Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Festa Junina - danças

 

09/07/2009

Autor e Coautor(es)
Juliana Gomes de Souza Dias
imagem do usuário

CURITIBA - PR SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO

Eziquiel Menta

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Final Artes Dança: Dançar
Ensino Fundamental Final Artes Dança: Dimensões histórico-sociais e culturais da dança e seus aspectos estéticos
Ensino Fundamental Final Artes Música: Compreensão da música como produto cultural e histórico
Ensino Fundamental Final Artes Arte Visual: Arte visual como produção cultural e histórica
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

Apresentar aos alunos algumas danças típicas presente nas festas juninas, conhecer a origem dessas danças e a influência na cultura brasileira, verificar as diferentes manifestações artísticas existentes no Brasil relacionadas às festas juninas.

Duração das atividades
02 aulas de 50 minutos cada
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

A origem da festa junina, danças típicas, a influência da cultura portuguesa e francesa no formação cultural do Brasil. Sugerimos que o professor também trabalhe com a turma a aula: Viva São João: a origem.

Estratégias e recursos da aula

Aula 01:

Inicie a aula questionando seus alunos sobre a origem da festa junina, os pratos típicos, danças e brincadeiras. Nesse momento apresente a temática da aula: Danças típicas.

Questione os alunos sobre quais as danças realizadas durante as festas juninas em todo país. Após a discussão apresente brevemente cada estilo.

Quadrilha
Por volta dos séculos XII e XIV, os camponeses ingleses dançavam uma dança campestre, conhecida com “country dance”, na qual descendentes de celtas e saxões executavam velhos rituais pagãos num Reio Unido já cristianizado. Durante a Guerra dos Cem Anos, a dança se espalhou pela França, com o nome afrancesado de “contredance”.
A dança perdeu o formato roceiro característico e tomou um estilo de dança nobre ou dança de corte nos principais reinados europeus. No Brasil, adança de quadrilha, assim como era chamada em Portugal, foi trazida praticamente com a vinda da Família Real Portuguesa, em 1808.
No Brasil, durante o período regencial, a dança de quadrilha causava grande frenesi entre a alta sociedade da época, principalmente com a vinda de orquestras de dança de Millet, Cavalier e Tolbecque. A dança se popularizou e aqui ganhou várias derivações como a “Quadrilha Caipira” em Minas Gerais, o “Baile Sifilítico” na Bahia e o “Saruê” no Brasil Central.
Dança de pares de origem européia que no Brasil passou a ser dançada nas festas do mês de junho em louvor a São João, Santo Antônio e São Pedro. Em virtude talvez de rápida popularização, a quadrilha ganhou numerosas variantes - no interior de São Paulo surgiu a quadrilha caipira, e em Campos, RJ, a Mana-chica. 

Muitas danças do fandango empregam a marcação da quadrilha, a exemplo do que ocorre em bailes gaúchos. Vale observar ainda que a quadrilha influenciou diretamente as danças em fileiras opostas e as contradanças em geral. Os participantes obedecem às marcas ditadas por um organizador da dança. Conserva algumas denominações e movimentações tradicionais e incorpora criações adaptadas pelos marcadores. A música, geralmente de ritmo marcado, é executada com o acompanhamento tradicional da sanfona.

undefined
Dança do Pau de Fitas

Dança de pares de origem portuguesa, realizada na ilha de Santa Catarina representa a fertilidade da terra, ela ocorre ao redor de um mastro encimado por um conjunto de largas fitas multicores. Os participantes formam dois grupos que, dançando, entrelaça m fitas, forman do um trança do em volta d o mastro. A dança poss ui quatro movim entos: trançado simples, trançado duplo, trenzinho e rede do pescador. Não possui música exclusiva. À semelhança da quadrilha, são executadas peças autônomas, desde que possuam cadenciamento que favoreça o andamento dos pares na execução do trançado. São freqüentes conjuntos musicais compostos por violão, cavaquinho, pandeiro e acordeão.

undefined

Dança do arco de flores
A dança do arco de flores relacionado com os pastores açorianos, que no inicio da colonização pastoreavam no interior da ilha de Santa Catarina. As flores fixadas no arco são típicas da estação. 
Dança de pares no Paraná e em Santa Catarina, na qual cada um dos dançantes sustenta pelas extremidades um arco florido e realiza movimentos "balainhas", que no final serão desmanchadas. Acontece de forma autônoma durante as festas juninas e antecede a apresentação do pau-de-fita, e a abertura da dramatização do boi-de-mamão. O uso do arco de flores acontece também no çairé (AM).

 

Para as danças: Pau de fita e Arco de flores sugerimos o vídeo: Danças folclóricas do litoral catarinense: parte 7: pau de fitas e arcos de flores Disponível em: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnica.html?id=19390

Danças folclóricas do litoral catarinense: parte 7: pau de fitas e arcos de flores

Agora que os alunos já conhecem um pouco mais sobre a origem de cada dança é hora de se aprofundar na pesquisa. Divida a turma em grupos e cada grupo deverá pesquisar sobre uma dança. 

Professor, caso em sua região a festa junina apresente características mais regionais, indique para a turma a pesquisa, para que eles possam se aprofundar um pouco mais sobre o tema. Estimule também os alunos a pesquisar sobre a cultura de outras regiões do país.


Sugeri mos alguns temas para a pesquisa:
- a origem da dança, região e o principais grupos existentes no país;
- os passos/comandos realizados durante a dança;
- as músicas e os instrumentos;
- os figurinos;
- os personagens;  

Cada grupo deverá criar uma apresentação de forma colaborativa para divulgar o resultado da pesquisa. Para essa atividade sugerimos a ferramenta Google Docs. Em caso de dúvida, acesse o tutorial: http://docs.google.com/Doc?docid=dcdf798z_12chsmbcdf&hl=pt_BR e http://docs.google.com/View?id=dcdf798z_163c6gmxdm

Em  Recursos Complementares indicamos alguns sites que podem auxiliar a pesquisa, divulgue para sua turma. Estipule o tempo para cada apresentação, verifique com os grupos quem irá utilizar vídeos e/ou áudios para que possa reservar os equipamentos necessários, defina também um cronograma para a ordem das apresentações.

Aula 02: apresentando os resultados

Professor, agende uma data e reserve um espaço na escola para apresentação dos alunos, convide toda a comunidade escolar para prestigiar as apresentações. 

Os grupos deverão apresentar para a escola o resultado das pesquisas e as danças. O professor deverá complementar a apresentação dos alunos quando necessário.
Recursos Educacionais
Nome Tipo
Danças folclóricas do litoral catarinense: parte 7: pau de fitas e arcos de flores Vídeo
Recursos Complementares
Avaliação
É importante que o professor estimule nos alunos a pesquisa, a busca pelo conhecimento, a troca de informações e a discussão de várias opiniões sobre o mesmo tema. Para essa temática a avaliação pode ser feita em duas etapas: a pesquisa e a apresentação. 
Defina com a turma os itens da pesquisa a serem apresentados para a turma e os critérios de avaliação.

Atenção professor! Não esqueça de apresentar a turma os critérios de avaliação, para que os alunos tenham ciência dos conteúdos a serem assimilados e competências a serem desenvolvidas.

Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 4 classificações

  • Cinco estrelas 3/4 - 75%
  • Quatro estrelas 0/4 - 0%
  • Três estrelas 0/4 - 0%
  • Duas estrelas 0/4 - 0%
  • Uma estrela 1/4 - 25%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • suzana, 4rtwt , Bahia - disse:
    suzana5gata@hotmail.com

    05/06/2013

    Cinco estrelas

    õtimo


  • Gizelli Vasconcelos, E.E.E.F. e M. Umarizal , Pará - disse:
    gizvasconcelos@gmail.com

    22/06/2012

    Uma estrela

    Na parte em que é citada a dança do arco das flores, lê-se no texto: "O uso do arco de flores acontece também no çairé (AM)". Solicito que seja feita uma correção, haja vista que, o çairé é uma dança típica de Santarém, no Pará, e não no Amazonas.


  • danilo dias leal, Prefeitura de BH , Minas Gerais - disse:
    ddiasleal@gmail.com

    14/06/2012

    Cinco estrelas

    Muito lúdica e pedagogicamente perfeita...


  • sandroca, particular , Minas Gerais - disse:
    sandraraslima@hotmail.com

    23/05/2010

    Cinco estrelas

    excelente campo de pesquisa!!!!!


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.