Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


O auto da compadecida: uma reflexão

 

23/11/2009

Autor e Coautor(es)
WALLESKA BERNARDINO SILVA
imagem do usuário

UBERLANDIA - MG ESC DE EDUCACAO BASICA

Eliana Dias

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Médio Literatura Literatura brasileira, clássica e contemporânea: criações poéticas, dramáticas e ficcionais da cultura letrada
Educação de Jovens e Adultos - 2º ciclo Língua Portuguesa Linguagem escrita: leitura e produção de textos
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

• Explorar a figura do nordestino, relacionando suas características e comportamentos às condições do ambiente;
• identificar as críticas feitas na obra ao clero, à Justiça dos homens, à soberba e às diversas formas de corrupção e injustiça;
• identificar a simplicidade, despojamento e ao mesmo tempo literariedade da linguagem empregada por Suassuna na obra;
• relacionar as críticas feitas na obra com a própria realidade;
• comparar a obra literária com a cinematográfica;
• fazer leitura expressiva do texto;
• organizar um julgamento.

Duração das atividades
5 aulas de 50 minutos cada
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Os alunos já deverão ter lido a obra de Ariano Suassuna, “O auto da compadecida”, e assistido ao filme. A obra escrita pode ser encontrada em: http://www.cantinhodaculturaedolazer.net/2009/04/download-gratis-livro-o-auto-da.html  Acesso em 16/10/2009
E o filme disponibilizado para download em:
http://ntdownloadfilmes.blogspot.com/2008/02/o-auto-da-compadecida-nacional.html     Acesso em 16/10/2009.

Estratégias e recursos da aula

• Atividades em círculo;
• debates;
• leitura expressiva;
• recurso de vídeo para mostrar encenações recriadas;
• encenação do julgamento.

Aula 1
Atividade 1

O professor deverá organizar a sala em círculo e iniciar a aula fazendo um resumo da história. Esse resumo será feito oralmente e cada aluno deve contribuir com um fato importante para o desenvolvimento do enredo. O professor deverá falar sobre a necessidade que o leitor deve ter em compreender bem as personagens que compõem a peça, pois são suas falas e atitudes que vão determinar a trama, o gênero e o desenlace da história.

Atividade 2

O professor deverá entregar aos alunos um questionário para discussão e, na sequência, eles deverão apresentar possíveis respostas para as perguntas abaixo:
1) O que faz de João Grilo a personagem principal da história?
2) Qual a atitude de João diante das histórias contadas por Chico, como a do cavalo bento e a do peixe que pescou o homem?
3) Ao lado dos dois maus padres é colocado um bom, o frade, secretário do bispo. Retome o texto e descreva essa personagem.
4) Qual a intenção do autor ao inserir o frade na história?
5) Que figura nordestina Severino representa?
6) Ao chegar ao céu, Severino é absolvido de seus pecados sem passar pelo purgatório. Por quê?
7) Releia um fragmento da fala da Compadecida em favor de João.
“João foi um pobre como nós, meu filho. Teve de suportar as maiores dificuldades, numa terra seca e pobre como a nossa. Não o condene, deixe João ir para o purgatório.”
Responda:
7.1. Quais as características de João Grilo que lembram a região onde morou?
7.2. Quais as conseqüências das condições do ambiente no comportamento de João e Chico?
7.3. Descreva as características de João Grilo que permitem afirmar que ele representa a humanidade.
8) Releia o versinho recitado por João Grilo para invocar Nossa Senhora.

“Valha-me Nossa Senhora,
Mãe de Deus de Nazaré!
A vaca mansa dá leite,
A braba dá quando quer.
A mansa dá sossegada,
A braba levanta o pé.
Já fui barco, fui navio,
Mas hoje sou escaler.
Já fui menino, fui homem,
Só me falta ser mulher.
Valha-me Nossa Senhora,
Mãe de Deus de Nazaré!”

Retome a forma como o padeiro e os padres demonstravam sua fé. Em seguida, compare essas três formas de demonstrar o espírito cristão.

9) Em outro trecho da cena do julgamento, quando João Grilo tenta recorrer a mais uma esperteza para livrar-se da acusação do diabo, Cristo o adverte: “Deixe de chicana, João. Você pensa que isso aqui é o Palácio da Justiça?” Relacione a crítica feita nesse trecho com o papel da Justiça e do Estado para esse povo.

10) Observe o trecho:
“João Grilo: Ah, mas aquilo é por que foi o cachorro. Com meu gato é diferente...
Mulher: Diferente por quê?
João Grilo: Por que em vez de despesa, esse gato dá é lucro.
Mulher: Fora vaca, cavalo e criação, bicho que dá lucro não existe.
João Grilo: Não existe se não... Eu fico meio encabulado de dizer!
Mulher: Que é isso João, você está em casa! Diga!
João Grilo: É que o gato que eu trouxe descome dinheiro.”
Quais as características da linguagem utilizada por Ariano Suassuna que podemos perceber nesse trecho?
Qual a percepção que o leitor teve dessa linguagem?

11) Hoje, de que maneira os nordestinos enfrentam as adversidades da seca?
12) Você conhece alguém que veio para o centro-sul fugindo das adversidades da seca?
13) Vivemos em uma realidade geograficamente diferente daquela em que a história é ambientada. Contudo, algumas relações apresentadas na história são vividas por pessoas de todas as regiões: corrupção, injustiça, desigualdade social, p reconceito racial, a busos de poder. E screva sobre os sent imentos que essas relações provocam em você. (Esses sentimentos devem ser usados no momento da leitura expressiva)

Aula 2
Atividade

Nesta aula, o professor discutirá com a turma as perguntas da aula anterior e proporá uma comparação da obra literária com o filme. Para isso, oralmente, questionará:
1) A leitura feita do Auto nas décadas de 50 e 60 é a mesma que se faz atualmente?
2) Quais as diferenças observadas entre o texto literário e o filme? (Criar duas colunas no quadro e anotar as observações feitas pelos alunos.)
3) Na sua opinião, por que o diretor do filme acrescentou uma história de amor à obra original?
4) No texto dramático não há nenhuma indicação sobre a forma como os atores devem pronunciar as palavras. Já no filme, os atores representam o sotaque nordestino. Justifique a presença de sotaque nordestino no filme e a ausência de indicações no texto.
5) Pedir para que algum aluno, caso tenha assistido à mini-série Auto da Compadecida, apresentada na TV, fale das diferenças entre o filme e a minissérie.
6) Explique o porquê das diferenças entre a versão feita para a televisão e a versão feita para o cinema.


Importante: o professor deverá concluir a aula explicando de que forma essa obra, apesar da ambientação, supera o regionalismo e atinge o universalismo.

Aula 3
Atividade

Nesta aula, os alunos escolherão trechos da obra para lerem expressivamente e se dividirão conforme número de personagens da cena escolhida. Será dado a eles um tempo de aproximadamente 20 minutos para treinarem a leitura expressiva. Não será necessário decorar, apenas impostar a voz e gestualizar, quando for conveniente.

Aula 4
Atividade

Os alunos deverão escolher uma personagem do texto e organizar seu julgamento. Mas antes disso, assistirão alguns vídeos para servirem de inspiração na criação do julgamento. Eles deverão se preparar para a apresentação na aula seguinte. Os alunos verão adolescentes da idade deles encenando trechos da peça em tempos contemporâneos. Os estudantes também poderão reparar em figurinos, cenários, enfim, fazerem várias releituras da obra em todos os aspectos.
Seguem vídeos como sugestões:
(Parte 1) http://www.youtube.com/watch?v=lup63dt5lwA

(Parte 2) http://www.youtube.com/watch?v=lIu1txX-fRQ

http://www.youtube.com/watch?v=11NmnByX6YM

http://www.youtube.com/watch?v=dTA4GZUZLVk

http://www.youtube.com/watch?v=ntliZ8sUUPI


Aula 5
Atividade

Nesta aula deverão ser realizados os julgamentos. Os alunos apresentarão suas criações. Para tanto, o professor deverá&nbs p;estipular que um aluno fique responsável pela defesa, outro pela acusação e os demais deverão julgar e estabelecer a sentença.


Sugestão de leituras para o professor:

PEREIRA, Cláudio Luiz. O auto da compadecida: questões para a construção de um olhar. In: Kino Digital, nº 1, dez. 2006. Disponível em: http://www.kinodigital.ufba.br/edicao1/pdf/oautodacompadecida.pdf  Acesso em: 16/10/2009
MOREIRA, L. C. M. De M.; SILVA, G. B. e. Uma análise do O auto da compadecida – releitura da personagem Rosinha. Trabalho apresentado ao NP Folkcomunicação, do VII Encontro dos Núcleos de Pesquisa da Intercom. Disponível em: http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2007/resumos/R0879-1.pdf Acesso em 16/10/2009


Atividades complementares
O professor poderá propor, caso a dramatização da obra tenha ficado boa, uma apresentação no anfiteatro da escola. Também em parceria com os professores de Geografia e História poderá trabalhar aspectos regionais no que se refere ao ambiente nordestino, a costumes e crenças. Tudo isso somente enriquecerá o trabalho com a obra de Suassuna.

Avaliação

A avaliação consistirá primeiramente na observação da contribuição dos alunos em relação ao primeiro questionário cujo objetivo é levar o aluno a perceber: i) como se compõe a figura do nordestino influenciado pelas condições do ambiente; ii) as críticas na obra de Suassuna; iii) a linguagem simples empregada pelo autor como forma de tornar a obra ainda mais representativa da região nordestina; iv) a relação entre críticas feitas pela obra e a própria realidade. Em seguida, a discussão continua e a avaliação será feita com base nas discussões sobre a comparação entre a obra cinematográfica e o livro. A leitura expressiva também contará como parte da avaliação, já que “O auto da compadecida” é um texto teatral e, portanto, merece uma leitura que destaque a dramaticidade da obra. Por fim, os alunos serão avaliados em sua performance ao encenar o julgamento de algum personagem. Esse julgamento pode ser o mesmo do livro ou do filme, ou ainda pode ser reeditado. Dependerá da criatividade e vontade discente.

Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 10 classificações

  • Cinco estrelas 8/10 - 80%
  • Quatro estrelas 1/10 - 10%
  • Três estrelas 0/10 - 0%
  • Duas estrelas 0/10 - 0%
  • Uma estrela 1/10 - 10%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • MARGARETTE ANDRADE, SEC BA , Bahia - disse:
    margarete3@gmail.com

    05/11/2014

    Quatro estrelas

    Muito bom. Trabalho realmente significativo. Vou aproveitá-lo. Parabéns. Acrescentarei a produção de um painel com desenhos e legendas.


  • Rita Rosineia, E.M.VEREADOR PAULO FRANKLIN , Minas Gerais - disse:
    ritarosi11@gmail.com

    21/10/2013

    Cinco estrelas

    Simplesmente, excelente!


  • MARY, INTERMEDIARIA , Pernambuco - disse:
    meninabdf@hotmail.com

    25/10/2012

    Cinco estrelas

    ÓTIMA


  • itala, Otacilia Cardoso de Matos , Bahia - disse:
    edvalda02@hotmail.com

    11/05/2011

    Cinco estrelas

    É uma ótima atividade eu passei na minha aula e todos tiraram nota máxima


  • andreia, Colegio estadual dom abel , Goiás - disse:
    andreiascs37@hotmail.com

    03/04/2011

    Cinco estrelas

    Excelente aula... Adorei... e até copiei...


  • Mayra Lucia Prado Campim, Escola Maria do Rosário , Minas Gerais - disse:
    mayraprado@gmail.com

    21/03/2011

    Cinco estrelas

    Muito boa essa aula, bastante lucrativa.


  • Rose Mary Carvalho Telles, Colégio Estadual de Magé , Rio de Janeiro - disse:
    rosecarvalhotelles@gmail.com

    30/08/2010

    Cinco estrelas

    Walleska, achei por demais a sua aula e o vídeo então nem se fala... Tenho trabalhado com esse livro a 14 anos, avaliado por meio de testes. Gostei das sugestões das perguntas. Parabéns! Abraço, Rose.


  • JANETE, FACULDADE , Mato Grosso - disse:
    jpampolini@hotmail.com

    20/05/2010

    Uma estrela

    nota 10, parabens professora sua aula é 100% aproveitada. bjoca


  • azenilda souza, Escola Municipal Semente do Saber , Pernambuco - disse:
    aze_prf@hotmail.com

    25/03/2010

    Cinco estrelas

    Parab�ns pela sua criatividade, pois j� estava tentando fazer algo parecido, mas estava insegura. Muito bom. um abra�o.


  • GAUBA REJANE OLIVEIRA DE ANA, ESC PRODUCAO COMUNITARIA DA RIBEIRA , Bahia - disse:
    ENIATIFANI@YAHOO.COM.BR

    24/03/2010

    Cinco estrelas

    PARABÉNS PROFESSORA, FICOU MARAVILHOSA SUA AULA!


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.