Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Vida e diversidade: Conhecendo os seres vivos

 

17/01/2011

Autor e Coautor(es)
MARIANE ELLEN DA SILVA
imagem do usuário

UBERLANDIA - MG ESC DE EDUCACAO BASICA

Ana Maria Ferola da Silva Nunes, Denize Donizete Campos Rizzotto, Eliana Aparecida Carleto e Luciana Soares Muniz

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Inicial Alfabetização Formas de organização dos conteúdos
Ensino Fundamental Inicial Alfabetização Processos de leitura
Ensino Fundamental Inicial Alfabetização Papel da interação entre alunos
Ensino Fundamental Inicial Alfabetização Orientações didáticas para alfabetização
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
  •   Identificar a variedade de seres vivos;
  •   Diferenciar seres com vida e seres sem vida;
  •   Trabalhar com recortes e colagens;
  •   Produzir desenhos.
Duração das atividades
Aproximadamente 180 minutos – (3) atividades de sessenta (60) minutos cada uma.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Professor, é necessário que o aluno tenha habilidades básicas de leitura e de escrita. Deverá também ser capaz de expor seu pensamento através da linguagem oral.

Estratégias e recursos da aula

1ª Atividade:

Professor, organize a turma em roda de conversa e dialogue sobre os seres. Explique que tudo o que existe na natureza é chamado ser. Os seres possuem várias formas, tamanho e cores, mas a principal diferença entre eles é que uns possuem vida e outros não. Por isso, os seres são classificados em seres com vida e seres sem vida. A partir dessa informação, solicite que façam em uma folha de papel branco um desenho que tenha seres vivos e não vivos e em seguida exponha-os na sala de aula ou cole no caderno.

Fonte: Acervo da autora

Professor, após essa atividade providencie textos contendo uma história de vida de algum animal, ser humano ou plantas e outro texto com história de um ser sem vida. Em seguida, organize a turma em dois grupos e solicite que um grupo leia em voz alta para o outro grupo. Observe:

                 História da Planta

     A raiz:      Do mundo não vejo nada,

                     Pois vivo sempre enterrada,           

                     Mas não me entristeço, não,         

                     Seguro a planta e a sustento        

                      Sugando água e alimento.   

  O caule:     Sou tronco que levanta     

                   E estende para os espaços       

                   Braços, braços e braços            

                   Colhendo a luz para a planta.    

 A folha:     Da planta sou o pulmão   

                 Mas além de respirar,      

                 Tenho uma grande função:    

                  Roubo energia solar.   

 

  A flor:        Sou a mãe da vegetação        

                   e me perfumo e me enfeito         

                   para criar em meu peito           

                   plantinhas que nascerão.  

   O fruto:     Sou o cálice da flor,     

                   Que inchou e ficou maduro  

                   Pela força do calor        

                   E guardo em mim, com amor,

                   As plantinhas do futuro.  

   Autores: Ofélia e Narbal Fontes      

http://peregrinacultural.wordpress.com/2008/07/26/historia-da-planta-poesia-infantil-de-ofelia-e-narbal-fontes/ 

No Meio do Caminho    

 No meio do caminho tinha uma pedra

 Tinha uma pedra no meio do caminho

 Tinha uma pedra

No meio do caminho tinha uma pedra  

 Nunca me esquecerei desse acontecimento

  na vida de minhas retinas tão fatigadas.

Nunca me esquecerei que nomeio do caminho

 Tinha uma pedra

Tinha uma pedra no meio do caminho

    Carlos Drumonnd de Andrade

  http://www.revista.agulha.nom.br/drumm09.html   

Professor, logo após a leitura desses textos pergunte o que eles perceberam de diferenças entre um texto e outro. O objetivo é que percebam que um ser vivo, nasce, alimenta, cresce, respira, reproduz e morre. Entretanto, um ser não vivo e/ou ser inanimado, não nasce, não cresce, não reproduz e não morre.

2ª Atividade:

Professor, como os alunos já começaram a perceber a diferença existente entre ser vivo e não vivo, proponha um jogo de tabuleiro que envolva algumas características sobre essa temática, bem como sobre a variedade de seres. Se preferir, os alunos poderão confeccioná-lo da seguinte forma:

Materiais: (para cada grupo)

  •         Cartolina;
  •         Lápis de escrever;
  •         Lápis de cor;
  •         Régua;
  •         Canetinha;
  •         Revistas.

Como fazer:

  •         Organize a turma em seis grupos de quatro alunos (se tiver 24 alunos).
  •         Solicite que o grupo desenhe na cartolina, como quiser um percurso a ser seguido, com 30 casas. Veja o exemplo abaixo:

Fonte: Acervo da autora

  •        Em seguida, oriente-o que recorte de revistas imagens de seres para decorar o jogo.
  •        Para facilitar, entregue para cada grupo 30 cartas feitas de cartolina no tamanho de 5 cm X  7cm.
  •        Os alunos deverão escrever nas cartas 15 características de seres vivos e 15 de seres não vivos, sendo uma característica para cada carta. Exemplos: ser que alimenta,   ser  que não reproduz, ser que respira, ser que não morre, etc.
  •        As peças para cada jogador marcar o jogo poderão ser: borrachas, tampinhas, pedrinhas.

Fonte: Acervo da autora

Como Jogar:

  •          Sorteia-se quem começa o jogo. (A ordem poderá ser a alfabética dos nomes dos componentes dos grupos, por exemplo).
  •          O primeiro jogador deve embaralhar as cartas.
  •          Em seguida, deve pegar uma carta do monte e ler em voz alta para o grupo.
  •          Se a característica da carta for de ser vivo, deverá avançar duas casas no tabuleiro. Após o avanço, este jogador deverá dar um exemplo de ser vivo, se acertar avançará mais uma casa.
  •          Se a característica da carta for de ser não vivo, avançará somente uma casa, dando um exemplo correto, avançará mais uma casa.
  •          Os exemplos não poderão ser repetidos durante o jogo.
  •          Vence o jogo quem chegar primeiro ao fim do percurso.  

 

Fonte: Acervo da autora

3ª Atividade:

Professor, o intuito dessa atividade é que os alunos vivenciem o procedimento da classificação, observando, comparando e estabelecendo critérios para fazer agrupamentos. Nesse sentido, não é necessário que os grupos formados correspondam aos estabelecidos formalmente pela ciência.   

EXPERIMENTANDO E DESCOBRINDO 

  Semelhanças dos seres vivos

Materiais:

  •         Revistas;
  •         Lápis de cor;
  •         Folhas de papel branco.

Como fazer:

1 – Recorte figuras de seres vivos. Cole cada figura em meia folha de papel branco.

2 – Desenhe seres vivos que você conhece. Cada desenho deve ocupar meia folha de papel.

3 – Misture suas colagens e desenhos com as de seus colegas.

4 – Observe os seres vivos das figuras e procure características parecidas entre eles.

5 – Usando essas características, forme quatro grupos de seres vivos.

Professor, explique aos alunos que, para estar no mesmo grupo, os seres vivos precisam ter algo em comum. Veja algumas possibilidades: Seres vivos do ambiente marinho e seres vivos do ambiente terrestre; animais e vegetais; seres grandes e pequenos; seres com asa e sem asa, dentre outras.

Professor, solicite que os alunos:      

  •   Registrem suas ideias no caderno;         
  •   Façam uma tabela com os grupos formados;          
  •   Coloquem como título das colunas o nome que combina com cada grupo.

GRUPO 1

GRUPO 2

GRUPO 3

GRUPO 4

ANIMAIS

VEGETAIS

ANIMAIS COM DENTES

SERES PEQUENOS

Fonte: Acervo da autora

Professor, estimule a discussão entre os alunos, ouça os relatos de como cada um classificou os seres vivos e escreva os vários agrupamentos na lousa.

Aproveite o momento para trocar ideias:

  •        Quais grupos de seres vivos você formou?
  •        Quais características você observou para formar cada grupo?
  •        Pensando em cada característica, quais nomes você escolheu?
  •        Seus colegas formaram grupos iguais ou diferentes dos seus?
  •        Quais características eles escolheram para formar cada grupo?

Professor, logo após, diga aos alunos que eles acabaram de fazer um trabalho parecido ao de alguns cientistas. Eles observaram as características dos seres e, depois de comparar suas semelhanças e diferenças, formaram grupos e deram nome a cada um deles. Então, as pessoas classificam os seres vivos de acordo com as suas características.  

Recursos Complementares
Avaliação

Professor, é de suma importância observar se os alunos estão participando e realizando as atividades propostas. Nesse sentido, você deverá destacar por meio de registros individuais as facilidades e as dificuldades da turma com relação ao entendimento sobre a diferença entre os seres vivos e não vivos. Verifique se os objetivos estabelecidos foram alcançados e principalmente, se os alunos perceberam os diversos tipos de seres vivos.

Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 2 classificações

  • Cinco estrelas 1/2 - 50%
  • Quatro estrelas 1/2 - 50%
  • Três estrelas 0/2 - 0%
  • Duas estrelas 0/2 - 0%
  • Uma estrela 0/2 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.