Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
VISUALIZAR AULA
 


O que podemos criar com formas geométricas?

 

18/10/2013

Autor e Coautor(es)
Rúbia Vanessa Vicente Demétrio
imagem do usuário

FLORIANOPOLIS - SC Universidade Federal de Santa Catarina

Giandréa Reuss Strenzel

Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
Educação Infantil Arte Visual O fazer artístico
Educação Infantil Linguagem oral e escrita Falar e escutar
Educação Infantil Matemática Espaço e forma
Educação Infantil Linguagem oral e escrita Práticas de leitura
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

Partilhar do momento de atenção à história juntamente com os colegas;

Demonstrar os conhecimentos que possui sobre as formas geométricas, bem como, sobre o entendimento da história abordada no grupo;

Identificar as características que constituem as formas geométricas;

Trabalhar em pequenos grupos na confecção de brinquedos com materiais recicláveis.

Duração das atividades
Esta aula é planejada para 2 dias, em que cada momento terá a duração de aproximadamente 30 minutos.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Esta aula é indicada para um grupo de crianças de 4 anos de idade  e para a sua realização é necessária a articulação entre professor e auxiliar.

Estratégias e recursos da aula

1º Momento: Conhecendo as formas do mundo.

Materiais Necessários: tapetes, almofadas e o livro sugerido no plano.

Neste primeiro momento, o professor organizará o espaço para contar a história com o auxilio das crianças. Nesta ocasião, os adultos devem auxiliar as crianças a se acomodarem e conversar com elas explicando-lhes que ouvirão uma história especial e, para isso, devem ficar atentas a cada detalhe. A história sugerida para este plano é “As formas do Mundinho” da escritora Ingrid Biesemeyer Bellinghausen (Ver recursos complementares). Durante a narrativa, o professor deverá envolver as crianças, instigando-as sobre o que poderá surgir a seguir, criando uma atmosfera de curiosidade e de participação neste momento. As crianças que já conhecem essa narrativa podem contribuir para esse momento, adiantando alguns episódios ou verbalizando sua opinião. Escolhemos esta história com o objetivo de sensibilizar as crianças em relação percepção de formas geométricas em seu cotidiano.

Livro: As formas do mundinho.

Escrito por: Ingrid Biesemeyer Bellinghausen

Imagem disponível em: http://www.extra.com.br/livros/LiteraturaInfantojuvenil/Infantil-ate3anos/Colecao-O-Mundinho-As-Formas-do-Mundinho-284886.html

Acesso em: 08/10/2013

 

A seguir, o professor irá promover uma conversa com a turma sobre a história. Inicialmente irá solicitar às crianças, o que compreenderam sobre a narrativa, direcionando a conversa com os seguintes questionamentos:

  • Quais formas geométricas vocês conhecem?
  • Nos objetos presentes na sala, quais formas podemos identificar?

 

Este momento é destinado a escuta das crianças, buscando identificar o que ela compreende sobre a temática abordada e tem percebido a presença de formas geométricas em sua vida, bem como, sobre o entendimento da história apresentada. A mediação neste momento de expressão é fundamental. Os adultos devem auxiliar enfatizando os momentos destinados ao falar e escutar, bem como, nas situações de expressão, ajudando na articulação e na escolha das palavras adequadas.

2º Momento: As formas presentes nos objetos.

Materiais Necessários: materiais recicláveis.

Em seguida, o professor irá disponibilizar as crianças uma série de objetos e solicitar para que os toquem, percebendo a textura, o peso e que identifiquem quais formas estão presentes nestes objetos. A mediação neste momento é fundamental, já que o grupo trará seus saberes acerca daquele objeto e o professor deve ampliar estes conhecimentos, diferenciando as formas planas, dos poliedros. Para auxiliar neste processo de identificar o nome destas formas, o professor pode disponibilizar as formas em uma cartolina com os nomes (figura 3), para que a turma possa visualizar e comparar com os objetos que tem em mãos.

 

Imagem disponível em: http://cleanlourenco.blogspot.com.br/2010/03/formas-geometricas-espaciais.html e http://cleanlourenco.blogspot.com.br/2012/02/formas-em-toda-parte.html

Acesso em: 08/10/2013

3º Momento: Confeccionando brinquedos.

Materiais necessários: materiais recicláveis, cola, fita adesiva, papéis coloridos, grude (ver recursos complementares), tintas de várias cores, pincéis e aventais para pintura.

A seguir, o professor deverá desafiar as crianças a criarem um brinquedo com os materiais recicláveis. Reunidos em pequenos grupos, as crianças deverão combinar o que criarão e em seguida com o auxílio do adulto, iniciar a criação. A atividade deve ser realizada em pequenos grupos para permitir a mediação de forma mais intensa, momento este em que o professor poderá dar sugestões de como os objetos podem ser fixados e mostrar-lhes algumas imagens de construções realizadas com material reciclável. Enquanto um grupo participa da confecção dos brinquedos o outro grupo de crianças estará com o auxiliar de classe, brincando com os espaços previamente organizados para este momento.

Após organizar os objetos como desejarem, as crianças podem realizar a técnica de papietagem (ver recursos complementares) em suas construções. E combinar que no dia seguinte os grupos apresentarão suas construções para o grande grupo.

 

Exposição das construções.

Imagem disponível em:http://www.riobranco.org.br/149/ensino-fundamental-i/reaproveitando-materiais-reciclaveis

Recursos Complementares
Avaliação

Para avaliar esse plano, o professor deve observar de que forma as crianças apresentaram seus conhecimentos prévios; de que maneira as histórias escolhidas e as conversas em grupo ampliaram o conhecimento das crianças sobre o tema e como elas interagiram nos momentos de roda e de trabalho em pequenos grupos; observar se compreenderam a temática abordada e de que forma perceberam a presença das formas geométricas na vida cotidiana. É importante que o professor possa registrar as falas e ações das crianças, pois esse instrumento é fundamental para avaliar e estruturar as próximas intervenções com o grupo.

Opinião de quem acessou

Sem estrelas 0 classificações

  • Cinco estrelas 0/0 - 0%
  • Quatro estrelas 0/0 - 0%
  • Três estrelas 0/0 - 0%
  • Duas estrelas 0/0 - 0%
  • Uma estrela 0/0 - 0%

Denuncie opiniões ou materiais indevidos!

Sem classificação.
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.