Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Uso dos tempos verbais: o presente do indicativo

 

21/11/2009

Autor e Coautor(es)
Tânia Guedes Magalhães
imagem do usuário

JUIZ DE FORA - MG Universidade Federal de Juiz de Fora

Maria Cristina Weitzel Tavela

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Educação de Jovens e Adultos - 2º ciclo Língua Portuguesa Análise linguística
Ensino Fundamental Final Língua Portuguesa Análise linguística: processos de construção de significação
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

Identificar diferentes usos do presente do indicativo.

Reconhecer as diferentes estratégias discursivas que o uso desse tempo verbal indica.

Duração das atividades
2 aulas de 50 minutos
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Introdução aos tempos e modos verbais

Estratégias e recursos da aula

Professor esta aula tem dois objetivos :

a) levar os alunos a identificarem os muitos usos que o presente do indicativo tem em nossa língua;

b) fazer os alunos compreenderem que alguns usos podem indicar estratégias discursivas.

1ª parte: identificação dos usos do presente

Professor,

O objetivo desta primeira parte é o de levar os alunos a perceberem que as formas verbais do presente do indicativo não apontam apenas para fatos simultâneos ao ato de fala, mas que também podem indicar fatos habituais (que se repetem) e fatos atemporais (de natureza permanente). 

Apresente aos alunos as seguintes frases e peça que identifiquem as formas verbais do presente do indicativo.

a) Agora, estamos na aula de Português.

b) Acordo cedo todos os dias.

c) O planeta Terra gira em torno do Sol.

Terminada e corrigida a primeira tarefa, pergunte aos alunos se os eventos expressos pelas formas verbais identificadas correspondem a um mesmo tempo presente. É importante que o professor não antecipe a resposta, mas que, através de perguntas, leve-os a perceberem as diferenças existentes.

Anote no quadro as respostas pertinentes dadas pelos alunos.

Escreva as frases abaixo e peça aos alunos que, individualmente, agrupem as formas verbais do presente do indicativo, segundo o tipo de fato que indicam: fato simultâneo ao ato de fala; fato habitual; fato atemporal. Depois de resolvidos os exercícios, corrija-os no quadro. É importante que neste momento o professor não dê as respostas prontas, mas que espere a resposta dos alunos e que aproveite este momento para tirar possíveis dúvidas.

a) Pesquisa feita pela Universidade de Washington concluiu que quem dorme pouco corre mais r isco de ter Alzheimer .

b) “Todo dia ela faz tudo sempre igual/Me sacode às seis horas da manhã”.

c) Não existem exames para detectar se uma pessoa está gripada ou resfriada.

d) Cuidado, pois estou à beira de um ataque de nervos!

e) Às quartas-feiras, ele sai do trabalho, busca as crianças na escola e corre para casa.

f) Eu os declaro marido e mulher.

FATO SIMULTÂNEO

FATO HABITUAL

FATO ATEMPORAL

Apresente aos alunos as duas primeiras estrofes da letra da canção “Cotidiano”, de Chico Buarque, e peça que resolvam os exercícios propostos.

Professor, se achar conveniente, os alunos podem ouvir a canção, mas lembre-se que o objetivo principal da aula é a reflexão sobre os usos do presente do indicativo. A letra integral pode ser encontrada no seguinte link:

http://letras.terra.com.br/chico-buarque/82001/

“Todo dia ela faz
Tudo sempre igual
Me sacode
Às seis horas da manhã
Me sorri um sorriso pontual
E me beija com a boca
De hortelã...

Todo dia ela diz
Que é pr'eu me cuidar
E essas coisas que diz
Toda mulher
Diz que está me esperando
Pr'o jantar
E me beija com a boca
De café...”

Exercícios:

1) Identifique as formas verbais do presente do indicativo.

2) Todas as formas verbais, com exceção de uma, exprimem o mesmo tipo de fato. Qual é o tipo predominante?

3) Duas expressões adverbiais reforçam a ideia de “ação habitual” expressa pelas formas verbais. Identifique-as

4) Observe:

“Todo dia ela diz
Que é pr'eu me cuidar
E essas coisas que diz
Toda mulher”

4.1) A forma verbal “diz” não expressa o mesmo tipo de fato no primeiro e no terceiro versos. A primeira expressa um fato__________e a segunda indica um fato__________.

4.2) Justifique a resposta que você deu acima.

Professor,

Os alunos devem perceber que a primeira forma diz respeito às atitudes cotidianas, repetidas por uma mulher específica em um tempo que se pode determinar (todos os dias), já a segunda faz referência ao que se atribui ser uma característica feminina, ou seja, às mulheres em geral em qualquer tempo.

2ª Parte: uso do presente do indicativo para indicar outros tempos verbais.

Professor,

Escreva, no quadro, as seguintes frases:

a) Faço um bolo de chocolate.

b) Amanhã trago os livros e devolvo pra você.

Pergunte aos alunos qual é o tempo das formas verbais “faço”, “trago” e “devolvo”.

Pergunte aos alunos se todas essas formas exprimem fatos que ocorrem no presente.

Peça que reescrevam a segunda frase, flexionando as formas verbais no tempo que elas exprimem.

É importante que, além de perceberem que na frase “b” as formas verbais do presente exprimem fatos no futuro, os alunos observem que o uso do presente, nesse caso, é mais comum na fala cotidiana, assim como é mais corriqueiro o uso de locução verbal (estou fazendo um bolo de chocolate) para expressar fatos presentes, simultâneos ao ato de fala.

3ª parte: uso do tempo presente como estratégia de aproximação entre o leitor/ouvinte e os fatos narrados.

Apresente os seguintes textos aos alunos e, após as etapas de leitura e compreensão global, que podem ser feitas oralmente, apresente os exercícios:

Texto 1:

SEGURANÇA

 

Assalto a mão desarmada

Tecnologia toma o lugar dos revólveres e estiletes. Aprenda a se proteger com nossas dicas

 

Mariana Lucena

 

Um vírus de computador tem o poder de drenar a sua poupança em apenas alguns segundos. Há também um aparelho menor que uma carteira e capaz de roubar sua identidade bancária e gastar por você durante dias sem ser pego. Bem-vindo à era da falcatrua tecnológica: uma época em que os golpistas usam óculos com aro grosso, roupas bacanas e entendem mais de computadores do que de armas. (...)

Fonte:http://revistagalileu.globo.com/Revista/Galileu/0,,EDG87135-8489-219,00-ASSALTO+A+MAO+DESARMADA.html

Texto 2:

Loja clandestina explode, fere e mata

O depósito de uma loja de fogos de artifício (que não conseguira alvará de funcionamento) explodiu na quinta-feira 24 na cidade de Santo André, na região do ABC paulista. Duas pessoas morreram e 12 ficaram feridas, segundo a prefeitura e a Defesa Civil. Treze residências e três automóveis acabaram destruídos pelo fogo, sendo que um deles foi arremessado a metros de distância. A polícia abriu inquérito para apurar se o local em que houve a explosão, além de funcionar como depósito irregular, também abrigava uma fábrica clandestina.

Fonte: http://www.terra.com.br/istoe/edicoes/2081/artigo152711-1.htm

Professor,

O objetivo do trabalho com esses textos é levar os alunos à compreensão de que, em textos do “mundo comentado” (texto 1), predominam as formas verbais do presente e que, em textos do “mundo narrado” (texto 2), predominam as formas verbais do pretérito. Em seguida, os alunos devem ser motivados a perceber que se cria um “efeito de aproximação” entre o leitor e os fatos, quando utilizamos tempos do presente para falar de fatos no passado.

Exercícios:

1) O texto 1 “comenta” fatos do mundo. Qual é o principal fato comentado?

1.1) O texto 1 compara características próprias de um mundo passado com características de um mundo presente. Explique as diferenças entre esses “dois mundos”.

2) Sublinhe as formas verbais utilizadas no texto 1.

2.2) Qual é o tempo verbal predominante nesse texto?

3) O texto 2 “narra” fatos do mundo. Qual é o principal fato narrado?

4) Sublinhe as formas verbais utilizadas no texto 2.

4.1) Qual é o tempo verbal predominante nesse texto?

5) Leia novamente:

a) Tecnologia toma o lugar dos revólveres e estiletes.

b) Loja clandestina explode, fere e mata.

5.1) Em um dos títulos acima o presente do indicativo é utilizado com valor de um outro tempo verbal.

a) Qual é o título?

b) Qual é o tempo verbal que o presente do indicativo está indicando?

6) Pense e responda:

Os fatos narrados no texto 2 estão no passado, o leitor do texto está no presente. Qual é o efeito criado quando, ao narrar fatos do passado, utilizamos um tempo do presente?

7) O uso dos tempos verbais nos textos 1 e 2 permite concluir que:

a) No mundo comentado, pre dominam as formas verbais do ________________.

b) No mund o narrado, predominam as formas verbais do ___________________.

c) Podemos usar o presente do indicativo para expressar fatos do passado quando desejamos aproximar ___________________________________________________.

Professor,

Ao final da aula, recapitule, com a participação dos alunos, tudo o que se aprendeu sobre o presente do indicativo. Por exemplo, escreva no quadro:

O presente do indicativo é um tempo verbal que não indica apenas fatos simultâneos ao ato de fala. Esse tempo pode indicar também ações de rotina e também fatos atemporais. Também é possível utilizar o presente do indicativo para nos referirmos a fatos passados ou futuros. Nesses casos, o presente é usado como estratégia de aproximação, isto é, o uso do presente para falar do passado ou do futuro faz parecer que estamos “mais perto” dos fatos já ocorridos ou que ainda vão ocorrer.
Recursos Complementares

Sugestão de leitura para aprofundamento:

ABREU, Antônio Suárez. Macroestrutura do texto e uso dos tempos verbais, cap. 6.Curso de redação. 12. ed. São Paulo: Ática, 2003.

CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. 48ª ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2008.
Avaliação

Providencie (ou peça aos alunos que tragam para a sala de aula) recortes de jornais e revistas. Reúna-os em pequenos grupos e os instrua a encontrar formas verbais no presente do indicativo e a identificar os seus diferentes usos.

Em seguida, peça que associem os usos identificados com o tipo de texto pesquisado. Por exemplo, o presente do indicativo, utilizado para indicar fatos no passado, é muito comum nas manchetes de jornais e nos títulos de notícias. Ou ainda, o uso do presente do indicativo atemporal é muito encontrado em textos do mundo comentado.
Opinião de quem acessou

Cinco estrelas 1 classificações

  • Cinco estrelas 1/1 - 100%
  • Quatro estrelas 0/1 - 0%
  • Três estrelas 0/1 - 0%
  • Duas estrelas 0/1 - 0%
  • Uma estrela 0/1 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • MEYRE VIANA DA SILVA, EE Maria Luíza Ferrari Cìcero Profa. , São Paulo - disse:
    meyrelico@gmail.com

    09/04/2012

    Cinco estrelas

    Muito bom material para trabalhar com alunos de 6a série. Melhor ainda para aqueles que só aprenderam verbos na base da decoreba. Obrigada por divulgar estas atividades e nos ajudar Deus te abençoe.


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.