Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


A diferença entre Conservacionismo e Preservacionismo: ensaio para uma pesquisa bibliográfica

 

30/04/2012

Autor e Coautor(es)

Marco Tulio Mendes Eterno, Elizabet Rezende de Faria

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Médio Biologia Ecologia e ciências ambientais
Ensino Médio Filosofia Teoria do conhecimento
Ensino Médio Geografia Questões ambientais, sociais e econômicas
Educação Profissional Recursos Naturais Técnico em Agroecologia
Educação Profissional Recursos Naturais Técnico Florestal
Ensino Médio Sociologia Relação sociedade / natureza: a questão do trabalho e do meio ambiente
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

 

  • Desenvolver uma pesquisa bibliográfica a partir da leitura de diferentes fontes e referenciais midiáticos que contribuam para uma fundamentação teórica necessária em qualquer pesquisa;
  • Dominar e inter-relacionar diferentes linguagens (textos, charges, gráficos, mapas e dados estatísticos);
  • Analisar as diferentes correntes ou movimentos ambientalistas, para a formação de um pensamento sócio ecológico mais crítico;
  • Refletir sobre a pluralidade do pensamento humano, tomando como tema a aparente semelhança entre as correntes ambientalistas, principalmente a do Conservacionismo e a do Preservacionismo.
  • Conhecer as diferentes correntes ambientalistas e suas concepções sobre a Natureza e o uso de seus recursos, além de refletir sobre a maneira de como conservá-los ou preservá-los;
  • Perceber a abordagem interdisciplinar que o tema propicia como a relação homem x natureza e os problemas ambientais gerados pelo crescimento populacional e da produção (Geografia e Sociologia), Ecologia e Meio Ambiente (Biologia) e a valorização do método para uma pesquisa, além diversidade do pensamento humano sobre como se apropriar da Natureza e de seus recursos (Filosofia);
  • Conscientizar o aluno-aprendiz sobre a importância da pesquisa bibliográfica para a construção e o domínio de conceitos e para uma fundamentação teórica, indispensáveis em uma pesquisa;
  • Dominar consultas em bibliotecas físicas e virtuais;
  • Elaborar um levantamento bibliográfico e selecionar as fontes de pesquisa;
  • Elaborar uma resenha crítica na linguagem e no rigor técnico-científico  para publicação dos resultados da pesquisa;
  • Dominar novos recursos midiáticos a partir do levantamento de sites que tratem do tema da aula e da criação de um blog que socializará os resultados da pesquisa.
Duração das atividades
16 aulas de 50 minutos
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
  • O aluno deverá ter noções de Ecologia com ênfase em Problemas Ambientais provocados pelo crescimento da população e da produção de riquezas.
  • O aluno deverá ter noções sobre o modo de produção capitalista, consumo e consumismo;
  • O aluno deverá ter noções sobre Desenvolvimento Sustentável.
Estratégias e recursos da aula

 

1ª Atividade: Motivações para a pesquisa: ( 02 aulas de 50 minutos)

 

 

Interdisciplinaridade Antes de apresentar a metodologia para a pesquisa desejada, sugere-se que seja feito um debate multidisciplinar (com os professores de Geografia, Biologia, Sociologia e Filosofia). O debate entre os professores e alunos pretende uma reflexão sobre os seguintes temas:

  • Como a humanidade tem se relacionado com a natureza?
  • Deve-se salientar  o processo de degradação ambiental que o crescimento populacional e da produção de riquezas têm provocando.

Para isso, serão levantadas as seguintes questões:

     PARA OS ALUNOS REFLETIREM:

 

 PARA REFLETIR

questões

 

1 – O que a Natureza representa para a humanidade?

2 – A humanidade faz parte da Natureza?

3 – Como tem sido a relação entre as Sociedades e a Natureza?

4 – Qual o valor dos Recursos Naturais?

5 – Há diversidade na forma de se pensar e de se apropriar da Natureza?

 

Os alunos deverão registrar em seus cadernos suas reflexões para alimentar as próximas atividades.

 

2ª Atividade - Vídeo-Debate: A apropriação da Natureza pela Humanidade e os problemas socioambientais.

(02 aulas de 50 minutos/01 aula para cada vídeo)

O QUE OBSERVAR DURANTE A PROJEÇÃO DO VÍDEO? 

Sugerimos que os alunos assistam a estes dois documentários sobre consumo, sociedade e meio ambiente. O professor deve chamar a atenção para que os alunos se atentem para:

  • Como o sistema capitalista, produtor de mercadorias, induz ao consumismo? (consumo desmedido);
  • Que o consumismo produz o desperdício de recursos naturais e gera problemas ambientais antes, durante e depois da produção de mercadorias;
  • Que ao produzir riquezas, o sistema capitalista não elimina totalmente a pobreza;
  • Que a sustentabilidade ambiental depende da mudança do modo de produção e do padrão de consumo - o que envolve não só o Estado ou as empresas, mas também todos nós.

 

  • a) DOCUMENTÁRIO:  “A história das Coisas” de Annie Leonard: (01 aula de 50 minutos)

 

 

 

 A história das coisas

  

 

Informações sobre o filme:

 

 

The Story of Stuff,  ou em português A História das Coisas, é um pequeno documentário americano, apresentado por Annie Leonard, que apresenta importantes informações sobre questões ambientais e sociais dentro da temática do consumo de produtos, que representa um assunto urgente e de vital importância para a sobrevivência de todo o Planeta e da espécie humana.

 

video disponível em: http://websarti.blogspot.com.br/2010/09/historia-das-coisas-uma-questao.htm (acesso em 22/03/12)

ou

http://www.sununga.com.br/HDC/index.php?topico=download

 

(acesso em 22/03/12)

 

ou ainda no portal professor:

 

 

 

 

 

 

O professor deve resgatar as principais ideias do documentário junto aos alunos, dialogando com eles sobre a dinâmica capitalista na produção de mercadorias, enfatizando os impactos provocados na natureza durante a retirada de recursos naturais, a fabricação de mercadorias, o consumo e o descarte dos resíduos sólidos.

 

3ª Atividade – A escolha e a demarcação do tema da pesquisa (02 aulas de 50 minutos)

O objetivo dessa atividade é destacar para os alunos a pluralidade do pensamento humano tendo como tema as diferentes Correntes ou Movimentos Ambientalistas. Cada corrente ambientalista pensa a natureza de maneira diversa e propõe diferentes formas de apropriá-la e preservá-la.

Para isso sugerimos as seguintes atividades:

 

 

 

 

 

TCI's

 

 

 

uca

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

a)  Os alunos deverão pesquisar em sala de aula ou no laboratório de Informática, utilizando recursos da Tecnologia da Comunicação e da Informação (TCI’s) como o UCA, tablets ou computadores pessoais, as diferentes correntes ambientalistas tais como:

 

  • Preservacionismo
  • Conservacionismo
  • Ecologia Profunda
  • Ecossocialismo

sugestão de pesquisa no link :

internet

 http://eacritica.wordpress.com/2010/06/05/as-diferentes-correntes-do-pensamento-ecologico/  (acesso em 12/03/2012).

 

 

 

 

Trabalho em GrupoTRABALHO EM GRUPO

b) O professor deverá dividir a turma em grupos e sortear para cada uma corrente ou movimentos ambientalistas;

c) Cada grupo irá pesquisar sobre as correntes ambientalistas utilizando os recursos da internet.

d) Sob a orientação do professor de Filosofia, os alunos poderão debater sobre as diferentes formas de pensar o meio ambiente, contribuindo para criação de um ambiente de diversidade do pensamento, discutindo qual a corrente que eles consideram a mais plausível de ser seguida.

problematização

4ª ATIVIDADE: PROBLEMATIZAÇÃO: Pensando e elaborando um projeto de pesquisa!

No senso comum, preservar pode ser igualado a conservar. Mas em discussões científicas e no contexto do pensamento ambiental essas expressões são bem diferentes. Por isso é que existem diversas correntes ambientalistas que pensam, de maneira diversa, como a humanidade deve lidar com a natureza. Para entender essas diferenças, salientamos a importância do domínio de conceitos para a produção de uma pesquisa científica e para a formação de um pensamento ecológico mais crítico.

Para isso, propõe-se que o professor indique para cada grupo que eles deverão elaborar um projeto de pesquisa, seguindo as seguintes etapas:

a) Elaborar um projeto de pesquisa que consiste em saber:

tema da pesquisa

  • a) Definição do Tema: O que se deseja pesquisar? (01 aula de 50 minutos)

  • A proposta é que o professor proponha aos alunos conhecer as diferentes correntes ambientalistas com destaque para "A diferença entre Conservacionismo e Preservacionismo". Este será o TEMA DA PESQUISA BIBLIOGRÁFICA.

justificativa

  • b) Justificativa: Por que escolheu esse tema?

  • Ninguém está imune a ideologias. É muito comum nas escolas que a ideologia dos professores (muitas vezes herdada de seus professores universitários) se imponha naturalmente aos alunos que ainda não possuem argumentos para discordar ou assumir conscientemente outra ideologia.

    Em um ambiente acadêmico é importante conviver com a diversidade de ideias e a pluralidade de interpretações teóricas acerca de um tema. Essa pluralidade muitas vezes é reflexo da diversidade cultural, das ideologias e dos interesses de grupos socioeconômicos muitas vezes antagônicos.

 

  • O professor então deve encaminhar a seguinte discussão aos alunos: Por que estudar a diferença entre Conservacionismo e Preservacionismo? Acreditamos que o estudo das correntes ambientalistas possa contribuir para essa diversidade de ideias e que o debate entre essas elas contribua também para a formação de um pensamento mais crítico em relação ao meio ambiente, tema cada vez mais recorrente nas discussões atuais. ESSA É A JUSTIFICATIVA  DA PESQUISA.

 

objetivos

  • c) Objetivos: Para que estudar este tema? 

    Acreditamos que o objetivo da pesquisa sobre diversidade do pensamento ambientalista seja a possibilidade de contribuir para o aluno:

  • 1º - Desenvolva a capacidade de realizar uma pesquisa bibliográfica, com publicação científica e divulgação dos resultados que possibilitarão uma fundamentação teórica, para alimentar os argumentos dos alunos dotados de conceitos teóricos mais sólidos;

  • 2º O estudo do tema desenvolverá, com solidez, uma educação ambiental mais crítica e cidadã.

  • O professor deverá apresentar esses objetivos aos alunos e mostrar que para alcançá-los deve-se escolher um caminho, uma metodologia. Esse será o próximo passo para compor o projeto de pesquisa.

 

metodologia

  • d) A metodologia da pesquisa: Como estudar este tema?

A metodologia é muito importante para o desenvolvimento de uma pesquisa. Além de indicar o caminho por onde os pesquisadores (alunos) irão trilhar, ela também valida os resultados da pesquisa (ou por falhas, pode refutá-los). Portanto, o professor deve apresentar aos alunos qual metodologia a ser escolhida para essa pesquisa.

Como se trata de uma PESQUISA BIBLIOGRÁFICA, o professor irá indicar aos alunos as seguintes etapas:

  • I) A importância do Levantamento bibliográfico: para se conhecer melhor um assunto devemos pesquisar sobre ele. Como curiosos, podemos buscar fontes sem qualquer rigor ou método, mas quando nos propomos a conhecer algo cientificamente, isto não é possível, sendo necessário um levantamento de informações disponíveis, geradas e publicadas anteriormente sobre o tema escolhido.

  • E toda pesquisa inicia-se pelo Levantamento Bibliográfico que consiste, basicamente, na busca por materiais impressos e arquivos eletrônicos sobre o tema. Isso exigirá dos alunos uma familiaridade com os mecanismos de busca em bibliotecas físicas ou virtuais. Não basta criar um amontoado de informações. É preciso saber selecioná-las.

  • Essa assessoria será dada pelo professor durante essa etapa, alertando os alunos para:

  1. Idoneidade da publicação e de seus autores;

  2. Data da publicação (com preferências a fontes mais atualizadas e revisadas);

  3. Fontes diversas.

  4. Para essa etapa, precisamos ter intimidade com os livros. Propomos que o professor programe uma visita com os alunos à biblioteca da escola ou biblioteca municipal.

 

VAMOS APRENDER A BUSCAR OBRAS EM BIBLIOTECAS FÍSICAS E VIRTUAIS?

 

biblioteca escolar

  • II)  Consulta a bibliotecas físicas (02 aulas de 50 minutos): Atualmente as grandes bibliotecas já possuem sistema de busca informatizada. Mas elas não substituem a técnica de se encontrar os livros em uma estante pela etiqueta de chamada.

  • Essa é uma tarefa educativa, que deverá ser feita em grupo na biblioteca da escola, com a ajuda do bibliotecário. O professor deverá combinar essa atividade com antecedência com o bibliotecário.

  • ATIVIDADE NA BIBLIOTECA:

  • O professor e o bibliotecário devem instruir os alunos sobre a postura básica para se frequentar uma biblioteca: silêncio, cuidado com o acervo, pedido de informações e buscas no acervo.

  • Como buscar um livro?

  • Veja como um livro é classificado:

 

questões

COMO CONSULTAR O ACERVO?


Classificação
O acervo da biblioteca é composto de livros, periódicos, dicionários e enciclopédias gerais e especializadas, bases de dados nacionais e internacionais em CD-ROM e on line, abrangendo várias áreas do conhecimento.

O bibliotecário poderá dar instruções básicas sobre como é feita a classificação dos livros. Geralmente os acervos das bibliotecas encontram-se ordenados por assunto de acordo com a Classificação Decimal de Dewey – CDD. Veja:

  • Classes gerais da CDD

  • 000 – Generalidades

  • 100 – Filosofia. Psicologia

  • 200 – Religião

  • 300 – Ciências Sociais

  • 400 – Linguagem

  • 500 – Ciências Naturais. Matemática

  • 600 – Tecnologia

  • 700 – Artes

  • 800 – Literatura

  • 900 – Geografia. História

O professor de Geografia deverá chamar a atenção para a classificação dos livros de Geografia (pelo número de referência 900) e Ciências da Vida (pela referência de número 570) e levar os alunos até as estantes com o acervo dessas áreas do conhecimento.
fontes de pesquisa

COMO ENCONTRAR O LIVRO NA ESTANTE?


a) Número de Chamada:
O número de chamada (ou endereço do livro) é composto de:


1 – Número que corresponde ao assunto da obra na tabela de classificação CDD, usada na biblioteca;
2 – Número que corresponde ao autor da obra, antecedido da primeira letra do sobrenome do autor e precedido da primeira letra do título;
3 – Edição se não for a primeira;
4 – Volume da obra se pertencer a uma coleção;
5 – Número de exemplar se a biblioteca possuir mais de um;

 

b) Exemplo da etiqueta da lombada:

Exemplo da etiqueta da lombada:

 

159.922

assunto da obra (1)

C492p

sobrenome do autor, numero do autor e letra do título (2)

=690

obra traduzida (3)

2ed

edição (4)

v.1

volume (5)

e.2

exemplar (6)

outro exemplo:


658.8 Classificação/Assunto da obra (1)
K87a Subclassificação/ sobrenome do autor, número do autor e letra do título (2)
12 ed. Edição (3)
v.1 Volume (4)
Ex. 3 Exemplar (5)

 

Fonte: disponível em: http://www.fasete.edu.br/arquivos/biblioteca/COMO_CONSULTAR_ACERVO.pdf   (acesso em 22/03/2012)

 

O professor deverá indicar alguns livros de Geografia (900) e de Ciências da Vida/Ecologia (570)  e pedir para que os alunos busquem as obras nas estantes.

Os alunos deverão seguir as instruções do bibliotecário, se atentando para o número de chamada das obras que contém:

  • O número da área de conhecimento
  • As iniciais do sobrenome do autor e da obra
  • Número da edição
  • Número do volume
  • e o número do exemplar existente na biblioteca.

Assim, os alunos já terão uma noção de como localizar uma obra em uma biblioteca física.

  • IMPORTANTE: NUNCA DEVOLVER O LIVRO PARA A ESTANTE! Este serviço é do bibliotecário! Desta maneira garantimos que o livro estará sempre no lugar certo.

 

biblioteca virtual

  • III) Consulta a bibliotecas virtuais (02 aulas de 50 minutos)

As bibliotecas virtuais possuem acervo digitalizado e o acesso pode ser feito a distância por meio da internet, 24 horas por dia. Elas são vantajosas em relação às bibliotecas físicas por permitirem acesso simultâneo a um número infinito de usuários, preservam os documentos e é mais acessível. No entanto podem não oferecer todo o acervo físico digitalizado, ter excesso de informações redundantes, expor o usuário desavisado a problemas com direitos autorais e é de difícil acesso para o excluído digital. Nesta etapa também será possível fazer um levantamento de sites, portais, blogs e todos demais links sobre o tema da pesquisa.

É importante salientar que será necessário fazer uma seleção das buscas que pode ser inspirado no sistema WEBQUEST http://webeduc.mec.gov.br/webquest/ 

(acesso em 20/03/2012). Este sistema ajuda a transformar informações em conhecimentos.

Estas Tecnologias da Comunicação e Informação são fundamentais para democratizar o acesso ao conhecimento.

No laboratório de Informática ou na sala de aula com o UCA ou Tablets,  o professor deverá sugerir algumas bibliotecas virtuais e pedir para os alunos busquem obras de Geografia e Ecologia que tratem das Correntes ambientalistas: Sugestão: procura por palavras-chave: Conservacionismo; Preservacionismo; Ecologia; Movimentos Ambientalistas.

Sugestões de bibliotecas virtuais:

 

Os alunos deverão seguir as instruções que cada biblioteca virtual indicar na ferramenta de busca:

  • Buscar pelos temas: preservacionismo e conservacionismo;
  • Buscar pelo número de chamada;
  • Buscar pelo nome do autor;
  • Buscar pelo nome da obra.

Veja o exemplo: buscamos a palavra meio ambiente no sistema de bibliotecas da Universidade Federal de Uberlândia e encontramos 457 páginas associadas a este tema. Veja uma obra selecionada:

Número Disponível: 1
Disponível em: MON - Livros
Número de chamada 577.4(81) A663M
Autor Araújo, Aloísio Barbosa de.
Título O meio ambiente no Brasil; aspectos econômicos.
Imprensa Rio de Janeiro: IPEA/INPES, 1979.
Descrição 127p. il.

 

O que o site nos respondeu:

Há um exemplar desta obra, na biblioteca do Campus Santa Mônica (MON) com o número de chamada de 577.4(81)A663M. O livro é de 1979 e possui 127 páginas.


relatório

e) Escrevendo a Resenha Crítica (03 aulas: 02 aulas para escrita e orientações e 01 aula para reescrita)

Após o levantamento bibliográfico e a escolha dos textos, os alunos deverão escrever uma resenha crítica, que é uma análise do que foi pesquisado. Para se fazer uma resenha crítica, devemos nos atentar para as seguintes instruções:

 O professor de Geografia e/ou de Filosofia irá apresentar aos alunos como se escreve uma resenha crítica, informando os dados abaixo:

 

  • Conforme normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) uma Resenha Crítica deve conter:

    Análise crítica e informativa de um texto, livro, filme, peça ou qualquer outro trabalho. Essa é composta das seguintes partes:

    • Resumo;

    • Qual sua opinião e sentimentos: o que achou da leitura, se foi agradável, fácil, difícil;

    • Aplicação: aplica-se ou não na sua área de conhecimento e interesse?

    • Crítica: pode ser feita ao longo do seu resumo ou no final;

    • Referências bibliográficas

    Fonte: http://professor-rogerio.blogspot.com.br/2011/03/resumo-das-normas-para-resenhas-e.html

(acesso em 22/03/2012)

 

Os alunos irão escrever uma resenha crítica, seguindo as instruções acima.

  socialização dos resultados

f) Criando um blog para socialização dos resultados e para desenvolver competências para lidar com as novas Tecnologias da Comunicação e da Informação (02 aulas de 50 minutos)

Os blogs talvez sejam uma das mídias mais democráticas existentes. Exige poucos recursos, é fácil de ser criado, atualizado e localizado em sites de busca, principalmente pelos temas que tratam. Por isso, escolhemos este recurso de mídia para divulgar os resultados desta pesquisa.

Na medida em que as etapas da pesquisa bibliográfica forem sendo desenvolvidas, os grupos poderão alimentar o blog com seus conteúdos construídos. Isto inclui a postagem de:

  • Textos
  • Imagens
  • Músicas
  • Vídeos
  • Comentários sobre as experiências vivenciadas como as sensações despertadas desde o primeiro debate, os filmes assistidos, o trabalho em grupo, a pesquisa, a escrita da resenha até a criação do blog.

A seguir, o professor poderá sugerir aos alunos endereços de hospedeiros de blogs gratuitos na internet:

https://accounts.google.com/ServiceLogin?service=blogger&ltmpl=start&hl=pt-BR&passive=86400&continue=http://www.blogger.com/home#s01 

Acesso em 22/03/2012

https://acesso.uol.com.br/login.html?skin=blog&dest=REDIR%7Chttp%3A//blog.uol.com.br/signin.html?iDent=true 

Acesso em 22/03/2012

https://pt-br.wordpress.com/signup/ 

Acesso em 22/03/2012

http://www.criarumblog.com/pt/criar-seu-blog/ 

Acesso em 22/03/2012

http:// http://webeduc.mec.gov.br/webquest/ 

Acesso em 22/03/2012

Os alunos deverão seguir as instruções que o mantenedor do site indicará para a construção e postagem no blog.

Recursos Educacionais
Nome Tipo
A história das coisas Vídeo
Recursos Complementares

 

1 -Sugestão de links para os alunos:

Site de outros alunos: Preservaconismo, conservacionismo e movimento ambientalista:

http://www.alunosonline.com.br/biologia/movimento-ambientalista.html. Acesso em 22/03/2012

Blog Educação Ambiental Crítica:

http://eacritica.wordpress.com/2010/06/05/as-diferentes-correntes-do-pensamento-ecologico/ Acesso em 20/03/2012

Artigo: "Afinal, qual a diferença entre conservação e preservação?" em:

http://www.nitvista.com/index_frame.php?url=%2Fmicrosite%2Fartigos%2Fexibe.php%3Fid%3D654%26canal.. Acesso em 23/03/12

Vídeos sobe Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente - CID Ambiental/FNMA:

http://www.mma.gov.br/sitio/index.php?ido=conteudo.monta&idEstrutura=16&idConteudo=5321&idMenu=4728  Acesso em 20/03/2012

2 - Sugestão de links para os professores:

Aula com vídeo "Ilha das Flores" :

http://www.youtube.com/watch?v=KAzhAXjUG28(acesso em 23/02/2012). Destaque para o vídeo.

Site sobre Políticas Públicas para o meio ambiente:

http://www.mma.gov.br/sitio/index.php?ido=conteudo.monta&idEstrutura=127 Acesso em 23/03/2012

Texto sobre Preservacionismo e conservacionismo:

http://www.cpu.org.br/painel/noticia/detalhe.php?id=109 . Acesso em 22/03/2012

A ação de ONG's Ambientalistas: consulta em portais:

http:// http://www.greenpeace.org/brasil/pt/ http://www.wwf.org.br/ Acesso em 20/03/2012

Texto: " Notoriedade dos Movimentos ambientalistas: as causas e efeitos" :

http://artigos.netsaber.com.br/resumo_artigo_19339/artigo_sobre_notoriedade_dos_movimentos_ambientalistas:_as_causas_e_efeitos

 Acesso em 23/03/2012

Avaliação

O professor deverá avaliar:

Os registros do debate e das sessões de vídeo. Os alunos deverão entregar os relatórios em grupo de cinco membros;

As etapas da elaboração da pesquisa como problematização, escolha do tema, justificativa, definição dos objetivos e da metodologia. O professor deverá avaliar o trabalho em grupo dos alunos, observando a capacidade de organização do grupo, participação dos membros, divisão de tarefas e produtividade;

As atividades multimídias, observando o desemepenho durante as buscas na internet e a capacidade de explorar os recursos dos equipamentos;

 

A resenha crítica

A avaliação final consiste em divulgar no blog a ser criado, todas as etapas da pesquisa: debate, vídeos, trabalho em grupo, pesquisa (levantamento bibliográfico em bibliotecas físicas e virtuais e o texto da resenha crítica.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  •  
  •  

     

     

     

     

     

    Opinião de quem acessou

    Cinco estrelas 1 classificações

    • Cinco estrelas 1/1 - 100%
    • Quatro estrelas 0/1 - 0%
    • Três estrelas 0/1 - 0%
    • Duas estrelas 0/1 - 0%
    • Uma estrela 0/1 - 0%

    Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

    Opiniões

    Sem classificação.
    REPORTAR ERROS
    Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
    CONTATO
    Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.