Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Música – Cantigas tradicionais brasileiras (“Sambalelê”): arranjos com percussão – aula 3

 

18/08/2010

Autor(es) e Coautor(es)
imagem do usuário

Débora Ferreira Santos Braga

RIO DE JANEIRO - RJ

COL DE APLIC DA UNIV FED DO RIO DE JANEIRO

imagem do usuário

Kátia Regina Figueiredo Romão

RIO DE JANEIRO - RJ

COL DE APLIC DA UNIV FED DO RIO DE JANEIRO

Claudia Helena Azevedo Alvarenga

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Inicial Artes Música: Apreciação significativa em música: escuta, envolvimento e compreensão da linguagem musical
Ensino Fundamental Inicial Artes Música: Expressão e comunicação em música: improvisação, composição e interpretação
Ensino Fundamental Inicial Artes Música: Compreensão da música como produto cultural e histórico
Educação Infantil Movimento Expressividade
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

Resgatar e ampliar o repertório de cantigas tradicionais brasileiras

Realizar jogos musicais que apresentem diferença entre as partes executadas

Executar arranjos simples por meio do canto e da prática instrumental com instrumentos de percussão, enfatizando o conceito de forma musical

Duração das atividades
Uma aula de 50 minutos
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Associação do estímulo sonoro ao movimento corporal livre ou não.

Estratégias e recursos da aula

Caro(a) professor(a), esta coleção de aulas tem o objetivo de apresentar arranjos de fácil execução para as séries iniciais do Ensino Fundamental, utilizando como repertório canções tradicionais brasileiras, e que possam servir de material para futuras composições por parte dos professores. A cada aula, aspectos diferentes da prática musical serão enfatizados nos arranjos, como: ritmo/pulsação, forma, timbre, andamento, altura, dinâmica, questões relacionadas ao canto, entre outras.   

O arranjo desta aula foi pensado para o 1º e o 2º anos do Ensino Fundamental. No entanto, adaptações podem ser feitas de modo a torná-lo mais interessante para as séries mais adiantadas.

Atividade 1 – Memorização da letra e da canção   

Letra retirada do link, veja a partir de 2'35" - http://www.youtube.com/watch?v=24G5hiF71UM

“Sambalelê”   

Sambalelê tá doente

Tá com a cabeça quebrada

Sambalelê precisava

É de umas boas palmadas

Samba, samba, samba, ô lelê

Samba, samba, samba, ô lalá

Samba, samba, samba, ô lelê

Pisa na barra da saia, ô lalá

Observação: 

Encontramos variantes de letra e de melodia por ser uma canção tradicional brasileira.

Ouça uma variante em: http://www.youtube.com/watch?v=7DyA1O2OYkI 

Partitura de Sambalelê: http://www.cantigaderoda.com/cifras/samba.html 

Coloque a letra na lousa (quadro) e proponha os seguintes passos para a memorização da letra e da canção:   

1) Leitura – leia com a turma o texto inteiro, por algumas vezes. Posteriormente, selecione trechos isolados para serem lidos pela turma. Divida a turma em grupos que irão ler as estrofes, por exemplo: grupo das meninas lerá a primeira estrofe; grupo dos meninos lerá a segunda estrofe. Sugira etapas que tornem a leitura mais lúdica e prazerosa.   

2) Cantar a música – provavelmente, muitos alunos conhecerão a música, o que tornará esse processo mais rápido. Cante algumas vezes e peça que a turma ouça. Após algumas execuções, peça que a turma cante junto. Varie o andamento e a tonalidade, lembrando-se de adequá-la às vozes infantis.   

3) Cantar a música com acompanhamento de palmas – peça à turma que cante a música e bata palmas, de maneira livre. A partir dessa etapa, já comece a estabelecer diferença entre as partes da música, o que será enfatizado em todas as atividades da aula. Estabeleça que as palmas serão batidas de acordo com a pulsação, na primeira parte (primeira estrofe), e de acordo com o ritmo do que é cantado, na segunda parte (segunda estrofe). Lembre-se de fazer comparações que facilitem o entendimento de conceitos tão abstratos para a faixa etária: associe a pulsação às batidas do coração da música ou ao ponteiro de um relógio que não pode parar; e associe o ritmo aos pedacinhos das palavras (sílabas), experimentando segmentar algumas palavras do texto da música e contando a quantos gestos sonoros correspondem.   

4) Cantar a música com acompanhamento de instrumentos de percussão – proponha a mesma dinâmica da etapa anterior, ressaltando a diferença entre as partes da música. Você pode diferenciar as partes quanto a: pulsação/ritmo; andamento; timbres utilizados etc.

Atividade 2 – Execução do arranjo para a música “Sambalelê”   

Apresente à turma o seu arranjo para que depois a turma lhe apresente a sua “invenção”. Esta é apenas uma sugestão nossa. O importante é manter a ideia de que as partes da música apresentem diferenças entre si na elaboração do arranjo.   

Inicialmente, determine as partes A e B da música junto à turma:

 – primeira estrofe: parte A

 – segunda estrofe: parte B.

Proponha a seguinte forma para o arranjo: A B  A B  A B, ou seja, a música será cantada três vezes. No entanto, cada trecho A B terá uma característica:

- 1ª vez da música – A B – apenas cantada;

- 2ª vez da música – A B – canto e acompanhamento com instrumentos de percussão (agogô, caxixi, clavas, coquinhos, pandeiro, pandeirola, reco-reco, entre outros). Na parte A, os alunos marcam a pulsação; na parte B, marcam o ritmo.   

- 3ª vez da música – A B – canto e acompanhamento com instrumentos de percussão (agogô, caxixi, clavas, coquinhos, pandeiro, pandeirola, reco-reco, entre outros). Nas partes A e B, os alunos tocam a seguinte célula rítmica, a partir do primeiro tempo:   

Após a execução do arranjo, promova um rápido debate com as seguintes questões:   

1) O que mudou da primeira vez de execução da música para a segunda vez?   

2) O que mudou entre as partes A e B na segunda vez da execução da música?    

3) O que mudou da segunda vez de execução da música para a terceira?   

Seu papel é o de mediar o debate e orientá-los no sentido de perceberem as mudanças apresentadas. Se necessário, execute junto à turma os trechos separadamente e delineie as características principais de cada execução (faça uma lista na lousa/quadro). Neste primeiro arranjo proposto, a instrumentação e a linha rítmica de acompanhamento variaram entre as execuções.

Atividade 3 – Criação coletiva de arranjo para a música “Sambalelê”  

Seguindo a forma proposta para o arranjo da Atividade 2 (ABABAB), peça à turma que sugira novas características para as partes e, consequentemente, que elabore um novo arranjo. Converse com os alunos sobre as possibilidades de variar quanto à instrumentação/timbres utilizados, quanto às linhas de acompanhamento, quanto ao andamento, quanto à dinâmica, entre outros aspectos. Obviamente, todos esses conceitos devem ser abordados com uma linguagem adequada à faixa etária. Mais uma vez seu papel será o de mediar o processo de criação, de modo a incentivar a participação ativa por parte de todos.  

Tente junto ao grupo observar qual a célula rítmica que caracteriza a música (corresponde às sílabas SAMBA LÊ-LÊ).

Uma ideia seria elaborar o arranjo agregando este pequeno motivo rítmico ao conjunto. Estimule o grupo na elaboração da nova forma musical.

Recursos da aula

Sugerimos o uso de um instrumento harmônico (teclado, violão, cavaquinho, acordeon) e o uso de instrumentos de percussão (clavas, caxixis, coquinhos, pandeiros, pandeirolas, agogôs etc.) para a realização das atividades acima.

Recursos Complementares

Conceito de "forma" - Wikipédia:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Forma_musical 

Artigos sobre cantigas de roda:

http://www.infoescola.com/folclore/cantigas-de-roda/   

http://www.clicfilhos.com.br/site/display_materia.jsp?titulo=Cantigas+de+roda+e+can%E7%F5es+de+ninar 

Site "Cantiga de Roda" (contém letras, partituras e áudio de algumas cantigas de roda):

http://www.cantigaderoda.com/index.asp 

Avaliação

O(a) professor(a) deverá observar se os alunos:

1) cantaram a música proposta e executaram o acompanhamento de palmas e com instrumentos de percussão proposto na Atividade 1;

2) executaram o arranjo proposto para a música "Sambalelê" e participaram ativamente do debate, evidenciando que compreenderam a diferença entre as partes da música e a forma sugerida para o arranjo;

3) participaram ativamente da criação coletiva de um novo arranjo para a música "Sambalelê".

Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 1 classificações

  • Cinco estrelas 0/1 - 0%
  • Quatro estrelas 1/1 - 100%
  • Três estrelas 0/1 - 0%
  • Duas estrelas 0/1 - 0%
  • Uma estrela 0/1 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.