplos:

Mulher – delicada, beleza, mãe, doméstica, empresária, balé, ginástica artística etc.

http://publifolha.folha.com.br/catalogo/livros/136022/  

Homem – forte, viril, chefe do lar, trabalhador, jogador de futebol, lutador (box, vale-tudo) etc.

http://g1.globo.com/Noticias/SaoPaulo/0,,MUL200155-5605,00-MENINO+CHAMADO+CORINTHIANS+APOSTA+EM+X+CONTRA+GREMIO.html 

Divida o quadro negro em duas partes e em cada uma delas escreva as palavras selecionadas pelo grupo “A” e “B”. Ao final, cada grupo deverá ler sua lista de palavras para o outro grupo. Após a leitura, o grupo “A” deverá acrescentar ou ainda poderá discordar de algum termo utilizado pelo outro grupo na qualificação. O grupo “B” fará o mesmo.

Atividade 2:

O segundo momento será um debate sobre os estereótipos ou imagens destacadas pelos alunos sobre o corpo feminino ou feminilidade e o corpo masculino ou masculinidade. Para tornar o debate mais qualificado é importante relativizar algumas imagens ou adjetivos que caracterizam homens e mulheres. A pesquisa histórica ou ainda a comparação de diferentes contextos culturais serão ferramentas importantes nesse processo.

Dica: Professor indico fortemente que esse planejamento seja realizado com a participação de professores de história, sociologia e geografia. Procure exemplos recentes sobre mudanças na sociedade e no comportamento dos diferentes grupos, que auxiliem a pensar os papéis sociais e os diferentes usos do corpo para homens e mulheres.

Exemplos 1: o ingresso cada vez maior das mulheres no mercado de trabalho. Quando esse processo se inicia de forma mais intensa no Brasil? Quais fatores viabilizaram tal mudança? Quais as implicações para homens e mulheres?

Exemplo 2: a divisão dos trabalhos domésticos. É cada vez mais comum que mulheres e homens dividam tarefas domésticas. Apesar de não ser um comportamento presente em todos os lares ou regiões do Brasil é possível afirmar que temos uma nova organização na estrutura familiar, que reordena novos papéis sociais para homens e mulheres.

Exemplo 3: Nas práticas esportivas podemos citar inúmeros exemplos. Para a reflexão nesse plano de aula iremos trabalhar com o caso do futebol e da musculação (prática comum nas academias de ginástica).

Atividade 3: A última atividade da aula será a proposta de uma pesquisa histórica sobre a prática do futebol no Brasil e nos Estados Unidos da América (EUA). Sabemos que o futebol é uma modalidade esportiva altamente popular no Brasil que, desde a sua expansão, teve sua prática associada a valores da masculinidade. Podemos afirmar que no Brasil há duas instituições com as quais os homens eram ‘ameaçados’ para se afirmarem socialmente enquanto ‘homens’: o esporte e o exército. No primeiro naturalmente o futebol.

http://oglobo.globo.com/esportes/mat/2007/09/30/297948610.asp 

Nos EUA a apropriação dos jogos foi distinta da observada no Brasil e outros países sul-americanos. Lá desde o início a prática foi amplamente praticada pelas mulheres. Aos homens restavam outros jogos como o futebol americano e o basquete.

Os alunos deverão pesquisar sobre o crescimento do futebol masculino e feminino em ambos os países nas décadas de 1980, 1990 e 2000. Divida a turma em grupos de 5 alunos. Como se trata de uma pesquisa que demandará a leitura de diversas fontes indico um prazo mínimo de 15 dias para a entrega final do relatório. Pontos importantes:

1- em qual país o futebol masculino é mais popular?

2- qual o número de praticantes médio de homens e mulheres nas ligas de futebol em ambos os países?

3- quais as principais dificuldades que homens e mulheres enfrentam para a prática do futebol no Brasil e EUA?

Como estratégia para socializar os resultados dos grupos, o professor poderá propor um jogo final. Caro professor, elabore perguntas em fichas de cartolina relacionadas ao tema pesquisado. Cada grupo deverá receber duas perguntas e fazer a leitura em voz alta. O grupo que leu a pergunta terá prioridade na resposta. Caso não consiga responder corretamente, os outros grupos terão a oportunidade de responder a mesma questão. O grupo que acertar lerá a próxima pergunta e o jogo terá o seu desenvolvimento.

Indico os artigos para leitura do professor. Esse material também poderá servir como material empírico para os alunos, porém o professor deverá selecionar trechos dos artigos para facilitar a pesquisa dos alunos.

Futebol é ‘coisa para macho’? Pequeno esboço para uma história das mulheres no país do futebol.

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-01882005000200012&script=sci_arttext&tlng=en         

Mulheres e futebol no Brasil: entre sombras e visibilidades.

http://www.revistasusp.sibi.usp.br/scielo.php?pid=S1807-55092005000200005&script=sci_arttext  

As narrativas sobre o futebol feminino: o discurso da mídia impressa em campo.

http://www.rbceonline.org.br/revista/index.php?journal=RBCE&page=article&op=view&path[]=148&path[]=157 

Recursos Complementares

Leitura de aprofundamento para o professor:

Meninos e meninas: Expectativas corporais e implicações na educação física escolar

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0101-32621999000100004&script=sci_arttext&tlng=pt+ 

Avaliação

Ao final, o professor reunirá a turma para debater os principais pontos discutidos na aula:

1- O que determina os papéis sociais em um grupo social?

2- Dêem exemplos de práticas culturais que se modificaram nos últimos anos (com homens e mulheres).

3- Em nossa sociedade, quais são os estereótipos que caracterizam os homens? E as mulheres?

4- Quais mudanças vocês observam sobre a prática do futebol feminino no Brasil? Quais elementos permitem tais mudanças?

Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 5 classificações

  • Cinco estrelas 4/5 - 80%
  • Quatro estrelas 1/5 - 20%
  • Três estrelas 0/5 - 0%
  • Duas estrelas 0/5 - 0%
  • Uma estrela 0/5 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.