Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Química do Amor

 

03/08/2009

Autor e Coautor(es)
Alexandre Rodrigues Soares
imagem do usuário

GRAVATAI - RS COL ESTADUAL PROFESSOR NICOLAU CHIAVARO NETO

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Médio Química Modelos de constituição: substâncias, transformações químicas
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

Introdução à Química Orgânica

Fórmulas estruturais simplificadas

Duração das atividades
2 aulas de cinquenta minutos cada
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Ligação química covalente

Estratégias e recursos da aula

Essa aula propõe introduzir a Química Orgânica por meio de um assunto que interessa em especial os adolescentes, a química do amor.

Em sala de aula, proponha uma leitura silenciosa do texto a seguir. Após, fazer a leitura em voz alta enquanto explica pontos importantes no texto (ver "Comentários para o professor"), seguido de exercícios.

_____________________________

A Química do Amor

        Durante muitos anos acreditou-se que o homem não poderia sintetizar certas substâncias em laboratório. Essas substâncias em geral eram compostos com fórmula e estrutura complicadas, encontradas nos seres vivos. A explicação imaginada pelo químico Berzelius (1779-1848) era que os organismos vivos possuíam uma “força vital” que lhes permitiriam produzir tais substâncias.

        Essa ideia começou a ser derrubada em 1828 quando o químico alemão Friedrich Wöhler descobriu que aquecendo o cianato de amônio (composto inorgânico) ele se transformava em ureia (composto orgânico encontrado na urina de mamíferos, pássaros e alguns répteis, bem como no leite e no sangue).

        Da análise dos compostos orgânicos, Antoine L. Lavoisier descobriu que todos eram constituídos pelo elemento carbono (juntamente com o hidrogênio).

        Atualmente, define-se a Química Orgânica como a Química que estuda os compostos de carbono1.

        Além do carbono, o hidrogênio está presente em quase todos os compostos orgânicos. Mas, cuidado, nem todo composto que contém carbono é orgânico (e você já conhece vários deles).

> Alguns compostos inorgânicos contendo carbono:

C (grafite ou diamante), CO2 (gás carbônico), H2CO3 (ácido carbônico), HCN (cianeto de hidrogênio).

> Alguns compostos orgânicos (não se assuste com as fórmulas, você irá se familiarizar com elas em breve).

undefined  

CH4, metano     C2H5NO2, glicina


undefined

C2H4O2, ácido etanóico   C2H6O, etanol

        É curioso constatar que toda a vida (conhecida) existente neste planeta é constituída essencialmente de átomos de carbono e hidrogênio e que algumas reações físico-químicas que acontecem em nós nos fazem pensar, andar, amar ...

E poderia o amor ser explicado quimicamente? Por que sentimos atração por alguém?

    & nbsp;   Do p onto de vista quími co, uma atitude romântic a entre seres hu mano s se deve a reações químicas no corpo. Não é por acaso que estamos falando sobre “química sexual”, mas porque substâncias produzidas em nosso corpo são muito parecidas com drogas do tipo anfetaminas. Elas incluem dopamina, norepinefrina (noradrenalina) e principalmente a 2-feniletilamina (FEA).

norepinefrina  dopamina  fea

        Nosso corpo produz tais substâncias mas infelizmente criamos “resistência” aos seus efeitos, após alguns anos.


Isso significa o fim do amor?

Não necessariamente. Reações emocionais são produzidas por outras substâncias. O que passa é a “paixão” (um sentimento mais imediato), um amor duradouro envolve substâncias chamadas endorfinas, que são produzidas no cérebro e provocam sintomas como relaxamento, paz, etc. A glândula pituitária, localizada no cérebro, secreta oxitocina, um estimulante que age no cérebro quando se faz amor. Essa substância provoca contrações no músculo uterino e produção de leite; aparentemente está envolvida no relacionamento mãe e bebê.

Poderíamos fazer alguém se apaixonar por nós com uma poção de amor usando substâncias como o FEA?

Chocolate é rico em FEA. Uma barra de 100g contém mais de 660mg (bem como outros estimulantes chamados metilxantinas2). Contudo, é muito pouco absorvida pelo corpo e, por isso, o chocolate não é um afrodisíaco. O corpo tem que produzir o seu próprio FEA.

Por fim, queremos deixar claro que não pretendemos aqui estabelecer regras determinísticas para esse ou aquele comportamento, mas que envolvem a Química.

undefined  undefined

A teobromina pode ser letal para animais domésticos, principalmente cães, pois metabolizam lentamente essa substância, podendo acarretar convulsões, hemorragias e até morte. Estima-se que cerca de 100 mg por quilo do animal possa ser uma quantidade perigosa para saúde de alguns animais. Em 100g de chocolate ao leite há cerca de 20 0 mg de teobromina, enquanto que a mesma quantidade de chocolat e amargo tem 1.400mg de teobromina. Já no chocolate branco, esta quantidade é de apenas 3,5 mg de teobromina em 100 g.

_____________________________

1 Para se ter uma ideia de sua extensão, em janeiro de 1990, a Sociedade Americana de Química re gistrou a 10.000.000ª substância. Mais de 600.000 novos compostos são adicionados a essa lista anualmente e cerca de 95% são orgânicos.

2 Exemplos: cafeína e teobromina _ também encontradas no café, chimarrão (bebida típica do sul do Brasil) e outros chás.

_____________________________

Fórmulas Estruturais Simplificadas
Para poupar tempo e tornar as fórmulas estruturais mais fáceis de escrever e de ler, utiliza-se uma representação chamada fórmula estrutural simplificada.

undefined

Costuma-se representar moléculas com estrutura cíclica usando formas geométricas:

Fórmulas Estruturais simplificadas

Exercícios
1. Escreva a fórmula estrutural simplificada para os seguintes compostos:

undefined

2. Consulte o texto sobre a Química do amor e escreva as fórmulas estruturais simplificadas para a dopamina, norepinefrina e 2-feniletilamina.

_____________________________

Comentários para o professor

* Após ler os três primeiros parágrafos do texto, que termina falando sobre a descoberta de Lavoisier, recomenda-se fazer circular pela sala um copo contendo açúcar (cerca de 1 cm de altura) e ácido sulfúrico concentrado (em quantidade suficiente para molhar todo o açúcar). Avise os alunos para não tocarem nem cheirarem o conteúdo do copo. Enquanto isso, comente que na época de Lavoisier para descobrir se uma substância era orgânica (portanto, constituída de carbono), o cientista observava o que acontecia ao queimá-la. Se formasse fuligem ou gás carbônico estava provado que tinha carbono. Esse tempo é suficiente para que eles notem a transformação no açúcar. Ele carameliza, aumenta seu volume e libera calor. O efeito é bastante interessante. Poderia ter levado o açúcar à chama como àquela época, mas com ácido súlfúrico é uma  prova bem mais atraente para os alunos de provar que açúcar é uma substância orgânica!

O vídeo disponível em http://www.youtube.com/wa tch?v=dlm2CIiqvUs também mostra o fenômeno (note que a quantidade mostrada no vídeo é para o caso de uma demonstração a distância, sem qu e os alunos se aproximem do copo).

acucar acido sulfurico

* Uma outra forma de apresentar o texto seria recortá-lo em parágrafos para que eles localizem a sequência, ou mesmo dividir a sala em grupos e a cada grupo entregar o texto recortado em parágrafos. Dê-lhes alguns minutos para a montagem do texto e socialize os resultados.

* O texto apresenta de formas diferentes as estruturas moleculares de compostos orgânicos. A cafeína e a teobromina, por exemplo, estão na forma simplificada, omitindo carbonos e hidrogênios. Os alunos têm aprendido rapidamente esse tipo de representação com o uso do texto sugerido seguido de exercícios que apresentem fórmulas estruturais que deverão ser simplificadas. Os exercícios para simplificação são propostos sem o professor explicá-los, apenas apresenta-os com as regras de simplificação por escrito. Os alunos resolverão os exercícios seguindo suas interpretações e hipóteses. É recomendável que façam os exercícios em duplas e que o professor circule pela sala para observar suas hipóteses. Ajude os que estiverem com maiores dificuldades, inclusive pedindo para olhar o caderno de outro colega que tenha feito diferente.

* O propósito dessa aula é acostumá-los com textos que envolvam temas de seus interesses e que se aprofundam usando termos e representações da ciência. Essa estratégia não se esgota aqui e é recomendada ao abordar outros conteúdos de Química Orgânica, conciliando/confrontando textos comuns (de jornais, revistas, etc.) e os estudo de novos conceitos.

* O Portal do Professor oferece imagens 3D da dopamina (http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnica.html?id=10792) e da cafeína (http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnica.html?id=10777). Essas imagens são de efeito atraente.

A visualização requer óculos 3D que podem ser feitos com uma folha de celofane azul para um olho e vermelho para o outro (há um link sobre como fazer um em "Recursos complementares"). Os óculos podem ser feitos pelos próprios alunos e servirão para visualizar imagens 3D em outras aulas também.

Dopamina

Cafeína

Recursos Educacionais
Nome Tipo
Dopamina Imagem
Cafeína Imagem
Recursos Complementares
Avaliação

Essa aula é introdutória à Química Orgânica. Para avaliação recomenda-se trabalhar exercícios em que os alunos escrevam as fórmulas moleculares das substâncias orgânicas apresentadas no texto.

Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 8 classificações

  • Cinco estrelas 7/8 - 87.5%
  • Quatro estrelas 0/8 - 0%
  • Três estrelas 1/8 - 12.5%
  • Duas estrelas 0/8 - 0%
  • Uma estrela 0/8 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.