Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


O uso das letras J e G

 

11/01/2011

Autor e Coautor(es)
Fernanda Maurício Simões
imagem do usuário

BELO HORIZONTE - MG ESCOLA DE EDUCACAO BASICA E PROFISSIONAL DA UFMG - CENTRO PEDAGOGICO

Clenice Griffo

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Inicial Alfabetização Concepção de alfabetização
Ensino Fundamental Inicial Alfabetização Processos de leitura
Ensino Fundamental Inicial Alfabetização Gêneros de texto
Ensino Fundamental Inicial Alfabetização Evolução da escrita alfabética
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

Ao final dessas atividades, esperamos que o aluno:

  • Domine as regras ortográficas que regem o uso das letras J e G.  
Duração das atividades
As atividades terão duração de 05 a 06 aulas de 50 minutos.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Essa sequência didática é indicada para as crianças que dominam o sistema alfabético. Esse aprendizado ocorre quando o aluno compreende que cada letra (grafema), geralmente,  é representada por um som (fonema) e, por isso, já é capaz de ler e de escrever de forma mais autônoma.

Estratégias e recursos da aula

Atividade 1: O caso das sílabas JA, JO e JU

 

Objetivo: Refletir sobre as regras relativas à grafia dos sons /ja/, /jo/ e /ju/ e sistematizá-las

 

1.1 Ditado diagnóstico

 

Peça aos alunos que escrevam em folha separada as seguintes palavras:

JABUTI

JOGADOR

JUCA

GAVIÃO

GOLEIRO

GULOSO  

 Recolha a atividade e verifique se há necessidade de desenvolver um trabalho para que os aprendizes compreendam as regras relativas à notação dos sons: /ja/, /jo/ e /ju/.

 

1.2 Caça palavras

 

Forme um círculo na sala e coloque em seu meio diversas fichas com palavras formadas pelas sílabas: JA, JO, JU, GA, GO, GU.

Peça aos aprendizes que escolham palavras que façam o som de  /ja/, /jo/ e /ju/. À cada palavra selecionada, sugerimos as seguintes intervenções:

 

 

  • Vamos ler a palavra?
  • As letras usadas nesta palavra formam o som de /ja/, /jo/ e /ju/? Por que?

 

Divida o quadro em duas partes. Explique que uma delas abrigará palavras que fazem o som de /ja/, /jo/ ou /ju/ e a outra, palavras que não fazem. À medida que cada palavra for lida e analisada, peça a uma criança que a fixe em um dos lados do quadro.

 

1.3 Sistematizando a regra  

 

 Reproduza o quadro elaborado no item 1.2 em uma folha e a entregue para as crianças. Elas deverão sistematizar a regra que orienta a produção dos sons /ja/, /jo/ e /ju/. Você pode orientar o debate por meio das seguintes questões:

 

  • Qual a diferença entre as palavras de cada lado do quadro?
  • Quais letras são necessárias para formação dos sons /ja/, /jo/ e /ju/?
  • Quais letras que não fazem os sons de /ja/, /jo/ e /ju/?
  • Então, que regra podemos seguir quando quisermos escrever palavras com os sons /ja/, /jo/ e /ju/?

 

Ao final, a turma deverá elaborar e registrar a regra aprendida. Abaixo, um exemplo:

“Usamos a letra J para grafar os sons /ja/, /jo/ e /ju/.” MORAIS, Arthur Gomes. Ortografia: Ensinar e Aprender. São Paulo: Ática, 1998.

 

 

Atividade 2: O uso das letras G ou GU   

 

 

Objetivos: Construir e sistematizar as regras referentes ao uso das letras G e GU

 

                                                        A TARTARUGA E  ÁGUIA

 

 

                                                                                                            

 

 

A tartaruga passava o tempo a se lamentar por ser lenta, desajeitada e preguiçosa. Como gostava de fazer comparações, adorava a beleza e a ligeireza com que se moviam as aves. Não se conformava com a sua sorte e chegava a ficar muito triste por não conseguir voar.

 

- Que chatice ter que me arrastar pelo solo, passo a passo e com esforço! Ah! Se eu pudesse voar, nem que fosse apenas uma vez! - dizia ela repetidamente, dia após dia.

 

 Finalmente, em um dia de outono, conseguiu convencer a águia a levá-la para um passeio pelas alturas. Ela seria sua guia por um dia! Suavemente e com grande majestade, a águia e a tartaruga elevaram-se ao céu, naquela tarde. O animalzinho transbordava de felicidade, ao ver lá embaixo, tão longe, a terra e seus habitantes.

 

- Ah, que maravilha! Como estou feliz! As outras tartarugas devem estar morrendo de inveja! Realmente, sou uma tartaruga única! - exclamava ela, com a voz tremida pela emoção.

 

Mas a águia se cansou de ouvir seus vaidosos argumentos e decidiu soltá-la. A orgulhosa tartaruga caiu como uma pedra, perto de uma Mangueira, desfazendo-se em cacos ao chegar no chão.

 

Algumas tartarugas que viram sua vizinha cair, exclamaram com muita pena:

 

- Pobrezinha! Estava tão segura aqui embaixo, na terra, e teve que procurar as alturas para se perder.

 

MORAL: Devemos ser felizes com aquilo que somos!

 

(Adaptada do site: http://www.metaforas.com.br/infantis/tartaruga.htm )  

 

 

2.1 Leitura da fábula  

 

 Leia o título da fábula e peça às crianças para levantarem hipóteses sobre a história que acontecerá com a tartaruga e a águia. Você também pode interromper a leitura em um dado momento e perguntar aos alunos qual será o desfecho da história.

 

Ao final, solicite que verifiquem se suas hipóteses se confirmaram. Em seguida, explique às crianças que toda fábula transmite um ensinamento, uma lição de moral. Pergunte que lição a tartaruga levou ao querer voar e diga a moral veiculada pela fábula.

 

2.2 Leitura com focalização de palavras.

 

 

Agora que os alunos já leram e apreciaram a fábula, proponha-lhes o exercício de um novo tipo de leitura do texto. À medida que um aprendiz ler a fábula, todos deverão marcar palavras que façam o som de /ga/, /gue/, /gui/, /go/ ou /gu/. À cada palavra identificada, você pode fazer as perguntas:

 

  • Que letras são usadas para representar o som /ga/ na palavra TARTARUGA?
  • Que letras são usadas para representar o som /gui/ da palavra ÁGUIA?   

 

Ao final, os alunos deverão compreender que para representar os sons /ga/, /go/ e /gu/ usamos o grafema G e para representar os sons /gue/ e /gui/, usamos os grafemas GU.

 

 

 2.3 Reescrita da fábula com invenção de palavras   

 

Proponha aos alunos o desafio de inventarem palavras que representam os sons /ga/, /gue/, /gui/, /go/ e /gu/.

 

Esta estratégia visa possibilitar-lhes a oportunidade de refletir somente sobre as relações entre grafemas e fonemas, sem se preocuparem em interpretar o significado das palavras. A seguir, um exemplo:

 

A GAJOLA e a GUINA   

 

A ____________ passava o tempo a se lamentar por ser lenta, desajeitada e ___________. Como __________ de fazer comparações, adorava a beleza e a ligeireza com que se moviam as aves. Não se conformava com a sua sorte e chegava a ficar muito triste por não _____________ voar.

 

- Que chatice ter que me arrastar pelo solo, passo a passo e com esforço! Ah! Se eu pudesse voar, nem que fosse apenas uma vez! - dizia ela repetidamente, dia após dia.

 

 Finalmente, em um dia de outono, ______________ convencer a __________ a levá-la para um passeio pelas alturas. Ela seria sua _________ por um dia! Suavemente e com grande majestade, a _______ e a ___________ elevaram-se ao céu, naquela tarde. O animalzinho transbordava de felicidade, ao ver lá embaixo, tão longe, a terra e seus habitantes.

 

- Ah, que maravilha! Como estou feliz! As outras _____________________ devem estar morrendo de inveja! Realmente, sou uma ___________ única! - exclamava ela, com a voz tremida pela emoção.

 

Mas  a __________ se cansou de ouvir seus vaidosos argumentos e decidiu soltá-la. A orgulhosa ____________ caiu como uma pedra, perto de uma _________________, desfazendo-se em cacos ao chegar no chão.

 

Algumas tartarugas que viram sua vizinha cair, exclamaram com muita pena:

 

- Pobrezinha! Estava tão ___________ aqui embaixo, na terra, e teve que procurar as alturas para se perder.

 

MORAL: Devemos ser felizes com aquilo que somos!                                                        

 

XXXX

 

 

2.4 Sistematização da regra aprendida   

 

Escreva no quadro as palavras TARTARUGA E ÁGUIA.

 

Faça as seguintes perguntas aos alunos:

 

  • Como representamos os sons /ga/ e /gui/?
  • Que regrinha podemos usar para nos ajudar a escrever palavras com esse som?    

 

Peça aos alunos que elaborem a regra aprendida e a registrem no caderno.

Você também deverá registrá-la em um cartaz para que possam consultar quando necessário.   

 

 

Atividade 3: E o som do /g/?

 

Objetivos: Refletir sobre a grafia do som /g/                  

Construir estratégias para escrita de palavras que empregam esse som.

 

3.1 Pesquisando em jornais e revistas

 

Divida a sala em duplas e peça que procurem, em jornais e revistas, palavras que façam o som de /ge/ ou /gi/. Em seguida, solicite a elaboração de uma tabela. Na primeira coluna, deverão colocar palavras que usam o grafema J. Na segunda, palavras que empregam o grafema G. Pergunte, então, para a turma:

 

  • Que letras podemos usar para escrever os sons de /ge/ e /gi/?

 

Os alunos deverão perceber que, para este caso, não há regras que orientam a escrita das palavras. Assim, terão como alternativa memorizar sua grafia ou consultar o dicionário, quando houver dúvidas.

 

3.2 Consultando o dicionário   

 

Eleja palavras formadas pelos sons /ge/ e /gi/ e que estejam presentes no cotidiano dos alunos para a realização de um ditado. Abaixo, algumas sugestões:

 

 

GILETE

JILÓ

JEITO

GENTE

GIRAFA

GESTO

GELATINA

JIBÓIA

LAJE   

 

À cada palavra ditada, caso haja divergência em sua grafia, as crianças deverão consultar o dicionário.

 

Ao final, registre-as em um papel craft e fixe o cartaz no mural da sala. Este procedimento ajuda os aprendizes a memorizar a grafia de tais palavras.   

 

Obs: Caso os alunos ainda não saibam pesquisar palavras no dicionário, desenvolva aulas que tenham esse objetivo. Sugerimos a sequência didática: “Introduzindo o uso do dicionário”, postada neste portal.

Recursos Complementares

Para leitura do professor, sugerimos o livro: O Aprendizado da Ortografia. Autor: Artur Gomes de Morais.  Belo Horizonte, Autêntica, 1999.

Avaliação

Ao término da sequência didática, sugerimos a realização de um ditado. Os alunos precisarão lançar mão das regras aprendidas para a escrita das palavras. Para as irregulares, deverão perceber que é necessário usar o dicionário.

Opinião de quem acessou

Cinco estrelas 2 classificações

  • Cinco estrelas 2/2 - 100%
  • Quatro estrelas 0/2 - 0%
  • Três estrelas 0/2 - 0%
  • Duas estrelas 0/2 - 0%
  • Uma estrela 0/2 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.