Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


A questão do conhecimento: e surge a Filosofia!

 

03/07/2012

Autor e Coautor(es)
ELISANDRA ANGREWSKI
imagem do usuário

CURITIBA - PR SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO

Rosangela Menta

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Médio Filosofia História da filosofia
Ensino Médio Filosofia Teoria do conhecimento
Ensino Médio História Tempo: transformações e mentalidades
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
  • Conhecer os primeiros filósofos que se preocuparam com a questão do conhecimento
  • Conhecer as teorias cosmológicas dos primeiros filósofos
  • Compreender como se deu o surgimento da filosofia na Grécia Antiga
  • Refletir sobre a percepção do mundo e sua relação com o surgimento da filosofia
Duração das atividades
Aproximadamente 4 aulas.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Não necessidade de conhecimentos prévios.

Estratégias e recursos da aula

 

Contextualizando

 

Introdução ao conteúdo

Os primeiros filósofos gregos que questionavam sobre o mundo (cosmos), buscavam encontrar um princípio único e eterno, responsável pela ordem e presente em todas as coisas. Certos de que somos seres capazes de conhecer o universo e sua estrutura, as indagações desses pensadores se voltavam para questões como: Por que e como as coisas existem?, O que é o mundo?, Qual a origem da natureza?, Quais as causas de sua transformação? Essas indagações colocavam no centro a pergunta: O que são as coisas?, e mais tarde: O que é o Ser?  E você, já se questionou sobre alguma dessas questões?

 

A curiosidade e o conhecimento

 

Passar para os alunos o vídeo O Universo visto pelo telescópio Hubble que apresenta o interesse do homem pelo universo (cosmos), que com os gregos adquiriu status de ciência (Cosmologia).  Esse vídeo mostra como a tecnologia tem sido utilizada na busca de respostas que há muito tempo são feitas e respondidas das mais distintas maneiras.

 

Antes de passar o vídeo introduza o debate com os alunos. Para isso sugerimos alguns questionamentos:

Roteiro de discussão

 

  • Que motivos levam o Homem a buscar o conhecimento?

  • Existe um motivo primeiro?

  • Você se considera um explorador(a)?

  • Como a tecnologia tem sido usada por você na busca de novos conhecimentos?

 

Hubble

 

FONTE: YouTube. O universo visto pelo telescópio Hubble. Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=UXSbduDgxjc. Acesso em mai 2012

Tempo: 6' 39”

 

Deixe que seus alunos exponham oralmente suas opiniões. Intervenha destacando o papel da curiosidade nesse processo de busca pelo conhecimento.

 

 

 

Atividade 1

Apresentar o vídeo Mitologia Grega - Parte 1. Na sequência propor as seguintes questões:

 

Roteiro de análise

  • Qual o fundamento do discurso mítico?
  • Em que a filosofia se difere do mito?

 

Mitologia

  • Duração: 8' 06”
  • Autor: Luís Alberto Cabral

Após o debate sobre o vídeo, identificar ideias do cotidiano que são baseadas na crença, na fé e na racionalidade. Montar um quadro dividido em três partes:

CRENÇA

RAZÃO

 

 

 

 

Nessa atividade os alunos perceberão que as ideias do cotidiano são baseadas em alguma fonte de conhecimento e, conseguir identificar essas fontes pode ajudar no processo de validação das ideias do dia a dia.

 

Teorizando

 

Atividade 2
Divida a turma em grupos (4 ou 5 membros, dependendo da dinâmica da turma) e entregue aos grupos fotocópias do parágrafo 3 do livro A Filosofia na época trágica dos gregos de Friedrich Nietzsche. Explique à turma que nesse livro o autor faz uma retrospectiva das ideias de alguns filósofos gregos antigos, os quais iniciaram a história da filosofia grega. O fragmento trata do filósofo pré-socrático Tales de Mileto.

 

NIETZSCHE, Friedrich. A Filosofia na época trágica dos gregos. § 3. Disponível em: http://pt.scribd.com/doc/3506451/Nietzsche-Friedrich-A-filosofia-na-epoca-tragica-dos-gregos. Acesso em mai 2012

Sugerimos o método da leitura analítica para esse texto. Segue abaixo as etapas dessa leitura segundo Antônio Joaquim Severino.

 


    

Para a produção coletiva da síntese sugerimos a utilização do Google Docs.

O Google Docs é um pacote de aplicativos do Google baseado em AJAX. Funciona totalmente on‐line diretamente no browser. Os aplicativos são compatíveis com o Microsoft Office e o OpenOffice.org, e atualmente compõe‐se de um processador de texto, um editor de apresentações e um editor de planilhas. Alguns dos recursos mais peculiares é a portabilidade de documentos, que permite a edição do mesmo documento por mais de um usuário.

Tutoriais e dicas sobre o Google Docs

Roteiro de trabalho:

  • Conduza os alunos ao laboratório de informática da escola;
  • Explique sobre a atividade e sobre a produção colaborativa;
  • Explique como acessar o Google Docs ou apresente a vídeo aula Google Docs;

                 Vídeo Aula - informática - Google Docs - UFMG. Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=aOwkTvF2AgQ. Acesso em: mai 2012

 

OBS.:  Caso opte por não fazer uma leitura analítica, peça aos alunos que respondam as questões do roteiro em seus cadernos e depois promova uma socialização de ideias, pedindo que cada aluno exponha para a turma os resultados de seu trabalho.

      Roteiro de análise

  •  Segundo o autor, sob quais razões deve ser considerada a proposição de Tales?
  •  A partir do texto aponte elementos que diferenciam a filosofia da religião e da ciência
  •  Segundo Nietzsche, qual o limite não superado no filosofar de Tales?

 

A partir da leitura, dos debates e da construção coletiva da síntese os alunos compreenderão a tese do autor, a saber: de que Tales foi o primeiro filósofo grego por ter questionado a totalidade das coisas sem fabulações, enunciando algo distinto a propósito da origem do mundo. 

 

Atividade 3

 

Os primeiros filósofos viam na natureza as explicações sobre a origem, as transformações e a ordem de todas as coisas que ocorriam e se perguntavam como tais transformações poderiam ocorrer. Nesse sentido além de Tales, outros pensadores começaram a pensar de maneira filosófica.

Investigando...

Roteiro de Trabalho

  • Organizar os alunos em grupos (podem ser os mesmos grupos da atividade anterior);
  • Conduzir os alunos ao laboratório de informática da escola;
  • Orientar a pesquisa de fotografias, ilustrações, textos, fragmentos de textos originais e outros materiais que contenham elementos relacionados aos pensadores pré-socráticos;
  • Solicitar que os alunos salvem todo material selecionado num pendrive;
  • Informar que todo material selecionado será utilizado na produção de uma revista.

 

Destacamos aqui alguns pensadores que podem ser pesquisados; fica a critério do(a) professor(a) definir os filósofos que os alunos devem pesquisar.

Tales de Mileto

Demócrito

Parmênides

Anaximandro

Anaxágoras

Heráclito de Éfeso

Pitágoras de Samos

Anaxímenes

 

sites

Portal do Professor - Pré-Socráticos. Disponível em: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/recursos.html?busca=Pre+socraticos&x=21&y=6&modalidade=&componente=&tema=&tipoRecurso=&idioma=&ordem=0&ba=false#resultado. Acesso em mai 2012

Wikpedia – Os Pré-socráticos. Disponível em http://pt.wikipedia.org/wiki/Pr%C3%A9-socr%C3%A1ticos. Acesso em mai 2012

Brasil Escola – O que perguntavam os primeiros filósofos. Disponível em: http://www.brasilescola.com/filosofia/primeiros-filosofos.htm. Acesso em mai 2012.

Uol Educação - Origens da filosofia e os primeiros filósofos gregos. Disponível em: http://educacao.uol.com.br/filosofia/pre-socraticos-origens-da-filosofia-e-os-primeiros-filosofos-gregos.jhtm. Acesso em: mai 2012.

Uol Educação - Panorama dos pré-socráticos ao helenismo. Disponível em: http://educacao.uol.com.br/filosofia/filosofia-antiga-2-panorama-dos-pre-socraticos-ao-helenismo.jhtm. Acesso em> mai 2012.

Universidade de Lisboa. Pré-socráticos. Disponível em:http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/opombo/hfe/momentos/escola/socrates/presocraticos.htm. Acesso em mai 2012

Mundo dos Filósofos. Os Pré-socráticos. Disponível em: http://www.mundodosfilosofos.com.br/presocratico.htm Acesso em mai 2012.

 

Prática social final

 

Produzindo...

Mantenha os alunos no laboratório de informática para sistematizar esta atividade no software livre scribus e elaborar uma revista com as informações coletadas sobre cada um dos filósofos.

Sobre o scribus: é um aplicativo de Desktop Publishing de código aberto. Ele permite diagramações bastante sofisticadas, ideal para documentos bastante elaborados, com fotos, gráficos, diagramas, etc. Suporta formatos de saída do tipo pdf, ps, png, jpg, svg, entre outros.

Disponível para download: http://www.baixaki.com.br/download/scribus.htm. Acesso em mai 2012

Manual Scribus. http://fazendoinclusao.com/manuais/Manual_Scribus.odt. Acesso em mai 2012

 

Roteiro de trabalho

  • Cada grupo organiza um artigo (referente ao filósofo pesquisado) para compor a revista;
  • Cada grupo terá representante na comissão editorial responsável pela redação final da revista;
  • Introduzir a revista com a síntese elaborada na atividade 2.
  • Sugerimos que o título da revista seja: O que é o Ser? - Algumas perguntas... algumas respostas.

Obs: A revista poderá compor, na biblioteca, uma sessão de materiais produzidos pelos alunos e disponíveis aos demais estudantes.

Outra possibilidade: Reunir todo material produzido nesta aula e confeccionar um mosaico que será utilizado na socialização dos resultados da pesquisa.

Recursos Educacionais
Nome Tipo
Mitologia grega: parte 1 Vídeo
Recursos Complementares

Artigos

BARROS, Fernando R. de Moraes. Nietzsche e a Filosofia na Era Trágica dos GregosUniversidade Federal do Ceará. Disponível em: http://www.ufpel.edu.br/isp/dissertatio/revistas/30/07.pdf Acesso em: mai 2012.

 

 

Vídeos

Mitologia

 

 

Os pré-socráticos

  • Descrição: Vídeo sobre os primeiros pensadores, denominados pré-socráticos. Mostra as ideias, teorias e crenças dos principais filósofos dessa época: Tales, Anaximandro, Xenófanes, Heráclito, Pitágoras, Anaxágoras, Parmênides, Zenão, Empédocles e Demócrito. Aristóteles os chamava de físicos, pois se dedicavam a compreender a origem e o funcionamento da natureza. Esclarece que seus pensamentos são a origem da ciência atual
  • Duração: 15 min, 18 s
  • Autor: Cabral, Luís Alberto
  • Fonte: Portal do Professor - Disponível em: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnica.html?id=28302. Acesso em mai 2012
Avaliação

A avaliação pode se dar a partir de alguns critérios previamente estabelecidos pelo professor:

  1. participação durante as discussões e atividades;

  2. comprometimento com o grupo;

  3. argumentação durante o debate; respeito a opinião dos colegas;

  4. empenho para problematizar e para buscar soluções para as situações propostas.

 

De acordo com a proposta desta aula, avalie se nas atividades realizadas pelos estudantes, eles:

  • compreendem como a questão do conhecimento é determinante para o surgimento da filosofia;
  • relacionam o surgimento da filosofia com os questionamentos sobre a totalidade das coisas;
  • compreendem como se deu o surgimento da filosofia;

  • entendem que o questionamento continua movendo o Homem para o conhecimento.

 

Instrumentos de avaliação:

 

  • Debate

  • Debate e quadro comparativo

  • Leitura e análise de texto

  • Produção de um texto colaborativo

  • Pesquisa e seleção de material

  • Produção de um artigo

 

 

Referëncias

 

BITTENCOURT, Renato Nunes. Revista Eletrônica da Antiguidade. Um dilema pré-Socrático: a natureza do Tempo em Anaximandro e Heráclito . Disponível em: http://www.nea.uerj.br/nearco/arquivos/numero7/9.pdf Acesso em: mai 2012

SEVERINO, Antonio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 22 ed. São Paulo: Cortez, 2002.

SILVA, Roberto Gonçalves da. Metodologia: Para os alunos que desejam estudar de verdade. Disponível em: http://www.arq.ufsc.br/urbanismo1/metodologia.pdf. Acesso em: mai  2012.

Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 1 classificações

  • Cinco estrelas 0/1 - 0%
  • Quatro estrelas 1/1 - 100%
  • Três estrelas 0/1 - 0%
  • Duas estrelas 0/1 - 0%
  • Uma estrela 0/1 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.