Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Grafismos indígenas: trabalhando com texturas

 

15/12/2010

Autor e Coautor(es)
Andréa Senra Coutinho
imagem do usuário

JUIZ DE FORA - MG COL DE APLICACAO JOAO XXIII

Nelson V. F. Faria

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Inicial Artes Arte Visual: Produção do aluno em arte visual
Ensino Fundamental Inicial Artes Arte Visual: Apreciação significativa em arte visual
Ensino Fundamental Inicial Artes Arte Visual: Arte visual como produção cultural e histórica
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
  • Conhecer melhor os grafismos produzidos pelos índios brasileiros nas pinturas corporais, vasos cerâmicos e outros objetos.
  •  Distinguir o conceito de textura visual de textura tátil na arte
  • Criar padrões gráficos com texturas visuais inspiradas na produção indígena.
Duração das atividades
03 aulas de 50 minutos
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Não há

Estratégias e recursos da aula
  • Começar pelo termo “textura” na arte. Explique que a textura define o aspecto de uma superfície. Peça às crianças que passem a mão na carteira, depois nos cabelos, na pele, na roupa que estão usando. Pergunte a elas: as superfícies possuem as mesmas características? Elas certamente vão responder que não. Insista e pergunte o que elas perceberam de diferente entre a carteira, os cabelos, a pele e a roupa? Deixe que as crianças comentem mais livremente o que sentiram, como perceberam cada superfície tocada pelas mãos.
  • A partir dos comentários das crianças, formule com elas o conceito de textura. Organize no quadro de giz, de um lado “textura tátil” do outro, “textura visual”. Escreva alguns dos comentários das crianças do lado da “textura tátil”, pois a experiência que elas acabaram de vivenciar tem a ver com ela. O que sentiram: aspereza, enrugado, liso, fino, quente, fria, macia, etc. Explique que esses aspectos tem o nome de “textura” na arte e acrescente que a textura visual é a possibilidade de criar a ilusão de superfícies variadas no desenho, na pintura, na fotografia, etc. Ou seja, a textura visual não pode ser sentida pelas mãos, no contato direto, mas ela simula a existência de superfícies com características diversas: granulada, listrada, lisa, áspera, e assim por diante.
  • Agora é um bom momento para apresentar as imagens das pinturas corporais realizadas pelos nossos índios e índias:

http://4.bp.blogspot.com/_HKBbwjPiuvo/Rr2XmrtKgRI/AAAAAAAAAUY/cIhi9-Sw7Cg/s400/pinturacorpo.jpg 

Chame atenção das crianças para a geometrização e repetição das formas e das cores.

http://www.kaxi.com.br/imagens/t04noticias/indiocinco.jpg

A partir dessa imagem, reforce a ideia de que para ser considerado textura visual necessita de uma regularidade entre os traços, além da repetição. 

http://4.bp.blogspot.com/_hwtjgqYo5kQ/SrfQE2yzYZI/AAAAAAAAAH0/E8IobN9XdMk/s400/Artemarajoarasantarem.JPG 

Os trabalhos em cerâmica (acima) em primeiro plano são Marajoara e do fundo, da cultura Santarém, possuem belos efeitos de textura. As cores foram obtidas através do barro líquido com coloração branca com o uso de caulim e o preto com jenipapo.

  • Pergunte se as crianças já haviam visto as pinturas que os indígenas são capazes de fazer não apenas em seus corpos, mas também em vasos e utensílios domésticos, de caça, etc. Se elas fazem parte de grupos indígenas ou estão próximas de aldeias ou reservas, ressalte a presença do trabalho de textura na cultura indígena. Mencione que as pinturas corporais indígenas têm um significado simbólico e que são realizadas a partir de rituais próprios de cada tribo. Lembre ao alunado que a cultura indígena faz parte das raízes culturais de nosso país e por isso mesmo, é preciso conhecer melhor e se apropriar dos conhecimentos de nossos antepassados.
  • Após a observação das imagens (ou do próprio utensílio ao vivo, caso tenha acesso), sugira que o grupo pesquise mais referências de texturas gráficas criadas pelos povos indígenas. A partir da pesquisa realizada, pedir que as crianças, em tiras de papel (pode ser qualquer papel: sulfite, canson, pardo e outros) e utilizando uma pena (que pode ser feita de bambu ou mesmo uma pena de galinha) com nanquim, criem padrões variados.
  • Motive as crianças a alterar os padrões em grafismos que vão explorar linhas quebradas, angulares, de forma simples e repetitiva. Nesse trabalho serão explorados os efeitos de branco e preto. Veja o exemplo abaixo. O desenho foi realizado por indígenas brasileiros.

http://4.bp.blogspot.com/_kik4-29ukEU/SZogdMz3JTI/AAAAAAAAARU/-R5RgcUSSIk/s320/PB210075-ointura+indigena.jpg

  • Comente com as crianças que os indígenas produzem suas próprias tintas a partir de sementes e plantas, que as cores que comumente aparecem são o vermelho, o preto, o amarelo e o branco. Num exercício posterior, pode se pedir que as crianças repitam os grafismos criados utilizando cores inspiradas nas mais utilizadas pelos índios e índias. 
  • Ao concluírem as tiras com a criação de texturas visuais (gráficas), inspiradas nos desenhos indígenas, sugerir a montagem de um painel onde todas as tiras trabalhadas irão compor um único trabalho com efeitos de texturas.
Recursos Complementares
Avaliação
  • A avaliação terá duas etapas: (1.) oral: durante a explanação sobre textura visual e tátil. Observar se as crianças estão apresentando exemplos e/ou trazendo dúvidas sobre o assunto; (2.) técnica: exercícios em nanquim. Verificar se a compreensão sobre textura aparece na execução dos desenhos com pena. Se houver compreensão sobre a repetição e a regularidade dos traços que formam os efeitos de textura visual, os desenhos serão satisfatórios.
  • Incentive as crianças a produzir mais de uma tira com efeitos de textura visual/gráfica
  • Ao montar o painel com as tiras, envolva as crianças no sentido de analisarem qual textura dialoga com qual, analisar se a tira será fixada na horizontal, vertical ou diagonal. Nessa etapa a avaliação perpassa pela participação efetiva das crianças ao emitirem opinião e organizarem visualmente a apresentação dos trabalhos.
Opinião de quem acessou

Cinco estrelas 3 classificações

  • Cinco estrelas 3/3 - 100%
  • Quatro estrelas 0/3 - 0%
  • Três estrelas 0/3 - 0%
  • Duas estrelas 0/3 - 0%
  • Uma estrela 0/3 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.