Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


A Mídia

 

26/01/2011

Autor e Coautor(es)

Oswaldo Bueno

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Médio Sociologia Ideologia e a indústria cultural
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

Definir mídia e os diversos meios midiáticos

Analisar a influência da mídia no comportamento social

Ponderar sobre os aspectos positivos e negativos do fenômeno mídia

Duração das atividades
100 minutos. 2 aulas
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Os conhecimentos sobre cultura e sociedade de massa são indicados, mas não obrigatórios

Estratégias e recursos da aula

Estratégias e Recursos de aula: Utilização de vídeo, texto, discussão, pesquisa, visita exploratória.

A aula:

Apresentar aos alunos um painel com diversas mídias: televisão, internet, jornais, rádio etc. Aproveite para conceituar mídia e pedir para que, divididos em grupos, façam uma pesquisa na internet sobre uma dessas mídias. Cada grupo deverá expor o que pesquisou e depois, devem debater sobre a importância da  mídia no cotidiano. Aproveite o espaço e, se possível,  leve rádios, jornais, revistas e tvs antigas para que os alunos observem e discutam a evolução das diversas mídias.

Imagem disponível em http://midiasjacobina.blogspot.com/

Atividade 1:Solicitar a leitura do texto “Na frente da TV” de Autoria de Rezende Bruno de Avelar, publicada na Revista Mundo Jovem e depois debatam e respondam às questões propostas.

Texto:

Dentro dos meios de comunicação social, a TV perde para o rádio em termos de audiência. A cada dia, este grandioso veículo da comunicação investe mais em tecnologia e qualidade: TV a cabo, TV de alta definição, sistemas de filmagem usados no cinema transpostos para a televisão, dando cada vez mais beleza e qualidade às imagens que vemos.Aperfeiçoa-se não apenas do ponto de vista tecnológico: veja as refinadas produções dos senados, novelas, programas científicos ou de entretenimento. A força que a televisão tem para mobilizar, encantar e informar as  massas é inquestionável. Ela oportuniza diversão acessível para muitas famílias que, geográfica ou economicamente, estão isoladas.Não podemos negar a importância da televisão. Ela tornou-se, para muitos, o único canal de acesso ao conhecimento. Estruturada em redes, a TV integrou diferentes nações do planeta, trazendo elevando notícias. As mais diferenciadas imagens dilatam as nossas pupilas, ora por causa da beleza, ora por causa da violência. A morte e a vida causando-nos espanto e emoção.Pela TV, a realidade mundial se aproxima de nós e entra em nossas casas, através das imagens, dos sons, das músicas e dos textos falados nos diferentes programas. Assim, vamos nos inteirando de fatos desconhecidos e ampliando conhecimentos ainda em construção. E, se não tomamos alguns cuidados, a TV acaba sendo um veículo invasor que chega sem pedir licença e vai até onde não queremos.Não se pode subestimar a força ideológica das grandes redes de televisão, como nos chama a atenção Martín-Barbero: “A televisão não nos afeta só quando estamos olhando para ela. (...) A maior influência da televisão não se produz através do tempo material que lhe dedicamos, mas através do imaginário que ela gera e pelo qual estamos sendo penetrados”.

Atualmente, os pais não conseguem ser uma presença junto aos filhos, capaz de gerar valores. Talvez por isso fiquem tão aflitos e reclamem tanto que os filhos fiquem expostos à apologia do consumismo, da violência e a outros duvidosos valores que a TV veicula.Portanto, apresenta-se um desafio para as famílias: como ajudar crianças e adolescentes a receberem criticamente o que a TV veicula? Como ajudá-las a ter critérios para selecionar o que assistir? Como primeira educadora, formadora de valores, a família tem de continuar exercendo o seu papel, em qualquer contingência em que esteja inserida.Se não assume esse papel, ela vai perdendo sua identidade formadora e, conseqüentemente, comprometendo a integridade moral e o equilíbrio afetivo das futuras gerações. Na infância, a pessoa absorve certos valores que só a família, enquanto grupo, pode dar. Estes valores serão determinantes para aprenderem a viver em grupo no conjunto da sociedade.Nenhum outro grupo social ou veículo formador pode substituir o que é próprio da família. À família cabe o papel de geradora de alguns dos “filtros” ou “óculos” pelos quais a criança, o adolescente, o jovem e o futuro adulto enxergará o mundo. Através destes “óculos” é que a pessoa distingue o bom e o ruim em tudo o que recebe, inclusive a programação da TV.

- Questões a serem levantadas:Quais os aspectos positivos da TV? Quais os aspectos negativos? Peça para os alunos citarem outros tipos de mídia e destacarem para cada uma delas, seus aspectos positivos e negativos.

Atividade 2: - Exibição e discussão do vídeo: Mulher na mídia, que apresenta uma discussão se a mídia se inspira a mulher real ou a mulher se inspira na mídia. Aproveite a vídeo para discutir a influência da mídia na construção de imagens sobre os diversos fenômenos sociais.

In: http://www.canalsaude.fiocruz.br/downvideos.php

Atividade 3: Discussão e relatório. Pedir para que os alunos, divididos em grupo, relatem como se relacionam com as diversas mídias. Pode se estabelecer um roteiro de perguntas que eles devem responder: - qual das mídias: TV, internet, rádio, revista etc vocês dedicam mais tempo? Porque? Você acredita que essa mídia influencie seu comportamento? Quais os aspectos positivos dessa influência? E os negativos? Você costuma ouvir reclamações ou sugestões de seus pais ou outros familiares por causa do excesso de tempo que você fica exposto a uma ou mais mídias? Pedir para que exponham as respostas e discutam. Nessa atividade, é importante que eles identifiquem padrões de comportamento, por isso deve ser feito em grupo. Assim, pode-se identificar qual a mídia influencia mais o comportamento do jovem hoje: internet, televisão? Essa exposição tem sido observada e questionada pelos pais? Os alunos percebem a influência da mídia em seus comportamentos: gírias, roupas, consumo? 

 

Finalize a aula com a programação de uma visita a algum canal de televisão, rádio, site de internet, jornal etc. Na visita, os alunos devem ser incentivados a observar a produção de notícias, as tecnologias utilizadas nessa produção, os diversos ambientes, profissionais etc. Discuta com os alunos, posteriormente, suas impressões, curiosidades etc.

Recursos Complementares

Exibir o vídeo: A influência da Mídia e discutir a temática com os alunos.

http://www.youtube.com/watch?v=K14FpQPUA2E

Avaliação

Dividir a turma em grupos de 4 a 5 alunos e solicitar que pesquisem a história do surgimento de alguma mídia específica: rádio, revista, jornal, televisão, internet.

Opinião de quem acessou

Cinco estrelas 2 classificações

  • Cinco estrelas 2/2 - 100%
  • Quatro estrelas 0/2 - 0%
  • Três estrelas 0/2 - 0%
  • Duas estrelas 0/2 - 0%
  • Uma estrela 0/2 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • rosa helena, Ufu , Minas Gerais - disse:
    rosahvoliveira@hotmail.com

    08/06/2013

    Cinco estrelas

    Excelente aula. Parabéns as midias invadiram nosso cotidiano, por isso n´s professores precisamos aperfeiçoar nossas técnicas para melhor ensinar........


  • DINAMERCIA CHAVES, FACULDADES INTEGRADA DE ENSINO SUPERIOR DE COLINAS DO TOCANTINS , Tocantins - disse:
    dinamrciadarc@hotmail.com

    04/02/2011

    Cinco estrelas

    Valeu professora, sua aula está show de bola, PARABÉNS!


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.