Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


As origens étnicas do lúdico nacional: as brincadeiras brasileiras originadas dos índios nacionais, a peteca e a briga de galo.

 

25/11/2010

Autor e Coautor(es)
FABIOLA PEDROZA VIEIRA
imagem do usuário

JUIZ DE FORA - MG Universidade Federal de Juiz de Fora

Agostinho Beethoven Macedo Beghelli Filho

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Final Educação Física Atitudes, conceitos e procedimentos: esportes, jogos, lutas e ginásticas
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

Identificar algumas brincadeiras de origem indígena que foram incorporadas à cultura nacional; identificar quais dessas brincadeiras são muito vivenciadas em nossa região; verificar a origem da peteca e da briga de galo; realizar as brincadeiras peteca e briga de galo.

Duração das atividades
60 min.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

História da formação do povo brasileiro, noções sobre brincadeira.

Estratégias e recursos da aula

Espaço: pátio ou quadra grande.

Materiais: peteca de pena.

Atividade 1

Apresentar à turma o texto e os fragmentos abaixo:

“Os índios possuem muitos jogos e brincadeiras. Alguns são bastante conhecidos por vários povos indígenas e outros também são comuns entre os não-índios, como a peteca e a perna de pau. Já outros são curiosos e originais. Existem brincadeiras que só as crianças jogam, outras que os adultos jogam junto e assim ensinam as melhores técnicas para quem quiser virar um craque! Têm brincadeiras só de menino, outras só de menina. Existem algumas que, antes do jogo começar, é preciso construir o brinquedo! Bom, nesse caso, é necessário ir até a mata, achar o material certo, aprender a fazer o brinquedo e, só então, começar a brincar. Mas isso não é um problema, pois construir o brinquedo também faz parte da brincadeira!”

Fonte: http://pibmirim.socioambiental.org/como-vivem/brincadeiras  

Acesso em 10/09/10.

“São muito apreciados pelos indígenas jogos de grupos imitando animais.” (p.68).

“... também predomina a imitação de atividades dos adultos...” (p.70).

Fonte: KISHIMOTO, Tizuko Morchida. Jogos infantis: o jogo, a criança e a educação. Petrópolis, 12ª ed., Vozes, 2004.

Em seguida, iniciar uma discussão a respeito do texto, de acordo com os seguintes questionamentos: qual a origem étnica dos jogos citados no texto? Com base no que foi lido, reconhecem mais alguns jogos da vivência de vocês que possam ter essa origem indígena? Qual(is)? (briga de galo, pião, cama-de-gato, estilingue, gavião e galinha, dentre outras).

Atividade 2

Reunir a turma e contar-lhes a origem da brincadeira peteca utilizando a imagem como recurso visual da história: O jogo com petecas é de origem indígena, e desde antes do descobrimento do Brasil já era um jogo muito praticado pelos índios. O nome peteca é de origem Tupi (pe’teca – bater com a mão). Em todas as festas e rituais das tribos indígenas, a peteca estava presente. Aproximadamente em 1940, o jogo de peteca foi pela primeira vez competido em uma quadra, em Minas Gerais. Nos anos 70 já era disputado por pessoas de todas as idades, que já seguiam suas primeiras regras. Durante muito tempo era apenas uma brincadeira, mas a partir de 1985 foi oficializada com um esporte.

Fonte: http://www.colegioweb.com.br/curiosidades/quando-surgiu-a-peteca  

Acesso em 10/09/10.

Fonte: http://www.saibaja.com.br/not/4131/ 

Acesso em 01/11/10

Organizar com a turma a brincadeira da peteca. 

Atividade 3

Reunir a turma e contar-lhes a origem da brincadeira briga de galo utilizando a imagem como recurso visual: Representação dos rituais de luta dos adultos, como o Ikindene (da tribo Kalapalo), conjugada com a simulação da briga entre os animais, no caso o galo.

Fonte: http://pib.socioambiental.org/pt/povo/xingu/1548 

Acesso em 01/11/10

Organizar com a turma a brincadeira briga de galo. 

Atividade 4

Após a realização dos jogos, reunir a turma e debater o seguinte tema: Qual a importância dos jogos e brincadeiras de origem indígena de nossa cultura? (conhecer a origem de alguns jogos populares no Brasil, difundir a cultura indígena como uma das construtoras da ludicidade brasileira, resgatar nossas tradições nos jogos e brincadeiras, entender o contexto em que surgiram, dentre outros).

Recursos Complementares
Avaliação

Dividir a turma em três grupos e sugerir que cada um deles pesquise ao menos uma brincadeira/jogo de origem indígena. Responsabilizar cada grupo pela promoção da brincadeira/jogo na turma.

Opinião de quem acessou

Cinco estrelas 2 classificações

  • Cinco estrelas 2/2 - 100%
  • Quatro estrelas 0/2 - 0%
  • Três estrelas 0/2 - 0%
  • Duas estrelas 0/2 - 0%
  • Uma estrela 0/2 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.