Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Instalação germânica e o Período Carolíngio

 

01/12/2010

Autor e Coautor(es)
Bruno Pimenta Starling
imagem do usuário

BELO HORIZONTE - MG Universidade Federal de Minas Gerais

Lígia Beatriz de Paula Germano

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Médio História Cultura
Ensino Médio História Processo histórico: nações e nacionalidades
Ensino Médio Sociologia Cultura e diversidade cultural
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

- Forma de instalação dos reinos bárbaros;

- os sincretismos entre as culturas germânicas e romanas;

- formação e estrutura do Império Carolíngio, atentando para a influência deste para a formação do mundo feudal.

Duração das atividades
Duas aulas de 50 munitos
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

- Declínio e queda do Império Romano

- As “invasões” ou migrações bárbaras

Estratégias e recursos da aula

Introdução

Antes de iniciar as aulas temáticas, o professor deve salientar que as chamadas "invasões bárbaras", longe de se tratarem de invasões militares e/ou belicosas, em sua maioria, foram migrações de populações inteiras que contaram, muitas vezes, com a autorização do Império Romano para transporem a fronteira, ou limes. Além disso, muitos desses "bárbaros" já se encontravam dentro dos limites imperiais e, em alguns casos, atuavam de forma bastante incisva e preponderante em certas organizções imperiais, como o exército.

Primeira Aula 

Primeiro Passo:

Apresentar aos alunos o seguinte mapa:

Imagem em: http://4.bp.blogspot.com/_2cOT04uzTLg/TLTD4_XkzcI/AAAAAAAAALc/awg-NowQn7U/s1600/Reinos+B%C3%A1rbaros+no+S%C3%A9culo+VI.jpg 

Em seguida, apresentar o seguinte texto:

http://www.historiadomundo.com.br/idade-media/povos-barbaros.htm    

Iniciar uma rápido disscussão a respeito da relação das invasões bárbaras e as motivações de suas respectivas instalações.

Segundo Passo:

Levar os alunos para a sala de informática. Dividi-los em grupo para que possam pesquisar sobre as diversas características e peculiaridades de cada um dos reinos formados (Entre parênteses estão algumas sugestões de links nos quais os alunos podem efetuar a pesquisa):

Grupo 1 - Francos (http://pt.wikipedia.org/wiki/Francos

  • aspectos sociais;
  • locais de instalação;
  • aspectos políticos e militares;
  • aspectos econômicos.

Grupo 2 - Visigodos (http://pt.wikipedia.org/wiki/Visigodos

  • aspectos sociais;
  • locais de instalação;
  • aspectos políticos e militares;
  • aspectos econômicos.

Grupo 3 - Ostrogodos (http://pt.wikipedia.org/wiki/Ostrogodos

  • aspectos sociais;
  • locais de instalação;
  • aspectos políticos e militares;
  • aspectos econômicos.

Grupo 4 - Anglos e saxões (http://www.emdiv.com.br/pt/mundo/povosetradicoes/344-os-anglo-saxoes.html)

  • aspectos sociais;
  • locais de instalação;
  • aspectos políticos e militares;
  • aspectos econômicos.  

Grupo 5 - Burgúndios (http://pt.wikipedia.org/wiki/Burg%C3%BAndios)

  • aspectos sociais;
  • locais de instalação;
  • aspectos políticos e militares;
  • aspectos econômicos.  

Recolhidos os dados pelos grupos, os alunos devem fazer uma apresentação em sala de aula sobre as suas respectivas temáticas.

Segunda Aula

Distribuir para os alunos o texto encontrado no seguinte link:

http://www.historiadomundo.com.br/idade-media/francos.htm 

apresentar o seguinte mapa:

Imagem em: http://www.historiadomundo.com.br/imagens/francesa_mapacarlos.jpg 

A partir do texto e do mapa, os alunos deverão, em forma de seminário, tentar responder as seguintes questões:

1 - quais as principais estruturas desenvolvidas pelo reino franco durante o Período Carolúngio?

2 - quais os principais desenvolvimentos intelectuais e artísticos durante o chamado Renascimento Carolíngio?

3 - por que o reino franco perdeu seu poder após a divisão do Império?

4 - é possível relacionar as estruturas do período carolíngio com as do feudalismo?

Terceira Aula

Nessa aula, os alunos deverão, em forma de debate, realizar uma síntese das duas aulas anteriores. 

Retomar os grupos da primeira aula e produzir um jornal com textos jornalísticos sobre as invasões, instalações e formações dos reinos bábaros.O jornal poderá contar com textos redigidos pelos próprios alunos. Além disso, poderá contar com imagens obtidas de revistas e/ou da internet. É bom salientar que as imagens devem ter relação com os textos produzidos.

Conclusão

Após as aulas, os alunos serão capazes de compreender como se deram as invasões e posteriores instalações germânicas no interior do antigo Império Romano. Serão capazes de entender as principais estruturas dos principais reinos formados, em especial o reino franco de Carlos Magno.

Recursos Complementares

Como recurso complementar, pode-se apresentar o seguinte vídeo a respeito do reino visigodo na Espanha:

http://www.youtube.com/watch?v=zealtu28Bs0 

e ainda estes links:

1 - http://educacao.uol.com.br/biografias/carlos-magno.jhtm 

2 - http://www.brasilescola.com/historiag/reino-dos-francos.htm    

Avaliação

A partir das análises introdutórias e de desenvolvimento, os alunos deverão estabelecer a relação de similitudes e diferenças entre o Império Carolíngio e os outros reinos bárbaros num texto de 20-25 linhas.

Opinião de quem acessou

Sem estrelas 0 classificações

  • Cinco estrelas 0/0 - 0%
  • Quatro estrelas 0/0 - 0%
  • Três estrelas 0/0 - 0%
  • Duas estrelas 0/0 - 0%
  • Uma estrela 0/0 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.