Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Viva a Democracia!

 

16/09/2009

Autor e Coautor(es)
Suelen Fernanda Machado
imagem do usuário

CAMPO MOURAO - PR NTE - CAMPO MOURÃO

Eziquiel Menta

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Final História Cidadania e cultura no mundo contemporâneo
Educação de Jovens e Adultos - 1º ciclo Estudo da Sociedade e da Natureza Cidadania e participação
Ensino Fundamental Final Pluralidade Cultural Direitos humanos, direitos de cidadania e pluralidade
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
  • Compreender o conceito de democracia;
  • Refletir sobre o exercício da cidadania e sua relação com o processo democrático;
  • Conhecer e identificar as diferenças entre democracia direta e representativa;
Duração das atividades
3 a 4 aulas de 50 minutos
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Poderá ter trabalhado questões relativas a cidadania, direitos humanos, organizações políticas.
Estratégias e recursos da aula

undefined

Professor, você já parou para pensar qual seria o conceito de democracia para nossas crianças e jovens? Estariam estes conscientizados quanto ao valor e a importância de se viver em uma sociedade democrática?  Infelizmente muitos educadores desconsideram o trabalho sobre democracia com jovens e crianças, julgando ser esta discussão desnecessária para esta faixa etária. Porém, questionar as novas gerações, estudar a história da democracia no Brasil, pesquisar e discutir o atual cenário democrático é de suma importância quando almejamos um país mais justo e igualitário.

undefined

A palavra democracia vem do grego demos, que significa povo, e kratia, que quer dizer governo ou poder. Assim, democracia é o governo do povo. Democracia é um regime de governo caracterizado pela participação popular. Foi na Grécia que os cidadãos iniciaram um modo de aprovar leis e decidir todos os assuntos importantes do governo de maneira democrática. Esse modelo de governo deu origem à democracia atual, adotada por muitos países, incluindo o Brasil. A base da democracia é a igualdade de todos os cidadãos.

(A teorização dependerá também da estrutura curricular trabalhada pelo professor. O professor poderá fazer ligação com a estrutura: organizações políticas e administrações urbanas). Como material de apoio sugerimos os materiais do item “saiba mais”.

undefined

http://www.canalkids.com.br/cidadania/democracia/grego/index.htm

http://educaterra.terra.com.br/voltaire/politica/democracia2.htm

http://cienciahoje.uol.com.br/2853

http://educacao.uol.com.br/historia/ult1704u68.jhtm

O professor iniciará a aula fazendo alguns questionamentos, tais como:

  • O que vocês acham que significa democracia?
  • O que vocês já ouviram falar sobre democracia?
  • Quando podemos dizer que um país é democrático?
  • O Brasil é um país democrático?
  • Vocês já ouviram falar em cidadania, “ser cidadão”, qual seria a ligação da democracia com a cidadania?

Registrar o que os alunos já sabem e procurar direcionar os conteúdos objetivando esclarecer o que ainda não compreendem bem, ou o que gostariam de saber mais.

Se democracia significa a escolha do povo, ou, o governo do povo, porque ainda ex istem tantas desigualdades sociais em paises com governos democráticos?

Na Grécia os cidadãos praticavam o que chamamos de democracia direta. Eles reuniam toda a população em um único local para decidir questões referentes aos problemas da cidade. Seria como reunir toda uma cidade num único espaço físico para tomar as decisões juntos.
Hoje encontramos poucas experiências como estas. Por isso, temos nossos representantes, os políticos. Estes são escolhidos pela população. Este tipo de democracia é o que chamamos de democracia representativa. O povo escolhe seus próprios governantes por meio das eleições, e o voto é secreto, para que ninguém se sinta pressionado. Cada cidadão vota no candidato que achar melhor para representá-lo.

Obs: Existem alguns países que ainda praticam democracia direta, ou já realizaram alguma experiência neste sentido. É importante que o professor dê alguns exemplos, para isso sugerimos o site: http://pt.wikipedia.org/wiki/Democracia_direta

Exercendo a democracia direta e a democracia representativa:
O professor propõe que se eleja um representante para a turma. Cabe ao representante as seguintes ações (pode-se apenas simular, caso já tenha ocorrido a escolha do representante):

  • Representar a turma nas reuniões da escola, quando solicitado;
  • Ouvir a turma e expressar as opiniões perante à direção da escola,
  • Expressar a visão da classe em relação aos professores e demais questões da escola;
  • Apresentar e defender o ponto de vista dos seus colegas de classe;
  • Relatar aos professores possíveis problemas que estejam ocorrendo na turma (entre outras ações);

O professor verifica quem gostaria de se candidatar e registra os nomes no quadro. A partir daí o professor fará a eleição, pedindo que levantem as mãos, batam palmas, ou falem em voz alta, etc. Possíveis dificuldades que podem surgir que posteriormente deverão ser trabalhadas pelo professor:

  • Vários alunos decidirem se candidatar (ou todos, ou nenhum);
  • Não chegar a um consenso sobre a votação;
  • Alguns alunos não votarem por vergonha, ou receio de se expor, etc.
  • Quererem votar em mais de um aluno;

A partir das possíveis dificuldades, o professor poderá explicar melhor como funciona a democracia representativa. Dessa forma, ele poderá dividir a turma em grupos (ao menos 6 grupos) e solicitar que daquele grupo apenas um aluno se candidate. O grupo deverá ainda construir um plano de ação do representante: o que ele poderá oferecer para turma? Quais seus planos enquanto representante? Quais suas ações? Que formas utilizará para melhor representar a turma?

O grupo deverá criar o plano em conjunto, que seria basicamente a “candidatura” do representante da turma.

Cada grupo apresentará seu candidato, bem como seu plano de candidatura.

Após as apresentações o professor poderá dispor um tempo para que os grupos construam questionamentos para os candidatos. Realizar uma espécie de debate entre os candidatos, a partir das perguntas realizadas pelos grupos. Após as discussões o professor solicitará que a sala eleja somente dois candidatos. Para somente depois realizar a eleição final.

Debate:

  • Quais as maiores diferenças entre a democracia representativa e a direta?
  • Sentiram dificuldades em escolher um candidato? Por quê?
  • Conseguiram perceber a diferença de campanha entre um grupo e ouro?Quais poderiam citar?
  • Que ponto s são importantes para uma boa candidatura?

A atividade da camapanha eleitoral tem como objetivo levar os alunos a uma reflexão acerca da importância da democracia, da importância que se tem cada voto da população. Do descaso que muitos eleitores têm quando vivenciamos períodos eleitorais. Da importância de conhecer bem o candidato e suas propostas. De que votar é exercer a cidadania.

undefined

1) O professor poderá solicitar que os alunos (durante a campanha) criem uma propaganda eleitoral. Cada propaganda deverá ter a penas 1 minuto de duração.

2) Trabalhar jogo do orçamento. Esse jogo simula uma administração publica através do orçamento público que possibilita aos governantes o orçamento e a execução das finanças públicas. As Finanças Públicas abrangem a captação de recursos pelo Estado, sua gestão e seu gasto para atender às necessidades da coletividade e do próprio Estado.

Jogo do orçamento

Imprimir a letra e convidar os alunos a ouvir a música “Comida”, da banda Titãs disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=irzjz3sm17Y

Destacar o trecho da letra “A gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e arte. A gente não quer só comida, a gente quer saída para qualquer parte”.

Promover debate: Apesar de vivermos em um país democrático, há ainda muitas desigualdades sociais. Se a democracia significa “governo do povo”, porque muitas pessoas ainda passam fome, ou moram na rua? Será que esta é uma escolha do povo? De que maneiras nós, “povo”, poderíamos mudar esta situação? Destacamos alguns pontos-chaves para serem discutidos neste debate.

undefined

  • Corrupção;
  • Voto consciente;
  • Participação popular;
  • Protestos;
  • Cultura;
  • Mídia e eleições

O professor poderá solicitar ainda, após debate, que os alunos redijam um texto a partir da questão: Em sua opinião, nossa sociedade tem fome de que?

Solicitar aos alunos que pesquisem outras formas de governo. Escol her ao menos um tipo de modelo governamental ( atual ou histórico/do passado) e fazer uma comparação com o modo de go verno brasileiro atual (democrático).

Tipos de governo:
Anarquismo - ausência ou falta de governo
Democracia - p oder exercido pelo povo. Pode ser dividida ainda em democracia representativa onde o povo delega seus poderes por meio de eleições; democracia direta onde o povo exerce diretamente o poder.
Despotismo - governo de um líder reconhecido pela população como salvador carismático.
Ditadura - governo de um líder reconhecido pela população como repressor
Monarquia - governo baseado na herança nobiliárquica
Teocracia - governo de um estado religioso ou orientado por valores exclusivo de uma religião.

Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Governo

O professor poderá discutir com os alunos uma situação muito comum que ocorre após as eleições que é o fato das pessoas não se lembrarem em quem votaram (vereadores, deputados, prefeitos, senadores, etc). Solicitar aos alunos que conversem com seus pais, parentes, vizinhos, amigos que votam para descobrir quais deles lembram quais foram seus últimos votos. E se alguma vez buscaram verificar se o candidato realmente cumpriu com as promessas que fez durante a campanha.
Outra questão que pode ser solicitada é que os alunos pesquisem com seus pais, avós e outros parentes que passaram pelo regime militar, como era a vida das pessoas naquela época. Principalmente as relações políticas

Recursos Educacionais
Nome Tipo
Jogo do orçamento Animação/simulação
Avaliação

A avaliação deverá ser realizada durante todo o processo, observando a participação dos alunos, bem como a realização das atividades. Para isso, indicamos alguns critérios:

  • Participar das discussões sempre que esta solicitar expressão oral;
  • Capricho e criatividade na construção da pesquisa ;
  • Trabalho colaborativo, sugestão de idéias, criatividade e integração com o grupo;
  • Participação efetiva na construção do plano de ação do candidato, sugerindo ao menos uma situação concreta a ser realizada por ele.
  • Realizar e registrar a pesquisa acerca da origem familiar;
Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 9 classificações

  • Cinco estrelas 4/9 - 44.44%
  • Quatro estrelas 3/9 - 33.33%
  • Três estrelas 2/9 - 22.22%
  • Duas estrelas 0/9 - 0%
  • Uma estrela 0/9 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • Eleusa Brito, CEDERB , Bahia - disse:
    eleusabrito@gmail.com

    18/03/2015

    Quatro estrelas

    Muito boa, parabéns!


  • Rosely, Nenhuma , Paraná - disse:
    rosely_ab@hotmail.com

    05/12/2014

    Cinco estrelas

    Parabéns Suelen, seu plano está ótimo.


  • Alessandra Cordeiro, Escola Municipal Tranquilino Leovigildo Torres , Bahia - disse:
    alessandracondeuba@hotmail.com

    04/07/2013

    Quatro estrelas

    brigada pelas dicas..


  • felipe, particular , Amazonas - disse:
    anisio__felipe@hotmail.com

    31/10/2010

    Cinco estrelas

    muito bom , gostei muito parabens suelen continue assim vai longe


  • célia, Centro Unificado , Espírito Santo - disse:
    celiafae@hotmail.com

    03/08/2010

    Quatro estrelas

    muito criativa


  • Wagner Cordeiro Chagas, Escola Estadual Senador Filinto Müller e Escola Estadual Vicente Pallotti , Mato Grosso do Sul - disse:
    wc-chagas@hotmail.com

    11/06/2010

    Cinco estrelas

    Meus parabéns pela iniciativa. Discutir política na escola deve ser uma prática cotidiana para que possamos desenvolver o senso crítico dos futuros cidadãos deste país, quem sabe com isso, teremos no futuro breve, detentores de cargos políticos que saibam respeitar o dinheiro público e jogar limpo nas disputas eleitorais.


  • Lucineide Ferreira dos Santos, ROSANA SUELI FUNARI PROFA , São Paulo - disse:
    luci_super@yahoo.com.br

    24/03/2010

    Três estrelas

    Bacana a proposta! Mas percebo que muitas vezes somos tendênciosos sem perceber. O próprio nome Viva a democracia sugere que a democracia é a melhor forma de governo! Se fosse a maioria dos problemas sociais e economicos não existiriam mais!


  • Peterson Gomes Rodrigues Braga, Escola Estadual Ivaldino Francio , Mato Grosso - disse:
    peter-braga@hotmail.com

    24/03/2010

    Cinco estrelas

    Gostei muito do tema abordadoe sua relevancia no contexto atual , haja visto que o tema vem de encontro com Democracia atual onde ano de 2010 estaremos exercendo essa democracia no sentido macro de um país que embora tenha avançado significativamente ainda encontramos nos rincões deste imenso país alguns municípios que esta democracia não existe , e que ainda impera o coronelismo e o poder aquisitivo para se conquistar os votos diga-se de passagem a grande maioria ainda no nordeste e norte .


  • DINA MARY, Escola Carlo Casadio , Roraima - disse:
    dinamryrosa@hotmail.com

    24/03/2010

    Três estrelas

    A atividade é muito boa, e pode ser estendida com a produção escrita de uma lista dos problemas existentes na comunidade e encaminhado a camara dos vereadores do município, e entrevistar uma autoridade política.


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.