Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Música – Flauta-doce e percussão com copos – aula 2

 

22/11/2010

Autor(es) e Coautor(es)
imagem do usuário

Débora Ferreira Santos Braga

RIO DE JANEIRO - RJ

COL DE APLIC DA UNIV FED DO RIO DE JANEIRO

imagem do usuário

Kátia Regina Figueiredo Romão

RIO DE JANEIRO - RJ

COL DE APLIC DA UNIV FED DO RIO DE JANEIRO

Rodrigo Russano

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Inicial Artes Música: Apreciação significativa em música: escuta, envolvimento e compreensão da linguagem musical
Ensino Fundamental Final Artes Música: Apreciação significativa em música: escuta, envolvimento e compreensão da linguagem musical
Ensino Fundamental Final Artes Música: Compreensão da música como produto cultural e histórico
Ensino Fundamental Final Artes Música: Expressão e comunicação em música: improvisação, composição e interpretação
Ensino Fundamental Inicial Artes Música: Expressão e comunicação em música: improvisação, composição e interpretação
Ensino Fundamental Inicial Artes Música: Compreensão da música como produto cultural e histórico
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

Desenvolver a percepção rítmica através da percussão com copos de plástico.   

Desenvolver a percepção melódica através da prática instrumental com a flauta-doce.   

Desenvolver habilidades para tocar a flauta-doce e os copos de plástico.   

Tocar as notas musicais SOL-LÁ-SI-DÓ na flauta-doce através da execução da música “Havia um Pastorzinho”.   

Executar, vocalmente, melodia em modo maior.

Executar arranjo para flauta-doce e percussão com copos de plástico.   

Criar, coletivamente, linha rítmica de acompanhamento de copos.

Duração das atividades
Uma aula de 50 minutos
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Domínio técnico do instrumento flauta-doce - sopro e digitação das notas da mão esquerda SOL, LÁ, SI da primeira oitava, e DÓ da segunda oitava.

Conhecimento dos nomes das notas musicais.

Conhecimento da música “Havia um Pastorzinho” na flauta-doce.

Estratégias e recursos da aula

Caro(a) professor(a), esta coleção de aulas tem o objetivo de apresentar pequenos arranjos para flauta-doce soprano e percussão, com acompanhamento de copos de plástico. Os arranjos foram pensados para as séries finais do Ensino Fundamental Inicial (4º e 5º anos), devido a uma maior complexidade de execução da percussão, e também por exigir um domínio técnico prévio da flauta-doce. No entanto, as atividades aqui propostas podem ser aplicadas a séries do Ensino Fundamental Final, se levarmos em conta que o ensino da flauta-doce pode variar de escola para escola (há escolas em que o aprendizado do instrumento se dá a partir do segundo segmento do Ensino Fundamental).

Vale ressaltar que a flauta-doce soprano é um instrumento bastante utilizado para musicalizar crianças, sobretudo nas escolas de Educação Básica, por ser de fácil aquisição (em termos de custo) e transporte. Além disso, seu manuseio é simples, o que torna o aprendizado rápido em relação a outros instrumentos.

http://www.mundomax.com.br/_flautas/flauta_doce_soprano_barroca_yrs24b_yamaha_245.jpg 

Os copos de plástico representam uma possibilidade de recurso sonoro em escolas em que há falta de estrutura adequada para uma aula de música (ausência de instrumentos musicais, de sala de música), ou mesmo em situações de turmas numerosas. Além da fácil aquisição, sua utilização traz à tona a questão do reaproveitamento e da reutilização de materiais.

http://www.confeitariaxv.com.br/images/detailed_images/MateLeao300.jpg 

http://www.jbalbibrindes.com/images/copoPlasticoAzul300ml.jpg 

Atividade 1 – Execução vocal e instrumental da canção “Havia um Pastorzinho”   

Coloque na lousa a letra da canção e a melodia para flauta-doce, por extenso. É necessário que a música tenha sido tocada em aulas anteriores, pois esta atividade consistirá em uma revisão e fixação do conteúdo.

  

"Havia um Pastorzinho"

Havia um pastorzinho

Que vivia a pastorar

Saiu de sua casa

E pôs-se a cantar    

Dó ré mi fá fá fá

Dó ré dó ré ré ré

Dó sol fá mi mi mi

Dó ré mi fá fá fá    

Chegando ao palácio

A rainha lhe falou

Contando ao pastorzinho

Que seu canto lhe agradou      

Dó ré mi fá fá fá

Dó ré dó ré ré ré

Dó sol fá mi mi mi

Dó ré mi fá fá fá  

(partitura de nossa autoria)

(notação de nossa autoria)

Antes de iniciar a prática musical, problematize a questão da diferença entre os refrões da música (por conta da mudança de tonalidade as notas entoadas serão diferentes, obviamente). Para que a explicação seja facilitada, visto que o conceito de tonalidade é muito abstrato para a faixa etária (além de não ser nossa intenção “teorizar” determinados conceitos), diga à turma que os refrões são diferentes porque as músicas começam em “notas” diferentes. Pegue a flauta e dê o exemplo, tocando a música em Fá Maior e depois em Dó Maior. Se você tocar a música começando na nota “Dó”, o refrão será aquele que aparece na música cantada (dó ré mi fá fá fá). No entanto, se começar a música na nota “sol”, o refrão será aquele da música tocada na flauta (sol lá si dó dó dó). Fale também sobre a opção por iniciar a música na nota “sol” para flauta-doce, caso sua turma seja iniciante no instrumento, pois requer um domínio da mão esquerda, enquanto a outra opção requer um domínio também da mão direita.   

Em relação à letra da canção, não se esqueça de mencionar a questão da transmissão oral, o que gera inúmeras versões de uma mesma canção. A informação é passada oralmente, de geração em geração, de pessoa para pessoa, o que ocasiona deturpações e transformações da letra, melodia, forma etc. Como exemplo, coloque na lousa uma outra versão muito comum para a letra desta melodia:

“Havia uma barata”  

  

Havia uma barata

Na careca do vovô

Assim que ela me viu

Bateu asas e voou

Seu Joaquim, quim, quim

Da perna torta, ta

Dançando conga, ga

Com a Maricota, ta   

Peça para a turma cantar as duas versões. Você deverá acompanhá-los com o instrumento harmônico de sua preferência, na tonalidade de Fá maior.

Após esse momento, peça para a turma tocar a melodia na flauta, baseada nas notas que você escreveu por extenso no quadro. Não se esqueça de utilizar recursos gráficos que facilitem o entendimento de notas longas e curtas (utilizamos a barra após a nota para indicar que ela é curta) ou de notas graves e agudas (utilizamos o traço em cima da nota para indicar que é a nota aguda, no caso de duas notas com o mesmo nome – dó grave e dó agudo, por exemplo). Caso a execução não seja tão fluente, divida a música em trechos menores a fim de consertar erros em relação à digitação, sopro, ritmo, entre outros. Peça para um grupo tocar, enquanto o outro fará a avaliação, indicando melhorias que podem ser feitas.   

Ao final, divida a turma em dois grupos, um para o canto (primeira versão) e outro para a flauta-doce. Escolha a tonalidade de Dó maior, por conta da digitação da flauta. Varie a dinâmica, sugerindo que haja uma execução somente com canto, outra somente com flauta, outra iniciando com canto e as flautas entrando no refrão, entre outras sugestões.    

Atividade 2 – Execução do arranjo para flauta e copos   

Como a movimentação dos copos é bastante simples na proposta deste arranjo, pensamos que o aprendizado pode ocorrer ao mesmo tempo em que uma parte da turma executa a linha de flauta. Sugerimos as seguintes etapas:   

1) Um grupo toca na flauta a melodia, e você faz o acompanhamento de copos. Após algumas execuções inteiras, pergunte à turma se há diferença entre os movimentos apresentados nas partes da música e peça que listem quais são esses movimentos (se possível, coloque-os no quadro).   

Movimentação de copos - primeira parte:

1) Primeira semínima – bater palmas.   

2) Segunda semínima – pegar o copo e suspendê-lo.   

3) Terceira semínima – bater o copo no chão, colocando-o de volta.

Movimentação de copos – segunda parte:

1) Primeira colcheia – bater palmas.   

2) Segunda colcheia – pegar o copo e suspendê-lo.   

3) Terceira colcheia – bater o copo no chão.   

4) Quarta colcheia - bater o copo no chão, colocando-o de volta.  

2) Após a listagem dos movimentos (que são apenas três), peça à turma que crie uma legenda, a qual deverá ser colocada nas notas musicais escritas por extenso na lousa. Por exemplo:

3) Cante a música e faça o acompanhamento de copos, bem lentamente, e peça que a turma faça junto com você. Divida a música em duas partes, passando-as separadamente. Se necessário, peça para os alunos executarem somente a movimentação de copos, sem ter a música como referência, para que o movimento seja internalizado.   

4) Assim que a movimentação de copos estiver satisfatória, proponha que o arranjo seja realizado. Divida a turma em dois grupos, um para a execução na flauta e o outro para a execução com copos. Faça a troca posteriormente.   

5) Após a “leitura” do arranjo, proponha à turma que questões relacionadas à forma, à dinâmica, ao andamento sejam consideradas, a fim de tornar o arranjo expressivo. Este será um momento em que todos devem participar com suas opiniões e sugestões, as quais devem ser testadas.

Atividade 3 – Criação de acompanhamento de copos   

Após a execução do arranjo, divida a turma em grupos e proponha que uma linha rítmica e de movimentação de copos seja criada para as pausas existentes na linha de copos a partir do refrão (ver partitura acima). Oriente-os no sentido de criarem um acompanhamento de fácil execução por parte da turma e de fácil memorização. Sendo assim, proponha que as linhas criadas apresentem um padrão, uma regularidade.   

Observe a participação de todos nos seus respectivos grupos: se respeitam as opiniões dos demais colegas, se assumem uma postura mais ativa ou passiva em relação à criação, se estabelecem uma dinâmica organizada de avaliação daquilo que foi criado etc.   

Ao final, peça que cada grupo apresente sua criação e, se possível, peça para a turma criar uma legenda para os movimentos apresentados, para o caso de um futuro registro.   

Recursos da aula   

Sugerimos o uso de um instrumento harmônico (teclado, violão, acordeon, piano, cavaquinho), de flautas-doce soprano e de copos de plástico resistentes.

Recursos Complementares

Letra de “Havia um Pastorzinho”:

Guia Prático, Vol. 5, Heitor Villa-Lobos:

http://www.naxos.com/sungtext/pdf/570008_texts.pdf    

Site “Jangada Brasil”:

http://www.jangadabrasil.com.br/agosto/ca12080c.htm     

Melodia de “Havia um Pastorzinho” em Fá maior:  

http://www.youtube.com/watch?v=SlB180WUAEw    

http://www.youtube.com/watch?v=wkanTFnBHpU&feature=related      

“Havia um Pastorzinho” – animação portuguesa:

http://www.youtube.com/watch?v=iDeixNzBSOo&feature=related 

História da Flauta-doce – Portal de Educação Musical do Colégio Pedro II:

http://www.portaledumusicalcp2.mus.br/Aprenda/aprendaflauta/flauta.htm    

Projeto Lenga La Lenga - jogos de mãos e copos: 

http://www.lengalalenga.com.br/  

Avaliação

O (a) professor (a) deverá observar se:

1) os alunos tocaram a melodia da canção “Havia um Pastorzinho” na flauta-doce e se cantaram as diferentes versões propostas na Atividade 1;   

2) os alunos participaram ativamente do debate da atividade 1, demonstrando entendimento sobre a troca de tonalidades entre as versões cantada e tocada;   

3) os alunos conjugaram canto e flauta na execução proposta ao final da Atividade 1, e se compreenderam e executaram as diversas sugestões de execução;   

4) os alunos executaram o arranjo proposto e todas as etapas sugeridas na Atividade 2;   

5) os alunos participaram ativamente da criação coletiva proposta na Atividade 3, respeitando as sugestões dos demais colegas do grupo e colaborando para o enriquecimento da atividade.

Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 4 classificações

  • Cinco estrelas 3/4 - 75%
  • Quatro estrelas 1/4 - 25%
  • Três estrelas 0/4 - 0%
  • Duas estrelas 0/4 - 0%
  • Uma estrela 0/4 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • Deisi Pierina, BOLHA DE SABÃO. ONG e Ponto de Cultura de SP , São Paulo - disse:
    deisipierinamusic@gmail.com

    14/05/2012

    Cinco estrelas

    Parabéns pelo material e ideias, planos de aula. Sempre trabalhei com música em escolas, e atualmente numa ONG, estou dando aulas de flauta doce. Esse material vai me auxiliar muito, poi me oferece muitas ideias, e dá ferramentas para que eu possa criar diversas aulas e/ou atividades com este grupo heterogêneo o qual estou trabalhando. obrigada


  • marilene cristina oliveira da silva, centro de ensino terra de educar , Rio de Janeiro - disse:
    jmg3@hotmail.com

    10/01/2012

    Cinco estrelas

    gostei d mais enfrentei um grande desafio de dar aula de música na escola que trabalhava e esse método foi excelente para o progresso das turmas do maternal ao 5° ano. dei aula de flauta e de percução, e os alunos demonstraram um grande desempenho


  • gessyka, jorge andrde , Rondônia - disse:
    gessy_ff22@hotmail.com

    27/12/2011

    Cinco estrelas

    com essa aula tirei minhas dúvidas e aprendi a tocar havia um pastorzinho foi muito bom pra mim e eu aprovo. muito obrigada!!!!!!!!!


  • adriana, e.e. prof. julieta rinald , São Paulo - disse:
    adrianamarczuk@gmail.com

    20/08/2011

    Quatro estrelas

    meu filho esta no 4 ano do fundamental e aprendeu na escola a tocar flauta, treina em casa e achei o projeto muito bacana


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.