Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


A germinação das plantas – Metodologia Científica - UCA

 

09/05/2012

Autor e Coautor(es)
LUCIANA SOARES MUNIZ
imagem do usuário

UBERLANDIA - MG ESC DE EDUCACAO BASICA

Ana Maria Ferola da Silva Nunes, Eliana Aparecida Carleto, Mariane Éllen da Silva, Priscila Gervásio Teixeira

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Ensino Fundamental Inicial Meio Ambiente Sociedade e meio ambiente
Ensino Fundamental Inicial Ética Diálogo
Ensino Fundamental Inicial Língua Portuguesa Língua escrita: usos e formas
Ensino Fundamental Inicial Língua Portuguesa Língua escrita: prática de leitura
Ensino Fundamental Inicial Ciências Naturais Ambiente
Ensino Fundamental Inicial Geografia Lugar e paisagem
Ensino Fundamental Inicial Língua Portuguesa Língua oral: usos e formas
Ensino Fundamental Inicial Ética Respeito mútuo
Ensino Fundamental Inicial Língua Portuguesa Alfabetização
Ensino Fundamental Inicial Geografia Conservando o ambiente
Ensino Fundamental Inicial Ética Solidariedade
Ensino Fundamental Inicial Matemática Tratamento da informação
Ensino Fundamental Inicial Geografia Natureza
Ensino Fundamental Inicial Ciências Naturais Ser humano e saúde
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
  • Conhecer o processo e as etapas de germinação das plantas;
  • Compreender o processo de fotossíntese;
  • Descobrir os fatores favorecedores da germinação;
  • Despertar o interesse pelos cuidados e preservação das plantas para o meio ambiente;
  • Desenvolver o hábito de colaboração e de construção coletiva do aprendizado;
  • Utilizar os recursos existentes no tablet e no laptop do Projeto UCA, visando construir conhecimentos novos relativos ao tema da aula;
  • Compreender e vivenciar um trabalho de Iniciação Científica pautado no diálogo e na investigação, com ênfase na observação e na experimentação;
  • Desenvolver competências e habilidades para expor ideias próprias, realizar atividades com autonomia, bem como perceber a importância da socialização do conhecimento.
Duração das atividades
Aproximadamente 480 minutos – 4 atividades de 120 minutos cada uma.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Para realização desta aula, é necessário que já tenham sido trabalhadas com o aluno, atividades que envolvam o diálogo e a troca de ideias sobre questões ambientais, relacionadas à flora brasileira. Consideramos importante que o aluno já possua noções básicas sobre  a utilização do tablet e do programa Mozilla Firefox  do laptop Classmate do Projeto UCA

Estratégias e recursos da aula

Um início de conversa...

Professor, um Projeto de Iniciação Científica deve ser baseado nas dúvidas e nos por quês dos alunos. Desta forma, as perguntas constituem o combustível que alimenta e torna possível a concretização da Pesquisa. Neste sentido, o diálogo e as várias formas de comunicação entre professor e aluno, bem como entre os próprios alunos, conferem o veículo mais eficaz para tornar exequível uma investigação. Sendo assim, o contato com a Pesquisa nas séries iniciais do Ensino Fundamental, pode favorecer a formação de sujeitos engajados e envolvidos com o seu próprio aprender, no qual o envolvimento e a criatividade são fundamentais para a consolidação do seu desenvolvimento. O Projeto pode ser organizado das mais variadas formas, porém, necessita abarcar os seguintes momentos:

  1. Definição do tema;
  2. Justificativa da escolha do tema;
  3. Definição dos objetivos;
  4. Elaboração das perguntas que serão pesquisadas;
  5. Levantamento das hipóteses, ou seja, ter clareza do que os alunos já conhecem e desconhecem sobre o assunto;
  6. Definição das fontes de pesquisas;
  7. Construção de um cronograma para realização das atividades;
  8. Execução das atividades previamente planejadas;
  9. Confrontação das hipóteses e das informações pesquisadas;
  10. Divulgação dos resultados/culminância do Projeto.

Destacamos que o tema do Projeto aqui proposto é “Flora brasileira: diversidade e sustentabilidade”, o qual conta com um Subprojeto denominado “A germinação das plantas” que será desenvolvido na presente aula.

 

 1ª Atividade: aproximadamente 120 minutos.

Definição do tema: a vez e a voz dos alunos

Professor, a Definição do Tema do Projeto consiste em um primeiro momento de organização do Projeto de Iniciação Científica. O tema pode ser escolhido de variadas formas, podendo partir de uma sugestão do próprio professor, ou mesmo dos alunos. O que irá concretizar a escolha do tema são realmente o envolvimento e o interesse da turma como um todo.

Para esta aula, sugerimos que você organize a turma em uma roda de conversa e instigue a participação dos alunos dando opiniões sobre o que é um Projeto de Iniciação Científica. É importante que todos os alunos participem e se envolvam na atividade. Depois, explique para a turma que terá como desafio elaborar um Projeto para ser pesquisado e que contará com a oportunidade de vivenciar um trabalho com experimentação e observação. Para instigar os alunos a participarem da investigação aqui proposta “A germinação das plantas” é necessário promover um momento de sensibilização utilizando para isso recursos diversos que possam despertar nos alunos o desejo de estudar tal temática.

Criando um canal de comunicação

Professor, atualmente os alunos contam com inúmeras possibilidades de comunicação, que são viabilizadas pelos recursos tecnológicos. Por isso, trazemos uma ideia inovadora de se construir um Blog com a turma, com o intuito de divulgar e até registrar as principais atividades, selecionadas pelos alunos, à toda comunidade escolar e também para outras pessoas que se interessarem pelo tema.

Desta forma, o conhecimento cumpre seu papel de socialização e os alunos poderão interagir com outros pesquisadores que também estão envolvidos com o estudo da temática “Germinação das plantas”. Sendo assim convide a turma a criar um Blog, utilizando para isso, a atividade “Vamos criar um Blog da turma?”, acessada no sítio do Portal do Professor: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=18391.

Com a aula proposta acima, os alunos terão oportunidade de realizar passo a passo uma sequência de atividades que culminarão com a construção de um Blog. O mais importante é que os alunos percebam a função do Blog e a sua importância para o registro e divulgação do conhecimento. É importante também ressaltar, que os alunos deverão acompanhar as postagens no Blog de possíveis usuários, bem como responder e interagir com outras pessoas, com todo o acompanhamento e observação que você professor necessita desempenhar.

Iniciando nossas atividades de Pesquisa

Para iniciar, sugerimos que você leve para a sala de aula uma quantidade de frutas suficiente para fazer uma salada de frutas com a turma, para depois os alunos degustarem. Disponha a turma em uma roda de conversa e comece indagando os alunos sobre:

  • Quem gosta de frutas?
  • Quais frutas vocês gostam?
  • Como elas nascem?
  • Quem já plantou alguma planta?

Aproveite o momento para fazer uma lista, utilizando uma cartolina em branco, dos nomes das frutas que os alunos da turma mais gostam. Depois, faça outra lista contendo as frutas que farão parte da salada de frutas. Explique para a turma que os alunos terão como desafio, descascar as frutas e guardar as sementes de cada uma. Na salada você poderá colocar, dentre outras frutas: maçã, melancia, pera, uva, laranja, ameixa, e mamão. Professor, aproveite a situação, para motivar a turma a ter uma alimentação saudável e fale sobre a importância de ingerirmos frutas diariamente pelas vitaminas que encontramos nas mesmas.

Agora, leve os alunos para lavarem as mãos, fazendo toda a higienização necessária para colocarem a mão na massa! Estabeleça combinados com a turma, sobre como se organizarão para realizarem a atividade. Elabore um texto instrucional, de forma coletiva, do como fazer a salada de frutas. É importante trabalhar as partes essenciais deste gênero textual e a sua importância para o dia a dia. Se achar interessante, os alunos poderão, antes mesmo da higienização, fazerem uma Pesquisa utilizando o programa Mozilla Firefox no laptop Classmate, a partir do caminho: Metasys > Aplicativos > Internet > Mozilla Firefox ou mesmo o tablet, acessando o sítio sugerido abaixo para descobrirem como se faz uma salada de frutas.

Salada de frutas gostosa

Fonte: http://tudogostoso.uol.com.br/receita/787-salada-de-frutas-gostosa.html. (Acesso 11/04/2012)

Com a turma organizada e sabendo a receita a ser feita, promova o momento de fazer a salada de frutas. Depois, deguste com a turma a receita feita. Disponha de um momento para que todos possam falar sobre as impressões que tiveram a partir da execução da receita e mesmo da degustação.

Em seguida, organize a turma para uma roda de conversa e coloque as sementes das frutas no centro da roda. Faça perguntas aos alunos, que instiguem a curiosidade de todos:

  • Para que servem as sementes?
  • Todas têm o mesmo formato e cor?
  • Vocês conseguem relacionar as sementes às suas respectivas frutas?

Após o diálogo, e havendo oportunidade de ouvir cada aluno, inicie uma conversa com a turma sobre as impressões que tiveram e o que consideraram importante e mais significativo. Professor, observe atentamente as expressões orais e gestuais dos alunos, que se referem ao interesse ou não de estudar o tema.

Agora, converse com a turma sobre o que acha de iniciar um trabalho de Pesquisa para conhecer mais sobre a germinação das plantas. Neste momento, é importante ouvir cada aluno sobre o desejo de participar do Projeto. É importante justificar a resposta.

Incentivados e motivados a participarem do Projeto, vocês poderão definir o Título para o Projeto de forma coletiva. Este momento poderá ser feito no início ou até após os alunos iniciarem a Pesquisa, ficando a decisão para ser tomada com todos os envolvidos no processo. Você já deve ter percebido que um Projeto de Iniciação Científica está pautado no diálogo e na participação efetiva de todos os envolvidos no processo. Se optar pela escolha do título neste momento, mobilize a turma para propor algumas sugestões de títulos e faça a escolha, seja por votação, ou mesmo por um momento de diálogo. Se achar necessário registre os títulos na lousa para que os alunos possam visualizá-los durante a votação.

Outra decisão em conjunto com os alunos, refere-se ao local e a forma como serão organizados os registros do Projeto. Podendo o mesmo ficar registrado em um caderno específico para o Projeto, ou mesmo, ser estruturado em uma pasta catálogo, onde se guardariam cada folha do Projeto. Optando pelo caderno, solicite que os alunos construam uma capa que contenha os dados pessoais do aluno e os dados da escola e insiram o título escolhido. Veja o exemplo a seguir:


 

Escola de Educação Básica da Universidade Federal de Uberlândia

 

 

Título do Projeto: A germinação das plantas

 

 

 

Solicite que façam um desenho sobre a germinação

 

 

 

 

Aluno:

Turma:

Professor:

Por que vamos Pesquisar?

Após terminarem a atividade, os alunos poderão apresentar para a turma o seu desenho e explicá-lo. Escolhida a temática e o título do Projeto, elabore com a turma uma Justificativa para o estudo da germinação das plantas. Neste momento, a turma deverá expor os motivos que a levaram a optar pela temática escolhida, bem como o porquê é importante e necessário o seu estudo.  O registro desta atividade poderá ser feito no caderno do Projeto. Para isso, auxilie os alunos a participarem da construção coletiva de um texto, expondo as suas ideias.

Professor, as etapas descritas acima, poderão compor o rol de publicações do Blog dos alunos. Para isso, auxilie os alunos a organizarem estas postagens, observando os possíveis erros na digitação, para garantir a qualidade da produção.

2ª Atividade: aproximadamente 120 minutos.

Nossas metas!

Professor, um Projeto de Iniciação Científica, necessita ser permeado por Objetivos, claros e definidos coletivamente pelos participantes da Pesquisa. Neste sentido, organize os alunos para uma roda de conversa e solicite que expressem sobre o que querem descobrir, desenvolver e compreender com o Projeto de Iniciação Científica. Registre em uma cartolina em branco, os objetivos expressos pelos alunos e depois afixe-a em um mural da sala de aula. Os alunos deverão registrar no caderno do Projeto os objetivos construídos. Veja alguns exemplos abaixo:

Objetivos:

  • Descobrir o que é germinação;
  • Conhecer a importância da germinação;
  • Compreender o tempo que as plantas levam para germinar;
  • Aprender a realizar uma Pesquisa;
  • Desenvolver o hábito do diálogo e da troca de ideias;
  • Refletir e construir ações para a preservação do meio ambiente.

O que queremos saber?

Após a elaboração dos objetivos, é chegado o momento de construir com a turma as Problematizações que conduzirão o Projeto. Explique para a turma que quando fazemos uma Pesquisa, necessitamos de perguntas e de dúvidas, a serem investigadas. Sendo assim, entregue uma folha de papel em branco para cada aluno e instigue os alunos à descobrirem o que gostariam de saber sobre a germinação das plantas. Para este momento, você poderá possibilitar que os alunos busquem informações na internet, revistas ou outras fontes de informação, ou mesmo incitá-los a fazer uma pergunta de cunho próprio, ou seja, partir da curiosidade que cada aluno já possua sobre o tema. É importante que os alunos compreendam que outras questões poderão surgir durante a realização do Projeto e que poderão ser incluídas na investigação, demonstrando a flexibilidade e dinamicidade que envolve a Pesquisa.

Exemplos:

  • O que é germinação?
  • Qual a importância da germinação?
  • Qual a função da semente?
  • O que é preciso para que a germinação ocorra?

Solicite que os alunos registrem no papel a dúvida e posteriormente leia para a turma. É importante que cada aluno elabore pelo menos uma questão. Você poderá agrupar as questões que tenham o mesmo teor de conteúdo. Depois, registre na lousa cada pergunta e o nome do aluno que a elaborou. Os alunos deverão copiar no caderno de Projeto esta etapa construída individualmente.

O que já sabemos?

Professor, diante de cada pergunta elaborada pelos alunos, é importante instigá-los a pensar sobre as Hipóteses que já possuem sobre a sua própria dúvida. Este movimento é fundamental para valorizar o conhecimento prévio do aluno sobre o tema. Por isso, solicite que cada aluno busque responder à questão elaborada por ele anteriormente, levantando uma hipótese, a qual será validada ou não no decorrer da Pesquisa. Como registro, sugerimos que os alunos registrem no caderno de Projeto a sua própria pergunta e a hipótese para a mesma. Faça um momento de socialização das ideias, em que cada aluno possa relatar para a turma a sua produção. Veja alguns exemplos a seguir:

  • O que é germinação?

Hipótese: É o nascimento das plantas.

  • Qual a importância da germinação?

Hipótese: Para fazer as plantas nascerem.

  • Qual a função da semente?

Hipótese: Fazer a planta crescer.

  • O que é preciso para que a germinação ocorra?

Hipótese: Muita água.

Onde e como podemos Pesquisar?

Após este momento de construção e registro das hipóteses, incite os alunos a pensarem sobre as diferentes Fontes em que podem buscar informações sobre o tema. Para isso, faça uma sondagem com a turma dos locais e dos materiais que já utilizam ou que gostariam de utilizar para buscar informações no dia a dia. Em seguida, solicite que cada aluno registre no caderno de Projeto as fontes sugeridas pelo grupo.

É importante ressaltar aqui, que em um trabalho de Iniciação Científica, torna-se condição primordial à busca de informações em diversas fontes, sendo que as mesmas devem ser citadas ao longo do trabalho e ao final, compor uma lista de Referências Bibliográficas, para facilitar a busca de materiais contidos no Projeto, que possam interessar a outras pessoas. Para a presente investigação, sugerimos as seguintes Fontes de Pesquisa:

  • Jornais
  • Revistas
  • Internet
  • Imagens
  • Livros
  • Vídeos
  • Dicionário

 

Também ressaltamos algumas estratégias metodológicas que podem enriquecer o trabalho com a turma como:

 

  • Trabalho de campo
  • Entrevista
  • Palestras
  • Trabalhos individuais e em grupos
  • Experiências
  • Observações

Professor, um trabalho com uma proposta de Iniciação Científica, requer total envolvimento dos participantes, tanto na sua execução quanto na sua elaboração. Por isso, recorra às sugestões dos alunos para elaborar uma proposta de trabalho interdisciplinar a partir do tema do Projeto. Para a presente investigação, sugerimos as seguintes possibilidades a serem exploradas nas mais diversificadas atividades que perpassam o Projeto:

Matemática: Explorar o tratamento da informação, recorrendo à organização de dados obtidos na investigação.

Português: Desenvolver um trabalho pautado na alfabetização dos alunos, com foco na escrita e na leitura, visando intervir nos momentos de trabalho de escrita espontânea e coletiva com a turma.

Geografia: Possibilitar uma gama de informações e o seu entendimento pelos alunos que envolvam, dentre outros aspectos, a preservação ambiental e o conhecimento das características da diversidade das plantas.

Ciências Naturais: Facilitar a compreensão de como as plantas participam do meio ambiente e se relacionam com os seres humanos e a natureza em geral.

Ética: Viabilizar metodologias de trabalho que concretizam vivências individuais e coletivas na construção do conhecimento, visando observar e trabalhar com as possíveis contradições e dificuldades de relações interpessoais.

Professor, agora, construa com a turma um Cronograma para a realização das atividades que permearão todo o Projeto. Este cronograma não consiste em algo estático e rígido, mas sim, participa de um processo flexível que dependerá fundamentalmente do percurso do próprio Projeto. A turma poderá propor entrevistas com diversos profissionais, trabalhos de campo que sejam possíveis de serem realizados, bem como outros momentos de trabalho. Acreditamos que a organização de um cronograma conjunto com a turma facilita a vivência do aluno com o conhecimento da Pesquisa como um todo e facilita o envolvimento do educando na execução das atividades, as quais foram previamente planejadas com a sua participação. O cronograma também poderá ser registrado no caderno de Projeto, para que assim, os alunos possam acompanhar o desenvolvimento das atividades, assumindo uma responsabilidade de tornar exequível o curso da investigação.

 

3ª Atividade: aproximadamente 120 minutos.

Procedimentos da Pesquisa: mãos a obra!

Professor, uma ação fundamental a ser realizada em um trabalho científico, consiste em retomar com os alunos as atividades já desenvolvidas anteriormente com o intuito de que todos possam relembrar as etapas e a própria construção do Projeto. Por isso, sugerimos que você retome com os alunos os processos consolidados até o presente momento: definição do tema, construção da justificativa e dos objetivos, bem como as fontes e as estratégias que poderão recorrer para aprender mais sobre a temática e o cronograma. Assim, você poderá ter noção de como começar o processo de Pesquisa e os recursos materiais necessários para realização da atividade.

Inicialmente, propomos uma atividade de Pesquisa sobre o que é germinação. Peça à turma que realize uma consulta no dicionário da Língua Portuguesa e descubra o significado da palavra “germinação”. Possibilite que registre as descobertas no caderno de Projeto. Veja o exemplo a seguir:

Hoje procuramos o significado da palavra “germinação” no dicionário da Língua Portuguesa. Descobrimos que germinação é:

______________________________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________________________

Fonte:_________________________________________________________________________________________

Agora, solicite que os alunos recorram ao laptop Classmate a partir do programa Mozilla Firefox, pelo caminho: Metasys > Aplicativos > Internet > Mozilla Firefox ou ao tablet e acessem o sítio sugerido a seguir. O trabalho com texto online requer de você, professor, uma leitura prévia do mesmo, para que possa conhecê-lo e criar estratégias pedagógicas direcionadas ao conteúdo trabalhado.

O que é germinação?

Germinação 1

Fonte: http://www.brasilescola.com/biologia/germinacao/htm. (Acesso em 11/04/2012)

Exploração do texto online

Os alunos poderão realizar a leitura do texto para participarem de um diálogo sobre os seguintes aspectos:

  • O que significa germinação;
  • A importância da germinação para o meio ambiente.

No caderno de Projeto, solicite que os alunos escrevam um resumo das informações que consideraram mais relevantes no texto. Veja o exemplo abaixo:

Que legal! Hoje acessamos o sítio “Brasil escola” e descobrimos muitas informações sobre a germinação das plantas. Agora, escreva abaixo um resumo contendo as ideias principais do texto trabalhado.

_______________________________________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________________________________

Após o registro, possibilite um momento para que cada aluno possa realizar a leitura do resumo para toda a turma e apreciar a atividade do outro.

Professor, proponha um trabalho de reflexão, a partir da letra da música abaixo. Solicite que os alunos leiam e façam uma relação do significado de germinação e a ideia que o compositor Erasmo Carlos aborda sobre as possibilidades do ser humano.

Sementes do Amanhã

Erasmo Carlos

Ontem o menino que brincava me falou
Que hoje é semente do amanhã
Para não ter medo que esse tempo vai passar
Não se desespere não, nem pare de sonhar
Nunca se entregue, nasça sempre com as manhãs
Deixe a luz do sol brilhar no céu do seu olhar
Fé na vida, fé no homem, fé no que virá
Nós podemos tudo
Nós podemos mais
Vamos lá fazer o que será

Fonte: http://letras.terra.com.br/erasmo-carlos/174411/. (Acesso 11/04/2012)

Após lerem e dialogarem sobre as possíveis relações entre germinação e nossas possibilidades como seres humanos, solicite que os alunos escrevam, no caderno de Projeto, seus sonhos e o que estão fazendo para que os mesmos se concretizem. Depois, promova um momento de troca de ideias sobre os registros.

Agora, entregue uma folha de papel em branco para cada aluno e solicite que façam um desenho, o mais elaborado possível, de como imaginam que ocorre a germinação. Depois que todos terminarem a atividade, possibilite um momento de socialização das ideias e afixe os trabalhos no mural da sala de aula.

Experiências que marcam...

Em seguida, proponha à turma uma experiência para observarem o processo de germinação. Sugerimos que você utilize, com todos os cuidados necessários, sementes de feijão, o suficiente para cada aluno. Você poderá disponibilizar ou mesmo solicitar aos familiares que enviem para a escola, uma garrafa pet. Corte-a ao meio e forre o fundo com um pouco de terra. Solicite que cada aluno coloque uma semente de feijão na garrafa. Depois, organize com os alunos uma folha para que registrem diariamente as possíveis mudanças do feijão. Auxilie os alunos a registrarem: data, horário e o que observaram.

Agora, solicite que os alunos utilizem o laptop Classmate, a partir do programa Mozilla Firefox, pelo do caminho: Metasys > Aplicativos > Internet > Mozilla Firefox ou o próprio tablet, e acessem o sítio sugerido a seguir, para descobrirem mais sobre a germinação da semente de feijão.

Germinação 2  

Fonte: http://educador.brasilescola.com/estrategias-ensino/germinacao.htm. (Acesso 11/04/2012)

Professor, reúna com os alunos diferentes tipos de sementes. Para isso, você poderá solicitar que eles levem para a escola uma quantidade considerável de sementes das mais variadas plantas. Providencie uma lupa e solicite que cada aluno possa observar as características das sementes que trouxe para a escola. Sugerimos que os alunos façam um desenho no caderno de Projeto do que pode ser verificado na composição da semente, através da sua ampliação pela lupa. Promova ao final, um momento de avaliação da atividade, em que os alunos possam dizer o que aprenderam com a atividade.

Além do que você vê ...

Você poderá ampliar a atividade, proporcionando que os alunos observem o que tem dentro da semente. Para isso, deixe algumas sementes, de preferência as de feijão, de molho em um recipiente com água, durante um dia. Depois, entregue uma lupa e algumas sementes deste feijão para cada aluno. Solicite que abram a semente e observem com a lupa. Procure indagar os alunos sobre o que observam:

  • O que vocês estão identificando?
  • A parte de dentro da semente é igual à parte externa?
  • Tem alguma coisa diferente?
  • O grão de feijão tem vida?
  • Vocês conseguiram identificar folhas e caule?

Em seguida, solicite que os alunos registrem no caderno de Projeto o que perceberam e façam uma ilustração deste momento.

Eu sou um artista...

Agora, organize os alunos em grupos de quatro ou cinco elementos e proponha a confecção de mosaicos, utilizando para isso diferentes sementes das mais variadas frutas e uma cartolina. Solicite que acessem o sítio abaixo e descubram como deverão fazer um mosaico com as sementes, sendo que a forma a ser composta deverá ser de uma fruta.

Mosaico de sementes

Germinação 3

Fonte: http://www.monica.com.br/revistas/receitas/mosaico.htm. (Acesso 11/04/2012)

Em seguida, viabilize um momento de apresentação dos trabalhos realizados. Depois, faça uma exposição no mural da escola, para que toda a comunidade escolar aprecie o trabalho da turma.

Vivenciando e aprendendo...

Agora, organize um Trabalho de Campo com a turma. Sugerimos que você acesse o sítio http://portaldoprofessor.mec.gov.br/conteudoJornal.html?idConteudo=2193, para obter maiores informações sobre a especificidade deste tipo de atividade.

Ressaltamos aqui, que o trabalho em lócus fora da escola, requer planejamento conjunto com a turma e a autorização dos familiares. É essencial a clareza quanto aos objetivos de tal metodologia de trabalho, tendo em vista o que os alunos poderão aprender. Para isso, escolha com a turma um local em sua cidade, no qual vocês possam encontrar um número expressivo de plantas, se possível um jardim. Escolhido o local, elabore com a turma os objetivos desta visita, se atentando para as seguintes questões:

  • Qual o motivo da atividade?
  • O que queremos descobrir?
  • O que poderemos aprender?

Após, a construção dos objetivos, é necessário criar com o grupo, um roteiro de observação, contendo aspectos importantes relacionados ao tema em estudo. É importante que os alunos compreendam que terão que observar o que uma planta precisa para viver e o que uma semente necessita para germinar.

Faça um levantamento com a turma dos combinados que envolvem um comportamento que viabilize um real aprendizado, para que todos possam aproveitar da melhor forma a atividade. Esta organização prévia, provida da coletividade, firma uma responsabilidade mútua com o aprender.

Depois, organize um bilhete a ser enviado aos familiares, relatando: objetivos do trabalho, data, local, horário, meio de transporte a ser utilizado,  trajeto e o que os alunos deverão levar (boné, lanche, etc.), solicitando a autorização dos mesmos para a participação do aluno. Lembre-se que o objetivo principal da atividade é possibilitar um momento de observação dos alunos, das diferentes plantas e de sua composição.

Após o trabalho de campo, possibilite um momento de troca de informações sobre o que observaram. Depois, construa com a turma um relatório coletivo da atividade desenvolvida. Para isso, solicite a participação de todos os alunos, expressando oralmente as ideias, e na medida em que vão participando, você deverá registrar na lousa. Em seguida, os alunos deverão copiar o relatório no caderno de Projeto. No relatório, é fundamental aparecer, dentre outros fatores, o que a semente precisa para germinar.

Agora, proponha um momento para assistir um vídeo da Turma da Mônica, com o objetivo de observarem a germinação e a importância das plantas para o meio ambiente. Antes de iniciar o vídeo, instigue os alunos a pensarem sobre algumas questões que encontrarão no vídeo, o que facilita a atenção dos mesmos:

  • O que uma planta precisa para germinar?
  • O que devemos utilizar para facilitar a germinação?
  • Quais animais se alimentam das folhas das plantas?

O causo das formigas

Germinação 4  

Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=FefYKCOcFcc. (Acesso 11/04/2012)

Após o vídeo, solicite que os alunos façam uma lista contendo os nomes do que o personagem Chico Bento utilizou no plantio, bem como os cuidados necessários para a germinação da semente. Também, peça que façam uma lista com os nomes dos animais que se alimentam de folhas. Depois, os alunos poderão ilustrar a atividade e apresentar para a turma a sua própria produção.

Para instigar a fantasia e a imaginação dos alunos faça um momento de contação de histórias utilizando, para isso, a história do “João e o Pé de Feijão”. Você poderá utilizar o livro abaixo para este momento:

ORTHOF, Sylvia. João Feijão. São Paulo: Ática, 2000. (Coleção Lagarta Pintada).

Após a contação, promova um momento de troca de ideias sobre o que aconteceu com as sementes do personagem João. Depois, solicite que os alunos façam uma ilustração da história no caderno de Projeto.

Agora, proponha uma Pesquisa nos sítios sugeridos abaixo, para que os alunos conheçam como ocorre a germinação da planta.

Germinação 5

Fonte: http://www.escolakids.com/as-plantas.htm. (Acesso 12/04/2012)

Germinação - semente  

Fonte: http://www.portalbrasil.net/educacao_seresvivos_plantas_angiospermas_fruto.htm. (Acesso 12/04/2012)

Após a Pesquisa, proponha um momento de diálogo sobre o que os alunos compreenderam a partir da leitura e da observação das imagens nos sítios anteriores. Agora, organize a turma em grupos de quatro ou cinco elementos e proponha que os alunos construam cartazes, ilustrando, da forma mais detalhada possível, o processo de germinação. Depois, organize um momento de apresentação dos grupos e afixe os cartazes no mural da sala de aula.  

Os alunos poderão fazer um registro utilizando para isso o laptop Classmate, a partir do programa KolourPaint que poderá ser acessado pelo caminho: Metasys > Aplicativos > Aplicações Gráficas > KolourPaint. Oriente a turma para construir um desenho representando o processo de germinação. Depois, imprima os trabalhos e cole-os no caderno de Projeto, possibilitando um momento de socialização das atividades. É importante comparar o desenho atual dos alunos com o desenho feito no início do processo de investigação, para perceberem a própria construção do conhecimento.

Solicite que os alunos utilizem o laptop Classmate a partir do programa Mozilla Firefox, pelo caminho: Metasys > Aplicativos > Internet > Mozilla Firefox ou o próprio tablet, e acessem o sítio sugerido a seguir. Auxilie a turma na compreensão do texto, sobre a forma como podemos fazer mudas a partir de sementes:

Germinação 7  

Fonte: http://www.jardineiro.net/br/artigos/plantio_sementes.php. (Acesso 12/04/2012)

Professor, você poderá organizar os materiais necessários para fazer mudas de plantas com os alunos, podendo ser garrafa pet, terra, e algumas sementes de interesse do grupo. A turma poderá cuidar da muda e observar a germinação da semente e os cuidados necessários para sua germinação. Se for possível, convide um jardineiro ou um agrônomo para explicar os cuidados necessários na produção de mudas e como ocorre a germinação das plantas. Elabore com o grupo um roteiro de entrevista para ser realizado com o profissional convidado. Este momento constitui um recurso pedagógico essencial no trabalho com Iniciação Científica, pois a turma poderá dialogar e esclarecer suas dúvidas a partir do diálogo. Depois, os alunos poderão escrever um relatório individual relatando o que descobriram e posteriormente socializar com os colegas.

Proponha uma atividade de conclusão do Projeto, a qual terá como finalidade divulgar para a comunidade escolar e familiar a gama de conhecimentos construídos durante todo o processo de Pesquisa. Esta etapa é de extrema relevância para cumprir com a essência de todo aprendizado: a sua possibilidade de ser utilizado e ensinado à outras tantas pessoas que participam da vida do educando.

Professor, as atividades que poderão compor o Blog deverão ser escolhidas conjuntamente com a turma. É importante criar no Blog, uma forma de divulgação dos sítios pesquisados pela turma.

Professor, organize a sala em grupos de quatro ou cinco alunos e proponha como desafio que cada grupo retome uma das atividades realizadas durante o Projeto para organizar uma apresentação para os familiares e para a comunidade escolar. Estruture com os alunos a data e o local em que serão feitas as apresentações e elabore o convite com os mesmos. Lembre-se que a turma poderá expor e falar sobre: a germinação da semente de feijão, o que tem dentro da semente, a construção do mosaico, a produção de mudas e outras atividades. Sugerimos que sejam disponibilizados durante a apresentação, alguns laptops ou mesmo tablets, para que os visitantes da exposição possam ter acesso ao Blog da turma.

4ª Atividade: aproximadamente 120 minutos.

Professor, nesta etapa do trabalho de Pesquisa, é fundamental retomar as hipóteses dos alunos às questões que permearam a investigação. O objetivo principal deste momento é possibilitar que a turma descubra o que mudou em relação ao seu saber sobre a temática no início do Projeto até o momento atual de conclusão do mesmo. Sendo assim, possibilite um momento de diálogo com o grupo, para que cada um possa expor a sua hipótese inicial e o que mudou após a realização da Pesquisa.

Agora, proponha à turma um momento de avaliação individual do trabalho realizado, visando perceber, dentre outros, os seguintes aspectos:

  • Conhecimento do tema estudado;
  • Empenho e dedicação nos variados momentos da Pesquisa;
  • Participação nas atividades propostas;
  • Compreensão do processo de Pesquisa.

Cada aluno poderá realizar sua autoavaliação por escrito, utilizando para isso o próprio caderno do Projeto. Após todos terminarem a atividade, proponha que exponham para a turma o que significou para cada um a vivência e as variadas experiências com a Iniciação Científica na escola.

Recursos Complementares

Sugestões de links para alunos:

Reportagem "Plantas do Jardim Botânico”, Secretaria do Meio Ambiente – Governo de São Paulo - http://www.ibot.sp.gov.br/jardim/colecoes_plantas/arvores%20floridas%20primavera%20JBSP.pdf. Acesso em 13 de abril de 2012

Sugestões de links para professores:

Reportagem "A semente e sua germinação", UFSM - http://www.ufsm.br/sementes/germinar.htm. Acesso em 13 de abril de 2012

Avaliação

Avaliar significa acompanhar o processo e intervir nas possíveis dificuldades de forma a promover o desenvolvimento e a aprendizagem do aluno. Desta forma, ao longo de todo o trabalho desenvolvido no Projeto “A germinação das plantas” a observação e o registro do professor frente ao envolvimento, o desenvolvimento e as possíveis dúvidas que possam surgir, são fundamentais para acompanhar e perceber o real interesse e participação do aluno em a relação à temática, bem como atitudes e valores voltados para um trabalho em grupo que favoreça o respeito e a cooperação para com seus pares.

Opinião de quem acessou

Cinco estrelas 1 classificações

  • Cinco estrelas 1/1 - 100%
  • Quatro estrelas 0/1 - 0%
  • Três estrelas 0/1 - 0%
  • Duas estrelas 0/1 - 0%
  • Uma estrela 0/1 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • Viviane Monego, celer , Santa Catarina - disse:
    profvivi3@gmail.com

    25/07/2013

    Cinco estrelas

    muito interessante a proposta de trabalho bem como os sites indicados, a pesquisa por parte dos alunos é fundamental.


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.