Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Norma padrão e variedade não-padrão da língua

 

18/06/2010

Autor e Coautor(es)
Lazuita Goretti de Oliveira
imagem do usuário

UBERLANDIA - MG ESC DE EDUCACAO BASICA

Eliana Dias

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Final Língua Portuguesa Análise linguística: variação linguística: modalidades, variedades, registros
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

Refletir sobre o processo de variação linguística em relação:

  • aos fatores geográficos, históricos, sociológicos;
  • às diferenças entre padrões da linguagem oral e da linguagem escrita;
  • à seleção de registros em função da situação interlocutiva (formal e informal).  
Duração das atividades
03 aulas de 50 minutos cada
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
  • distinção entre os níveis de linguagem: formal/padrão e informal/coloquial;  
Estratégias e recursos da aula
  • Utilização do laboratório de informática e sala de vídeo;
  • Utilização de vídeos e letras de músicas veiculados na internet.
  • Atividades realizadas em grupo.

Aula 01 (50minutos)

Professor, o tema que será abordado nessa aula trata-se da variação linguística. A língua é uma das formas de linguagem - uma forma que utiliza palavras. Embora no Brasil haja apenas uma língua nacional, a nossa língua apresenta muitas variações. Pelo fato de ser produzida e desenvolvida dentro de contextos sociais e culturais, pessoas de diferentes grupos sociais empregam-na de modos diferentes, em diferentes momentos históricos e diferentes espaços geográficos.

Atividade 1

1. Para a apresentação da temática da aula aos alunos, o professor deverá reproduzir (xerocar) para eles a tirinha do Chico Bento apresentada abaixo.

Disponível em:

http://danielsantos.org/images/2007/06/chicobentojun07.jpg 

2. Após a leitura da tira, como forma de explorá-la, o professor deverá perguntar aos alunos:

a. Você acha que as pessoas de maneira  geral falam como Chico Bento e Zé Lelé?

b. Por que as pessoas falam de maneira diferente?

c. Nessa tira,  reproduz-se a fala de Chico Bento e Zé Lelé. Você acha que há diferenças entre fala e escrita? Por quê?

d. Você acha que há maneira errada de falar?

e. Há diferença  entre fala e escrita?

f. O  que você entende por português padrão e português não-padrão?

3.Reescreva o diálogo entre  Chico Bento e Zé Lelé de acordo com a variedade formal da lingua.

Observação:

O professor deverá aproveitar o momento para retomar com os alunos conceitos, tais como: norma padrão ou variante de prestígio, português não- padrão (PNP), dialeto, fatores responsáveis pela variação linguística, certo, errado versus adequação e inadequação.

  • O professor poderá obter informações sobre o assunto em:

TRAVAGLIA, Luiz Carlos. Gramática - ensino plural. São Paulo: Cortez, 2003.

BORTONI-RICARDO, Estella Maris. Educação em língua materna - a Sociolinguística na sala de aula. São Paulo: Parábola Editorial, 2004.

Aula 02 (50minutos)

Atividade 1

1.O professor deverá  ler para os alunos  o trecho, a seguir,  do livro Língua de Eulália de Marcos Bagno para propiciar uma reflexão sobre preconceito linguístico.

 [...] _ A primeira reação de um falante escolarizado diante do PNP é considerá-lo um “português errado, corrompido, estropiado. A noção de erro é muito cômoda, pois ela dispensa a gente de ir mais fundo e descobrir as verdadeiras razões que levam o PNP a ser como é. Na verdade, Sìlvia, ela não enfatiza as diferenças lingüísticas, mas sim as diferenças sociais (...) Podemos até criar um refrãozinho: “Onde tem variação também tem avaliação”. Quando, nós falantes escolarizados de uma urbana culta, rimos  (ou temos pena) de alguém que diz prantar no lugar de plantar, aproveitamos essas diferenças de pronúncia para mostrar que nós não pertencemos àquela classe social, àquela comunidade “atrasada”, que não fazemos parte daquele grupo desprestigiado... Queremos deixar bem clara a distância social, econômica e cultural que existe e aquele falante de não padrão. E é daí que nasce o preconceito lingüístico." (FONTE: BAGNO, Marcos. A língua de Eulália. São Paulo: Contexto, 2000. p.32)

2. Após a leitura do texto, o professor deverá solicitar aos alunos que digam o que entenderam do texto. (exploração oral)

3. De acordo com  o texto, porque existe o preconceito linguístico?

4. Se não há maneira errada de falar, porque estudar o português padrão na escola?

Atividade 2

O professor deverá levar os alunos ao laboratório de informática para, em duplas, pesquisarem sobre variação linguística, de acordo com o roteiro abaixo:

1. Variação linguística: conceito;

2. Tipos de variação linguística: histórica, geográfica, social e de estilo.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Varia%C3%A7%C3%A3o_(lingu%C3%ADstica)

http://educacao.uol.com.br/ingles/ult1703u31.jhtm 

Aula 03 (50minutos)   

Atividade

O professor deverá levar os alunos ao laboratório de informática para assistirem aos vídeos:

1. Chico Bento em Oia a onça  - Turma da Mônica especial – em Cartoon Network.

2. Chico Bento no Shopping.

Vídeos disponíveis em:

http://www.youtube.com/watch?v=ntXCiB0Ehfk&feature=related 

http://www.youtube.com/watch?v=ZhMCOfVQvWc  

Em sala de aula, o professor deverá solicitar aos  alunos que, em grupo de quatro elementos, respondam por escrito, às questões a respeito dos vídeos assistidos.

1.Chico Bento, personagem criada por Maurício de Sousa,  é um menino tipicamente roceiro/caipira. Ele anda sempre descalço, com roupas simples e chapéu de palha. Sua  fala é representada com erros de ortografia, retratando um dialeto caipira. Se a fala de Chico Bento fosse conforme a norma padrão, o efeito de caracterização da personagem seria o mesmo? Explique.

2. Compare a fala de Chico com a de seu primo que mora na cidade.

a. Quem usa a variedade padrão? Por quê?

b. Quem usa a variedade não-padrão?

c. Que marcas dessa variedade você encontra na fala de Chico Bento?

3. Todas as variedades de uma língua possuem recursos suficientes para desempenhar sua função de comunicação entre as pessoas, entretanto, algumas  são socialmente menos valorizadas que outras.

  • A situação vivida por Chico no shopping, na vida real, seria constrangedora para um morador da zona rural?
  • Você acha que essa pessoa seria vítima de preconceito? Explique.

Importante: A professora deverá corrigir a atividade. Deverá solicitar que os grupos leiam as suas respostas para a turma.

4. Na sequência, o professor deverá liberar os alunos, de três em três para entrevistarem pessoas da escola. O docente deverá pedir aos alunos que elaborem cinco perguntas  adequadas para, em uma entrevista, descobrir o que algumas pessoas pensam a respeito da língua.

Devem adequar as perguntas à pessoa que será entrevistada: um(a) professor(a), um(a) funcionário(a) mais idoso(a), o(a) porteiro(a) da escola, a bibliotecária, etc.

Sugestões de perguntas:

1.O que você entende por norma padrão da língua e por linguagem informal?

2. Em relação à lingua,existe "certo" e "errado"?

3. A escola deve ensinar a norma padrão?

4. Por que há maneiras diferentes de falar?

5. Você acha que, em nossa sociedade, há preconceito linguístico?

Recursos Complementares

Se necessário e, para fixar e ampliar conhecimentos, o professor deverá apresentar aos alunos os vídeos - 1, 2, 3 e 4 - sobre  norma padrão e variedades línguísticas no Brasil, bem como para propiciar outras discussões a respeito do assunto.

Línguas do Brasil – Bloco 01:  http://www.youtube.com/watch?v=XKqWOJwe6cQ

Línguas do Brasil – Bloco 02:  http://www.youtube.com/watch?v=JPrYyFnUQIE&feature=related

Línguas do Brasil – Bloco 03: http://www.youtube.com/watch?v=JDLC99exokc&feature=related

Línguas do Brasil – Bloco 04: http://www.youtube.com/watch?v=59-3D7EHqyc&feature=related

Avaliação

Em relação á temática estudada -variação linguística -, os alunos serão avaliados por meio dos exercícios realizados em grupo sobre vídeos de Chico Bento e sobre as canções "Asa Branca" e "Chico Mineiro". O professor poderá criar uma ficha com itens, tais como: interesse, participação, envolvimento, respostas coerentes, entre outras para registrar a participação dos estudantes.

Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 5 classificações

  • Cinco estrelas 4/5 - 80%
  • Quatro estrelas 0/5 - 0%
  • Três estrelas 0/5 - 0%
  • Duas estrelas 0/5 - 0%
  • Uma estrela 1/5 - 20%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.