Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Somos formados por células

 

17/11/2010

Autor e Coautor(es)
MARIA ANTONIETA GONZAGA SILVA
imagem do usuário

BELO HORIZONTE - MG ESCOLA DE EDUCACAO BASICA E PROFISSIONAL DA UFMG - CENTRO PEDAGOGICO

Lízia Maria Porto Ramos; Marina Silva Rocha; Priscila Barbosa Peixoto.

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Inicial Saúde Correlações entre meio ambiente e saúde
Ensino Fundamental Inicial Língua Portuguesa Língua escrita: prática de leitura
Ensino Fundamental Inicial Língua Portuguesa Língua escrita: prática de produção de textos
Ensino Fundamental Inicial Ciências Naturais Ser humano e saúde
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
  • Conhecer o que são células.
  • Reconhecer as células como as menores unidades vivas que formam os seres vivos.
  • Identificar diferentes tipos de células do corpo humano.  
  • Relacionar estas células com suas funções.
  • Desenvolver a leitura de textos científicos relacionados com o assunto e sua interpretação.
Duração das atividades
3 horas/aula
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Os alunos deverão ser capazes de reconhecer as bactérias, bem como diferenciar seres vivos de elementos não-vivos.

Os seguintes links abaixo contêm aulas já publicadas por esta equipe sobre os assuntos acima:

Conhecendo as Bactérias: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=20018 (consultado em 15/10/10, às 15h07min).  

Seres vivos e não vivos: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=10548 (consultado em 15/10/10, às 15h08min). 

Estratégias e recursos da aula

Introdução: uma abordagem para o professor   

Célula, unidade mínima de um organismo, capaz de atuar de maneira autônoma. Alguns organismos microscópicos, como bactérias e protozoários, são células únicas, enquanto os animais e plantas são formados por muitos milhões de células organizadas em tecidos e órgãos.   

Características gerais das células   

Pode-se classificá-las em células procarióticas e eucarióticas. As primeiras, que incluem bactérias e algas verde-azuladas, são células pequenas, de 1 a 5 µm de diâmetro, e de estrutura simples. O material genético (ADN) não está rodeado por nenhuma membrana que o separe do resto da célula.

As células eucarióticas, que formam os demais organismos vivos, são muito maiores (medem entre 10 a 50 µm de comprimento) e têm o material genético envolto por uma membrana que forma um órgão esférico importante chamado de núcleo.

Apesar das muitas diferenças de aspecto e função, todas as células estão envolvidas numa membrana — chamada membrana plasmática — que encerra uma substância rica em água, chamada citoplasma. Quase todas as células bacterianas e vegetais estão também encapsuladas numa parede celular grossa e sólida, composta de polissacarídeos, externa à membrana plasmática.

Todas as células contêm informação hereditária codificada em moléculas de ácido desoxirribonucléico (ADN); esta informação dirige a atividade da célula e assegura a reprodução e a transmissão dos caracteres à descendência.

Núcleo: é o órgão mais importante em quase todas as células animais e vegetais; é esférico, mede cerca de 5 µm de diâmetro, e está rodeado por uma membrana dupla. A interação com o citoplasma acontece através de orifícios chamados de poros nucleares. Dentro do núcleo, as moléculas de ADN e proteínas estão organizadas em cromossomos, que costumam aparecer dispostos em pares idênticos. O núcleo controla a síntese de proteínas no citoplasma. O ARN mensageiro (ARNm) é sintetizado de acordo com as instruções contidas no ADN e deixa o núcleo através dos poros. Já no citoplasma, o ARNm une-se a corpos pequenos chamados ribossomas e codifica a estrutura primária de uma proteína específica.

Citoplasma: compreende todo o volume da célula, com exceção do núcleo. Engloba numerosas estruturas especializadas e organelas.

Citoesqueleto: é uma rede de filamentos protéicos do citosol que se encarrega de manter a estrutura e a forma da célula. Também é responsável por muitos dos movimentos celulares.

Mitocôndrias: uma das organelas mais importantes do citoplasma e é encontrada em quase todas as células eucarióticas. São as organelas produtoras de energia. Os cloroplastos são organelas ainda maiores, encontradas nas células de plantas e algas.

Outras organelas: A maior parte dos componentes da membrana celular forma-se numa rede tridimensional irregular de espaços, rodeada, por sua vez, por uma membrana e chamada de retículo endoplasmático (RE), no qual se formam também os materiais expulsos pela célula. O aparelho de Golgi é formado por pilhas de sacos planos envoltos em membranas. Este aparelho recebe as moléculas formadas no retículo endoplasmático, transforma-as e dirige-as para diferentes lugares da célula. Os lisossomas são pequenas organelas que contêm reservas de enzimas necessárias à digestão celular de várias moléculas indesejáveis. As membranas formam muitas outras vesículas pequenas, encarregadas de transportar materiais entre organelas.

Retirado de: http://www.windows2universe.org/earth/Life/images/celltypes.sp.gif (consultado em 18/10/10, às 09h02min).    

Divisão celular   

Todas as células de qualquer planta ou animal surgiram a partir de uma única célula inicial — o óvulo fecundado — por um processo de divisão. O óvulo fecundado divide-se e forma duas células-filhas idênticas, cada uma das quais contém um jogo de cromossomos igual ao da célula parental. Depois, cada uma das células-filhas volta a se dividir, e assim continua o processo. Nesta divisão, chamada de mitose, duplica-se o número de cromossomos (ou seja, o ADN) e cada um dos jogos duplicados constituirá a dotação cromossômica de cada uma das duas células-filhas em formação. Na formação dos gametas, acontece uma divisão celular especial das células germinais, chamada de meiose, na qual se reduz à metade sua dotação cromossômica; só se transmite a cada célula nova um cromossomo de cada um dos pares da célula original.   

Adaptado de: http://www.algosobre.com.br/biologia/celulas.html  (consultado em 15/10/10, às 15h09min).    

Outra sugestão de texto: http://saude.hsw.uol.com.br/celulas.htm (consultado em 15/10/10, às 15h10min).   

Estratégia

Como os alunos poderão atingir os objetivos propostos:

Os alunos poderão atingir os objetivos propostos através de discussões entre eles, jogos lúdicos, leitura de textos e visualização de vídeos, além de modelos de células.   

Como o professor irá ativar esse processo:

O professor ativará este processo por meio de incentivo às discussões entre os alunos, apresentação de modelos de células, jogos lúdicos, além de leitura de textos e exibição de vídeos sobre o assunto.   

Atividade Inicial: montando um modelo de célula             

Professor, num primeiro momento da aula, converse com os alunos sobre as células, sondando se eles sabem o que significa esta palavra, deixando que eles contem suas vivências. Explique que todo ser vivo é formado por células, e isso nos diferencia de uma rocha, por exemplo. Todas as células exercem funções dentro do organismo e estão organizadas de maneira específica, sendo muito importantes para o ser vivo. Peça que imaginem uma fábrica em que todos os funcionários têm suas funções, e se um deles não as realizar de forma correta, a fábrica poderá apresentar problemas.             

Depois desta discussão inicial, proponha aos alunos a montagem de um modelo de célula, para que consigam visualizar a estrutura geral dela. Para tanto, você precisará providenciar os seguintes materiais:   

Materiais necessários: 

- Balões de festa claros

- Bolas de isopor com 20 mm de diâmetro

- Gelatina incolor

- Ovo de galinha   

Modo de preparar:

Entregue para cada aluno um balão, uma bolinha de isopor e um pouco de gelatina incolor já diluída e endurecida. Oriente os alunos a encherem o balão com a gelatina e colocarem a bolinha de isopor dentro do balão.

Explique para a turma que a superfície externa do balão representa a membrana celular que separa o interior da célula do exterior. A gelatina dentro do balão representa o citoplasma da célula, e a bolinha de isopor representa o núcleo.

Segure um dos balões e pergunte quantas células estão sendo mostradas. Depois explique que alguns seres vivos são unicelulares, ou seja, possuem uma única célula, como as amebas, bactérias e outros organismos. Nós, seres humanos, temos muitas células, e somos chamados pluricelulares.

Mostre para os alunos o ovo de galinha e explique que a gema é uma das poucas células visíveis sem a ajuda de microscópio, pois em geral elas são muito pequenas.  A gema do ovo é o óvulo da galinha, ou seja, é uma célula única grande.             

Agora vamos imaginar um ser vivo como nós: Quantas células os animais vertebrados como os seres humanos possuem? Será que são poucas? Muitas? Um adulto tem cerca de 10 trilhões de células, imaginem 10 trilhões de balões como este formando um ser humano! Mas será que todas as células de nosso corpo são iguais? Quem conhece diferentes células humanas? Quem já ouviu falar de neurônio? E hemácia? Será que estas células são iguais? Deixe os alunos discutirem entre si, dando suas opiniões e relatando experiências.

Explique que cada célula no nosso corpo diferencia-se para executar funções, assim como numa fábrica, temos funcionários diferentes fazendo coisas diferentes. No final, todos estão trabalhando para o bem comum, ou seja, para a fábrica funcionar adequadamente. No organismo acontece algo semelhante, pois essa diferenciação entre as células é fundamental para o bom funcionamento do nosso corpo.

Todos os dias novas células são formadas, e elas não crescem ou multiplicam-se além do necessário devido a um mecanismo que as informam que já está na hora de parar de crescer. Imagine uma sala que comporta 20 pessoas: se colocarmos mais pessoas lá dentro, uma irá encostar-se à outra e isso indica que não se pode mais entrar ninguém. Com as células ocorre o mesmo: quando elas se tocam, param de se reproduzir ou crescer, pois o espaço já está ocupado. No entanto, se algum problema ocorre com essa informação, as células continuam a crescer e isso pode gerar, por exemplo, alguns tipos de câncer, em que as células se multiplicam indefinidamente.   

Atividade 2: Jogo cara a cara da célula             

Professor, após as discussões acerca da primeira atividade, proponha para a turma mais uma atividade, desta vez um jogo lúdico para sistematização das informações. Se você julgar pertinente, aplique este jogo ao final da aula, depois de todas as informações sobre células terem sido trabalhadas.

Abaixo seguem orientações para a confecção e execução da atividade. O jogo é uma adaptação do Jogo Cara a Cara.

Retirado de: http://justlia.mtv.uol.com.br/wp-content/uploads/2010/01/cara-a-cara002.jpg (consultado em 15/10/10, às 15h11min).    

O jogo admite dois jogadores ou dois grupos de jogadores, que têm um conjunto com 24 imagens de células diferentes. Sorteia-se uma carta para cada um e, por meio de perguntas, deve-se adivinhar a célula que o adversário tirou.   

Materiais necessários:

- Placas de isopor, papelão, papel cartão ou outro material firme.

- Papel cartão para as cartas (sendo 24 cartas para cada tabuleiro e 24 cartas avulsas, todas com imagens iguais).

- Imagens de células ou de sua localização.   

Regras:

- Cada jogador escolhe um dos tabuleiros, coloca-o com o lado da fenda virado para si.

- Embaralhe as cartas e espalhe-as sobre a mesa. Cada jogador tira uma carta e coloca-a na fenda do seu tabuleiro. Mas cuidado! Não deixe seu adversário ver, pois esta é a cara que ele terá de adivinhar!

- Agora, faça perguntas para ir descobrindo as características da célula que você tem que adivinhar. IMPORTANTE: cada um dos jogadores faz só uma pergunta de cada vez. Na hora de responder, cuidado para não falar demais! Diga só sim ou não. Pergunte por exemplo: “Está presente em animais?” Se a resposta for “não”, abaixe todas as molduras com células que tiverem presentes em animais, para eliminá-las da partida. Se a resposta for “sim”, abaixe todas as células que estão presentes em vegetais. Depois, é a vez de seu adversário fazer uma pergunta e assim por diante.

- Você pode perguntar ao adversário se a célula é de um ser vertebrado ou invertebrado, por exemplo. 5. Se você acha que sabe de quem é a célula do seu adversário, pode tentar adivinhar a qualquer momento. Se você adivinhar errado, perderá a partida. Se você adivinhar corretamente! Então você ganha a partida.

- A cada rodada altere a localização das cartas no tabuleiro e embaralhe as cartas avulsas.

O professor pode escolher as cartas de acordo com o conteúdo estudado, assim, se quiser ressaltar diferenças entre células de vegetais e animais, ou células de diferentes tecidos, dentre outros.   

Exemplos de imagens para as cartas:   

Célula animal:

Retirado de: http://files.nireblog.com/blogs3/pesquisasescolares/files/image022.jpeg (consultado em 15/10/10, às 15h12min).    

Célula vegetal:

Retirado de: http://www.cientic.com/imagens/celvegetal1.jpg (consultado em 15/10/10, às 15h13min).    

Célula procariota:

Retirado de: http://2.bp.blogspot.com/_7YwBgZcPxoA/RzSNcR1mvoI/AAAAAAAAAAo/MMtTXSg21sA/s400/procariota.jpg (consultado em 15/10/10, às 15h14min).    

Célula do sistema nervoso (neurônio):

Retirado de: http://www.sogab.com.br/anatomia/neuronio.jpg (consultado em 15/10/10, às 15h15min).    

Célula do sangue anucleada (hemácias):

Retirado de: http://www.ojornalweb.com/wp-content/uploads/2010/07/sangue21.jpg (consultado em 15/10/10, às 15h16min).                

Célula reprodutiva masculina (espermatozóide):

Retirado de: http://recursos.cnice.mec.es/biosfera/alumno/2bachillerato/La_celula/imagenes/espermatozoide1.jpg (consultado em 15/10/10, às 15h17min).    

Célula reprodutiva feminina (“óvulo”):

Retirado de: http://morpheus.fmrp.usp.br/biocell/imagens/ovulo.gif (consultado em 15/10/10, às 15h18min).    

Células musculares lisas:

Retirado de: http://www.afh.bio.br/sustenta/img/Susten14.jpg (consultado em 15/10/10, às 15h19min).    

Texto para os alunos:             

Professor, após o desenvolvimento das atividades práticas, entregue para cada aluno um texto informativo sobre as células. Peça que cada aluno desenvolva a leitura silenciosa, grifando as palavras desconhecidas e pesquisando seu significado no dicionário. Depois, faça com a turma uma leitura oral, destacando os pontos mais importantes do texto e pedindo que os alunos escrevam no caderno suas ideias principais.   

As Células Constituem os Seres Vivos

Os seres vivos diferem da matéria bruta porque são constituídos de células. Os vírus são seres que não possuem células, mas são capazes de se reproduzir e sofrer alterações no seu material genético. Esse é um dos motivos pelos quais ainda se discute se eles são ou não seres vivos.

A célula é a menor parte dos seres vivos com forma e função definidas. Por essa razão, afirmamos que a célula é a unidade estrutural dos seres vivos. A célula - isolada ou junto com outras células - forma todo o ser vivo ou parte dele. Além disso, ela tem todo o "material" necessário para realizar as funções de um ser vivo, como nutrição, produção de energia e reprodução.

Cada célula do nosso corpo tem uma função específica. Mas todas desempenham uma atividade "comunitária", trabalhando de maneira integrada com as demais células do corpo. É como se o nosso organismo fosse uma imensa sociedade de células, que cooperam umas com as outras, dividindo o trabalho entre si. Juntas, elas garantem a execução das inúmeras tarefas responsáveis pela manutenção da vida.

As células que formam o organismo da maioria dos seres vivos apresentam uma membrana envolvendo o seu núcleo, por isso, são chamadas de células eucariotas. A célula eucariota é constituída de membrana celular, citoplasma e núcleo.

A membrana plasmática é uma película muito fina, delicada e elástica, que envolve o conteúdo da célula. Mais do que um simples envoltório, essa membrana tem participação marcante na vida celular, regulando a passagem e a troca de substancias entre a célula e o meio em que ela se encontra. O citoplasma é, geralmente, a maior opção da célula. Compreende o material presente na região entre a membrana plasmática e o núcleo. Ele é constituído por um material semifluido, gelatinoso chamado hialoplasma.

No hialoplasma ficam imersas as organelas celulares, estruturas que desempenham funções vitais diversas, como digestão, respiração, excreção e circulação. A substância mais abundante no hialoplasma é a água. As mitocôndrias e a produção de energia.

As mitocôndrias são organelas membranosas (envolvidas por membrana) e que têm a forma de bastão. Elas são responsáveis pela respiração celular, um fenômeno que permite à célula obter a energia química contida nos alimentos absorvidos. A energia assim obtida poderá então ser empregada no desempenho de atividades celulares diversas.

Adaptado de: http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Corpo/Celula.php (consultado em 15/10/10, às 15h20min).              

Ferramentas tecnológicas – Atividades Visuais:             

Professor, após as discussões acerca do texto, apresente para a turma alguns vídeos sobre o assunto estudado, permitindo assim que os alunos sistematizem os conhecimentos construídos durante a aula de hoje. Peça que os alunos, depois de assistirem os vídeos, façam no caderno uma ilustração de células, representando suas principais estruturas e funções.   

Las células: cómo funcionan - http://www.youtube.com/watch?v=IKcK29LwY8g&feature=related (consultado em 15/10/10, às 15h21min).  

La célula eucariota - http://www.youtube.com/watch?v=hBTImxRZrDM&feature=related (consultado em 15/10/10, às 15h22min).    

CÉLULA PROCARIOTA - http://www.youtube.com/watch?v=BjZpJosLyeM&feature=related (consultado em 15/10/10, às 15h23min).    

O Corpo Humano - Células-áudio em português(ptt)- http://www.youtube.com/watch?v=samc3Gk3quw&feature=related (consultado em 15/10/10, às 15h24min). 

Recursos Complementares

Professor, abaixo seguem alguns recursos complementares, para serem usados na aula caso seja necessário:

http://cienciahoje.uol.com.br/noticias/medicina-e-saude/do-fundo-da-medula-ossea/?searchterm=células (consultado em 15/10/10, às 15h25min).    

http://cienciahoje.uol.com.br/colunas/por-dentro-das-celulas/E-tudo-comecou-assim/?searchterm=células (consultado em 15/10/10, às 15h26min).    

http://chc.cienciahoje.uol.com.br/noticias/biologia/suspense-no-tribunal/?searchterm=células (consultado em 15/10/10, às 15h27min).    

http://cienciahoje.uol.com.br/colunas/bilhoes-de-neuronios/afinal-quantas-celulas-tem-o-cerebro-humano/?searchterm=células  (consultado em 15/10/10, às 15h28min).    

http://veja.abril.com.br/noticia/vida-digital/obama-quer-estudo-pros-contras-celula-sintetica (consultado em 15/10/10, às 15h29min).    

http://www.sroque.org/index.php?option=com_content&task=view&id=161&Itemid=103 (consultado em 15/10/10, às 15h30min).   

Avaliação

Avaliar numa perspectiva formativa implica estar atento à construção de conhecimentos conceituais, comportamentais e atitudinais de nossos alunos. Por isso é importante estar atento a todo o percurso do aluno enquanto aprende: suas ideias iniciais, aquelas apresentadas durante a investigação, à maneira que relaciona com os colegas, sua atitude investigativa e crítica, no decorrer da aula. Feitas estas considerações, propomos mais um momento para que os alunos sejam avaliados.

Divida a turma em grupos e leve-os ao laboratório de informática ou biblioteca, para que realizem uma pesquisa sobre as células humanas. Cada grupo deverá escolher um sistema ou órgão do corpo humano e pesquisar sobre os tipos de células encontrados nesta região. Os alunos farão fichas de identificação de cada tipo de célula, contendo nome da célula, função principal, formato, além de um desenho da célula. Exemplo: um grupo poderia escolher o sistema nervoso, e uma das células pesquisadas seria o neurônio. Este grupo deveria então falar sobre o formato desta célula, sua localização no corpo, suas funções relacionadas à transmissão de impulsos nervosos, e desenhariam esta célula.

Através desta atividade de pesquisa, você poderá avaliar se os objetivos desta aula foram atingidos, além de estimular a pesquisa de seus alunos.

Opinião de quem acessou

Três estrelas 7 classificações

  • Cinco estrelas 2/7 - 28.57%
  • Quatro estrelas 3/7 - 42.86%
  • Três estrelas 0/7 - 0%
  • Duas estrelas 0/7 - 0%
  • Uma estrela 2/7 - 28.57%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.