Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


AS ROCHAS METAMÓRFICAS EM NOSSO DIA-A-DIA

 

22/09/2009

Autor(es) e Coautor(es)
imagem do usuário

Aléxia Pádua Franco

UBERLANDIA - MG

ESC DE EDUCACAO BASICA

imagem do usuário

GETULIO RIBEIRO

UBERLANDIA - MG

ESC DE EDUCACAO BASICA

imagem do usuário

Leila Floresta

UBERLANDIA - MG

ESC DE EDUCACAO BASICA

imagem do usuário

LEIDE DIVINA ALVARENGA TURINI

UBERLANDIA - MG

ESC DE EDUCACAO BASICA

imagem do usuário

Hudson Rodrigues Lima

UBERLANDIA - MG

ESC DE EDUCACAO BASICA

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Inicial Geografia Natureza
Ensino Fundamental Final Geografia Natureza e as questões socioambientais
Ensino Fundamental Final Geografia Fenômenos naturais, sua regularidade e possibilidade de previsão pelo homem
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

- Identificar as rochas metamórficas na natureza terrestre.
- Compreender o processo de formação das rochas metamórficas.
- Reconhecer a utilidade das rochas metamórficas na vida das pessoas.
- Localizar as formações metamórficas na localidade e na região onde vivem os alunos.
- Manipular, de maneira lúdica, as rochas metamórficas disponíveis na localidade e região de sua Escola.

Duração das atividades
4 aulas de 50 minutos.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Noções de geografia física, paisagens naturais, paisagens culturais.

Estratégias e recursos da aula
A metodologia proposta tem por objetivo despertar o espírito investigativo sobre a realidade, no interior da sala de aula. Assim, é recomendável que o professor estimule os alunos a construírem suas indagações sobre a realidade (problematização), construindo as suas hipóteses, decorrentes de observações pessoais e/ou da vivência com a sua família e com a comunidade. Ao ouvir os alunos, é importante considerar as suas observações, problemas e hipóteses; tanto aquelas que são equivocadas para que sejam esclarecidas, quanto aquelas que são corretas e que devem ser valorizadas perante a turma.
Para iniciar as atividades sobre rochas metamórficas, sugerimos lançar questionamentos construídos a partir de situações vivenciadas pelos alunos cotidianamente, como por exemplo:


1. De onde vem o ferro e o alumínio que é utilizado para as colunas de construções, em máquinas, esquadrias de janelas, portões, etc? Em quais lugares da natureza mais encontramos o ferro e o alumínio?

O professor deve desenvolver o conceito de rocha metamórfica, particularmente as que são ferrosas e oriundas da bauxita (que se transforma em alumínio), além de chamar a atenção para o fato de que o aço utilizado em máquinas, motores, navios, ferrovia, não é encontrado na natureza, pois é resultado da junção de rochas metamórficas como o ferro e o manganês e o carvão mineral (que não é o carvão de vegetais). Ao mesmo tempo, deve identificar na localidade onde vivem seus alunos, se existem áreas que dispõem destas rochas ou os locais do país onde elas se encontram, chamando a atenção para o impacto ambiental deste tipo de extrativismo mineral, à medida em que se criam as chamadas mineradoras para este tipo de exploração econômica.

Minério de Manganês                                          

Mineração de manganês em Parauapebas - Pará

Minério de ferro (hematita)

Mineração de Brucutu em São Gonçalo do Rio Abaixo - MG

Bauxita (Alumínio) - Rocha Sedimentar

Mineração de Bauxita em Mirai - MG

Carvão Mineral - Rocha Sedimentar

Mineração de Carvão Mineral em Charqueados - RS

O aço, a exemplo dos cabos de aço, é resultado da liga do minério de ferro, carvão mineral e derivados de bauxita (a lumínio)

As latas utilizadas par a a indústria de bebidas são de alumínio, derivado da extração da bauxita.

2. Como surgiram as rochas metamórficas?


O professor deve desenvolver a idéia dos processos de formação de rochas e relevos por meio do metamorfismo (mudanças da estrutura mineral de rochas que podem se dar em rochas sedimentares, magmáticas e até mesmo das próprias rochas metamórficas). Lembrar que as pressões sofridas pelas rochas do relevo terrestre, podem se dar por terremotos, vulcanismo, onde o próprio calor do magma pode fazer “derreter” e transformar as rochas que sofrem estas ações. É importante utilizar-se de ilustração para demonstrar que a pressão existente no interior da Terra e o calor que ela possui, podem modificar os minerais de rochas pré-existentes transformando-as em outros tipos de rocha.

3. Como são formados os mármores utilizados em revestimento de pisos, paredes, pias, etc?


Com esta problematização o professor terá a oportunidade de trabalhar um exemplo de transformação da rocha sedimentar, como o calcário, em mármore. Se for possível, é importante levar as várias formas de cores e desenhos de mármores, a fim de identificar os tipos de rochas pré-existentes.

Rocha Sedimentar - Calcário

Somada à rocha sedimentar dolomita

Resulta em rocha metamórfica chamada de Mármore


4. Como é formada a rocha chamada de ardósia utilizada como revestimento de pisos, paredes, pias, etc?


Com esta problematização o professor terá a oportunidade de trabalhar um exemplo de transformação da rocha sedimentar argilosa em ardósia. Identifique as camadas de material argiloso que compõe a ardósia, identificando o papel químico da água na composição desta rocha metamórfica.

O argilito depois de metamorfizado

Se transforma em Ardósia

Cada professor deve adequar, conforme sua realidade escolar e ritmo próprio, o tempo disponibilizado para o desenvolvimento de cada uma das atividades sugeridas nos itens "Estratégias e Recursos de Aula" e "Avaliação".

Recursos Complementares

O professor pode consultar os seguintes endereços da internet para auxiliar na execução das aulas:

www.cprm.gov.br no menu CANAL ESCOLA é possível obter informações de qualidade sobre tudo que se relaciona à Geologia e rocha.

www.geoturismobrasil.com  o menu  é interessante pois relaciona a geologia com o cotidiano das pessoas. No menu Livros e Publicações clique em Pedra por Pedra e conheça um jogo interessante sobre o uso das rochas em uma residência.

www.museumin.ufrgs.br você encontra uma listagem dos principais tipos de rochas.

www.rc.unesp.br/museudpm você encontra um museu virtual de minerais e rochas.

O professor também pode trabalhar esta temática em conjunto com conteúdos de Ciências, Língua Portuguesa, História e Matemática. Em Ciências,  abordando o conceito de matéria orgânica e inorgânica e as composições químicas. Em Língua Portuguesa, utilizando as questões debatidas para se compor redações ou incentivar a leitura de textos literários com o tema da mineração. Em História, trabalhando a formacão de municípios e estados a partir da atividade mineradora, bem como as mudanças e as permanências nas condições de trabalho nas mineradoras em diferentes tempos da História do Brasil. Em Matemática, trabalhando o conceito de peso de rochas, tamanho de área mineradora, preços do comércio de rochas, tonelagem da produção mineradora, etc.

Avaliação

Os conteúdos trabalhados com as rochas metamórficas possuem várias possibilidades avaliativas. As descritas abaixo podem ser utilizadas em seu conjunto ou apenas parte delas, conforme o tempo disponibilizado pelo professor:


1. Incentivar o aluno a “colecionar” os tipos de rochas metamórficas encontradas na sua localidade, classificando e descrevendo suas características: nome, cor, textura, utilidade, local de origem e se a origem é sedimentar, magmática ou mesmo metamórfica. Vale lembrar que existem várias rochas metamórficas comercializadas por empresas que trabalham com pedras para revestimento, como exemplo: gnaisses, quartzitos, ardósias, mármores. Se for possível, coletar as amostras na própria natureza.

2. Realizar trabalhos de campo, visitando as áreas de extração de rochas metamórficas, particularmente os mármores, ardósias e quartzitos. Neste tipo de atividade deve-se orientar os alunos a coletarem as amostras das rochas metamórficas, observar a forma de extração das rochas , relatos de trabalhadores e proprietários da mineração. Por fim devem elaborar um relatório sobre o trabalho de campo com as conclusões gerais e pessoais. Incentivar o aluno ilustrar o relatório com fotografias.

3. Produção de cartazes ilustrados com tipos de rochas metamórficas e identificando o uso delas no dia-a-dia do aluno. Para isso deve conter a imagem do tipo de rocha e fotografia do lugar onde ela foi empregada.

4. Produção de obras de artes plásticas. A turma toda ou grupos de alunos podem construir esculturas com ou sem forma definida. Para isso os alunos podem coletar cacos de rochas metamórficas ou mesmo o professor pode levar para a sala de aula, e com a ajuda de cola quente, forma-se a escultura desejada. Para concluir, o aluno pode elaborar um texto explicando o que quis expressar com a produção artística e os tipos de rochas metamórficas utilizadas para a sua produção.

Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 9 classificações

  • Cinco estrelas 5/9 - 55.56%
  • Quatro estrelas 3/9 - 33.33%
  • Três estrelas 1/9 - 11.11%
  • Duas estrelas 0/9 - 0%
  • Uma estrela 0/9 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.