Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


CONVIVENDO COM AS DIFERENÇAS

 

21/08/2009

Autor e Coautor(es)
Marta Regina Alves Pereira
imagem do usuário

UBERLANDIA - MG ESC DE EDUCACAO BASICA

Fátima Rezende Naves Dias; Gláucia Costa Abdala Diniz; Lucianna Ribeiro de Lima; Liliane dos Guimarães Alvim Nunes.

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Inicial Ética Respeito mútuo
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

Pensar, de maneira crítica, sobre as condutas morais que orientam nossas ações cotidianas. Refletir sobre o respeito às diferenças na convivência com os outros. Aprender a perceber e respeitar o próprio ritmo, ao mesmo tempo em que descobre a diferença no ritmo das outras pessoas.

Duração das atividades
2 aulas de 50 minutos.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Estratégias e recursos da aula

Aquecimento: Trabalho a partir da fábula de Esopo: "A Lebre e a Tartaruga".

Questões iniciais feitas pelo professor aos alunos:

Vocês já viram uma tartaruga? Como ela é? Como se movimenta? E uma lebre? Como é? Com que animal se parece? Como se movimenta? (Se necessário, o professor informa aos alunos que a lebre é um animal mamífero e que se parece muito com o coelho. A diferença é que é maior e muito veloz na corrida, isso porque suas patas posteriores são muito maiores do que as anteriores).

Em seguida, o professor convida o grupo a movimentar-se ora como lebre, ora como tartaruga. No momento em que os alunos imitam os animais, o professor sugere a eles que procurem se perceber e entrar em contato com os sentimentos, as sensações relativas a estas formas e ritmos diferentes de ser.

Ação:

1º Momento:

O professor deverá conversar com os alunos sobre o que sabem acerca das fábulas: O que é uma fábula? A que elas se servem? Que fábulas eles conhecem? (Se necessário, O professor informa aos alunos que toda fábula encerra uma lição moral; que essa lição, muitas vezes, orienta as nossas ações; que conhecer e atribuir novos sentidos à essas lições é um desafio interessante; que os personagens das fábulas são animais...).  Logo em seguida, o professor fará a leitura em voz alta da fábula A lebre e a TArtaruga.


A LEBRE E A TARTARUGA(fábula atribuída a Esopo e recontada por Jean de La Fontaine)

A LEBRE E A TARTARUGA

Fonte: http://1.bp.blogspot.com/_g1Tp3lT6qFo/SckTL09iYzI/AAAAAAAAAZ4/NfH0-7eOkGk/s1600-h/A+lebre+e+a+tartaruga.jpg

Certo dia, a lebre desafiou a tartaruga para uma corrida, argumentando que era mais rápida e que a tartaruga nunca a venceria. A tartaruga começou a treinar enquanto era observada pela lebre, que se ria dos esforços da tartaruga.

Chegou o dia da corrida. A lebre e a tartaruga posicionaram-se e, após o sinal, partiram. A tartaruga estava correndo o mais rapidamente que conseguia, mas foi ultrapassada pela lebre que, visto já estar a uma longa distância da sua concorrente, se deitou a dormir.

Enquanto a lebre dormia, não se dava conta que a tartaruga se ia aproximando mais rapidamente da linha de chegada. Quando acordou, a lebre, horrorizada, viu que a tartaruga estava muito perto da linha de chegada. Assim, a lebre começou a correr o mais depressa que pode, tentando a todo o custo ultrapassar a tartaruga. Não conseguiu.

2º Momento:

Em grupos, os alunos deverão elaborar o final da história, à partir da seguinte questão: “O que vocês imaginam que aconteceu na floresta após a vitória da tartaruga?” Em seguida, solicitar que criem a Moral da História.

3º Momento:

Socialização do trabalho realizado pelos grupos. Discussão sobre as idéias apresentadas relativas ao final e a Moral dados à história.

4º Momento:

Problematização da temática, apresentando questões, tais como: Vocês conhecem pessoas “lebres”? E pessoas “tartarugas”? Como elas são? Como fazem as coisas? Como cada um de vocês se percebe? Sendo mais “lebre” ou “tartaruga”? Já se perceberam sendo “lebres” e também “tartarugas” em momentos diferentes, como: fazer tarefas de casa; estudar; brincar; realizar trabalho em grupo; copiar a matéria do quadro; realizar leituras (de livros, textos...); organizar o quarto; escovar os dentes; tomar banho; alimentar-se; vest ir-se... e outros. A sociedade atual valoriza mais o jeito “lebre” ou “tartaruga” das pessoas? Por que isso acontece?

5º Momento:

O professor fará uma síntese das idéias que emergiram durante a atividade, no sentido de reafirmar a necessidade e importância do respeito aos diferentes ritmos das pessoas ao realizarem as atividades de vida diária, ao aprender (diferentes ritmos de aprendizagem); à diversidade que tanto divide e exclui as pessoas e os grupos.

Recursos Complementares

Sugestões de leituras complementares para o professor:

Antúnez, Serafín... [et al.]. Disciplina e convivência na instituição escolar. Porto Alegre: Artmed Editora, 2002.

Martins, Maria Helena Pires. Somos todos diferentes!: convivendo com a diversidade do mundo. São Paulo: Moderna, 2001.

Avaliação

A avaliação deverá ser contínua, processual, diagnóstica. Ao professor cabe se perceber nas várias formas de lidar com os diferentes ritmos dos alunos para aprender e realizar as atividades solicitadas.

Auto-avaliação dos alunos (oral ou por escrito): Participação individual e grupal nas atividades propostas. Em que a aula contribuiu em relação ao que pensam sobre as diferenças tão presentes no nosso dia a dia.

Avaliação dos alunos pelo professor: Envolvimento e participação dos alunos nas discussões e produções. Respeito aos momentos de fala e escuta e às opiniões dos colegas.

Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 7 classificações

  • Cinco estrelas 6/7 - 85.71%
  • Quatro estrelas 1/7 - 14.29%
  • Três estrelas 0/7 - 0%
  • Duas estrelas 0/7 - 0%
  • Uma estrela 0/7 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • LUCILEIA ALMEIDA DA SILVA, EScola MUnicipal de Ens. Fund. Profª Alice PImentel , Amapá - disse:
    JPLEIA@HOTMAIL.COM

    23/11/2010

    Cinco estrelas

    FIZ ADAPTAÇÃO DE SUA AULA COM MEUS ALUNOS E FOI MARAVILHOSO O RESULTADO OBRIGADA PELA SUGESTAÇÃO SUCESSO EM TRABALHO DOCENTE


  • geni tait, Geni Tait , São Paulo - disse:
    gct.tait@bol.com.br

    25/09/2010

    Cinco estrelas

    Gostei muito do seu projeto de aula, A lebre e a tartaruga. Trabalho com fábulas de Esopo no 2º e 3º ano do ensino funfamental l. Obigada.


  • Lucélia Ribeiro de Castro Assunção, ESC MUL DONA ALEXANDRINA , Goiás - disse:
    luceliacastro@hotmail.com

    24/03/2010

    Cinco estrelas

    Amei o seu trabalho! Utilizar a fábula foi muito legal!


  • Paulo Sergio Bispo, COLÉGIO MUL FREI CRISTOVÃO DE S. HILÁRIO , Sergipe - disse:
    psbispo@hotmail.com

    24/03/2010

    Cinco estrelas

    Parabéns! Vou adaptá-la e trabalhar produção de texto.


  • onilda de lima agostini, EEEFM PRINCESA ISABEL , Rondônia - disse:
    ola_agostini@hotmail.com

    24/03/2010

    Quatro estrelas

    Achei muito interessante o tema proposto na sua aula. Creio que estará ajudando os nosssos alunos a respeitar as diferenças de cada um. E saber que todos são importantes para Deus.


  • Márcia Cristina Lima Nunes, Secretaria Municipal de Educação de PALMAS , Tocantins - disse:
    marcialimanunes@yahoo.com.br

    24/03/2010

    Cinco estrelas

    Achei muito interessante esta aula, pois trabalha diretamente com as crianças sobre as questões das diferenças que é um tema muito presente no dia a dia das escolas.


  • sara, Manuel Marinho , Rio de Janeiro - disse:
    sarinha_queen@yahoo.com.br

    24/03/2010

    Cinco estrelas

    muitO boa msm! xD


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.