Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


UCA - Produzindo um texto de opinião com base em charge

 

19/12/2011

Autor e Coautor(es)
Lazuita Goretti de Oliveira
imagem do usuário

UBERLANDIA - MG ESC DE EDUCACAO BASICA

Eliana Dias

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Final Língua Portuguesa Análise linguística: organização estrutural dos enunciados
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
  • Reconhecer o artigo de opinião como um gênero da ordem do argumentar em suas especificidades.
  •  Produzir um artigo de opinião com base em uma charge.
Duração das atividades
03 aulas de 50 minutos cada
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
  • Conhecer a estrutura do texto argumentativo.
Estratégias e recursos da aula
  • utilização do laptop UCA;
  • utilização de vídeos do Youtube;
  • atividades realizadas em grupo ou duplas de alunos;
  • utilização de textos, imagens e vídeos veiculados na internet.

Aula 01 (50 minutos)

O artigo de opinião é um gênero da ordem do argumentar e pertence à esfera jornalística. Em um artigo de opinião, o autor busca convencer e influenciar o leitor sobre uma determinada ideia, provocando uma revisão de seu posicionamento ideológico, de seus valores  e, até, uma mudança de atitude.

Disponível em:

 http://raomarketeer.com.br/blog/wp-content/uploads/2009/11/nestle_zecarioca_blog.jpg

Atividade

I – Para ativar o conhecimento prévio dos alunos a respeito do tema  a ser discutido - Jeitinho brasileiro – o professor deverá exibir para  os alunos no K-presenter a charge seguinte.

jeitinhobrasileiro

Disponível em:

http://clednews.blogspot.com/2011_06_01_archive.html

II – O professor conversa com os alunos sobre a charge, perguntando a eles:

a. O gênero discursivo charge tem como objetivo criticar de forma humorística um fato ou acontecimento específico, em geral de natureza política.

O que está sendo criticado nesta charge?

b. “Jeitinho" é uma expressão tipicamente brasileira, é um modo de agir usado para driblar normas e convenções sociais. Quais normas estão sendo desrespeitadas na situação representada na charge?

c. O conhecimento prévio do assunto de uma charge por parte do leitor é, quase sempre, um fator essencial para a sua compreensão.

Qual é o conhecimento prévio que o leitor precisa para compreender esta charge?

d. Você concorda  que o “brasileiro sempre dá um jeitinho”? Explique.

e. Você também costuma  dar um jeitinho? Em que situações?

f. Você conhece a origem da expressão “dar um jeitinho”?

III – Para que os alunos conheçam a origem da expressão “ dar um jeitinho ”, o professor solicita a eles que acessem a página abaixo para, em dupla, assistirem ao vídeo – Lei de Gerson.

 

Lei e Gerson

Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=J6brObB-3Ow&feature=player_embedded

 

Gerson, ex-jogador da seleção brasileira,  foi  campeão do mundo na copa de 1970, ficou famoso também ficou por protagonizar uma campanha publicitária de cigarros, em que ele afirmava: "Gosto de levar vantagem em tudo". Essa frase sintetizava a suposta malandragem brasileira,  ao cair na cultura popular tornou-se  o símbolo do "jeitinho" desonesto de ser, e da corrupção, ficando conhecida como lei de Gérson.

Você acha que  a associação da fala de Gerson com o jeito desonesto do brasileiro é indevida? Explique.

 

Aula 02 (50 minutos)

 

Atividade

I – O professor deverá expor para os alunos no Kpresenter, os artigos sobre “o jeitinho brasileiro".

Texto 01:

O JEITINHO BRASILEIRO DE SER

 "JEITINHO", expressão brasileira para um modo de agir informal amplamente aceito, que se vale de improvisação, flexibilidade, criatividade, intuição, etc., diante de situações inesperadas, difíceis ou complexas, não baseado em regras, procedimentos ou técnicas estipuladas previamente. No passado, depois de um famoso comercial com Gerson - ex-jogador da seleção brasileira - ficou conhecida como a "Lei de Gerson" segundo a qual brasileiro gosta de tirar vantagem em tudo. Assim, "Jeitinho brasileiro de ser" significa, entre outras coisas, encontrar alguma solução não ideal ou previsível para se favorecer ou "quebrar um galho". Por exemplo, para justificar as notícias de corrupção no governo, políticos famosos na maior cara de pau "dão um jeitinho" para não assumir suas responsabilidades explicando que "não sabiam de nada", mesmo com essa resposta assumindo que não sabem governar.

O "jeito" ou "jeitinho" pode se referir a soluções que driblam normas, ou que criam artifícios de validade ética duvidável.


A expressão "jeitinho" no diminutivo, em certos casos, assume um sentido puramente negativo, significando não só driblar,  mas violar normas e convenções sociais, uma forma dissimulada de navegação social tipicamente brasileira, na qual são utilizados recursos como apelo e chantagem emocional, laços emocionais e familiares, recompensas, promessas, dinheiro, e outros ou francamente anti-éticos para obter favores para si ou para outrem, às vezes confundido ou significando suborno ou corrupção.

• Pagamento de propina, para ser aprovado no exame da carteira de habilitação de motoristas.
• Dar dinheiro para o guarda de trânsito não aplicar uma multa. A frase "tem como dar um jeitinho?", não é necessariamente considerada suborno, apenas um apelo ao uso de flexibilidade, complacência.

• Deixar tudo pra última hora: pagamentos, procedimentos burocráticos, responsabilidades.
• Chorar para um empregado ou contratado, desvalorizando-o, para fazer seu trabalho mão de obra muito mais barata.

Os adeptos do "jeitinho" consideram de alto status agir desta forma, como se isto significasse ser uma pessoa articulada, bem posicionada socialmente, capaz de obter vantagens inclusive ilícitas, consideradas imorais por outras culturas.

 Imagem e texto disponíveis em: http://betaolemela.blogspot.com/2011/07/o-jeitinho-brasileiro-de-ser.html

Questões sobre o texto.

1.  O artigo aborda a questão do “jeitinho brasileiro”.

a. Transcreva do primeiro parágrafo do texto a definição para essa expressão.

b. O que  é a Lei de Gerson? Explique a relação dessa lei com a expressão “dar um jeitinho”.

2. Observe a seguinte passagem do texto:

“Jeitinho brasileiro de ser"significa, entre outras coisas, encontrar alguma solução não ideal ou previsível para se favorecer ou "quebrar um galho".

Transcreva do texto, um exemplo para o “jeitinho brasileiro de ser”.

3. Explique o sentido negativo da palavra jeitinho, exemplificando.

4. Discuta com seu colega e responda: você concorda que, ao dar dinheiro para o guarda de trânsito não aplicar uma multa, a frase "tem como dar um jeitinho?", não é necessariamente considerada suborno,  mas apenas um apelo ao uso de flexibilidade e da complacência? Explique.

 

Texto 02

O jeitinho brasileiro de ser

Somos um povo que gosta de levar vantagem. Nós, brasileiros, sempre procuramos “sair ganhando”, ou seja, obter benefícios em qualquer momento ou situação que vivemos. É o famoso “jeitinho brasileiro de ser”. Porém, quais problemas essa postura acarreta?

É claro que ninguém quer obter desvantagens ou perder algo, mas o que acontece, na maioria das vezes, é a atuação do egoísmo e o individualismo, fruto de uma interpretação excessiva deste sentimento de auto beneficiamento, gerando atitudes que desmerecem os objetivos e esforços do outro em virtude dos seus.


O resultado disso é que muitas pessoas só pensam em si e acabam prejudicando os outros, o que pode ser umas das principais causas das desigualdades sociais, diferenças de poder e principalmente a corrupção. Sim, a corrupção é causada pelo simples fato de cada político querer ganhar mais, viajar mais e ter mais luxos, sustentados pelo dinheiro do povo, seja pela sonegação de impostos, tráfico de influencia ou pelo desvio de verbas públicas.

Como podemos ver, o problema está na base, na criação das pessoas desde que elas nascem e da implantação de valores errôneos ou no mínimo, duvidosos. Solucionar este problema não é algo fácil e rápido, contudo, um bom começo seria a estimulação da conscientização própria de que não precisamos viver colhendo vantagens as quais não merecemos, para obtermos sucesso na vida. O que precisamos, na verdade, é de coragem e determinação para esforçarmo-nos e alcançar nossos objetivos por méritos exclusivamente nossos.

Imagem e texto disponíveis em: http://betaolemela.blogspot.com/2011/07/o-jeitinho-brasileiro-de-ser.html

 

Questões sobre o texto

1.  Assim como o  primeiro artigo, o texto 2 aborda  o tema “jeitinho brasileiro”, entretanto, sob  outro aspecto. Que aspecto é esse?

2. Segundo o articulista, o problema não está em querer levar vantagens, mas na atitude individualista  das pessoas. Explique.

3. Você concorda que a atitude individualista pode ser umas das principais causas das desigualdades sociais, diferenças de poder e principalmente a corrupção? Explique.

4.  Discuta com seu colega e responda:  devemos procurar e alcançar nossos objetivos por méritos exclusivamente nossos, ou tentar levar vantagem sempre, prejudicando  outras pessoas?

 

Aula  03 (50 minutos)

Atividade

 

O professor apresenta aos alunos a proposta de  produção de texto seguinte, a ser realizada em grupo.

O jeitinho brasileiro pode ser exemplificado com ações do nosso cotidiano:  no trânsito; na escola, ao “furar” filas, piratear vídeos de músicas filmes, estudar toda a matéria do semestre no dia da prova, colar do colega, etc. Mas quais são as consequências dessas atitudes?

Produza um texto, expressando sua opinião a respeito do jeitinho brasileiro. Busque convencer o leitor – colegas e professor -  acerca de  seu posicionamento, utilizando argumentos adequados à situação.

 Para ampliar a sua estratégia argumentativa, tome como base a charge abaixo.

 políticosafado

Disponível em:http://www.mundoemmovimentos.com/2009/06/de-onde-sai-tanto-politico-safado.html

Recursos Complementares

Sobre “jeitinho brasileiro”, os alunos poderão assistir aos vídeos seguintes:

O Brasil do jeitinho – parte 3

http://www.youtube.com/watch?v=GCl4IU_3GvE&feature=player_embedded

Teste de honestidade

http://www.youtube.com/watch?v=iTZEVC-YlCo&feature=player_embedded

Avaliação

As atividades desenvolvidas possibilitam que os alunos  sejam avaliados pontualmente sobre o tema –Produzindo um texto de opinião com base em charge.  Para isso, o professor deverá observar a participação deles durante as atividades realizadas em dupla e em grupo, verificando principalmente se eles conseguiram produzir um artigo de opinião a partir de uma charge, buscando convencer e influenciar o leitor sobre seu posicionamento a respeito do “jeitinho brasileiro de ser”.

Opinião de quem acessou

Cinco estrelas 1 classificações

  • Cinco estrelas 1/1 - 100%
  • Quatro estrelas 0/1 - 0%
  • Três estrelas 0/1 - 0%
  • Duas estrelas 0/1 - 0%
  • Uma estrela 0/1 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • Sônia Alves, EMEF , São Paulo - disse:
    soniafirezzi@hotmail.com

    04/06/2014

    Cinco estrelas

    Vou trabalhar esta aula porque acredito que tudo nessa vida é ensinado e como educadores precisamos ensinar o currículo, mas também bons textos, bons exemplos de cidadania...


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.