Portal do Governo Brasileiro
Início do Conteúdo
JORNAL
Edição 43 - Redação no Ensino Médio
31/08/2010
 
ou
Notícias
 

Oficinas de redação, no contraturno, ensinam estudantes a escrever

Personagens de Monteiro Lobato ajudaram a estimular a leitura na Escola Alcimar Leitão, no Acre.

Personagens de Monteiro Lobato ajudaram a estimular a leitura na Escola Alcimar Leitão, no Acre.

Autor: Arquivo da escola


A Escola Estadual Alcimar Nunes Leitão, em Rio Branco, no Acre, oferece oficinas de redação aos 420 alunos do ensino médio, no turno oposto às aulas regulares. As oficinas, com duração de uma hora e meia, são realizadas desde o ano passado, duas vezes por semana, sem prejuízo da redação que faz parte aulas de língua portuguesa. E os resultados já podem ser observados.

A escola foi a primeira colocada no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2009, entre as escolas da rede estadual do Acre e obteve a melhor média em redação: 723,08 . “Houve uma melhora muito significativa”, conta a coordenadora pedagógica da escola, Maria José da Silva Dias. Segundo ela, que é pedagoga com pós-graduação em supervisão e administração escolar e está há 22 anos no magistério, inicialmente alguns alunos não conheciam os passos básicos de uma redação e não sabiam o que era introdução, desenvolvimento, e conclusão.

Ela explica que a prática de redação tem uma ênfase maior no terceiro ano do ensino médio, visando o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e o vestibular. Além das oficinas de redação, a escola oferece aulas de reforço de ortografia, leitura e escrita também aos alunos do fundamental.

Além disso, a escola promove concursos de redação, de dois em dois meses, sobre temas que façam parte do projeto que esteja sendo desenvolvido no momento. “Agora no final de agosto, por exemplo, a escola encerrou o projeto sobre folclore e foram escolhidas as melhores redações de cada ano do fundamental e a melhor do ensino médio”, diz Maria José.

A coordenadora inclui ainda outros pontos entre os fatores que podem ter contribuído para os bons resultados obtidos no Enem: a participação dos professores em cursos de formação continuada; a participação da escola nas olimpíadas de português e concursos de redação; o desenvolvimento de projetos de leitura; e a priorização da leitura e da escrita no planejamento dos professores de todas as áreas.

“A leitura e a escrita estão sendo trabalhadas em todas as disciplinas, desde o segundo semestre de 2009, por determinação da Secretaria Estadual de Educação. Todos os professores, sejam de biologia, matemática, ou geografia, por exemplo, devem trabalhar com textos e artigos de jornais”, ressalta Maria José.

“Costumo estimular a leitura entre meus alunos por meio de livros paradidáticos, onde eles refletem e interpretam as obras trabalhadas”, adianta a professora Glenda Leal de Araújo, que leciona português na Alcimar Leitão há quatro anos e está há dez no magistério. Para ela, que pede redações semanais aos estudantes do ensino médio, é possível estimular os alunos a fazer redação, por meio de temas da atualidade, fazendo com que eles pesquisem, reflitam e produzam.

(Fátima Schenini)

ENQUETE

Ajude-nos a escolher o tema da próxima edição do Jornal do Professor. É só clicar em uma das opções abaixo!

Fim do Conteúdo
REPORTAR ERROS
Encontrou algum erro? Descreva-o aqui e contribua para que as informações do Portal estejam sempre corretas.
CONTATO
Deixe sua mensagem para o Portal. Dúvidas, críticas e sugestões são sempre bem-vindas.