Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Norma padrão e linguagem coloquial: proximidade ou distanciamento?

 

17/10/2013

Autor e Coautor(es)
SELMA SUELI SANTOS GUIMARAES
imagem do usuário

UBERLANDIA - MG ESC DE EDUCACAO BASICA

Eliana Dias; Lazuíta Goretti de Oliveira.

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Médio Língua Portuguesa Produção, leitura, análise e reflexão sobre linguagens
Ensino Fundamental Inicial Língua Portuguesa Língua escrita: usos e formas
Ensino Fundamental Final Língua Portuguesa Análise linguística: variação linguística: modalidades, variedades, registros
Ensino Fundamental Inicial Língua Portuguesa Análise e reflexão sobre a língua
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
  • Refletir sobre o uso da norma padrão e da linguagem coloquial;
  • Resolver exercícios sobre o uso da norma padrão ou formal e informal;
  • Relacionar registros da língua (formal ou informal) e situações de comunicação;
  • Definir norma culta ou padrão.
Duração das atividades
02 aulas de 50 minutos aproximadamente
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
  • Habilidades de leitura e escrita.
Estratégias e recursos da aula
  • Internet;
  • Vídeos veiculados na internet;
  • Projetor;
  • Cópias de exercícios;
  • Trabalho em grupo.

Módulo 1

ATIVIDADE 1

Professor, introduza o tema sobre o uso da norma padrão projetando o vídeo sugerido abaixo. Porém, antes de iniciar a projeção do vídeo, entregue um roteiro aos alunos para que possam responder e melhor compreender o vídeo. Veja sugestões de questionamentos para o roteiro:

1. A que se relacionam as variantes linguísticas?

2. Com relação às variantes linguísticas, é possível dizer que existe certo e errado?

3. Quais são os tipos de textos escritos na norma culta ou linguagem padrão citados no vídeo?

4. Qual é a linguagem predominante de uma dissertação?

5. O que é colóquio?

6. O que é linguagem coloquial?

7. Quando é que a linguagem coloquial pode aparecer em um texto literário?

8. O que é variante regional ou  regionalismo?

9. É possível encontrar regionalismos em textos literários?

10. Qual é o autor citado no vídeo que utiliza regionalismos em seus textos?

11. O que é a gíria?

12. A gíria pode ser incorporada à norma culta? Quando isso acontece?

13. O vídeo mostra um texto escrito por um maestro. Segundo a narradora do vídeo, qual foi a intenção do maestro ao utilizar a gíria em seu texto?

norma culta

Imagem e vídeo disponíveis em: http://www.youtube.com/watch?v=xOzC-9rDTLo. Acesso em: 14 out 2013.

ATIVIDADE 2

Assim que os alunos terminarem de responder as perguntas sobre o vídeo, verifique a compreensão e tire possíveis dúvidas sobre a questão da norma culta e seu uso. Em seguida, proponha alguns exercícios para fixação do tema estudado. Veja abaixo algumas sugestões de exercícios que poderão ser reproduzidos e entregues aos alunos.

EXERCÍCIOS

1. Leia o texto abaixo e responda as questões sugeridas:


Estudantes em greve fazem 'cadeiraço' para impedir aulas na USP

Publicidade

FELIPE SOUZA
DE SÃO PAULO

Estudantes da USP em greve lotaram com cadeiras e mesas os corredores da FFLCH (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas) ontem de manhã. A intenção do "cadeiraço" foi impedir que funcionários e alunos entrassem nas salas e houvesse aula.

"É uma forma de a gente indicar a paralisação", afirmou Luisa Davola, 25, do DCE (Diretório Central dos Estudantes).

(Folha de São Paulo, 10/10/2013 - 03h00)

Texto disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/educacao/2013/10/1354411-estudantes-em-greve-fazem-cadeiraco-para-impedir-aulas-na-usp.shtml. Acesso em: 16 out 2013.

a)   Que tipo de texto é esse acima?
b)   Que linguagem foi usada para escrever esse texto?
c)   Por que foi usado esse tipo de linguagem e não outro?
d)   Por que a palavra cadeiraço está entre aspas?
 

2.  Observe a imagem abaixo e responda as perguntas a seguir:

Imagem disponível em: http://www.historiaequadrinhos.com.br/2011/05/polemica-da-linguagem-coloquial-turma.html. Acesso em: 16 out 2013.

a)    Qual tipo de linguagem o personagem da imagem acima usou para se expressar: linguagem culta ou coloquial?
b)    A maneira como o personagem se expressou dificulta ou impede a compreensão do ouvinte ou leitor?
c)   Essa linguagem poderia ser utilizada em trabalhos escolares? Por que?
d)    Reescreva essa fala do personagem seguindo a norma culta da linguagem.
  

 3.   Veja as situações abaixo e diga qual o tipo de linguagem (culta ou coloquial) poderá ou deverá ser usado em cada uma das situações:

   a)   Falar em público sobre política..................................................................................................................
   b)   Passar uma mensagem de celular para um amigo íntimo.................................................................
   c)   Passar uma mensagem de celular para o professor de português..................................................
   d)   Escrever uma  carta de reclamação para a presidente Dilma.............................................................
   e)   Conversar com os amigos.........................................................................................................................
   f)    Participar de um debate sobre meio ambiente........................................................................................
   g)   Escrever um bilhete para a irmã explicando que você foi comprar pão...............................................
   h)   Escrever um bilhete para a diretora da escola explicando sua ausência...........................................
   i)    Escrever uma redação solicitada pelo professor de português............................................................
   j)    Escrever uma redação para o vestibular....................................................................................................
   k)   Escrever um bilhete romântico para o/a namorado/a.............................................................................

Módulo 2

ATIVIDADE 1

No laboratório de informática, ou na sala de aula, com um computador e um projetor, exiba o vídeo sugerido abaixo, sobre a norma padrão.

norma padrão

Imagem e vídeo disponíveis em: http://www.youtube.com/watch?v=9Z9dUPS92Hk. Acesso em: 15 out 2013.

Terminada a exibição do vídeo, proponha o seguinte exercício para verificar a compreensão do conteúdo exibido:

De acordo com o conteúdo exposto no vídeo, marque V (verdadeiro) ou F (falso) para as seguintes afirmações:

(     ) A língua portuguesa é extremamente complexa.

(     ) A língua portuguesa é desinteressante.

(     ) Observa-se que o uso da língua se diferencia de acordo como o ambiente em que a língua é empregada.

(     ) O uso da língua portuguesa é um exercício de cidadania.

(     ) A língua portuguesa é uma das mais fáceis de ser aprendida no mundo.

(     ) A norma padrão deve ser utilizada na escrita.

(     ) A linguagem oral é viva e está sujeita a gírias e interferências.

(     ) A norma culta não é utilizada no meio acadêmico.

(     ) Na linguagem coloquial, o importante é se fazer entender.

(     ) A realidade linguística das ruas é a mesma da gramática normativa.

(     ) Saber português não significa saber a gramática normativa.

(     ) Há uma grande defasagem entre a linguagem coloquial e a linguagem culta.

(     ) A norma culta ou padrão é imutável.

ATIVIDADE 2

Professor, se você estiver desenvolvendo a aula com o auxílio do projetor ou no laboratório de informática, projete a imagem abaixo com a definição de norma culta, segundo a Wikipédia. Caso contrário, imprima a imagem e mostre-as aos alunos. Se não conseguir fazer a leitura, veja a transcrição do texto logo abaixo da imagem.

definição

Imagem retirada do vídeo disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=9Z9dUPS92Hk. Acesso em: 16 out 2013.

 

Norma Culta é uma expressão empregada pelos linguistas brasileiros para designar o conjunto de variedades linguísticas efetivamente faladas, na vida cotidiana, pelos falantes cultos, sendo classificados os cidadãos nascidos e criados em zona urbana e com grau de instrução superior completo.

Wikipédia, Enciclopédia livre.

Promova uma discussão entre os alunos a partir da definição de norma. Leve diferentes dicionários para a sala de aula e peça os alunos que pesquisem o verbete "norma". Depois de terminada a pesquisa, peça-lhes que redijam sua própria definição para norma linguística.

ATIVIDADE 3

Leia para o grupo a frase de Marcos Bagno, apresentada no vídeo que foi exposto aos alunos. Veja a transcrição da frase, logo abaixo, caso a imagem não esteja legível.

norma culta

Imagem retirada do vídeo disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=9Z9dUPS92Hk. Acesso em: 16 out 2013.

O que defendo é, aparentemente, muito simples: a incorporação à norma padrão de usos linguísticos já comprovadamente consagrados na fala e na escrita da grande maioria dos falantes, inclusive os chamados cultos.

(BAGNO, 2001, p. 176)

Divida  a turma em grupos de 6 a 8 alunos e peça-lhes para ler a frase de Marcos Bagno e depois apresentar a posição do grupo diante da afirmação do autor. Peça aos alunos que apresentem suas opiniões sobre a afirmação de Bagno. Quando todos os grupos tiverem terminado sua exposição, encerre a aula verificando a compreensão dos alunos sobre a definição e o uso da norma padrão.

Recursos Complementares

Para exercícios resolvidos de português, acesse:

http://www.soportugues.com.br/secoes/exercicios.php?indice=2-4. Acesso em: 14 out 2013.

Para mais informações sobre língua falada e língua escrita, acesse:

http://www.soportugues.com.br/secoes/seman/seman3.php. Acesso em: 14 out 2013.

Avaliação

O professor deverá observar se os estudantes alcançaram os objetivos propostos. Observar, por exemplo, se os alunos refletiram sobre o uso da norma culta, apontando os pontos positivos e entendendo que o preconceito linguístico é prejudicial e que não existe "certo" e "errado" no que se refere à língua. Verificar também se os alunos conseguiram formular uma definição própria de norma linguística e se eles são capazes de relacionar as diferentes situações de comunicação e os registros formais e informais da língua.

Opinião de quem acessou

Sem estrelas 0 classificações

  • Cinco estrelas 0/0 - 0%
  • Quatro estrelas 0/0 - 0%
  • Três estrelas 0/0 - 0%
  • Duas estrelas 0/0 - 0%
  • Uma estrela 0/0 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.