Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


A JUSTIÇA NA SALA DE AULA

 

18/08/2010

Autor e Coautor(es)
LILIANE DOS GUIMARAES ALVIM NUNES ARAUJO
imagem do usuário

UBERLANDIA - MG ESC DE EDUCACAO BASICA

LUCIANNA RIBEIRO DE LIMA; GLÁUCIA COSTA ABDALA DINIZ; FÁTIMA REZENDE NAVES DIAS

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Inicial Ética Diálogo
Ensino Fundamental Inicial Ética Solidariedade
Ensino Fundamental Inicial Ética Respeito mútuo
Ensino Fundamental Inicial Ética Justiça
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

1) Respeitar os direitos de cada aluno na sala de aula, promovendo a justiça nesse ambiente.

2) Cumprir os deveres destinados a cada aluno.

3) Discutir sobre a construção de regras e normas na escola e na sala de aula numa perspectiva ética, justa e responsável.

Duração das atividades
Duas ou mais aulas de cinquenta minutos
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Professor/a, você poderá utilizar as aulas publicadas no Portal do Professor e intituladas: “A JUSTIÇA NA COMUNIDADE” , disponível em  http://portaldoprofessor.mec.gov.br/verAula.html?aula=21775   e  “INJUSTIÇA: TÔ FORA”,  disponível em  http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=21806  para iniciar e/ou complementar a sua aula.

Estratégias e recursos da aula

Comentários introdutórios ao professor/a:  

Constata-se que a função da escola está cada vez mais ampliada, não podendo restringir-se ao ensino de conteúdos formais. Nesse sentido, tem se trabalhado no âmbito escolar uma diversidade de temas (temas transversais previstos pelos documentos legais) numa perspectiva de colaborar com a formação integral do aluno. Daí a importância de um trabalho voltado para a formação de valores dos/as alunos/as, apesar de considerar que tal atribuição representa mais um desafio para o professor que tem procurado, dentre tantas outras atribuições, cumprir sua função de ensinar os conteúdos de sua área de conhecimento. Tendo em vista a violência na atualidade e a dificuldade da população agir de forma solidária e justa, referendamos a veemência de se trabalhar os conteúdos curriculares relacionados ao tema Ética, que envolve a aprendizagem de valores como respeito mútuo, solidariedade, diálogo e justiça. Nesse sentido, essa aula tem o propósito de auxiliar o aluno a compreender o tema justiça numa perspectiva de justiça social, reconhecendo que todos têm direitos e devem ser respeitados.

Atividade 1:  

1º Momento: Professor/a, convide os/as alunos/as para se sentarem em círculo, e pergunte a eles/as o que entendem por direitos e deveres. Anote na lousa as idéias iniciais apresentadas por eles/as. Auxiliar os/as alunos/as no esclarecimento de que as leis e regras da sociedade existem para que as pessoas cumpram os seus deveres e tenham os seus direitos preservados. Ressaltar que na escola, assim como em todo e qualquer espaço social, também existem regras para garantir que as pessoas possam usufruir de tal espaço segundo o princípio da equidade e da justiça.   

2º Momento: Disponibilizar o seguinte texto aos alunos para que leiam:  

 Leis, regulamentos e costumes  

Os direitos e deveres de uma sociedade são organizados através das leis, dos regulamentos e dos costumes. As leis são normas (ou regras) elaboradas, discutidas e votadas pelo Poder Legislativo. Geralmente, as leis surgem a partir das necessidades impostas pela evolução da vida em conjunto. Por exemplo: há séculos, nenhum povo tinha necessidade de um código de trânsito, pois não havia veículos automotores e nem havia risco de vida para os pedestres. A lei sempre será resultado da necessidade de se organizar melhor a vida das pessoas. Os regulamentos são também regras, mas que não precisam ser votadas pelo Poder Legislativo. Os regulamentos, muitas vezes, são explicações da aplicação das leis e têm como objetivo garantir uma certa igualdade e uniformidade no comportamento das pessoas que são afetadas pelas leis. Por exemplo, o regulamento de um condomínio orienta os moradores sobre como se comportar nas dependências comuns do edifício. Os regulamentos podem ser diferentes de um grupo para o outro. É por isso que alguns condomínios aceitam cachorros e outros não. Trata-se, certamente, de um acordo, um contrato, uma combinação entre as pessoas. Não podemos nos esquecer dos costumes de uma determinada sociedade. Os costumes são regras de comportamento combinadas entre as pessoas e acertadas em uma espécie de contrato verbal que indica o modo de se comportar diante de um determinado caso. Por exemplo, é costume do nosso povo dar mais atenção e cuidado aos idosos. Os costumes não são leis, no sentido tradicional, mas são tão fortes quanto elas. Tanto leis quanto regulamentos e costumes são resultados de acordo, de pacto, de combinação, de contrato entre as pessoas de um grupo. Quando esses acordos são desrespeitados, rompendo a harmonia entre as pessoas, o grupo entra em crise e tem de discutir novamente suas leis, seus regulamentos e seus costumes para mudá-los, ajustando-os aos novos tempos e às novas necessidades.   

Texto extraído do livro:

GARCIA, E. G. Vivendo juntos de olho nos direitos e deveres: temas transversais. São Paulo: FTD, 2001.

3º Momento: Divida o grupo em trios para que respondam às seguintes questões:  

1) Você acredita que para um grupo de pessoas conviver bem é necessário que existam regras comuns? Justifique sua resposta.

2) O texto aponta a existência de regulamentos para orientar o comportamento das pessoas que convivem em um mesmo espaço, citando o exemplo dos condomínios. Em sua casa, há regras ou combinados a cumprir? Em caso afirmativo, cite aquelas que considera principais.

3) Você costuma respeitar todas as regras impostas pela escola ou apenas aquelas com as quais concorda?

4º momento: Os/as alunos/as deverão socializar as respostas referentes às perguntas e refletir sobre as mesmas. Após esse momento, orientar os alunos para que, com base nas discussões tecidas, respondam individualmente à pergunta: “O que devo fazer para agir com justiça e lealdade com as pessoas com quem convivo na escola?”  

Atividade 2:  

1º Momento: Convide os/as alunos/as para assistirem aos seguintes vídeos:

Assembléias escolares 1, disponível em:

http://www.youtube.com/watch?v=_zmOP2cvpN0&feature=related  

Assembléias escolares 2, disponível  em:

http://www.youtube.com/watch?v=SxOD_pClM0c&feature=related   

2º momento: Discutir os vídeos a partir das seguintes questões: Vocês acham que as assembléias escolares auxiliam no cumprimento dos deveres na escola? Vocês consideram que quando cumprem seus deveres estão agindo de forma justa?   

3º Momento: Professor/a, solicite aos alunos que retomem as regras da escola e da sala de aula e, com base nelas, listem os direitos e deveres dos alunos e professores da escola. Para facilitar, construa uma tabela na lousa, dividindo-a em quatro partes, conforme exemplo a seguir:    

DIREITOS 

DIREITOS DESRESPEITADOS 

DEVERES         

DEVERES DESCUMPRIDOS 

POR QUE NÃO ESTÃO SENDO CUMPRIDOS? 

O QUE FAZER PARA QUE SEJAM CUMPRIDOS?  

4º momento: De acordo com o que os/as alunos/as apresentarem, pergunte a eles/as os motivos pelos quais os direitos não têm sido respeitados, nem os deveres cumpridos. Registre-os na lousa ou em um painel para posterior consulta.   

5º Momento: Divida o grupo em trios e solicite que discutam maneiras de viabilizar que os direitos e deveres dos alunos e professores sejam respeitados de forma que na sala de aula e na escola impere um clima de equidade e justiça.   

Atividade 3:  

1º Momento: Apresentar a seguinte imagem aos/as alunos/as

http://www.sejuc.se.gov.br/noticias/balanca1.jpg28_09_09.jpg 

2º momento: Explorar a imagem com os alunos: Vocês sabem o que representa essa imagem? Na sua percepção, o que podemos fazer com tal objeto? Imaginem que essa balança fosse capaz de pesar os direitos e deveres dos alunos na escola, que direitos e deveres você selecionaria para colocar na balança de forma que a mesma ficasse equilibrada?      

3º Momento:  Cada dupla deverá desenhar uma balança, sendo que em um dos lados registrará os direitos e no outro os deveres. Após esse momento, os/as alunos/as deverão apresentar a sua produção justificando o motivo de terem elencado tais direitos e deveres. Reforçar com os/as alunos/as que a balança simboliza a eqüidade, o equilíbrio, a ponderação, a igualdade das decisões aplicadas pela lei.  

Recursos Complementares

GARCIA, E. G. Vivendo juntos de olho nos direitos e deveres: temas transversais. São Paulo: FTD, 2001.

BRASIL, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: apresentação dos temas transversais, ética/Secretaria da Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1997, disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro081.pdf    

Artigo eletrônico: A importância dos valores humanos na convivência escolar, disponível em: http://www.catedra.ucb.br/sites/100/122/00000065.pdf   

Avaliação

Professor/a, procure analisar se os/as alunos/as compreenderam a importância de se respeitar os direitos e de se cumprir os deveres de cada aluno na sala de aula e na escola como um todo, promovendo a justiça nesse ambiente. Pergunte aos/as alunos/as se essa aula contribuiu para que percebessem que as regras e normas da escola e da sala devem ser revistas periodicamente para que se respeite o princípio da ética e da justiça. Solicite aos/as alunos/as que façam uma proposta de assembléia de classe para ser realizada em sua sala com o objetivo de se discutir sobre os direitos e deveres dos alunos e professores de sua escola.

Opinião de quem acessou

Cinco estrelas 1 classificações

  • Cinco estrelas 1/1 - 100%
  • Quatro estrelas 0/1 - 0%
  • Três estrelas 0/1 - 0%
  • Duas estrelas 0/1 - 0%
  • Uma estrela 0/1 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • rosana, e. Mun P.Príncipe , Goiás - disse:
    rosanarosapinto@hotmail.com

    17/09/2010

    Cinco estrelas

    Essa sugestão foi de grande valia....... Me ajudou bastante...... Parabéns!!!


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.