Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


O Trânsito retratado em poemas

 

11/01/2011

Autor e Coautor(es)
Livia Fagundes Neves
imagem do usuário

JUIZ DE FORA - MG COL DE APLICACAO JOAO XXIII

Andréa Vassallo Fagundes

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Final Língua Portuguesa Análise linguística: modos de organização dos discursos
Ensino Fundamental Final Língua Portuguesa Língua oral e escrita: prática de escuta e de leitura de textos
Ensino Fundamental Final Língua Portuguesa Análise linguística: processos de construção de significação
Ensino Fundamental Final Língua Portuguesa Língua oral e escrita: prática de produção de textos orais e escritos
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

Ler e interpretar poemas sobre o trânsito.

Correlacionar os diferentes enfoques sobre o tema, abordados nas poesias.

Produzir uma estrofe dando continuidade a outras apresentadas.

Confeccionar, em dupla, um poema que retrate situações de trânsito.

Duração das atividades
Aproximadamente 3 aulas de 50 minutos
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Será necessário que o aluno esteja inserido no processo de letramento e que já tenha familiaridade com o gênero poemas.

Estratégias e recursos da aula

Momento 1

O professor apresentará o poema abaixo para os alunos:

Fonte: http://bruxinhaalegre.blogspot.com/2010/03/bi-bi-fon-fon.html 

Em duplas, eles farão a leitura e, em seguida, tentarão responder às seguintes perguntas:

  1. Qual a temática retratada nesse poema? (O trânsito)
  2. Quem é o autor do poema? (Evelyn Heine)
  3. Como você explica o título do poema? (Resposta pessoal, os alunos precisarão reconhecer que bi, bi, fon, fon é o som das buzinas de veículos que transitam nas ruas)
  4. Você daria um outro título para o poema? Qual? (Resposta pessoal)
  5. Quantas estrofes têm o poema? (6)
  6. Quantos versos têm o poema? (34)
  7. Há rimas no poema? Quais? (Gente, inteligente/ paisagem, bagagem/ Simão, sinalização/ vão, caminhão, contramão/ contramão, confusão/ fechado, lado/ celular, parar/ atenção, estação/)
  8. Qual situação de trânsito é retratada no primeiro verso? (São retratadas brigas de motoristas no trânsito)
  9. Explique o verso: "Quem fica parado é poste", presente na segunda estrofe. (Nas rodovias os veículos ficam em constante movimento, apenas os postes ficam parados)
  10. Você concorda que "para o trânsito dar certo, tem a sinalização"? Por quê?  (Resposta pessoal)
  11. Quais são as atitudes no trânsito retratadas no poema como negativas? (Andar na contramão, falar no celular e trocar a estação do rádio)
  12. Segundo o poema para que serve a sinalização? (Para organizar o trânsito)
  13. Que conselho o motorista pode retirar do poema? (É necessário dirigir com atenção)
  14. Você conhece as placas de trânsito ilustradas no poema? O que elas significam? (Resposta pessoal)

O professor orientará as duplas no momento da atividade e, posteriormente, fará uma correção oral com toda a turma.

Momento 2

Em seguida, será desenvolvida uma conversa informal, na qual o professor questionará aos alunos, ouvindo as opiniões:

  • Como está o trânsito em nossa cidade?
  • Vocês observam os motoristas agindo de forma correta no trânsito?
  • Quais são as atitudes corretas realizadas pelos motoristas?
  • O que os motoristas não devem fazer?
  • Quais seriam as atitudes corretas para os pedestres?
  • O que um pedestre não deve fazer?
  • Para você, por que existe acidentes no trânsito?

Momento 3

Os alunos realizarão as atividades seguintes,  a fim de desenvolver melhor o tema "Trânsito".

(Essas atividades serão realizadas em grupos  e como sendo desafios em forma de competição - ganha o grupo que finalizar a tarefa em menos tempo)

1- Leitura do texto, a fim de subsidiar teoricamente as outras atividades e retomar as questões acima.

Você e trânsito!

Extraído da Revista Ciência Hoje das Crianças, no. 124

Autor: Eloir de Oliveira Faria

Retirado do site: http://www.transitocomvida.ufrj.br/voce.asp  

"Cuidado quando você atravessar a rua!";"Olha o carro!";"Obedeça o sinal!" Com certeza, você já ouviu alguma dessas frases! Afianl, desde pequenos, aprendemos com a nossa família que o trânsito é perigoso. No início prestamos atenção. No entanto, na medida em que crescemos, vamos nos acostumando com os perigos. Então, nos descuidamos e ... passamos por alguma situação de risco ou até sofremos um acidente. É, não podemos ficar desatentos. No entanto, também não devemos considerar normal a violência no trânsito. Temos de abrir espaço, no vaivém de carros, pedestre, ciclistas ou motociclistas, para a paz e a solidariedade!

Quando vamos sair de casa, precisamos sempre lembrar de tudo o que aprendemos sobre o trânsito, porque ele é mesmo perigoso! Grande número de crianças e adolescentes morre ou fica com algum deficiência física porque se envolve em acidentes com carros, ônibus, motos ou outros veículos. Para você ter uma idéia, no Brasil, morrem mais crianças e adolescente por causa do trânsito do que devido a qualquer doença.

Essa tragédia acontece todos os dias. Em 1998, a cada cinco horas, morreram três crianças ou adolescentes por causa da violência no trânsito. Cerca de 50 ficaram feridos. No mesmo ano, também a cada cinco horas, 15 adultos foram mortos por acidentes de trânsito e 200 machucaram-se. Os dados são do Departamento Nacional de Trânsito e do Sistema de Informações sobre Mortalidade, do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde

Quem são os responsáveis por tantos acidentes? Todos nós! Veja só: pedi a cerca de 400 alunos de escola do Rio de Janeiro que escrevessem uma redação para contar suas experiências no trânsito. A maioria disse que já tinha enfrentado perigos ou mesmo se envolvido em acidentes. Essas crianças e esse adolescentes afirmaram que quem provocou a maior parte das situações de risco foram os motoristas. Mas reconheceram que todas as pessoas - ciclistas, pedestres, passageiros - podem contribuir para causar um acidente de trânsito. E, portanto, também são capazes de evitá-los.

Aliás, pensa que meninos e meninas culparam o azar ou o acaso pelos sustos qupassaram no trânsito? Que nada! Eles admitiram que os acidentes poderiam ser evitados. Disseram que grande parte deles não teria acontecido se tivessem verificado o freio da bicicleta, usado o cinto de segurança e brincado no quintal e nào na rua, por exemplo. E também se os motoristas tivessem obedecido ao limite de velocidade, respeitando os pedestre ou os sinais de trânsito.

As crianças e os adolescentes apontaram a falta de cautela, a imprudência e as atitudes agressivas - não só dos motoristas, mas de todas as pessoas - como as principais causas de acidentes. Por causa disso, exigiram, em seus textos, que as pessoas mudem de atitude no trânsito: sejam mais solidárias e empenhadas em torná-lo mais pacífico.

Trabalho em equipe

Muitas pessoas, no trânsito, pensam apenas em si mesmas. Mas, na rua, precisamos ser solidários e nos preocupar com a segurança de outras pessoas também. A paz no trânsito somente é possível quando trabalhamos em equipe! Como isso pode ser feito? Para aprender, basta comparar o trânsito com uma partida de futebol.

Antes de cada partida, os jogadores concentram-se para entrar em campo. Ao sair à rua, os motoristas, os pedestres, os ciclistas, as crianças e os adoslecentes precisam relembrar que o trânsito é perigoso e que não podem deixar de tomar cuidado. Além disso, devem ter em mente que agir de maneira pacífica e se preocupar com a segurança e os direitos das outras pessoas é dever de todos.

O objetivo do futebol é o gol. No trânsito, a meta é chegar onde queremos, sem faltas, infrações ou acidentes. E a calma e a consideração com as pessoas são jogadas de mestre!

No futebol, há goleiros, atacantes, laterais, treinadores, juizes e torcidas. No trânsito, há pedestres, ciclistas, motoristas, professores, guardas e as pessoas que nos esperam para comemorar a nossa chegada - o gol!

Um bom time é aquele que joga em equipe, não comete faltas e respeita todas as pessoas que estão em campo: o juiz, os jogadores, a torcida. Um trânsito seguro é aquele em que todos cumpram as regras e respeitam uns aos outros

Apesar de terem tanto em comum, o trânsito e o futebol apresentam uma diferença fundamental: no trânsito, todos devem ser vencedores. Entretanto, há pessoas que preferem ser perdedoras. Existem motoristas que gostam de andar em alta velocidade, dirigem com imprudência, avançam sinais vermelhos. Alguns pedestres não atravessam a rua com cautela, sobem no ônibus em movimento. Eles formam a equipe que nunca ganha. Pena que esses "jogadores" não deixam apenas de conquistar partidas, campeonatos nacionais ou copas do mundo. Eles perdem algo mais precioso - a própria vida - ou colocam em risco a vida de outras pessoas.

O papel de cada um

Como você pode perceber, no trânsito existem muitas regras, como obedecer ao sinal vermelho, respeitar o limite de velocidade, usar o cinto de segurança e dirigir apenas quando tiver mais de 18 anos e carteira de motorista (leia Ao volante). Cada uma dessas normas tem como principal objetivo preservar a vida. Entretanto, há quem pense que as leis de trânsito foram feitas apenas para punir e obedecemn a elas somente para não serem multados.

A segurança no trânsito depende de cada um de nós. Todos somos responsáveis pelos acidentes e susa consequencias. Portanto, precisamos nos esforçar para tornar o trânsito mais seguro, obedecendo às leis de trânsito. Não porque vamos ser punidos, mas porque disso depende a sobrevivência de motoristas, ciclistas e pedestres.

Você ainda não dirige, mas também pode ajudar. Passe adiante o que sabe sobre como prevenir acidentes de trânsito. Fique de olho no que seu pai, sua mãe ou seu irmão mais velho faz ao volante e dê um puxão de orelha sempre que eles infringirem alguma regra. E nunca esqueça o que você aprendeu sobre o trânsito. Assim, você evita acidentes, preserva a sua vida e a de muitas outras pessoas, além de colaborar para um trânsito mais solidário.

Ao volante

 De acordo com as leis de trânsito, apenas pessoas com mais de 18 anos e que tenham carteira de habilitação podem dirigir! Aposto como você gostaria de saber porquê! Para conduzir um veículo, o motorista precisa ter muita concentração e responsabilidade. Os adolescentes ainda não estão preparados para assumir esse papel por vários motivos. Na adolescência a pessoa experimenta situações novas, vivencia muito intensamente as sensações e exercita a capacidade de ser independente. Normalmente, procura atividades emocionantes e questiona a autoridade, seja a dos pais ou a das leis. Além disso, considera muito importante ser aceito pelos amigos, que, por sua vez, valorizam quem se expõe ao perigo. Então, não é à toa que os jovens arrisquem-se mais que os adultos. O problema é que risco no trânsito significa ameaça a vida de diversas pessoas. Por isso, lugar de menores de 12 anos é no banco de trás do carro e de quem tem entre 12 e 18, no banco do carona!

2 - Cruzadinha

(Fonte: Jornal Especial Educação no Trânsito - Edição especial - Juiz de Fora - Secretaria de transposte e trânsito )

1-     Espaços de circulação destinados exclusivamente aos ciclistas

2-     A queima de combustíveis fósseis pelos automóveis são os principais responsáveis pela poluição do ar. Um dos principais gases liberados é o:

3-     A idade mínima de tirar a carteira de habilitação nacional e dirigir é:

4-     Equipamento que monitora a velocidade do transito e registra imagens que leva o nome de um pássaro

5-     Lugar de travessia segura para pedestre.

6-     O sinal verde no semáforo para o controle de veículos indica que os pedestres devem...

7-     Não combina com transito

8-     Atitude cidadã que implica em dividir o carro com outros passageiros e contribui para diminuir a emissão de poluentes no ar.

9-     Acessório obrigatório em veículos motorizados, mas que deve ser usado somente em locais e horários permitidos e em toques breves para advertir.

10-  Equipamento de segurança que motoristas e passageiros devem usar obrigatoriamente e aumentam as chances de sobrevivências nos acidentes.

11-  Banco em que crianças menores de 10 anos devem viajar presas ao cinto de segurança ou em cadeiras próprias para a idade.

12- Aparelho usado pelos fiscais de transito que permite determinar concentração de bebida alcoólica em uma pessoa.

13- A poluição sonora e a poluição do ar geram sérios problemas de....

14-  Ao sinal vermelho no semáforo de controle  de fluxo de veículos os pedestres devem:

15- Primeiro meio de transporte por terra feito internamente pelo homem.

16-  Equipamento de segurança que todo ciclista deveria usar para evitar traumas na cabeça em caso de acidentes.

17-  Ao sinal verde no semáforo para o controle de fluxo de veiculo os automóveis devem:

18-  Inventor do sistema de produzir carros em série

19-  Ao sinal amarelo no semáforo para o controle de fluxo de veículos, tanto pedestres quanto veículos devem ter que:  

20-  Maior inventor de todos os tempos.

21- Anda em túneis por baixo  da terra, é a melhor forma de transporte, pois não polui o ar e com ele você fica longe dos terríveis congestionamentos de trânsito.

22- Combustível obtido de fonte renovável.

23- Permitem a acessibilidade nas calçadas e locais públicos para cadeirantes.

24- Conjunto de regras que ordenam o comportamento dos usuários no trânsito.

25- Esta placa indica: pedestres ande pela...

26- 2% das vagas de estacionamento devem ser destinadas, exclusivamente, a veículos que transportam pessoas...

27- Em locais de grande movimento ou de alta velocidade, ao atravessar a via, o pedestre deve usar ....

28- Para promover a paz no trânsito devemos conhecer e acatar as regras e sinais, mas acima de tudo cultivar o ...

29- Desenvolver políticas urbanas que diminuam a necessidade de estar no trânsito, que possibilitem acesso ao lazer, educação, trabalho, cultura e saúde perto de casa é um dever do...

30- Crianças menores de 7 anos de idade são proibidas de serem transportadas em...

(Respostas 1- ciclovias, 2 dióxido de carbono, 3 dezoito anos, 4 pardal, 5 faixa de segurança, 6 parar, 7 álcool, 8 carona solidária, 9 buzina, 10 cinto de segurança, 11 traseiro, 12 bafômetro, 13 saúde, 14 atravessar, 15 bicicleta, 16 capacete, 18 Henry Ford, 19 atenção, 20 roda, 21 metrô, 22 álcool, 23 rampas, 24 código de trânsito, 25 esquerda, 26 portadores de deficiência, 27 passarelas, 28 Respeito, 29 Governo, 30 motos)

3 - Caça-palavras

(Fonte: Jornal Especial Educação no Trânsito - Edição especial - Juiz de Fora - Secretaria de transporte e trânsito )

(Resposta: drogas - rachas - brigas - celular - alta velocidade - som alto - desrespeitar os sinais - carro sem manutenção - não usar cinto -pressa)

Momento 4

Ainda em grupos, os alunos lerão outro poema:

(O poema não está completo, faltam duas estrofes com o intuito dos alunos criarem seus próprios versos para finalizá-lo.)

Trânsito

(Autor: Lucas Andrade da Costa / retirado do site: http://www.mundojovem.com.br/datas-comemorativas/transito/poema-transito.php

Quando o homem desafia o trânsito

Pode ser muito perigoso

Já que ele também é

Um inimigo poderoso

O trânsito no Brasil

É a arma que mais mata

São corpos dilacerados

E misturados com as latas

O maior castigo para um pai

É ver seu filho em um acidente

Pois isso pode acontecer

Com os outros e com a gente

Por isso é importante

Dirigir com atenção

Obedecendo as leis de trânsito

E não se estressando em vão

Após a leitura, o professor os orientará a criar uma outra estrofe (Com 4 versos), finalizando o poema de acordo com o que eles sabem sobre cuidados no trânsito.

Os grupos irão à frente da sala, após um tempo, declamar o poema que eles finalizaram.

Após todas as apresentações, o professor mostrará as últimas estrofes originais do poema:

É melhor termos cuidado

Pois a vida é muito bela

Depois de perdê-la

Não adianta chorar por ela

Não podemos esquecer

Dê um alerta importante

Que os pais nunca deixem

Seus menores no volante.

Momento 5

O professor pedirá para os alunos procurarem em diferentes fontes (como internet, livros e revistas) poemas que tenham o trânsito como enfoque.

Na aula seguinte, eles lerão os poemas selecionados à frente da sala e a turma discutirá:

  • Os poemas lidos abordam o tema trânsito de uma maneira semelhante?
  • Há nos poemas, em geral, uma preocupação de conscientizar as pessoas a cerca dos cuidados no trânsito?

Momento 6

Como última atividade, os alunos produzirão, em duplas, um poema (com 4 estrofes) a respeito do tema trânsito para exporem em um mural da escola.

Eles poderão ilustrar os poemas.

Recursos Complementares

No site abaixo encontram-se outros exemplos de poesias sobre Trânsito:

http://sitedepoesias.com/poemas-de-transito 

Avaliação

O professor avaliará se os alunos conseguem interpretar o poema sobre trânsito e se compreendem a estrutura do gênero, a partir da atividade do momento 1.

Verificará se eles são capazes de criar estrofes a respeito do tema trânsito.

Observará as produções escritas (poemas em duplas e individual) quanto a forma (em estrofes, rimas) e conteúdo (tema trânsito)

Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 13 classificações

  • Cinco estrelas 12/13 - 92.31%
  • Quatro estrelas 1/13 - 7.69%
  • Três estrelas 0/13 - 0%
  • Duas estrelas 0/13 - 0%
  • Uma estrela 0/13 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.