Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Cada um tem um jeito: desenvolvendo o respeito à diversidade racial - UCA

 

04/07/2011

Autor e Coautor(es)
Laís de Castro Agranito
imagem do usuário

UBERLANDIA - MG ESC DE EDUCACAO BASICA

Aline Rodrigues Cantalogo, Denize Donizete Campos Rizzotto, Kellen Cristina Costa Alves Bernardelli e Rones Aureliano de Sousa

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Inicial Artes Arte Visual: Produção do aluno em arte visual
Ensino Fundamental Inicial Língua Portuguesa Língua oral: usos e formas
Ensino Fundamental Inicial Alfabetização Processos de leitura
Ensino Fundamental Inicial Pluralidade Cultural Pluralidade e educação
Ensino Fundamental Inicial Ética Respeito mútuo
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

 

·Explorar história literária;

·Valorizar a diversidade racial;

·Perceber semelhanças e diferenças de cada um;

·Debater sobre a importância em se respeitar as diferenças.

·Desenvolver atitudes de respeito a pluralidade;

·Construir um boneco com as características de cada um.

Duração das atividades
Aproximadamente 240 minutos – quatro (4) atividades de 60 minutos
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

 

Para a realização dessa aula é necessário que os alunos tenham percepção de seu corpo. Os alunos também precisam ter desenvolvido noções sobre a utilização de recursos do Classmate como:  navegar com o Mozilla Firefox, utilizar a Webcam e o Modo de Colaboração em Classe.

Estratégias e recursos da aula

 alunos

1ª Atividade – aproximadamente 60 minutos

INTRODUZINDO O TEMA: DIVERSIDADE RACIAL

- Professor, inicie sua aula organizando sua turma em roda de conversa e questione-os a respeito da diversidade racial, perguntando, por exemplo:

  • Vamos olhar uns para os outros e observar: somos todos iguais?
  • Em que somos parecidos?
  • O que temos de diferente?
  • Se fossemos todos iguais, seria legal ou ruim?
  • Pra vocês o que significa a palavra diversidade?
  • E diversidade racial?
  • Você já sofreu preconceito de alguma forma? Como?
  • O que você sentiu?

 

- Nesse momento é importante que você escute os alunos para realizar o levantamento de suas hipóteses e instigá-los sobre o tema.

- Depois de ouvi-los, converse com eles sobre as diferenças de cada um. Explique que todos somos diferentes, cada pessoa tem um jeito de ser, de se vestir, de se comportar, de se relacionar com os outros e também temos diferenças físicas. Diga-lhes que há semelhanças entre as pessoas, e que, apesar disso, todos nós possuímos características que nos diferenciam uns dos outros e nos faz únicos. Converse com os alunos sobre a importância de se respeitar as diferenças de cada um.

- Professor, você poderá se embasar teoricamente sobre o tema por meio da LEI Nº 7.716, DE 05 DE JANEIRO DE 1989, que define os crimes resultantes de preconceitos de raça ou de cor. Reforce com os alunos que o preconceito racial é crime. A Lei se encontra disponível no sítio abaixo:

  http://direitos_humanos.sites.uol.com.br/Lei_do_Preconceito_Racial.htm

 - Para finalizar esse momento, solicite que utilizem seus laptops para assistirem ao vídeo musical “7C- Inclassificáveis de Arnaldo Antunes” no sítio http://letras.terra.com.br/arnaldo-antunes/91636/. Para tanto eles poderão acessar o sítio por meio do Mozilla Firefox (metasys>favoritos>navegador de internet).

inclassificáveis 

Fonte:  http://letras.terra.com.br/arnaldo-antunes/91636/

- Após cantar a música com os alunos, explore com eles sua letra, disponível no mesmo sítio, para isso fale um pouco sobre o conceito de raça e etnia. Veja o conceito a seguir, mas dê exemplos para que as crianças compreendam melhor: RAÇA E ETNIA- Embora não possam ser considerados como iguais, o conceito de raça é associado ao de etnia. A diferença reside no fato de que etnia também compreende os fatores culturais, como a nacionalidade, a afiliação tribal, a religião, a língua e as tradições, enquanto raça compreende apenas os fatores morfológicos, como cor de pele, constituição física, estatura, traço facial, etc. Fonte:  http://pt.wikipedia.org/wiki/Etnia

Questione-os, por exemplo, sobre:

  • Quais raças ou etnias aparecem na letra da música?
  • O que vocês acham que o compositor da música quis dizer com a expressão "inclassificáveis"?
  • Quais são as etnias encontradas nas palavras egipciganos e tupinamboclos?
  • Dentre outras.

 

2ª Atividade – aproximadamente 60 minutos

 TRABALHANDO O RESPEITO A DIVERSIDADE

- Professor, a literatura é um recurso muito rico para explorar temas com as crianças e possibilita uma aprendizagem significativa. Para realização desta atividade utilize seu laptop ou de um aluno conectado a um projetor de multimídia, para projetar e contar a história “Menina bonita do laço de fita”, da autora Ana Maria Machado, Editora Ática.

menina bonita

Fonte: http://maispedagogia.blogspot.com/2009/09/menina-bonita-do-laco-de-fita.html

- Você encontra essa história em slides.  Para baixá-la utilize o Mozilla Firefox (metasys>favoritos>navegador de internet)  e acesse o sítio http://maispedagogia.blogspot.com/2009/09/menina-bonita-do-laco-de-fita.html.

blog

Fonte: http://maispedagogia.blogspot.com/2009/09/menina-bonita-do-laco-de-fita.html

 

- Você também encontra um vídeo no youtube contando essa história, para acessá-lo é só seguir os mesmos passos e entrar no sítio http://www.youtube.com/watch?v=W9eBpv-WPAs.

menina

Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=W9eBpv-WPAs

- Você também poderá contar a história utilizando fantoches, tornando a contação ainda mais lúdica e significativa para as crianças.

- Veja se na biblioteca de sua escola tem o livro, pois ele é fácil de ser encontrado, dessa forma, após contar a história utilizando o laptop você poderá permitir aos alunos que manuseiem o livro. Apesar dos recursos tecnológicos, é importante valorizar os livros impressos.

Professor, caso você utilize o livro para contar a história, inicie o trabalho explorando a capa, questionando sobre:

 

  1. O que vocês estão vendo na capa?
  2. Sobre o que será esta história?
  3. Quem a escreveu?
  4. O que será que acontece nela?
  5. Como você acha que ela termina?

 

- Conte a história permitindo que os alunos façam inferências, que emitam suas opiniões. Depois, é importante que retome com eles as questões das diferenças, enfocando a relevância do respeito às mesmas e do combate a todo tipo de preconceito. Utilize a história para contextualizar o tema.                  

 

menina lapis  

EXPLORANDO A HISTÓRIA

- Depois de contar a história realize uma atividade de registro, para que os alunos possam além de fixar o conteúdo trabalhado, expressar seus pontos de vista sobre o tema. Dessa forma, você poderá perceber se eles estão desenvolvendo atitudes de respeito e valorização da diversidade racial, além de possibilitar que os alunos exercitem a leitura e a escrita. Sugerimos a seguinte atividade para registro:

 

 

ATIVIDADE DE REGISTRO

 

CONTAÇÃO DE HISTÓRIA: “MENINA BONITA DO LAÇO DE FITA”. AUTORA ANA MARIA MACHADO, EDITORA ÁTICA.

  1. PINTE COM LÁPIS DA MESMA COR, AS PARTES DO CORPO DO CORPO DA MENINA E SUAS CARACTERÍSTICAS:

 

OLHOS                                                                                   ... ERAM BEM ENROLADINHOS E BEM MAGROS, FEITOS FIAPOS DA NOITE.
CABELO  ... ERA ESCURA E LUSTROSA, QUE NEM O PÊLO DA PANTERA NEGRA QUANDO PULA NA CHUVA.
PELE

 ... PARECIAM DUAS AZEITONAS PRETAS DAQUELAS BEM BRILHANTES.

                                                                                                  

 

  1. PORQUE SERÁ QUE O COELHINHO QUERIA SER DA COR DA MENINA?
  2. VOCÊ ACHA QUE ELE JÁ SOFREU PRECONCEITO?
  3. O QUE ACHOU DA ATITUDE DO COELHO, ELE FOI PRECONCEITUOSO? 
  4. VOCÊ GOSTARIA DE MUDAR ALGUMA COISA EM SEU CORPO? POR QUÊ? 
  5. VOCÊ JÁ FOI PRECONCEITUOSO EM  ALGUMA  SITUAÇÃO?
  6. O QUE PENSA SOBRE ISSO?

 

 

 

3ª Atividade – aproximadamente 60 minutos

 FOTOGRAFANDO NOSSOS AMIGOS: CONSTRUINDO UM PAINEL SOBRE AS DIFERENÇAS

- Proponha aos alunos que observem uns aos outros, e percebam as peculiaridades e diferenças de cada um. Converse com eles sobre o que observaram, instigando-os com perguntas, tais como: qual é a cor dos seus olhos? E dos seus cabelos? Qual a cor de sua pele? Quais as semelhanças de seu corpo com o corpo dos colegas? E as diferenças?

- Depois que os alunos observarem as diferenças de cada um, solicite que utilizem a Webcam, que está na área de trabalho de seus laptops, para fotografar uns aos outros registrando o que perceberam.

- Proponha aos alunos que socializem as fotos tiradas por eles, utilizando o Modo de Colaboração em Classe, ferramenta disponível nos laptops do Programa Um Computador por Aluno _ UCA.

- O Modo de Colaboração em Classe, se encontra na Barra de ferramentas no canto direito dos laptops e é representado pela imagem de um livro aberto.

- Depois, reúna as fotos em um pen-drive ou solicite para os alunos enviarem por e-mail, para que você possa imprimi-las e montar um painel em sua escola, denominado “Cada um é de um jeito: respeitando as diferenças” para que possam socializar com as outras turmas a importância de combater o preconceito.

 

  menino tarefa

- Professor, o objetivo dessa atividade é trabalhar com os alunos a autoestima, o respeito às diferenças e a valorização das diferentes etnias (raças), de forma lúdica e envolvendo seus familiares.

-Proponha que cada aluno construa com o auxílio de seus familiares, um boneco de pano contendo suas características físicas (cor da pele, cor dos olhos, cabelos, boca, etc). Para tanto, ele poderá utilizar os recurso que achar necessário, lembrando que o boneco deve ter suas características.

- Os alunos deverão levar seus laptops para casa e pesquisar com seus familiares, se acharem necessário, estratégias, materiais e modelos de bonecos para terem como recurso no momento da confecção do seu boneco.

- Depois de pronto, o boneco deve ser levado para a sala de aula, no dia combinado com a professora.

Observação: é importante que você ofereça tempo para que os pais possam fazer o boneco com os filhos.

- Caso prefira, ao invés de construir os bonecos, você poderá confeccionar com os alunos, fantoches por meio de desenhos. Para isso, deverá providenciar: papel duro, cartolina ou outro tipo de material e orientar que cada um desenhe a si mesmo buscando valorizar suas características. Depois, é só colar um palito de picolé atrás do desenho e está pronto o fantoche!

- Na aula seguinte, cada aluno deverá mostrar seu boneco, apresentá-lo para turma e contar um pouco de sua história. Solicite que digam o que mais gostam nele (boca, olhos, cor da pele, cabelo ou outros). 

 

4ª Atividade – aproximadamente 60 minutos

SOCIALIZANDO: EXPOSIÇÃO DOS BONECOS

- Professor, para a realização desse momento, é importante  que os alunos confeccionem convites , convidando as outras turmas da escola para a exposição dos bonecos. Eles poderão confeccionar utilizando nos laptops, a ferramenta KWord  (metasys>aplicativos>ferramentas de produtividade>suíte de escritório>processador de textos) e  enviar para os alunos e professores via e-mail, utilizando o Mozilla Firefox (metasys>favoritos>navegador de internet), com antecedência, para que eles possam se organizar.

- Se você ainda não trabalhou com este tipo de texto, é necessário que leve para sala alguns modelos de convites (casamento, aniversário, formatura, palestra e outros eventos), pois este é um  gênero textual que tem uma estrutura  específica. Solicite que observem  quais são os elementos que constam em um convite, ou seja: quem está sendo convidado, o motivo (objetivo), o local do evento, o dia, o horário, quem está convidando. Se não tiver nenhum convite impresso, solicite que os alunos utilizem seus laptops e pesquisem alguns modelos. Veja algumas sugestões no sítio http://www.criarfazergratis.com/modelos-de-convites/.

convites

Fonte: http://www.criarfazergratis.com/modelos-de-convites/

- No dia da exposição você poderá organizar a sala com seus alunos, dispondo alguns recursos utilizados por você para trabalhar a diversidade racial (música, vídeos, painel, dentre outros), especialmente os bonecos ou os fantoches confeccionados pelos alunos.

- No momento da exposição cada aluno poderá relatar, para os visitantes utilizando seu boneco ou fantoche como recurso, algumas características suas (físicas, sociais, culturais e emocionais), bem como apresentar suas descobertas durante o estudo do tema, reforçando para as pessoas o respeito à diversidade e combatendo o preconceito.

Recursos Complementares
Avaliação

 

Professor, a avaliação deverá ser um processo contínuo de reflexão sobre o processo de ensino e aprendizagem. Observe a participação e envolvimento dos alunos nas atividades propostas, analise se os mesmos construíram conhecimentos relativos ao conteúdo trabalhado, e por meio da exploração da história literária, da música trabalhada, dos debates realizados e da construção dos bonecos, eles aprenderam a valorizar a diversidade racial e desenvolveram atitudes de respeito à pluralidade étnica e cultural. Organize registros individuais dos mesmos para diagnosticar suas facilidades e dificuldades durante o processo de aprendizagem, a fim de oferecer estratégias de intervenção.

Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 2 classificações

  • Cinco estrelas 1/2 - 50%
  • Quatro estrelas 1/2 - 50%
  • Três estrelas 0/2 - 0%
  • Duas estrelas 0/2 - 0%
  • Uma estrela 0/2 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.