Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


DEPREDAÇÃO DA ESCOLA E O RESPEITO AO PATRIMÔNIO PÚBLICO

 

17/01/2011

Autor e Coautor(es)
LILIANE DOS GUIMARAES ALVIM NUNES ARAUJO
imagem do usuário

UBERLANDIA - MG ESC DE EDUCACAO BASICA

LUCIANNA RIBEIRO DE LIMA; GLÁUCIA COSTA ABDALA DINIZ; FÁTIMA REZENDE NAVES DIAS

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Inicial Ética Diálogo
Ensino Fundamental Inicial Ética Respeito mútuo
Ensino Fundamental Inicial Ética Solidariedade
Ensino Fundamental Inicial Ética Justiça
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

1) Identificar na escola situações de depredação e desrespeito ao patrimônio.

2) Reconhecer a importância da escola como um espaço de formação humana.

3) Elaborar estratégias de conscientização e enfrentamento às atitudes de depredação.

4) Conhecer e compreender as punições previstas no regimento da escola e na legislação para os responsáveis por atos de vandalismo.  

Duração das atividades
Três ou mais aulas de uma hora
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Não são necessários conhecimentos prévios

Estratégias e recursos da aula

COMENTÁRIOS INICIAIS DIRIGIDOS AO/A PROFESSOR/A: 

Professor/a, tem sido frequente nos depararmos com notícias de atos de vandalismo, pichações, arrombamentos dentre outras ações de depredação nas escolas brasileiras, o que interfere diretamente na aprendizagem dos alunos e no bem estar dos mesmos nesse ambiente. Os professores também têm sido alvo de violência e toda a comunidade escolar tem se colocado em sinal de alerta frente a essa situação. Nesse sentido, torna-se fundamental trabalhar com os/as alunos/as o sentimento de pertencimento a esse lugar, buscando conscientizá-los da importância do seu papel como co-responsáveis pela preservação e manutenção do patrimônio público que é de todos.

Sugere-se que essa aula seja trabalhada com alunos/as a partir de 9 anos de idade.

ATIVIDADE 1:

1º Momento: Professor/a, inicie sua aula dizendo aos/às alunos/as que hoje discutirão sobre um tema muito importante: "Depredação da Escola e respeito ao patrimônio público". Para isso convide-os/as a assistirem ao vídeo a seguir: "Cenas de vandalismo dentro de escola chocam", disponível em:

http://www.youtube.com/watch?v=KbwnjKpIq-Y 

2º Momento: Explorar o vídeo com os/as alunos/as: O que vocês acharam dessa reportagem? Na sua percepção,por que será que alguns/mas alunos/as têm esse comportamento na escola? Que ações poderão reverter uma situação como a retratada aqui?

3º Momento: Divida o grupo em trios para que leiam as seguintes reportagens:

Reportagem 1: "Após briga e depredação, aulas em escola de SP serão retomadas na próxima segunda", disponível em:

http://www1.folha.uol.com.br/folha/educacao/ult305u467296.shtml 

Reportagem 2 : "Depredação das escolas é alvo de campanha de conscientização", disponível em:

http://www.folhadealphaville.com.br/artigo/?id=6357  

Reportagem 3: "Depredação e vandalismo em escolas preocupam prefeitura de Barueri", disponível em:

http://jrholanda.wordpress.com/2009/04/28/depredacao-e-vandalismo-em-escolas-preocupam-prefeitura-de-barueri/ 

4º Momento: Após a leitura das reportagens, os trios deverão planejar ações que apontem possíveis soluções para os problemas apresentados, no sentido de reverter as situações de vandalismo e depredação que acontecem em algumas escolas buscando formas de conscientizar os/as alunos/as sobre a importância da Cultura da Paz nas escolas e a necessidade do respeito ao seres humanos e ao patrimônio público.

Professor/a, a ONG Projeto Não-violência tem um material muito rico para esclarecer sobre a Cultura da Paz e subsidiar suas discussões com os/as alunos/as em sala. Acesse o endereço abaixo e confira:

http://www.naoviolencia.org.br/home

ATIVIDADE 2:

1º Momento: Proponha aos/as alunos/as uma caminhada pela escola para buscar identificar indícios de depredação e desrespeito ao patrimônio público como por exemplo: portas e janelas quebradas ou riscadas, mesas e cadeiras quebradas ou riscadas, pichações, dentre outros. Os/as alunos/as deverão anotar em um bloco tudo que for identificado.

2º Momento: De volta à sala, socializar as informações no grupo. Montar uma lista coletiva contendo, de um lado, todos os itens observados e de outro, propostas de ações para restauração de tais objetos ou espaço.

3º Momento: Agendar horário com o/a diretor/a para discutir sobre a situação identificada. Aproveite a oportunidade para conhecer as punições previstas no regimento da escola e na legislação para os responsáveis por atos de vandalismo. Faz-se importante que os/as alunos/as tirem suas dúvidas sobre tais sanções uma vez que precisarão se informar sobre as mesmas para a próxima etapa da atividade. Propor a realização de uma mesa redonda com a participação de um representante dos alunos, dos professores, da direção e um advogado ou representante do Conselho Tutelar da Criança e do Adolescente para discutir ações de respeito ao espaço público e coletivo da escola. Em etapa anterior à mesa redonda, de forma processual, poderá haver encontros preparatórios em que os alunos estejam divididos em pequenos grupos de trabalho (GT) para discutir separadamente itens previamente levantados acerca do tema. A partir de tais discussões, o grupo poderá eleger um colega que o representará na mesa-redonda.

Professor/a, os seguintes vídeos e reportagens poderão auxiliar nas discussões em aula:

1) Vídeo Youtube: Ana Aragão - A confusão das regras no combate à indisciplina, disponível em: 

http://www.youtube.com/watch?v=wcuUwCnfjBo&feature=related 

2) Vídeo Youtube: Escolas Públicas esperam por câmeras de segurança há 2 anos, disponível em:

http://www.youtube.com/watch?v=HSwcr_e8K3Q 

ATIVIDADE 3:

1º Momento: Planejamento do Projeto “Resgatando a Escola” envolvendo toda a comunidade. A partir da lista elaborada com a identificação de sinais ou de fatos de depredação do patrimônio escolar, os alunos juntamente com o professor, deverão elaborar um “Plano de Recuperação do Espaço Escolar”, onde serão apontados os principais locais danificados e os recursos necessários para a reconstrução dos mesmos.

2ª momento: Realização de uma reunião entre alunos, professores, direção, representante da Associação de Pais e Mestres (se houver; se não, representantes dos pais) ou de outros familiares que queiram colaborar para a distribuição de tarefas para a concretização do projeto. Sugere-se a parceria com profissionais que trabalham com múltiplas linguagens como por exemplo: artistas plásticos, músicos, atores, dentre outros que poderão contribuir auxiliando nos trabalhos de recuperação dos espaços e conscientização de ações coletivas.

3º momento: “Com a mão na massa” - É chegado o dia! Com base nas etapas anteriores, todos deverão unir esforços para a recuperação da escola.

Professor/a, acesse o link abaixo para conhecer o "Projeto Observatório de Violência nas Escolas" que poderá auxiliá-lo na orientação aos/as alunos/as para a proposição de Projetos Sociais contra a violência nas escolas.

http://www.redeobs.unama.br/noticias-nacionais-anteriores.jsp 

Recursos Complementares

ARROYO, M. G. Entre disciplinar e educar para a liberdade. IN Presença Pedagógica. v. 15, nº86, mar/abr. 2009.

ANDRADE, M. Educação pela Paz. IN Presença Pedagógica. V.14, nº 81, mai./jun. 2008.

ANDRADE, M. ; GUERRA, R. Pedagogia da Comunidade. IN Presença Pedagógica. V. 14, nº84, nov./dez. 2008.

GUIMARÃES, A. M. Vigilância, punição e depredação escolar. Editora Papirus, 1988.

Texto virtual: Doutora da UNICAMP defende depredação escolar, disponível em:

http://reliquiasdacasaverde.blogspot.com/2008/11/doutora-da-unicamp-defende-depredao-de.html 

Artigo eletrônico: Formas contemporâneas de negociação com a depredação, disponível em:

http://www.scielo.br/pdf/ccedes/v19n47/v1947a07.pdf 

Artigo eletrônico: A violência, a escola e você, disponível em:

http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/educacao/conteudo_246452.shtml 

Vídeo youtube: Vandalismo na escola, disponível em:

http://www.youtube.com/watch?v=XYnhmL4D9DI&feature=related 

Avaliação

Professor/a pergunte aos/s alunos/as se eles/as conseguiram identificar na escola situações de depredação e desrespeito ao patrimônio. Observe se os/as alunos/as se conscientizaram da importância da escola como um espaço de formação humana e por isso responsável por conscientizar os/as alunos/as propondo atitudes de enfrentamento às atitudes de depredação. Procure identificar se os/as alunos/as compreenderam a importância de haver previsto na legislação da escola ações para contrapor a atitudes de vandalismo cometidas pelas pessoas. Por fim, procure avaliar o envolvimento e a participação dos/das alunos/as nas discussões em aula para identificar se os/as mesmos/as se sensibilizaram sobre a responsabilidade social na luta por uma escola de qualidade e segura para atender a todos.

Opinião de quem acessou

Cinco estrelas 2 classificações

  • Cinco estrelas 2/2 - 100%
  • Quatro estrelas 0/2 - 0%
  • Três estrelas 0/2 - 0%
  • Duas estrelas 0/2 - 0%
  • Uma estrela 0/2 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • Gabriel, UNDG , Mato Grosso do Sul - disse:
    gabriel369@live.com

    24/05/2012

    Cinco estrelas

    muito legal


  • cizino, Escola Municipal João Costa de Oliveira , Alagoas - disse:
    cizinopantel@hotmail.com

    09/06/2011

    Cinco estrelas

    A aula foi tudo que eu estava precisando. Sou professor de Português/Inglês de escolas municipais no interior de Alagoas, precisamente União dos Palmares, e diante de tanta violência e depedração do patrimoni publico resolvemos em regime de urgência sentar para pensar ações que nos ajudassem a superar tais dificuldades, iniciamos um projeto de intervenção: Escola nosso espaço de convivência. Esse material foi o ponto de partida para nossas ações. Parabéns! Graças a Deus que ainda podemos contar


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.