Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


Órgãos do sentido: Olfato

 

13/08/2012

Autor(es) e Coautor(es)
imagem do usuário

alessandra arce

SAO CARLOS - SP

Universidade Federal de São Carlos

imagem do usuário

DEBORA ALFARO SAO MARTINHO

SAO CARLOS - SP

Universidade Federal de São Carlos

imagem do usuário

MICHELE VAROTTO

SAO CARLOS - SP

Universidade Federal de São Carlos

Alessandra Arce e Michele Varotto

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Educação Infantil Linguagem oral e escrita Falar e escutar
Educação Infantil Natureza e sociedade Os seres vivos
Educação Infantil Movimento Expressividade
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

1. Conhecer os cinco sentidos e os órgãos responsáveis pela sua percepção;

2. Compreender a função do olfato e o processo de percepção dos aromas;

3. Incentivar a exploração do meio a sua volta através dos órgãos dos sentidos;

4. Perceber e distinguir informações recebidas do ambiente através dos sentidos, em principalmente do olfato;

5. Estimular o olfato;

6. Reconhecer diferentes odores;

7. Perceber a importância dos órgãos dos sentidos na vida cotidiana;

8. Conscientizar para manutenção da saúde dos órgãos dos sentidos;

9. Estimular o autoconhecimento;

10. Desenvolver e ampliar o vocabulário.

Duração das atividades
3 dias, com 60 minutos diários.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Não há necessidade de conhecimentos trabalhados previamente.

Estratégias e recursos da aula

 

ATIVIDADE 1: OS CINCO SENTIDOS

1. O professor apresentará a música: Os 5 sentidos, do Hi 5; e estimulará a classe para que interaja, dance e faça mímicas, durante sua audição.

Disponível em:

http://www.youtube.com/watch?v=pAjgn7Ir34E

 

2. Após a dinâmica com a música, o professor promoverá um debate com a classe, de modo a perceber seus conhecimentos prévios acerca do tema. Para isso poderá questiona-lhes:

- Sobre o que fala a música?

- Quem gostaria de falar quantos e quais são os nossos sentidos? (São cinco: visão, audição, olfato, paladar e tato).

- O olfato é o sentido que nos permite perceber o quê? (sentir os cheiros) E com a audição, o que percebemos? O paladar? O tato? O olfato? A visão?

- Que órgão do nosso corpo nos permite sentir o cheiro das flores, de uma comida gostosa, de perfume etc.? (nariz).

- E ver a forma das coisas, as cores, os movimentos? (visão).

- Por meio de que órgão do corpo, podemos escutar uma música, a voz da professora quando conta uma história etc.? (audição).

- E como podemos sentir a temperatura e a textura de algum objeto? O quente e o frio? Se um objeto é mole, duro, macio, fino, áspero, rugoso, liso etc.?  (tato)

- Por meio de que órgão, saboreamos e sentimos o gosto de um sorvete? (paladar).

 

3. Para este terceiro momento, que constituirá no Jogo dos sentidos, o professor:

a) Confeccionará cartões, de tamanho 20cm x 15cm, contendo figuras que representem: 1) situações do dia a dia, objetos, alimentos, fenômenos da natureza, animais, flores, figuras em preto e branco e coloridas, brinquedos etc.. 2) partes do corpo responsáveis pelos cinco sentidos (mão/pele, olhos, boca, nariz, tato).

b) Em cada rodada da brincadeira, apresentará três cartões (item 1) à classe, questionando-os sobre uma das sensações percebidas por nosso corpo, o órgão do sentido e a parte do corpo que o detecta.

c) Embora os cartões sejam individuais, o professor poderá, ao fim de cada jogada, fixar na lousa ou na parede, a sequência de figuras trabalhadas, para que os alunos possam melhor visualizar o jogo.

d) As questões serão feitas oralmente pelo professor.

e) A sequencia de figuras (item 1), sempre finaliza com a figura que representa um dos sentidos.

 

*Exemplo:

 

CARTÃO 1

CARTÃO 2

CARTÃO 3

CARTÃO

QUESTÃO 1

 

 

QUESTÃO 2

Que sentido nós utilizamos para descobrir?

 

QUESTÃO 3

Este sentido é percebido por qual órgão/parte de nosso corpo?

(Figura)

BOLO

(Figura)

BATATA FRITA

(Figura)

SUCO DE UVA

Qual destes alimentos é salgado?

(Resposta oral dos alunos)

(Figura)

BOCA

(Figura)

PERFUME

(Figura)

FUMAÇA

(Figura)

ÁGUA

Qual destes não tem cheiro?

(Resposta oral dos alunos)

(Figura)

NARIZ

(Figura)

URSO DE PELÚCIA

(Figura)

SOL

(Figura)

GELO

Qual destes é quente?

(Resposta oral dos alunos)

(Figura)

TATO

(Figura)

BOLA DE FUTEBOL

(Figura)

TELEFONE

(Figura)

COBERTOR

Qual destes é redondo?

(Resposta oral dos alunos)

(Figura)

OLHO

(Figura)

TAMBOR

(Figura)

PENA

(Figura)

FLAUTA

Qual destes objetos é silencioso?

(Resposta oral dos alunos)

(Figura)

ORELHA/ OUVIDO

 

* Outras situações que o professor poderá utilizar no jogo:

- Qual destes objetos é: perfumado, macio, áspero, possui muitas cores, é doce, tem mal cheiro, é frio, quadrado, faz barulho etc..

 

4. Uma variação do Jogo dos Sentidos é:

a) Apresentar objetos aos alunos, para que manipulem e relatem o que sentem e observam, (textura: macio, áspero, grudento, mole, duro; cor; forma: redondo, quadrado, achatado, fino, grosso; temperatura: o professor deverá tomar cuidado na escolha, devendo se assegurar da segurança da criança. Como sugestão: copo de água ou uma fruta gelada, uma bolsa de água em temperatura morna; Odor: perfume, alimentos, frutas; movimentos: andar, correr, pular; sons etc.; sabor: frutas, doces, alimentos salgados, que as crianças possam saborear).

b) Ao longo da atividade, o professor deverá estimula-los, questionando: O que vocês sentem? O que podem observar? Quais destes objetos é redondo? Ele é liso ou áspero? Qual a sua cor? Se colocarmos no chão ele rola? Como podemos saber isso? Quais sentidos e partes do corpo forma utilizadas para descobrir?

c) Após estarem familiarizados com os objetos e a relatarem as qualidades perceptíveis destes, o professor colocará alguns objetos em uma caixa, solicitando que um dos alunos escolha um deles e, sem mostrar para a turma, descreva-o para que possam adivinhar qual é. Depois repetira o mesmo procedimento com os demais alunos. Na descrição do objeto pelo aluno, é importante que o professor estimule-o, ajudando-o na observação das características deste e na ampliação de seu vocabulário.

 

 

* O professor poderá também utilizar jogos on-line. Disponíveis nos seguintes endereços:

http://discoverykidsbrasil.uol.com.br/jogos/a-maquina-dos-sentidos/

http://www.escolagames.com.br/jogos/cincoSentidos/

 

5. No intuito de sistematizar os conteúdos aprendidos, o professor poderá finalizar esta primeira parte da aula com a leitura do livro: Crianças curiosas: os cinco sentidos, de Adele Ciboul. Ed. Salamandra. O livro é bastante interativo e, à medida que o professor faz a leitura, pode envolver a turma nas situações que aparecem.

 

Fonte: Editora Salamandra

 

ATIVIDADE 2: O NARIZ E O OLFATO

1. Em uma roda de conversa, o professor lerá para a classe a história: Olfato, de Mandy Suhr e Mike Gordon, realizando, em seguida um debate sobre as ideias do livro.

 

Fonte: Editora Scipione

 

 

*Como sugestão, o professor poderá questiona-lhes:

- Sobre o que fala a história do livro? (Sobre um dos cinco sentidos)

- Vocês lembram quantos são os nossos sentidos?

- Quais são eles?

- O livro trata de que sentido? (olfato)

- Os sentidos servem para que nos possamos perceber o mundo ao nosso redor. E o olfato, no permite perceber o que em nossa volta? (os cheiros)

- Além de nos permitir perceber as coisas, boas e gostosas do mundo ao nosso redor, os sentidos podem nos ajudar em que? (Nos alerta de situações preocupantes, indicam perigos).

- Alguém poderia falar uma situação em que o olfato, sentido responsável pela percepção dos odores, nos alerta de algo perigoso? (cheiro de alimento estragado, de gás, de poluição, fumaça e fogo, etc.).

- Só sentimos cheiros gostosos?

- Quem poderia falar um cheiro que não gostou?

- Que parte do nosso corpo permite que sintamos os cheiros? (nariz)

 

2. Ao final do debate, o professor realizará o seguinte experimento:

 

Experimento: Meu nariz é assim...

Objetivo:

- Desenvolver o procedimento de observação.

- Conhecer a estrutura interna e externa do nariz.

 

Questão Norteadora:

- Como é o meu nariz por dentro e por fora?

 

Materiais:

- Espelho;

- Papel;

- Lápis, lápis de cor, caneta hidrocor, etc..

 

Procedimentos:

a) Com a ajuda de um espelho, os alunos observarão seu próprio nariz.

 

Resultados:

- Em uma folha de papel, os alunos registrarão, por meio de um desenho, suas observações da parte interna e externa do nariz.

- Os alunos compartilharão seus registros, observações e conclusões com a classe, em uma roda de conversa.

 

* É importante que o professor estimule e oriente o aluno nesta observação, para que perceba que o nariz possui duas aberturas (narinas), a presença de pelos e muco.

 

3. Em seguida o professor discutirá com os alunos sobre alguns cuidados que devemos ter com as narinas e algumas informações sobre o olfato e o nariz. Por ser a porta de entrada de todos os aromas, é importante que oriente as crianças à cuidar de seu próprio nariz, orientando-os:

a) Para que não coloquem objetos no interior do nariz;

b) Sobre a necessidade de mantê-lo sempre limpo;

c) Que não se deve cheirar  substâncias desconhecidas, pois podem ser tóxicas e prejudicar nossa saúde;

d) Relembrar como o olfato/nariz nos ajuda a perceber algumas situações perigosas e situações preocupantes, como identificar o aroma azedo de um alimento, para que não comamos comidas estragadas; cheiros de queimado, comida esquecida no fogo, fumaça, vazamento de gás e possível perigo de explosão, incêndio, lixo, rios poluídos etc., alertando-nos de modo que possamos nos proteger;

e) O olfato, junto com os demais sentidos de nosso corpo, é um grande aliado na identificação de situações de alerta. Tanto que muitas expressões de nossa língua utilizam este sentido para falar sobre alguma situação, como por exemplo: “Sinto cheiro de perigo no ar”;

f) Como muitas gripes e resfriados atrapalham e impedem o nariz de funcionar direito, pois gripado você não sente muitos cheiros e sabores, é importante que nos alimentemos bem e cuidemos de nossa saúde, para ficarmos com o sistema imunológico forte e assim, evitarmos pegar estas doenças;

g) Alergias e infecções também comprometem a capacidade do nariz sentir os odores.

e) Que o olfato faz toda a diferença para saborearmos um alimento etc.

 

ATIVIDADE 3: COMO SENTIMOS

1. O professor iniciará a aula, realizando o seguinte experimento com a classe:

 

Experimento: O que é, o que é?

Objetivo:

- Estimular o olfato;

- Identificar diferentes odores;

- Desenvolver e ampliar o vocabulário descritivo referente ao olfato (odor, doce, canforado, ocre, putrefato, cítrico, mentolado etc.).

 

Questão Norteadora:

- Será que podemos adivinhar uma substância somente pelo cheiro?

 

Materiais:

- 1 venda para os olhos;

- Recipientes com tampas, identificados por número, para comportar as substâncias aromáticas;

- Etiquetas, para identificação dos recipientes acima;

- Diversas substâncias aromáticas (pó de café, queijo, hortelã, parmesão, canela, cravo, chocolate, laranja, limão, sabonete, xampu, perfume, catchup, maionese, ovo, alho, orégano, banana, sabão, cebola, abacaxi, azeite, flores etc.).

 

Procedimentos:

a) Coloque cada uma das substancias em um recipiente, tampe para que os cheiros não se misturem e numere-os;

b) A partir da numeração dos recipientes, elabora uma listagem, contendo a relação suas respectivas substâncias;

c) Escolha um dos alunos e coloque-lhe a venda;

d) O professor abrirá um dos recipientes e o aproximará do nariz do aluno com olhos vendados, para que este sinta seu aroma, tentando adivinhar qual é a substância;

 

Resultados:

- Numa roda de conversa, discutirão com a turma suas percepções e conclusões, de modo a responder a questão norteadora e perceber a importância do olfato. Para isso, poderão relatar quais substâncias foram capazes de identificar, as mais fáceis de serem identificadas, as que tiveram maior dificuldade em identificar, como é o odor de cada uma delas (forte, suave, ruim/putrefato, mentolado, doce, cítrico, azedo etc.), o que sentiram com os odores (eram agradáveis ou desagradáveis), quais mais gostaram, quais menos gostaram, se alguma substância despertou seu apetite etc..

 

4. Após o experimento acima, na qual os alunos puderam observar a função e a importância do olfato na vida cotidiana, o professor proporá uma pesquisa acerca de como sentimos os aromas das coisas ao nosso redor. Para isto, listamos alguns materiais no campo Recursos Complementares, que o professor poderá utilizar.

Nesta pesquisa é importante que os alunos compreendam que sentir o cheiro de algo depende das minúsculas e invisíveis partículas odoríferas, denominadas de moléculas que odor, que são liberadas/evaporam pelos objetos/ substâncias, que entram em nosso nariz e são detectas pelo cérebro. Quando respiramos, estas minúsculas partículas entram no nariz e aderem ao muco de seu interior. Sob o muco existem os detectores de odor, que enviam mensagens para cérebro. Este ajuda a descobrir qual o cheiro que estamos sentindo. Todos os sentidos trabalham juntos, porém o olfato e o paladar são inseparáveis.

* Esta pesquisa também poderá ser estendida, pelo professor, de modo a conhecer outros aspectos e curiosidades relativas ao olfato, como por exemplo: as pessoas que não sentem cheiro, comparação entre o olfato dos seres humanos e dos animais, como e por meio de que parte do corpo os animais detectam o cheiro, como se utilizam dos odores para encontrar seus filhotes, a relação entre o paladar e olfato etc.

 

5. Como tarefa de casa o professor solicitará aos alunos que desenhem em um papel todos os cheiros que puderam perceber em um final de semana (o café da mamãe, o pãozinho da padaria, a macarronada, de pipoca, de cachorro molhado, da fumaça dos carros, de coco, de xixi , de chulé etc.).

 

6. Em sala, confeccionarão um cartaz a partir dos desenhos dos alunos. Os desenhos serão recortados, agrupados e colados no cartaz. Como categorias para o agrupamento, poderão eleger os aromas conforme a proximidade de seus odores, uma vez que classificar o cheiro é muito difícil. Assim podem organizá-los se são agradáveis ou não, doces, salgados, mentolados, florais, cítricos, ocres (como o vinagre), putrefatos (em estado de decomposição: como cheiro de ovo, frutas e alimentos apodrecidos), alertas de perigo, cheiros que incomodam etc..

 

7. O professor apresentará o vídeo: Corpo Humano: Ouvido, Planeta DeAgostini.

Disponível em:

http://www.youtube.com/watch?v=rFuwPihOsw4

http://www.youtube.com/watch?v=3llrRe-0pmY&feature=fvwrel

http://www.youtube.com/watch?v=_PedqT6GMyE

Recursos Complementares

LIVROS:

- QUEIRÓS, Bartolomeu. Campos de.Cinco Sentidos.Global Editora

- RITTER, Caio. O olfato do rato. Coleção Sentidos. Ed. Edelbra.

- Olfato. Ed. Ciranda Cultural.

- AMARAL, Glaucia. O olfato e o paladar. SM Editora.

- RAMOS, Adriana e SOUZA, Monica de. Olfato e paladar. Ed. FTD.

- CARUSO, Carla. Almanaque dos sentidos. Ed. Moderna.

- Enciclopédia ilustrada do corpo humano. Ed. Girassol.

- Criança curiosa: o corpo. Ed. Salamandra

- Mini Larousse dos cinco sentidos. Ed. Larrouse Júnior.

- Os cinco sentidos. Ed. Ciranda Cultural.

- BOSMANS, Peter. Os cinco sentidos: Os sentidos explicados para crianças de 5 a 9 anos. Editora Eko.

- NICOLIS, Giselda Laporta. Nossos 5 amigos: os sentidos. Ed. Porto de ideias.

- O Grande Livro Animado do Corpo Humano. Impala Editores

- FERREIRA, Marina Baird et al. Aurélio com a turma da Mônica. Ed. Nova Fronteira.

- ARDAGH, Philip. Na casa de Leo: o corpo humano. Ed. Companhia das Letrinhas.

- GIRARDET, Sylvie e ROSADO, Puig. A casa dos cinco sentidos. Companhia Editora Nacional.

 

LINKS:

http://library.unesco-iicba.org/Portuguese/Science_Serie/Science%20pages/Li%E7%F5es/Tudo_Sobre_Mim.htm

http://www.cdcc.usp.br/maomassa/orgao_%20sentido.pdf

http://samuraigold.meusjogosonline.com/jogar.asp?id=3564250&jogo=jogar+cinco+sentidos+online

http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=25779

http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=4534

 

VÍDEOS

http://www.youtube.com/watch?v=-CkV-EwYA_s

 

LIVROS SOBRE O ENSINO DE CIÊNCIAS PARA EDUCAÇÃO INFANTIL:

- ARCE, A.; SILVA, D. A. S. M.; VAROTTO, M. (2011). Ensinando ciências na educação infantil. Campinas: Editora Alínea.

- CENTRO DE DIVULFAÇÃO CIENTÍFICA E CULTURA - CDCC (2005). Ensinar ciências na escola. São Carlos.

*Este livro pode ser feito download pelo seguinte link: http://www.cdcc.usp.br/maomassa/livro/livro.html

- CENTRO DE DIVULFAÇÃO CIENTÍFICA E CULTURA - CDCC (2009). Ensino de ciências por investigação. São Carlos.

*Este livro pode ser feito download pelo seguinte: http://cdcc.usp.br/maomassa/livro09/livro09.html

- CENTRO DE DIVULFAÇÃO CIENTÍFICA E CULTURA - CDCC (2005). Explorações em ciências na educação infantil. São Carlos.

*Este livro pode ser feito download pelo seguinte link: http://www.cdcc.usp.br/maomassa/Livros/livro10/livro10.html

Avaliação

A avaliação será realizada ao longo de todo o processo, e deverá ser considerado: o interesse, a participação, o envolvimento, a interação e reflexão em grupo, a comparação entre o resultado do experimento e das hipóteses iniciais, bem como as falas, as observações e as conclusões realizadas pelas crianças após cada uma das atividades.

 

 *Obs: A avaliação encontra-se de acordo com Referencial Curricular Nacional de Educação Infantil, vol 3. Natureza e Sociedade, consistindo em uma tarefa permanente, na qual o professor, mediante a investigação e reflexão acerca das manifestações das crianças: observa o que sabem fazer, o que pensam à respeito dos fenômenos que observam, o que ainda lhes é difícil entender, os interesses que possuem, as aquisições obtidas em vista de todo o processo vivido e em relação com os objetivos propostos. O que o auxilia na adequação dos conteúdos  propostos, no tempo e  no ritmo  de trabalho, para que assim, possa dar continuidade  ao seu planejamento e à apresentação de novos conteúdos e atividades, que visem a promoção de situações significativas na aprendizagem da criança, fazendo-a avançar em seu desenvolvimento e na interação com o meio.

Opinião de quem acessou

Quatro estrelas 2 classificações

  • Cinco estrelas 1/2 - 50%
  • Quatro estrelas 1/2 - 50%
  • Três estrelas 0/2 - 0%
  • Duas estrelas 0/2 - 0%
  • Uma estrela 0/2 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Opiniões

  • Alessandro, UNICSUL , São Paulo - disse:
    admsite@gmail.com

    21/08/2013

    Cinco estrelas

    Muito bom, adorei maso link de download do livro não funciona. http://www.cdcc.usp.br/maomassa/livro/livro.html http://www.jogoscelular.net


  • Francisca Jozenilda Nóbrega de Sá, EMEF FLORIDO NITAO DINIZ , Paraíba - disse:
    jozenilda_mrr@hotmail.com

    29/07/2013

    Quatro estrelas

    Parabéns pelas atividades que tem contribuido muito na aprendizagem de meus alunos.


Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.