Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Associação de imagens ao texto: trabalhando com gibis

 

23/11/2010

Autor e Coautor(es)
Ana Graziela Cabral
imagem do usuário

BELO HORIZONTE - MG ESCOLA DE EDUCACAO BASICA E PROFISSIONAL DA UFMG - CENTRO PEDAGOGICO

Edna Maria Santana Magalhães

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Final Língua Portuguesa Análise linguística: modos de organização dos discursos
Ensino Fundamental Inicial Língua Portuguesa Língua escrita: prática de leitura
Educação de Jovens e Adultos - 1º ciclo Língua Portuguesa Leitura e escrita de texto
Educação de Jovens e Adultos - 2º ciclo Língua Portuguesa Linguagem oral: escrita e produção de texto
Ensino Fundamental Final Língua Portuguesa Análise linguística: processos de construção de significação
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
  • Ler balões e expressões faciais dos personagens dos gibis;
  • Fazer leituras que resultarão em uma produção escrita final;
  • Analisar e avaliar a sua produção textual e a de seus colegas;
  • Ter um olhar analítico e crítico sobre os textos lidos e os produzidos durante as aulas;
  • Ter autonomia e traços de autoria em suas produções.
Duração das atividades
5 aulas de 50 minutos cada (250 minutos)
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Professor, para essa aula é indispensável que os alunos já conheçam o perfil de alguns personagens de história em quadrinho, para entender o sentido das histórias que serão apresentadas. Então, certifique-se de que eles sabem que a Magali tem por característica ser comilona, o Cascão não gosta de tomar banho, a Mônica não gosta de ser contrariada e é ranzinza etc. Isso facilitará e muito a obtenção de bons resultados durante a execução da aula.

Estratégias e recursos da aula

1ª AULA

Professor, as histórias em quadrinhos têm um potencial enorme para serem trabalhadas em sala de aula, primeiro porque são geralmente muito queridas pelos alunos. Também porque esse é um gênero textual que consegue unir artes plásticas e literatura.

Dê início a essa aula perguntando quais alunos costumam ler gibis e quais são as histórias que eles mais gostam? Pergunte ainda se eles têm o hábito de comprar ou pedir que os pais comprem revistas em quadrinhos, ou se apenas leem tirinhas esporadicamente em jornais, revistas, pela internet.     

Agora, entregue a eles a historinha abaixo, Você pode também projetá-la no data-show. Faça os alunos falarem:

http://www.monica.com.br/index.htm - Site Turma da Mônica - acesso em 20/06/2010.    

  • A partir da observação do primeiro quadrinho, qual das duas personagens, Mônica ou Magali, está fazendo mais força para ganhar o cabo de guerra?

Os alunos deverão perceber que a quantidade de gotas de suor que está ao redor de Magali é maior, a posição de sua boca, com a língua para fora, numa expressão de quem faz muita força e ainda os pés que parecem estar em movimento, demonstrando que ela se esforça mais para segurar a corda.  

  • O que acontece no 3º, 4º e 5º quadrinhos está escrito com palavras? É possível identificar o que acontece?

Os alunos deverão observar que, embora não esteja escrito literalmente, como estaria se eles estivessem lendo uma história desprovida de recursos de imagem, que a Magali ficou estimulada para ir almoçar, fez mais força que a Mônica e a derrubou. Esse sentido é facilmente extraído da tirinha, com o auxílio das ilustrações.   

É importante levá-los a pensar ainda em uma coisa: um leitor que não conheça o perfil da personagem Magali não atribuirá à tirinha a comicidade que ela possui, pois não saberá que a principal característica dessa personagem é ser comilona.   

  • Agora deixe que eles observem os três últimos quadrinhos. Há uma interação entre Mônica e Cascão. Pergunte: há algum texto neles? Apesar disso, é possível atribuir sentido à história apenas a partir das imagens? Qual é o novo elemento que surge nos desenhos e provoca o desfecho de sentido da história? É preciso ter algum conhecimento prévio sobre o perfil dos personagens da história para compreender o que acontece?   

Os alunos deverão notar que, mesmo sem falas, é possível construir uma sequência lógica para a história. Compreende-se que Cascão só ganha o cabo-de-guerra porque começa a chover e ele não gosta nem um pouco de banho. Na fuga, ele acaba derrubando a Mônica.     

Com tudo isso, professor, os alunos deverão perceber que os gibis são suportes textuais, cuja formação de sentido depende de vários fatores associados, como as imagens, expressões dos personagens, balões de falas e conhecimentos prévios extratextuais, que ajudam na construção do sentido.   

Professor, logo na primeira aula em que começar a falar com os alunos sobre gibis, peça a eles que procurem em jornais, revistas e gibis velhos, que possam ser recortados, tirinha, histórias em quadrinhos completas. Então, prepare os murais da sala para receber os textos. Cole-os por toda a classe e faça com que os alunos fiquem curiosos para ler os gibis trazidos pelos colegas a cada dia. É importante que as histórias sejam a respeito de diferentes personagens: Turma da Mônica, super-heróis, Mafalda, Garfield, Seninha e outros mais. Essa, além de ser uma prática que incentivará a curiosidade de leitura nos alunos, também servirá para enfeitar as paredes da sala, recobrindo-as de histórias e imagens. Nessa pesquisa, você pode também sugerir que os alunos pesquisem e registrem no caderno todos os tipos diferentes de balões que encontrarem nos gibis que forem colados no mural. Assim, toda vez que algum aluno encontrar um balão novo, chamará a atenção dos colegas querendo mostrar o achado. Dessa forma os colegas se sentirão atraídos para as outras histórias e tentados a pesquisar novos balões para trazerem para a classe.  

2ª AULA   

Agora, professor, é importante que essa segunda aula seja feita apenas quando os murais da sala já estiverem cobertos por histórias em quadrinhos trazidas pelos alunos. Então, divida a turma em equipes e entregue a elas algumas folhas de papel ofício. Explique aos alunos que eles terão que criar sua própria história, colhendo nas várias histórias que estão no mural elementos para compor a sua própria. Eles podem mesclar personagens, diferentes formatos de balões, temas, expressões faciais e corporais, com a sua própria criatividade. É importante que, ao terminarem a produção de seus textos, eles enumerem de quais histórias foi retirado cada recurso.

3ª AULA

Na terceira aula, professor, o trabalho será realizado com os rascunhos, feitos nas folhas de papel ofício, das histórias de cada equipe. Troque os rascunhos entre as equipes e entregue uma nova folha em branco para cada uma delas. Nessa folha, os alunos registrarão sugestões e correções para os colegas fazerem em suas histórias. Isso quer dizer que uma equipe revisará a produção da outra, observando a redação da proposta de trabalho tanto quanto à sua adequação ao tema quanto ao conteúdo, além de cuidar da correção gramatical. Você deve orientá-los, também, acerca dos cuidados com a ilustração e os diversos recursos expressivos exigidos em uma HQ. Nesse sentido, a leitura dos textos pelos colegas de grupos diferentes explicitará a qualidade da HQ durante o processo de leitura de seus colegas.

4ª AULA

Agora, professor, cada equipe receberá de volta a sua história, acompanhada pela folha de sugestões de correção, feita pelos colegas. Destine esse horário à correção e à passagem definitiva da produção dos alunos para folhas de cartolina ou papel cartão. Para colorir, eles poderão usar giz de cera, canetinha e lápis de cor, de forma que as histórias fiquem bem atrativas e coloridas.   

5ª AULA

Os cartazes com as histórias em quadrinhos dos alunos devem ser afixados em murais de grande visibilidade na escola, para a visualização de todos. Além disso, eles podem ser fotografados e postados no blog ou site da escola.

Por último, fica uma dica, professor, por que não criar um mural, em que os alunos afixem semanalmente cópias das histórias que estão lendo. Assim, haverá uma interação do que é lido, uma troca de experiências muito positiva, que estimulará a leitura.

Recursos Complementares

http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=18844  - Aula do Portal do Professor Uma abordagem virtual: produção de histórias em quadrinhos em blogs – acesso em 20/06/2010. 

Avaliação

Professor, avalie a capacidade de produção escrita dos alunos, durante a proposta de construção das histórias em quadrinhos. Houve coerência entre os diálogos colocados e a proposta da história? Eles foram escritos de forma a obedecer as normas gramaticais?

Observe também se eles exploraram de forma pertinente os recursos expressivos de gibis, como balões, imagens, expressões faciais e corporais, pré-conhecimento sobre os personagens.

Em relação às atitudes dos alunos, avalie a autonomia de cada um ao realizar o que é proposto. Observe se o aluno participou das discussões em sala e se teve participação efetiva na construção da história do seu grupo e na correção da dos colegas.    

Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 1 classificações

  • Cinco estrelas 0/1 - 0%
  • Quatro estrelas 1/1 - 100%
  • Três estrelas 0/1 - 0%
  • Duas estrelas 0/1 - 0%
  • Uma estrela 0/1 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • ERNI SILVANA KIKA MACIEL, ESCOLA A MÃO COOPERADORA , Pará - disse:
    eesckika@hotnail.com

    02/01/2011

    Quatro estrelas

    MUITO BOM SEU TRABALHO. AMO TRABALHAR COM QUADRINHOS E TEXTOS AFINS, OS ALUNOS TAMBÉM ADORAM. PRENDE A ATENÇÃO, É MUITO DIVERTIDO. OBRIGADA!!


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.