Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Fontes históricas: diferentes tipos

 

20/12/2010

Autor e Coautor(es)
ANA FLÁVIA RIBEIRO SANTANA
imagem do usuário

UBERLANDIA - MG ESC DE EDUCACAO BASICA

Aléxia Pádua Franco

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Inicial História Organização histórica e temporal
Ensino Fundamental Final História Cidadania e cultura no mundo contemporâneo
Ensino Fundamental Inicial História Localidade
Educação de Jovens e Adultos - 1º ciclo Estudo da Sociedade e da Natureza Educando e o lugar de vivência
Educação de Jovens e Adultos - 2º ciclo História Migrações, cultura e identidades
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
  • Identificar as características e diferenças entre as fontes escritas, orais, imagéticas, arquitetônicas e materiais;
  •  Exemplificar os diferentes tipos de fontes históricas, através da coleta e exposição de fontes sobre a história de vida de cada aluno.
Duração das atividades
3 horas/aula
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Para o desenvolvimento desta aula, não é  necessário o conhecimento de outros conceitos ou assuntos, pois estes serão desenvolvidos no decorrer da própria aula.

Estratégias e recursos da aula

Atividade 1 - Desafio histórico

Para iniciar o estudo sobre as fontes históricas, suas características e tipos, o professor deve escolher um tema que motive a sua turma de alunos e lançar o seguinte desafio:

Se quisermos conhecer e  escrever a história de (falar o tema) onde podemos pesquisar?

Como exemplo, e a partir do pressuposto de que esta atividade será realizada no início do ano, época de professores e alunos se conhecerem melhor, sugerimos como tema a história de cada aluno e professor da turma. Então, o desafio seria:

Se quisermos conhecer e escrever a história de cada um da nossa turma onde podemos pesquisar?

A partir deste desafio, pedir para os alunos, em casa, procurarem objetos, imagens, sons, escritos que eles possam levar para sala de aula  para que através deles a turma possa conhecer a sua história.

Atenção! Peça para os alunos idenficarem as fontes que levarem para sala de aula com seu nome completo. Isto facilitará que, após a exposição montada na atividade 2, os alunos consigam reconhecer e recuperar suas fontes.

Atividade 2 - Reconhecendo as fontes históricas

Solicitar a cada aluno que apresente as fontes  que eles encontraram em sua casa para que, através delas, os alunos possam conhecer a sua história.

No decorrer da apresentação, o professor deve solicitar  aos alunos que separem, classifiquem e organizem as fontes levantadas por cada aluno. Para isto, o professor deve, em um espaço da sala, organizar uma exposição, dividindo-a em 5 espaços para se colocar as fontes levadas pelos alunos:

- uma espaço para as fontes que contêm  imagens,

- outro para as fontes que contêm  escritos,  

- outra espaço para objetos,

- outro para fontes que contêm imagens de edificações,

- outro para fontes que contêm sons.

Após a apresentação de cada fonte, o professor deve instigar os alunos a decidirem em qual dos espaços da exposição eles devem colocar a fonte apresentada. 

Observação:

  1.  Uma mesma fonte pode ser colocada em mais de um espaço. Por exemplo, um cartão postal recebido pelo aluno, pode ser colocado tanto no espaço de fontes escritas quanto no espaço de fontes com imagens. Assim, o professor deve debater com os alunos para que eles decidam o que é mais marcante na fonte (se os sons, as imagens, os escritos, as edificações) e, a partir daí, colocar a fonte no espaço reservado. 
  2. O próprio professor deve levar fontes sobre sua história para complementar as apresentadas pelos alunos. Deve ter o cuidado de levar, pelo menos, cinco tipos de fontes que vão garantir que os alunos reconheçam os cinco tipos de fontes históricas que ao final da aula eles devem conseguir identificar:

 Fonte escrita:  uma carta, uma certidão de nascimento, um livro, etc.

Capa de livro apresentado por um aluno da Escola de Educação Básica da Universidade Federal de Uberlândia (Eseba UFU) para mostrar material didático utilizado por seu avó nos anos 1930.  

Fonte oral: um depoimento escrito ou gravado, uma música grava em CD ou vinil, etc. 

Capa de CD apresentado por aluna da Eseba UFU para mostrar as músicas que gostava de ouvir em sua infância

Atenção! Explicitar para os alunos que a fonte oral não é a imagem do CD, mas a música gravada no CD.

 Fonte imagética: um filme, uma foto, uma pintura, um desenho, etc.

Desenho apresentado por uma  professora dos alunos da Eseba UFU para mostrar um brincadeira feita por sua família no ritual de passagem

 do ano de 2006 para 2007

Fonte material: roupa, moedas, brinquedo, etc.

Boneca apresentada por aluna da Eseba UFU para mostrar um dos brinquedos que gostava quando criança

Fonte arquitetônica: um monumento, uma casa, um prédio, etc.  

Foto de fonte arquitetônica apresentada por aluno da Eseba UFU para mostrar local onde gostava de passear nos fins de semana:

Praça Clarimundo Carneiro,  em Uberlândia, 2008.

 Atenção! Em relação a fonte arquitetônica, é importante explicar para os alunos que, pela impossibilidade de levá-la até a sala de aula, pois é uma edificação, levou-se um registro fotográfico/imagético desta fonte. 

Após a apresentação, por alunos e professores, das primeiras fontes por eles levantadas, é interessante incentivá-los a procurar, em suas casas, pelo menos uma fonte para eles colocarem em cada um dos cinco espaços da exposição. 

 Atividade 3 - Classificando e conceituando as fontes históricas

Após as atividades 1 e 2, com a exposição das fontes organizada, pedir para os alunos, a partir do que descobriram com a apresentação de cada colega e com a montagem da exposição, criarem, por escrito, um conceito para fonte histórica e escolherem nomes que definam cada um dos 5 tipos de fontes expostos (as com som, as com escrito, as com imagens, as com edificações, as que são objetos).

Pedir para os alunos apresentarem seus conceitos e os nomes que deram para cada tipo de fonte.

No decorrer das apresentações, ir elaborando respostas coletivas que os alunos devem anotar no caderno como síntese da atividade realizada. Esta síntese pode-se basear nas seguintes ideias:

As fontes históricas  nos permitem conhecer, através da sua observação e análise, a história de uma pessoa ou de um acontecimento. Elas podem ser de diversos tipos como:

Fontes Orais: reproduzem em CDs, MP3, DVDs ou anotações escritas as lembranças que uma pessoa conta sobre um acontecimento ou tempo passado;

Fontes Escritas: são documentos escritos em papéis  ou digitalizados que registram um acontecimento passado;

Fontes Iconográficas ou Imagéticas: são imagens sobre um acontecimento passado registradas em fotos, DVDs, quadros, cartões;

Fontes Materiais: são objetos usados no passado;

Fontes Arquitetônicas: são casas, monumentos e outras construções edificadas no passado.  

Atenção! Se os alunos inventarem nomes diferentes  dos listados acima para identificarem cada tipo de fonte, citá-los no texto coletivo, mas também registrar os nomes acima, explicando que eles são os mais usados pelos profissionais que escrevem a História - os historiadores.

Esta atividade pode ser uma atividade conjunta entre Português e História, pois além dela desenvolver os conceitos e a tipologia das fontes históricas, elas contribuem para que os alunos desenvolvem a capacidade de sintetizar, por escrito,   suas descobertas e  análises.  

Recursos Complementares
  • Para as turmas de Jovens e Adultos, os professores podem incluir no desenvolvimento desta aula a análise do filme "Narradores de Javé", produzido no Brasil, em 2003, pois ele permite reflexões sobre as fontes históricas possíveis de se utilizar para preservar e conhecer a história de um local. Direção: Eliane Caffé;  Roteiro: Eliane Caffé, Luiz Alberto de Abreu;Elenco: José Dumont (Antônio Biá), Matheus Nachtergaele (Souza), Nelson Dantas (Vicentino), Gero Camilo (Firmino), Nélson Xavier (Zaqueu);  Duração: 100 min.; Gênero: Comédia/Drama
  • Para o professor aprofundar seus conhecimentos sobre memória, fontes históricas e lugares de preservação das fontes hisóricas, ele pode acessar o site da TV Escola, Salto para o futuro, e procurar o Boletim 04, de abril de 2005, intitulado "Memória, patrimônio e identidade" ( http://www.tvbrasil.org.br/fotos/salto/series/145632MemoriaPatriIdent.pdf) que, em diferentes artigos, aborda o conceito de memória, a memória preservada em festas populares, músicas, fotografias e em espaços públicos como museus, bibliotecas e arquivos.  
  • Para saber mais sobre a contribuição das fontes históricas orais para o estudo da história , ver o artigo O passado que não está nos livros de História  publicado na revista Nova Escola On Line, Edição 167, novembro de 2003, disponível em http://revistaescola.abril.com.br/historia/fundamentos/passado-nao-esta-livros-historia-423062.shtml 
  • Para conhecer possibilidades de registro elaborados por alunos a partir das atividades realizadas nesta aula, consultar o blog Ensinando História na Eseba - http://gephiseseba.blogspot.com , os textos "Produções de alunos sobre fontes históricas I" (http://gephiseseba.blogspot.com/2010/12/producoes-de-alunos-sobre-fontes_16.html)  e "Produções de Alunos sobre fontes históricas II" (  http://gephiseseba.blogspot.com/2010/12/producoes-de-alunos-sobre-fontes.html
Avaliação

A avaliação da aprendizagem deve ser realizada através da análise da participação de cada aluno nas atividades 1, 2 e 3, observando se ele conseguiu identificar e classificar os diferentes tipos de fontes históricas, conceituar fonte histórica e criar nomenclaturas para identificar cada tipo de fonte histórica.

Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 11 classificações

  • Cinco estrelas 8/11 - 72.73%
  • Quatro estrelas 1/11 - 9.09%
  • Três estrelas 0/11 - 0%
  • Duas estrelas 1/11 - 9.09%
  • Uma estrela 1/11 - 9.09%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • adae, tv chuvuilastermaretechicos , Bahia - disse:
    filipimartinsjorge@yahoo.com.br

    13/02/2014

    Uma estrela

    legal


  • josé augusto, dominio puplico , São Paulo - disse:
    filipimartinsjorge@yahoo.com.br

    13/02/2014

    Cinco estrelas

    muito bom !!!


  • edilson rodrigues, Centro Educacional Paraíso , Amazonas - disse:
    noslide.edi@hotmail.com

    29/04/2013

    Cinco estrelas

    A ideia é muito prática, e o resultado foi excelente, pois, os alunos perceberam com muita clareza os tipos de fontes históricas fazendo uma pesquisa e apresentando em sala de aula.


  • Pefy, Franca , São Paulo - disse:
    tefyperola@hotmail.com

    20/03/2013

    Cinco estrelas

    Achei super interesante por que fala de fontes que ainda não conhecia e asim posso aprender melhor espero que voces continuem postando mais sobre as "FONTES". Adoreii bejão =) !


  • ernesto muholo ouro, Angola - disse:
    mauricio-teus@hotmail.com

    08/03/2013

    Cinco estrelas

    de facto é uma matéria q ajuda a entender de como leccionar uma aula com o tema em estudo.


  • miguel, ola , Sergipe - disse:
    miguelmansanolopes@yahoo.com.br

    27/02/2013

    Duas estrelas

    gostei muito da aula


  • Mara macedo, E.E.Francisco Pereira da Rocha , São Paulo - disse:
    viagem.europa@ig.com.br

    09/02/2013

    Quatro estrelas

    Simples e objetiva. Gostei bastante, veio de encontro as minhas pesquisas.


  • Edson Silva, Estácio EAD , São Paulo - disse:
    ejsilva@usp.br

    02/06/2012

    Cinco estrelas

    Muito útil e didático.


  • stefany'1, rua das gameleiras , São Paulo - disse:
    stefanygomes2000@hotmail.com

    02/02/2012

    Cinco estrelas

    minhas aula são maravilhosas mais essas eu pagava para ver como seria mas como nao posso pgr fico na imaginação


  • Verônica, UFOP , Minas Gerais - disse:
    mpmatozo@yahoo.com.br

    18/11/2011

    Cinco estrelas

    Achei super interessante para poder trabalhar com as crianças das séries iniciais, elas poderão saber um pouco do passado de seus pais, avós enfim de sua família .


  • EDNAR, ESC. MUN. RIDALVA , Bahia - disse:
    ednar.rodrigues@gmail.com

    11/03/2011

    Cinco estrelas

    MUITO ESTIMULANTE, DINÂMICA. EXCELENTE!


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.